Vous êtes sur la page 1sur 8

MACROECONOMIA

TEXTO N.º 1

Contabilidade Nacional

Exercícios

ISCAP

2012/2013

1.

Considere a seguinte informação, em 10 6 euros, sobre a economia portuguesa relativamente ao ano 2010:

Procura Interna

184 950

Depreciações

30

892,1

Despesa Interna

172

571,2

Impostos Indirectos Líquidos de Subsídios

20

447,9

Consumo Público

37

199,6

Rendimentos líquidos do exterior

-5 612,3

Consumo Privado

113

912,1

Exportações de Bens e Serviços

53

554,9

Determine:

a. Importações de Bens e Serviços

b. Rendimento Interno

c. PNBcf

d. Investimento

e. Procura Global

2. Considere a seguinte informação relativa a uma dada economia (ano 2011) e calcule:

(valores em unidades monetárias)

PIBpm

1000

Poupança interna

220

Balança de bens e serviços

50

Rendimento disponível bruto da Nação

870

Depreciações

40

Rendimento disponível das famílias

460

Impostos indirectos líquidos de subsídios

30

Poupança bruta das empresas

170

 

Variação de existências

-20

a. Procura interna

b. Rendimento interno

c. Rendimento disponível do SPA

d. Formação bruta de capital fixo

3.

Considere a seguinte informação, em unidades monetárias, sobre uma determinada economia relativamente ao ano 2011 (dados a preços correntes):

Procura Interna

520

000

Depreciações

16

000

Despesa Interna

440

000

Impostos Indirectos Líquidos de Subsídios à Exploração

24

000

Consumo Público

160

000

Balança de Transferências Correntes

44

000

Poupança Bruta das Empresas

56

000

Exportações de Bens e Serviços

30

000

Poupança do Sector Público Administrativo

8 000

Poupança Bruta da Nação

124

000

Rendimento Disponível Bruto da Nação

484

000

Determine:

a. Importações de Bens e Serviços

b. Rendimento Interno

c. Rendimento Disponível do Sector Público Administrativo

d. Consumo Privado

e. Investimento

4. Considere a seguinte informação, em unidades monetárias, sobre uma determinada economia (ano 2011):

Poupança externa

50

(RLE + Transferências correntes líquidas do exterior)

50

Procura interna

900

Rendimento disponível do SPA

190

Depreciações

60

Consumo privado

400

Poupança das famílias

120

Determine:

a. PIBpm

b. Lucros não distribuídos (Sugestão: calcule primeiro o RdbN)

5. Considere a seguinte informação, em unidades monetárias, sobre uma determinada economia relativamente ao ano 2011:

Dados a preços correntes

Valores em Percentagem da Despesa Interna

Depreciações

90

Impostos indirectos

15%

Procura externa

150

Subsídios à exploração

12,5%

Consumo final nacional

900

Poupança bruta da Nação

375

(RLE + Balança de transferências correntes)

75

Balança corrente

-75

Rendimento disponível do SPA

285

Rendimento disponível das famílias

780

(rendas + juros + lucros)

480

Formação líquida de capital fixo

300

Determine:

a. Variação de stocks.

b. Procura global.

c. Poupança líquida das empresas.

d. Salários.

6. Considere a seguinte informação, em unidades monetárias, sobre uma determinada economia relativamente ao ano 2011:

(dados a preços correntes)

(salários + rendas + juros + lucros distribuídos)

620

(lucros não distribuídos + impostos directos sobre as empresas)

100

Impostos indirectos líquidos de subsídios à exploração

20

Rendimentos líquidos do exterior

40

Depreciações

60

Procura interna

900

Consumo final nacional

600

Poupança interna

250

Determine:

a. Rendimento nacional.

b. Balança de bens e serviços.

c. Formação líquida de capital.

d. Balança de transferências correntes.

7.

Considere a seguinte informação sobre o país A (dados a preços correntes):

Poupança Bruta das Empresas

8100

Consumo Privado

9000

Amortizações

4500

Variação de Stocks

-1500

Formação Líquida de Capital Fixo

15000

Exportações

16000

Importações

22000

Gastos Públicos

12000

Rendimento Disponível do Sector Público Administrativo

7500

Rendimento Disponível das Famílias

15900

Poupança Externa

7500

a. Determine a Formação Bruta de Capital.

b. Calcule o PIB pela óptica da despesa.

c. Mostre que se verifica a igualdade entre o Investimento e a Poupança.

8. Considere os dados:

Milhões de euros

 

2001

2002

C

75

434,5

78

421,7

G

25

568,6

27

449,9

Procura Interna

 

139

594,2

PIBpm

 

129

998,7

RLE

 

-3 345,6

 

-3 327,8

Transf. cor. liq. ext.

