Vous êtes sur la page 1sur 17

Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central DEFINIÇÕES

ORDEM UNIDA
CAUDA É o último Desbravador de uma coluna.

1-INTRODUÇÃO
1.1 -Finalidade do Manual A Finalidade deste Manual é estabelecer normas que padronizem a execução dos exercícios de ordem unida, para os Desbravadores da Associação Brasil Central.

PROFUNDIDADE

É o espaço compreendido entre a testa do primeiro e a cauda do último Desbravador de qualquer formação.

1.2 – Objetivo da Ordem Unida. a- Proporcionar aos Desbravadores e às unidades, os meios de se apresentarem e se deslocarem em perfeita ordem. b- Primar pela disciplina. c- Desenvolver o sentimento de coesão e os reflexos de obediência que são fatores preponderantes na formação dos Desbravadores.

TESTA

É o Primeiro Desbravador de uma Coluna.

HOMEM BASE

É o primeiro Desbravador da coluna base. ( neste caso a coluna base é a da direita.)

Instrutor: Leomar Fernandes Santos www.sentinelasdoporto.org 1

Apoio: Clube Sentinelas do Porto

o instrutor dará as vozes de comando com a face voltada para o lado oposto àquele em que estiver as autoridades ( ou Símbolo).” b.) d. sendo que o primeiro da coluna é o Capitão e o último o Conselheiro.Voz de Advertência – É um alerta que se dá a tropa. ”ORDINÁRIO!”. (Essa Voz deve ser Curta. LINHA Dispositivo de uma tropa. previnindoa para o comando que será enunciado. com a frente voltada para o mesmo ponto. cujos Desbravadores estão um ao lado do outro. DISTÂNCIA Espaço entre dois Desbravadores um atrás do outro e voltados para a mesma frente. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. não precisam estar voltados para a mesma frente. (Esse Comando Deve ser Longo) c.Nos Desfiles. pela qual o instrutor ou quem estiver no comando exprime sua vontade. Viva.sentinelasdoporto.Comando Propriamente Dito – Tem por finalidade indicar o movimento a ser realizado pelos executantes. Ex: “UNIDADE!”. Na Ordem Unida. Ex: “DIREITA!”.1 –Vozes de Comando. para transmitir sua vontade à tropa ou unidade.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 2 . ”PELOTÃO!. e. COLUNA POR UM OU UNIDADE Desbravadores dispostos um atrás do outro.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central DEFINIÇÕES TERMO CONCEITO REPRESENTAÇÃO 2-COMANDOS E MEIOS DE COMANDO. enérgica e segura.Quem estiver comandando deverá emitir as vozes de comando na posição de Sentido. São maneiras padronizadas. COLUNA Dispositivo de uma tropa. ”DESBRAVADORES!”. com a frente voltada para a tropa de Desbravadores. cujos Desbravadores estão uns atrás dos outros. o instrutor ou quem estiver comandando poderá empregar os seguintes meios: -VOZ -GESTO -CORNETA -APITO (Daremos mais ênfase na VOZ devida sua maior utilização) 2.Voz de Execução – Tem por finalidade determinar e exato momento em que o movimento deve começar ou cessar. As vozes de comando constam geralmente de: a.

