Vous êtes sur la page 1sur 33

Quadrinhos, textos e atividades

sobre Folclore
Natania Nogueira
O SACI
Quem é que nunca ouviu falar do Saci-Pererê? É o famoso
negrinho de uma perna só, que usa um gorro vermelho e fuma
cachimbo. Ele aparece sempre ao anoitecer e adora fazer uma
molecagem. Espalha farinha pela casa, assusta as galinhas, esconde
coisas...

Mas a travessura predileta do danado é montar num


cavalo,trançar a sua crina e sair em disparada por aí. O Saci anda aos
pulinhos. Quando está com pressa, gira sobre a sua perna, fazendo
um redemoinho de poeira e folhas.

Quem tiver coragem para tentar pegar o moleque, primeiro vai


precisar de uma peneira. Depois, precisa se esconder e esperar o
redemoinho. Quando estiver bem
pertinho, é só jogar a peneira em cima
dele. Aí, tomando muito cuidado para o
Saci não fugir, tem que enfiar a mão
debaixo da peneira e pegar o gorro
vermelho, que é mágico. O Saci
obedecerá todas as ordens de quem
estiver com o gorro...mas só até
consegui-lo de volta.

O Saci-Pererê é a lenda mais famosa do


nosso folclore. Há tantas histórias sobre este moleque, que muita
gente acredita que ele existe mesmo. Alguns viajantes até carregam
um rolo de fumo e uma garrafa de cachaça para agradar o Saci, caso
encontrem com ele no meio do caminho.
Bumba-meu-Boi, o boi de mil nomes...

Só de nome esse boi está cheio! Quer ver? No Recife se chama


Boi-Calemba; no Amazonas, Maranhão e Pará, Boi-Bumbá; em
Alagoas, Folguedo-do-boi... e esses são só alguns nomes! (Dá para
qualquer boi ficar confuso.) Bumba quer dizer "Bate!Chifra!"

É uma festa muito popular no Norte e Nordeste do Brasil. O boi


nasce em uma festa, morre em outra e ressuscita na última. Calma,
não precisa ficar com pena dele. Não é um boi de verdade. É uma
fantasia de boi toda enfeitada de fitas coloridas, e embaixo dela fica
um dançador. Acompanhando o dançador vão pessoas vestidas de
vaqueiros e gente de todo tipo, com roupas coloridas, cantando e
dançando pelas ruas, indo de casa em casa. O Boi é uma mistura dos
folclores africano, indígena e português! As festas acontecem de
novembro até 6 de janeiro, o Dia de Reis.
Boitatá, a Cobra de fogo

Ou Batatá, Baitatá, Biatatá, Bitatá, Batatal... O nome é indígena e


quer dizer "cobra de fogo". E é justamente o que ela é. Contam que
certa vez houve uma grande enchente e todos os bichos morreram,
menos a cobra.

Quando a água baixou, era tanta comida que ela até ficou fresca:
só queria comer os olhos dos bichos, porque eram mais molinhos (é
meio nojento, mas a lenda é assim).

Foi comendo tanto olho, tanto olho, que sua pele ficou
transparente e ela virou uma cobra de luz! Virou o Boitatá. Dizem que
o Boitatá persegue quem faz queimadas nas matas, e se você correr
— babau! Lá vai ela atrás.
Curupira, o Protetor dos bichos

É um anão, de cabelo vermelho, os pés virados para trás e os


calcanhares para a frente. Pode ser pequeno, mas é um danado: ele
protege as matas e os bichos dos caçadores, e é bem mau com eles:
faz esquecerem o caminho e ficarem perdidos da silva no meio da
floresta, bate neles, faz com que desapareçam... e como tem os pés
virados para trás, quando os caçadores acham que ele está indo, ele
está é voltando. Ou será o contrário?
Boto, o pai dos filhos sem pai