 

3 772,7

 

3 483,3

Rdb Nação

   
 

Rd f

 

89

560,7

Rdb e

 

13

200,8

Rd SPA

   

S

f

   
 

Sb e

13

485,3

 

S

SPA

 

-271,8

 

S

ext

11

634,9

 

S

bNação

23

270,7

 

a. Calcule os valores em falta no quadro.

b. Mostre a evolução da contribuição dos diferentes sectores para o financiamento

do investimento da economia.

9. Considere a seguinte informação relativa a uma determinada economia (ano 2008, a preços correntes) e calcule:

 

Procura interna

700

 

Rendimento Nacional

 

840

 

(Poupança interna + Poupança externa)

200

Balança de rendimentos

 

-100

Rendimento disponível do SPA

110

(rendas + juros + lucros)

 

400

Poupança do SPA

10

PILpm

 

980

Lucros não distribuídos

65

Subsídios à exploração

 

15

Oferta externa

150

Balança de transferências correntes

 

-175

Procura externa

450

Formação líquida de capital

 

180

 

a. Salários

b. Impostos indirectos

c. Consumo privado

d. Poupança das famílias

 

10.

Considere a seguinte informação relativa a uma determinada economia (ano 2009, a preços correntes) e calcule:

 

Rendimento interno

1 880

 

Impostos indirectos líquidos de subsídios

80

Oferta externa

300

Poupança das famílias

260

Investimento

 

400

Balança de transferências correntes

-350

Formação líquida de capital fixo

280

Variação de stocks

80

(Rendas + Juros + Lucros + Depreciações)

840

Poupança do SPA

20

Procura interna

1 400

Rendimento disponível bruto da Nação

1 450

a. Salários

b. Exportações de bens e serviços

c. Rendimento Nacional

d. Lucros não distribuídos

11. Considere a seguinte informação relativa a uma determinada economia (ano 2011, a preços correntes) e calcule:

(Poupança interna + Poupança externa)

3

200

Depreciações

 

700

Exportações de bens e serviços

3

000

Variação de stocks

 

800

Procura global

14

000

Excedente bruto de exploração

5

400

Rendimento disponível bruto da Nação

10

400

Rendimento Interno

8

400

PNLcf

8

200

Balança de transferências correntes

 

600

a) Formação líquida de capital fixo (0,75v)

b) Salários (0,75v)

c) Poupança bruta da Nação (0,75v)

d) Oferta externa (0,75v)

12. Considere a seguinte informação relativa a uma determinada economia (ano 2011, a preços correntes) e calcule:

Investimento

32

000

(Rendas + Juros + Lucros)

47

000

Poupança das famílias

7 500

Poupança externa

6000

(FLCF + Stocks)

25

000

PIBcf

91

000

Rendimento disponível do SPA

22

000

(RLE + Balança de transferências correntes)

4000

Consumo privado

55

000

Consumo final da Nação

78

000

a) Poupança do SPA (0,75v)

b) Salários (0,75v)

c) Despesa interna (0,75v)

d) Lucros não distribuídos (0,75v)

13. Considere a seguinte informação relativa a uma dada economia (ano 2010, a preços correntes) e calcule:

(Consumo Final Nacional + Investimento)

18 000

Excedente Bruto de Exploração

10

600

(RLE + Balança de Transferências Correntes)

-1 000

Lucros Não Distribuídos

 

500

Poupança Externa

-1 000

Salários

6 200

(FLCF + Stocks)

3

800

Rendimento Disponível das Famílias

12

800

Poupança Bruta da Nação

7

000

Poupança do SPA

 

-500

a) Despesa Interna e Rendimento Disponível Bruto da Nação (2,8v)

b) Depreciações e Rendimento Interno (2,8v)

c) Rendimento Disponível do SPA e Consumo Privado (2,8v)

d) Considere uma economia aberta onde o consumo final nacional absorve toda a produção interna

(PIBpm).

“Neste contexto, a poupança interna é nula e, como tal, só há investimento se o país se endividar

face ao exterior.”

Concorda com a afirmação? Justifique sucintamente a sua resposta. (1,6v)

Soluções:

1.

a) 110 000; b) 400 000; c) 416 000; d) 160 000; e) 550 000.

2.

a) 950; b) 930; c) 240; d) 320.

3.

a) 110 000; b) 400 000; c) 168 000; d) 200 000; e) 160 000.

4.

a) 800; b) 80.

5.

a) 60; b) 1500; c) 120; d) 600.

6.

a) 760; b) -100; c) 240; d) 10.

7.

a) 18 000; b) 33 000; c) Sbe =8 100; Sf = 6 900; Sspa = - 4 500; Sbn = 10 500; Sext. = 7 500.

8.

Exercício resolvido na aula.

9.

a) 540; b) 55; c) 400; d) 130.

10.

a) 1 080; b) 900; c) 1 680; d) 130.

7