Vous êtes sur la page 1sur 161
APRENDER CURSO INICIAL DE LINGUA PORTUGUESA PARA ESTRANGEIROS DE ACORDO COM 0 QUADRO EUROPEU COMUM DE REFERENCIA PARA AS LINGUAS, Direcgao e coordenacao do Prof. Doutor Jodo Malaca Casteleiro PREFACIO (© Departamento de Lingua Cultura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, através do seu Cento de Estudos de Lingua Portuguesa, dé a pico 0 presente conjunto de deramentass, destinado a ado- lescentes e adultos aprendentes de portugués como lingua Segunda e lingua estengeia, a nivel de inciago. Este conjato, conttuido por um manual, um cademo de exerckios e um CD Aucli, fo eaborado segundo a meto- dologia da abordagem comunicativa e esté de acordo com os princpios do Quadro Europeu Comum de Referéncia para 2s Linguas ~ Aprendizagem, Ensino, Avaiaglo (QECR), elaborado e publicado em 2001 pelo CConselho da Europa nas eclgoes inglesa e francesa, sendo a versio portuguesa do mesmo ano e da responsabt [dade do Ministerio da Educaco. Os niveis de ensino-aprencizagem abvangidos pelo presente conjunto de mate- fais comespondem a Ale A2, 0s primeitos dos sei niveis a preconizados (A, A2, BI, B2, C1, C2). Ao corjunio ‘de materais produido para 0s niveis Al e A2 seguirse-8o conjuntos sernelantes para os nives posterires. Estes materiis peritem também a aquisiclo dos conhecimentos necessérios para a cbtencao do CIPLE — CCeticado Iricial de Portugués Lingua Estrangeira, comespondente 20 Nivel | do CAPLE — Centro de Avaliaga0 de Portugués Lingua Estangsra, da Universidade de Lisboa, que instiuiu para 0 efeto 0 Sistema de Avaliagdo € Certficacao de Portugués Lingua Estrangeira, no &mbito de um protocolo celebrado em 1999 entre esta Universidade e os Ministérios da Educacdo e dos Negicios Estrangeios (neste ultmo caso, através do Instituto ‘Camoes). © CAPLE, em representacao da Universidade de Lisboa, é memibro fundador da ALTE — Association of Language Testes in Europe, instiuiglo que se ocupa da certicagao des linguas europeias, estruturada em cinco nive's Os instrumentos de aprendizagem aqui apresentados destinam-se, pos, @ um pablo diversficado, que nunca ‘aprendeu portugues ou tern um conhecimento muito redurido da lingua portuguesa (© manual, 0 cademo de exercicos & 0 CD Audio foram concebicos para serem utlzados em qualquer curso de iniciagdo, As 14 unidades didécticas do manuel estio orgenizadas em areas temnéticas e vocabulares que abrangem as situagoes de comunicacéo prionitaias mais frequentes a nivel de sobrevivéncia © programa, esbocado no inicio do manual, € desenvotvdo de forme meticulosa, numa linguagem clara, com figor€ simplcidade, e & acompanhado de iustragtes muito expressivas, que facitam a eprendizagem dos con- teidos significatvos. A gramdtica associada as unidades teméticas segue uma progresséo ligica e & desenvoWvda de forma siste- imatizada, consttundo assim um aunliar precioso da aprendizagem. © cademo de exercicios, também oxganizado por unidades tematcas, permite consofdar e desenvoher, a par passo, essa mesma aprendizagem. © CD Axo, que contém os cislogos das unidades temdticas, acompanhados de exercios de fonetica,const- tui um instrumento indispensivel para apereicoar a pratica da oralidade, nos aspectos da dicydo e da prosédia. ‘As autoras deste conjunto de serramentass possuern uma larga experiénda de ensino do portugués, como li gua estengetae lingua segunda, minisvado @ estudantes das mais diversas nacionaldades, que tém frequen- ‘ado, 20 longo dos anos, cursos organizados pelo referido Departamento de Lingua e Cultura Portuguesa, (0s instrumeentos aqui apresentados benefcarn dessa longa e proficua experiencia, Esperamos, pois, que eles ‘cumpram plenamente os objectvos tragados. J030 Malaca Casteleiro Professor Catecriico da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Presidente do Departamento de Lingua e Cuitura Portuguesa INTRODUCAO «A finalidade do ensino/aprendizagem de uma lingua estrangeira é que 05 aprendentes se tornem aptos a comunicar nessa lingua para satisfa- zerem as suas necessidades. Esta concepcao leva a que os objectivos de aprendizagem sejam defi- nidos em termos comunicativos, 0 que sé se pode fazer com base no levantamento das necessidades comunicativas do aprendente.»( Este manual tem como puiblico-alvo estudantes que nunca aprenderam portugués ou que tém um reduzido conhecimento da lingua portuguesa Este manual de aprendizagem poderd ser utilizado em qualquer curso de iniciagdo a lingua portuguesa, uma vez que foi concebido para atingir um publico adulto diversificado, por mais heterogéneo que seja. AA Nive Liar, Lisboa, CAP, 1988, pg 3 COMO ESTA ORGANIZADO O MANUAL | noice [jp tisieises)}——— | Testes de revisao e teste == final para avaliacao dos conhecimentos. = Leitura e interpretagdo [Teste pene st de textos. | Foneticos. | indice com identificagao 7 Oralidade para a trabalnar a {Ses expresso | # ‘ence | Destaque para - ee | contetidos yramaticals |e sticos, olidacao | eee