COLUNA POR TRÊS!.sentinelasdoporto.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central DEFINIÇÕES São formações de Desbravadores dispostos por colunas e fileiras tendo como base a coluna da direita. nunca nas laterais. 3. tomará a posição de descansar”. Neste caso será dado o comando “FORA DE FORMA!. separadas por intervalos de aproximadamente 80 Centímetros. 3-FORMAÇÕES 3. depois de coberto e alinhado. tomará a distância regulamentar.org 3 Apoio: Clube Sentinelas do Porto .3 – Formações Por Colunas 2. Ex: “DESBRAVADORES!. EM FORMA!”.4 – Mudança de Formação Tanto a formação Par quanto a Impar poderá ser mudada quando especificada. (e da direita para a esquerda começando da fileira da testa. quando não houver especificações. Desbravadores dispostos um atrás do outro. da base e da frente) . o comando propriamente dito( A formação que se deseje) e a voz de Execução( em forma!).5 – Entrada em Forma Para se colocar em forma uma fração de Desbravadores. FRENTE PARA TAL PONTO!. quando não houver especificações.6. 3. 3.5.Os Desbravadores da Testa estenderam o braço para o lado esquerdo. Os Desbravadores ficarão dispostos em tantas colunas quanto as prescritas. uma ao lado da outra. em principio. com o braço esquerdo distendido para a frente. exceto para os Capitães e Líderes).. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. MODELANDO A FORMAÇÃO Toda vez que a formação estiver incompleta por falta de Desbravadores. As formações.1 – Formações Por Altura.7. Ex: “BASE A COLUNA DA ESQUERDA!”. deverão ser por altura.8. FORMAÇÃO POR UNIDADE OU COLUNA POR UM. FORMAÇÂO PAR FORMAÇÃO IMPAR São formações de Desbravadores dispostos por colunas e fileiras tendo como base a coluna do Centro. MARCHE!”. Ao comando de “EM FORMA” cada Desbravador deslocar-se á rapidamente para o seu lugar e..6 – Saída de Forma. com a frente voltada para o mesmo ponto. sendo que o primeiro da coluna é o Capitão e o último o Conselheiro. deverá esconder as falhas dentro e no meio do Pelotão. é necessário dar-lhe um comando contendo a voz de Advertência (designação de fração. tanto em coluna como em linha.4. BASE TAL GAROTO!. 3.3.

VOLVER!” – À voz de execução “VOLVER”. batendo os calcanhares. b. sobre o calcanhar do pé esquerdo e a planta do pé direito.org 4 Apoio: Clube Sentinelas do Porto .Caso a tropa esteja em Marcha. executarão o movimento de bandeirim suspenso para os Capitães e. exatamente um ao lado do outro. ao comando de “FORA DE FORMA!.1 – A Pé Firme. unirá depois o pé esquerdo ao direito. FILEIRA É a formação de uma tropa cujos estão colocados na mesma linha.Caso a tropa esteja na posição de “DESCANSAR”. girando 90 graus. sobre o calcanhar do pé direito e a planta do pé esquerdo . terminada a volta. os Desbravadores farão “ALTO”.VOLTAS 4. “ESQUERDA. em seguida. A voz de “Marche”.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central DEFINIÇÕES a. todos voltados para a mesma frente. romperão marcha e sairão de forma com vivacidade e energia. os Desbravadores tomarão a posição de “SENTIDO”.VOLVER!” – À voz de execução “VOLVER”. ALINHAMENTO Disposição de Desbravadores sobre uma linha reta.MARCHE!”. romperão Marcha e sairão de forma. mediante os comandos abaixo: (1) “DIREITA. unirá depois o pé direito ao esquerdo. e o Capitão fará ainda o movimento de bandeirim suspenso. (2) COBERTURA Disposição de Desbravadores sobre uma linha reta. exatamente um atrás do outro. ao comando de “FORA DE FORMA!”. o Desbravador voltar-se-á para o lado indicado. 4 .e. INTERVALO Espaço entre dois Desbravadores um ao lado do outro. um ao lado do outro. assentará a planta do pé esquerdo no solo. todos voltados para a mesma frente.sentinelasdoporto. (3) Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. Todos os movimentos serão executados na posição de “SENTIDO”. terminada a volta. assentará a planta do pé direito no solo. batendo energicamente os calcanhares. o Desbravador voltar-se-á para o lado indicado. girando 90 graus. todos voltados para a mesma frente.