Filho que ninguém sabe de quem é, é filho do Boto. É o que se diz


no Norte do Brasil. O boto é um golfinho do rio Amazonas. Ele é um
Don Juan de lá: quando a noite cai, ele sai do rio e vai para as festas
paquerar as moças bonitas. E como não é bobo, ele não vai na forma
de boto, porque senão ia matar as pobres moças do coração! Ele se
transforma num rapaz bonito, alto, forte, grande dançador e bebedor
(adora uma cachaça). Mas tudo tem seu prazo, e antes da madrugada
ele tem de voltar para o rio, porque senão ele vira boto de novo... fora
da água. Já viu que lá todo mundo desconfia dos moços bonitos que
aparecem sem aviso nas festas e saem antes do amanhecer...
Pudera!
Mula-sem-cabeça, a mulher do padre

Diz a lenda que mulheres que saem com padres viram mula-sem-
cabeça na noite de quinta para sexta-feira. Ela sai galopando por aí,
assombrando os pobres seres que cruzam seu caminho. Lança fogo
pelas narinas e pela boca.

Suas patas são de ferro, por isso ela pode galopar à vontade
sem gastar os cascos. Como se não bastasse, fica relinchando a noite
inteira e não deixa ninguém dormir. Para acabar o feitiço, alguém tem
de ter a coragem de ir até ela e tirar o freio de ferro que ela leva nos
dentes (dizem que ela não tem cabeça, mas tem boca, dentes e
narinas). Haja coragem de enfrentar um bicho desses!
LEIA O TEXTO

A LENDA DO GUARANÁ

UM CASAL DE ÍNDIOS PERTENCENTE A TRIBO MAUÉS, VIVIA


JUNTO POR MUITOS ANOS SEM TER FILHOS MAS DESEJAVA MUITO SER
PAIS. UM DIA ELES PEDIRAM A TUPÃ PARA DAR A ELES UMA CRIANÇA
PARA COMPLETAR AQUELA FELICIDADE. TUPÃ, O REI DOS DEUSES,
SABENDO QUE O CASAL ERA CHEIO DE BONDADE, LHES ATENDEU O
DESEJO TRAZENDO A ELES UM LINDO MENINO.
O TEMPO PASSOU RAPIDAMENTE E O MENINO CRESCEU BONITO,
GENEROSO E BOM. NO ENTANTO, JURUPARI, O DEUS DA ESCURIDÃO,
SENTIA UMA EXTREMA INVEJA DO MENINO E DA PAZ E FELICIDADE
QUE ELE TRANSMITIA, E DECIDIU CEIFAR AQUELA VIDA EM FLOR.
UM DIA, O MENINO FOI COLETAR FRUTOS NA FLORESTA E
JURUPARI SE APROVEITOU DA OCASIÃO PARA LANÇAR SUA VINGANÇA.
ELE SE TRANSFORMOU EM UMA SERPENTE VENENOSA E MORDEU O
MENINO, MATANDO-O INSTANTANEAMENTE.
A TRISTE NOTÍCIA SE ESPALHOU RAPIDAMENTE. NESTE
MOMENTO, TROVÕES ECOARAM E FORTES RELÂMPAGOS CAÍRAM PELA
ALDEIA. A MÃE, QUE CHORAVA EM DESESPERO, ENTENDEU QUE OS
TROVÕES ERAM UMA MENSAGEM DE TUPÃ, DIZENDO QUE ELA
DEVERIA PLANTAR OS OLHOS DA CRIANÇA E QUE DELES UMA NOVA
PLANTA CRESCERIA DANDO SABOROSOS FRUTOS.
OS ÍNDIOS OBEDECERAM AOS PEDIDOS DA MÃE E PLANTARAM
OS OLHOS DO MENINO. NESTE LUGAR CRESCEU O GUARANÁ, CUJAS
SEMENTES SÃO NEGRAS, CADA UMA COM UM ARILO EM SEU REDOR,
IMITANDO OS OLHOS HUMANOS.
RESPONDA:

1)QUAL É O TÍTULO DA LENDA?


