Vous êtes sur la page 1sur 2

ESCOLAS PADRE ANCHIETA – ENSINO MÉDIO - ATUALIDADES

Atividade (valor 2,0)

Pesquise informações referentes aos seguintes tópicos:

a) Proposta dos EUA de ampliar sua presença militar na América Latina,


aumentando o contingente nas suas bases na Colômbia e as
repercussões dessa proposta nos países vizinhos da Colômbia,
principalmente Brasil e Venezuela.

O processo de militarização no continente tem gerado o


aumento das violações de direitos humanos e da
repressão a movimentos sociais, o deslocamento e a
migração forçada de milhões de pessoas, a destruição
do meio-ambiente, a perda da soberania e da
autodeterminação dos povos.
Na América Latina, os EUA intensificam a instalação de
bases militares como no caso de Manta (Equador), Três
Esquinas e Letícia (Colômbia), Iquitos (Peru), Rainha
Beatrix (Aruba), Hato (Curaçao) e Comalapa (El
Salvador). Essas bases complementam o cerco dos EUA
no Continente, que também possui bases militares em
Porto Rico (Vieques), Cuba (Guantánamo) e Honduras
(Soto de Cano). Os EUA pretendem ainda construir bases
militares na Argentina (Terra do Fogo), assim como
controlar a base de Alcântara, no Brasil

O venezuelano Hugo Chávez convocou seu embaixador


na Colômbia,
Já o Itamaraty orientou o embaixador brasileiro em
Washington, Antonio Patriota, a questionar detalhes da
ampliação nas três bases, e o presidente Luiz Inácio Lula
da Silva pediu que seja convocado o Conselho de Defesa
no âmbito da Unasul (União de Nações Sul-Americanas),
que se reúne no Equador, no próximo dia 10.

b) Por que as descobertas de petróleo na área chamada de pré-sal no


litoral brasileiro reativaram as discussões sobre a questão energética no
Brasil?

Temos no Brasil uma fala de que existe um Brasil rico ( sul,desenvolvido) e um


Brasil pobre ( norte ). Nos Estados Unidos, na localidade onde era descoberto
uma mina, tornava-se um polo, uma cidade até mesmo uma metrópolis super
desenvolvida. Aqui no norte, especificamente foi descoberta, explorada uma
mina de ouro e outros….. e o que ficou, uma grande cratera e problemas de toda
sorte. Sem entrar na questao da madeira, nos desmatamentos, temos uma das
maiores hidelétricas do país e o que temos, a energia, uma das mais cara e o
inimaginável, o inacraditável, as comunidades que vivem nos arredores não
possuem luz elétrica, vivem no lampião, na lamparina.
Realmente, temos muito a aprender com a crise da Bolívia.

OBS:

Procure pesquisar em sites de jornais e revistas semanais, pois trazem


informações mais atualizadas.