Vous êtes sur la page 1sur 2

Erupção do Monte Vesúvio

Durante um longo intervalo de tempo, mais do que a memória dos


humanos pode registar, os vulcões foram desempenhando um papel
fundamental na formação e modificação do planeta terra. Mais de 80 por cento
da superfície da Terra - acima e abaixo do nível do mar - é de origem vulcânica.
(USGS, entrada Volcano introduction, 1997)
O Monte Vesúvio domina a baía de Nápoles. (Vesuvio in rete, entrada The
Volcano, 2008) Este encontra-se em margens de placas tectónicas destrutivas,
onde a placa Africana desliza para baixo da placa Euro-asiática. Foi através
deste processo de subducção que o Monte Vesúvio se formou, pois o magma
emerge do limite entre as placas até à superfície, formando o vulcão.
(Wikipédia inglesa, entrada Mount Vesuvius, 2009)
Em relação à sua aparência física, o Monte Vesúvio é composto por dois
cones, o Gran Cone que se situa dentro de um cone mais antigo, o Monte
Somma. . (Vesuvio in rete, entrada The Volcano, 2008)
O perfil do Monte Somma permaneceu constante ao longo dos séculos, a
altura e o perfil do Monte Vesúvio é que sofreu uma considerável alteração,
devido às sucessivas erupções vulcânicas, medindo actualmente 1281 metros.
(Vesuvio in rete, entrada The Volcano, 2008)
As encostas do Somma são caracterizadas por diques e margens de
rochas vulcânicas escuras, estas são formadas através do transporte de terra
ou de lama com material piroclástico, que descem pela encosta íngreme,
quando chove. Tornando o solo precioso para a vegetação, graças ao seu
material fértil, rico em potássio e sílica. (Vesuvio in rete, entrada The Volcano,
2008)
As erupções Plinianas produzem poderosas plumas de cinzas, que
ascendem até 45km na estratosfera, cobrem grandes superfícies de cinza,
expelem grandes volumes de pedra-pomes, fluxos piroclásticos e lahars. A
região de queda piroclástica, geralmente é assimétrica, pois em torno do vulcão
a coluna de cinza é transportada na direcção do vento predominante. (Geology,
entrada How Volcanoes Work, Plinian, 2006)
O Vesúvio é um vulcão composto ou estrato-vulcão que expele material
em fluxo intenso. (Wikipédia inglesa, entrada Mount Vesuvius, 2009)
Esta erupção é o resultado de uma projecção do magma andesítico
voltado para riolítico. Este é composto por 55% a 65% de sílica, ferro,
magnésio, potássio, cálcio e sódio – em quantidades intermediárias – o que lhe
proporciona uma viscosidade intermédia. (Tulane University, entrada
Volcanoes, magma and volcanic eruptions, 2007)
Em Março de 1944, aconteceu a última erupção vulcânica no Vesúvio.
Desde então, o vulcão continua activo, mas encontra-se numa fase mais
pacífica, produzindo vapor, a partir de aberturas no fundo da cratera do vulcão.
(Vesuvio in rete, entrada History and Eruption, 2008; Wikipédia inglesa, entrada
Mount Vesuvius, 2009)
Monte Vesúvio é mais conhecido pela erupção de 79 d.C. que levou à
destruição das cidades de Pompeia e Herculano, soterrando-as de cinza
vulcânica. (USGS, entrada Volcano introduction, 1997)
A área à volta do Vesúvio foi oficialmente declarada Parque Nacional a 5
de Junho de 1995. (Vesuvio in rete, entrada The National Park, 2008)

Sitiografia consultada:
 Geology, entrada How Volcanoes Work, Plinian, 2006.
http://www.geology.sdsu.edu/how_volcanoes_work/Plinian.html
 Tulane University, entrada Volcanoes, magma and volcanic
eruptions, 2007.
http://www.tulane.edu/~sanelson/geol204/volcan&magma.htm
 USGS, entrada Volcano introduction, 1997.
http://pubs.usgs.gov/gip/volc/intro.html
 Vesuvio in rete, entrada History and Eruption, 2008.
http://www.vesuvioinrete.it/e_storia.htm
 Vesuvio in rete, entrada The National Park, 2008 .
http://www.vesuvioinrete.it/e_parco.htm
 Vesuvio in rete, entrada The Volcano, 2008.
http://www.vesuvioinrete.it/e_vulcano.htm
 Wikipédia inglesa, entrada Mount Vesuvius, 2009.
http://en.wikipedia.org/wiki/Vesuvius