( )LENDA DA MANDIOCA
( )LENDA DO GUARANÁ
( )LENDA DA CANA

2)ESTA LENDA É DE ORIGEM:


( )INDÍGENA
( )AFRICANA
( )PORTUGUESA

3)COMO ERA O FILHO DO CASAL DE ÍNDIOS?


( )BONITO, MALDOSO E INVEJOSO
( )BONITO, GENEROSO E BONDOSO
( )BONITO, INFELIZ E INVEJOSO

4)QUAL O NOME DO DEUS DA ESCURIDÃO?


( )JURUPARI
( )TUPÃ
( ) CURUMIM

5)NA FRASE ”UM DIA, O MENINO FOI COLETAR FRUTOS NA


FLORESTA,” A PALAVRA GRIFADA PODE SER TROCADA POR:
( )USAR
( )APANHAR
( )COMER

6)QUAL A PARTE DO CORPO DO MENINO QUE FOI PLANTADA E DEU


ORIGEM AO GUARANÁ?

R:_____________________________________________

7)PARA OS ÍNDIOS, QUEM É TUPÃ?

R:_____________________________________________
Teste folclore

1. Esconde coisas e dá nó na crina dos cavalos.

( ) Boitatá
( ) Curupira
( ) Saci-Pererê

2. Mora no fundo das águas, é metade mulher e metade


peixe com cabelos longos e enfeitados:

( ) Náiade
( ) Iara
( ) Vitória-Régia

3. Galopa pela noite e solta fogo pelas ventas:

( ) Mula-sem-cabeça
( ) Cavalo de Tróia
( ) Mula-da-gaiola

4. Serpente de fogo que mora na água e protege as


matas contra incêndios:
( ) Boitatá
( ) Mapinguari
( ) Tutu Marambá

5. Guardião da natureza, com cabelos de fogo e pés


virados para trás:

( ) Pé de Garrafa
( ) Curupira
( ) Iupiara
6. Menino que foi amarrado num formigueiro e que ajuda
a encontrar pessoas desaparecidas nos pampas
gaúchos:

( ) Caipora
( ) Cuca
( ) Negrinho do Pastoreio

7. Bruxa que vive numa gruta e aparece de repente para


assustar crianças:

( ) Caipora
( ) Cuca
( ) Sereia

8. Sai da água e se transforma em um moço bonito para


encantar as moças:

( ) Boto
( ) Monstro do Lago Ness
( ) Godzila

9. O primeiro filho homem nascido depois de sete


mulheres pode virar:

( ) Negrinho do Pastoreio
( ) Bicho-Papão
( ) Lobisomem
MAIS UMA PÁGINA PARA NOSSO ÁLBUM DE FIGURINHAS
ESSA É SÓ DE PERSONAGENS DO FOLCLORE.
RECORTE AS FIGURAS DA PRIMEIRA FOLHA E COLE-AS NO
QUADRADINHO CORRESPONDENTE:

QUIBUNGO NEGRINHO DO PASTOREIO PAPAFIGO

MULA-SEM-CABEÇA ALAMOA BOITATÁ

CABOCLO CUCA CUIA


IARA
MULA – SEM – CABEÇA IARA OU MÃE D’ÁGUA É UM SER
CONTA A LENDA QUE ÀS METADE PEIXE, METADE
SEXTAS-FEIRAS, TODAS AS MULHER E DE UMA BELEZA SEM
MULHERES MÁS SE IGUAL. ELA MORA NOS LAGOS
TRANSFORMAM NESSE ANIMAL RIOS E IGARAPÉS. QUEM A VÊ
SEM CABEÇA. GALOPA PELA FICA ENCANTADO PELA MAGIA
NOITE RELINCHANDO E DE SUA BELEZA. COM ISSO ELA
ASSUSSTANDO QUEM ATRAI OS ENAMORADOS PARA O
ENCONTRA PELO CAMINHO. FUNDO DAS ÁGUAS.

