Vous êtes sur la page 1sur 1

______________________________________________________________________ Universidade Federal do Maranho UFMA Curso de Psicologia Psicofisiologia ______________________________________________________________________ MAL DE PARKINSON O mal de Parkinson foi descrito

o pela primeira vez na literatura mdica em 1817 pelo mdico James Parkinson. A doena tem sua etiologia na disfuno dos neurnios secretores de dopamina que esto localizados nos gnglios da base. Os gnglios da base controlam os impulsos nervosos vindos do crtex cerebral para os msculos. Neurnios secretores de serotonina, noradrenalina e acetilcolina tambm esto relacionados a etiologia da doena. O mal de Parkinson uma doena idioptica, pois a sua etiologia no completamente conhecida. A doena, em geral, tem seu aparecimento por volta dos 50 anos. considerada uma doena neurolgica de grande freqncia pois atinge de 60 a 180 indivduos por grupo de 100 mil habitantes. ocorre em 1% dos indivduos acima de 65 anos. O local principal da degenerao dos neurnios dopaminrgicos a substncia negra. A sintomatologia da bsica da doena caracterizada por tremores, rigidez, dificuldades de caminhar, de equilbrio de e engolir que aumentam a sua intensidade ao longo dos anos. Outros sintomas so a acinesia, micrografia, perda da expresso facial, instabilidade postural, alteraes na marcha e postura encurvada para frente. Um sintoma a ser observado a bradicinesia. Os sintomas acometem inicialmente os membros superiores e , em geral, unilateral. Geralmente, o primeiro sintoma um tremor muscular na mo que vai se ampliando para o resto do corpo. Os tremores so percebidos mais claramente em movimentos finos Em alguns casos, h rigidez muscular, lentido dos movimentos e instabilidade postural. H tambm nos casos de Parkinson a dificuldade para iniciar e parar a marcha e mudar de direo o movimento. Outros sintomas so voz monotnica (h a perda do controle dos msculos da fase e da laringe), gagueira, ansiedade, insnia e perda do olfato. Alguns antidepressivos podem agravar o mal de Parkinson em pacientes que necessitem de tratamento psicolgico. PALAVRAS-CHAVE: Mal de Parkinson. Neurnios dopaminrgicos. Bradicinesia.