Vous êtes sur la page 1sur 10

OBTENÇÃO DE ENERGIA

Fermentação 1
Fermentação
2

 É um processo simples e, em
termos evolutivos, primitivo
de obtenção de energia;
ocorre no hialoplasma das
células, compreendendo
duas etapas:
 glicólise, conjunto de reacções
que degradam a glicose até
ácido pirúvico ou piruvato;
 redução do piruvato, conjunto
de reacções que conduzem à
formação dos produtos da
fermentação.

Nuno Correia 08-09


Glicólise
3

Nuno Correia 08-09


4 Nuno Correia 08-09
Activação
5

 A molécula de glicose é
quimicamente inerte.
 Para iniciar a sua
degradação tem de
ocorrer activação
energética.

Nuno Correia 08-09


Fase de rendimento
6

 Depois, segue-se um conjunto


de reacções que levam à
degradação da glicose até
ácido pirúvico, com formação
de ATP e NADH.
 No final da glicólise, resultam:
 duas moléculas de NADH;
 duas moléculas de ácido
pirúvico;
 duas moléculas de ATP (formam-
se quatro, mas duas são gastas
na activação da glicose).

Nuno Correia 08-09


Redução do piruvato
7

 em condições de
anaerobiose, faz-se pela
acção do NADH, formado
durante a glicólise, e pode
conduzir à formação de
diferentes produtos.
 Assim, existem vários tipos
de fermentação, cujas
designações indicam o
produto final.

Nuno Correia 08-09


8

Nuno Correia 08-09


9

 Dada a sua relevância económica e frequência de


ocorrência, destacam-se, a fermentação alcoólica e
a fermentação láctica.

Nuno Correia 08-09


10

Nuno Correia 08-09