BETO ESTÁ LIGANDO PARA EDU CONVIDANDO-O PARA PASSAREM O DOMINGO JUNTOS.
O QUE SERÁ QUE ELES COMBINARAM?
BICHO – PAPÃO
BICHO – PAPÃO OU BICHO – LOBISOMEM
TUTÚ, TUTÚ ZAMBETA, TUTÚ NORMALMENTE É UM HOMEM
DO MATO OU AINDA TUTÚ PÁLIDO, COM POUCO SANGUE.
MARAMBÁ É O DIZ A VELHA LENDA QUE É O
ASSOMBRADOR DE FILHO QUE NASCE DEPOIS DE
CRIANÇAS. APARECE NAS SETE FILHAS. EM NOITE DE LUA
CANÇÕES DE NINAR. A CHEIA VIRA UM BICHO COM
ORELHAS GRANDES E PÊLOS
CRIANÇA OUVE A CANTIGA,
POR TODO O CORPO, UNHAS
FECHA OS OLHOS DE MEDO E COMPRIDAS E CARA DE
DORME. CACHORRO. UIVA PARA A LUA E
APARECE NAS ENCRUZILHADAS
PARA ASSUSTAR O POVO.
CURUPIRA SACI – PERERÊ
PROTEGE AS MATAS E OS PRETINHO FEITO CARVÃO,
ANIMAIS. APARECE COMO UM PULA NUMA PERNA SÓ E
ANÃO VERDE DE CABELO FUMA SEU CACHIMBO. É
COR DE FOGO E PÉS MUITO LEVADO E GOSTA DE
VIRADOS PARA TRÁS. ASSUSTAR QUEM PASSA NA
SUA FRENTE. SEU MAIOR
MEDO É FICAR PRESO NUMA
GARRAFA.

CAÇA – FOLCLORE

Q R L E N D A S G L O J
B I C H O P A P A O C K
M I L O S A P I G B L O
B O T O R O S A F I L H
L O B A R M A C V S X O
C A B E L I C V D O N I
Q E C U C A I F J M N A
C A R A P I X D R E T R
C U R U P I R A E M A A
U V G T U O I C D I R A

ONÇA-BOI MÃOZINHA PRETA


ANIMAL ASSOMBRADO QUE APARECE SEM MAIS NEM
ANDA PELA FLORESTA MENOS FLUTUANDO PELO
SEMPRE EM DUPLA. QUANDO AR, ÀS VEZES, É ÚTIL
UM FUGITIVO SOBE NUMA AJUDANDO NOS SERVIÇOS
ÁRVORE, O CASAL DA CASA. OUTRAS VEZES
MONSTRUOSO FICA EMBAIXO FICA BRAVA E SAI
ESPERANDO... PERSEGUINDO E
BELISCANDO AS PESSOAS.
HOMEM DO SACO
BOIÚNA SÃO HOMENS QUE ANDAM
COBRA GIGANTESCA QUE PELAS RUAS E ESTRADAS
HABITA OS RIOS COM UM SACO GRANDE
AMAZÔNICOS. SOLTA FOGO PENDURADO NAS COSTAS.
PELOS OLHOS E ENGOLE COLOCAM AS CRIANÇAS MAL
PESSOAS FACILMENTE. COMPORTADAS LÁ DENTRO E
VÃO EMBORA.
PAPA-FIGO
É UM TIPO DE BICHO – PAPÃO.
ANDA ESFARRAPADO E SUJO,
MUITO FEIO, PÁLIDO E BARBUDO.
ROUBA CRIANÇAS MENTIROSAS E
AS LEVA EMBORA PARA SEMPRE.
Fontes:
Você Sabia? Turma da Mônica Folclore.
Blog Ensinar Exige Alegria
http://ensinarexigealegria1.blogspot.com/2009/07/historias-em-
quadrinhos-do-folclore.html
Diversos documentos disponíveis em http://www.4shared.com/