VOLVER!” – A voz de execução “VOLVER!’ deverá ser dada no momento em que o Desbravador assentar no solo o pé direito. (1) “DIREITA. VOLVER”. mas a volta é apenas de 45 graus.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central (3) – “MEIA VOLTA.sentinelasdoporto. ESQUERDA. com o pé direito. 4. VOLVER”. VOLVER!” – A voz de execução “VOLVER!’ deverá ser dada no momento em que o Desbravador assentar no solo o pé esquerdo. RETAGUARDA!”. para que seja mudada a frente de uma fração. no qual deverá ser comandado “FRENTE PARA A DIREITA. prosseguindo a marcha com o pé esquerdo. na nova direção. ele dará um passo mais curto e volverá 90 graus à esquerda sobre a planta do pé direito. (6) – Há uma exceção no qual a volta se dará na posição de Descansar.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 5 . (5) – “OITAVO À ESQUERDA. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. mas a volta é apenas de 45 graus. A este comando o Desbravador volverá a frente para o lado indicado com energia e vivacidade. após executá-lo. (2) “ESQUERDA. sendo a volta de 180 graus. As voltas em marcha só serão executadas nos deslocamentos no passo ordinário. VOLVER!” – Será executado do mesmo modo que “ESQUERDA. VOLVER”. ele dará um passo mais curto e volverá 90 graus à direita sobre a planta do pé esquerdo. na nova direção. com o pé esquerdo. (4) – “OITAVO À DIREITA. VOLVER!” – Será executada como “ESQUERDA. prosseguindo a marcha com o pé direito.2 – Em Marcha. VOLVER!” – Será executado do mesmo modo que “DIREITA. permanecerá nesta posição.

será dado o comando de “OLHAR. é precedido da seguinte voz de advertência “PELOTÃO OU DESBRAVADORES SENTIDO!”. rompendo a marcha com o pé direito e prosseguindo na nova direção. Para voltar a cabeça à posição normal. FRENTE!”.sentinelasdoporto. ao mesmo tempo que girará a cabeça energicamente para o lado indicado. “OLHAR À DIREITA OU ESQUERDA!” Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. a rotação será apenas de 45 graus. “OLHAR À DIREITA!” – Quando no passo ordinário. até mudar a frente para a retaguarda. a última sílaba da voz de execução. “MEIA VOLTA. sem desviar a linha dos ombros. sem desviar a linha dos ombros. o Desbravador o fará batendo mais forte. o pé direito irá um pouco à frente do esquerdo. o Desbravador o fará batendo mais forte. nas mesmas condições do olhar à direita. “OLHAR À ESQUERDA” deverá coincidir com a batida do pé esquerdo no solo. nas mesmas condições do olhar à direita. quando o pé esquerdo voltar a tocar no solo. “OITAVO À ESQUERDA VOLVER!” – será executado do mesmo modo que “ESQUERDA.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 6 . VOLVER”. VOLVER”.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central (3) (4) “OITAVO À DIREITA VOLVER!” – será executado do mesmo modo que “DIREITA. ao mesmo tempo que girará a cabeça energicamente para o lado indicado. a rotação será apenas de 45 graus. (5) (6) (7) “OLHAR À ESQUERDA!” – Quando no passo ordinário. Para voltar a cabeça à posição normal. “OLHAR À DIREITA” deverá coincidir com a batida do pé esquerdo no solo. girando 180 graus o Desbravador vivamente pela esquerda sobre as planta dos pés. (8) Os comandos (6) e (7) acima. será dado o comando de “OLHAR. quando o pé esquerdo voltar a tocar no solo. porém. daí em diante será dado a voz de execução. porém. FRENTE!”. a última sílaba da voz de execução. VOLVER!” – A voz de execução “VOLVER!” deverá ser dada ao assentar o pé esquerdo no solo.

então. olha para o lado da coluna base e verifica que se encontra no mesmo alinhamento dos demais companheiros de sua fileira.Partindo da Posição de Descansar – Primeiramente ao ouvir o comando de “COBRIR”.Se os capitães de unidades estiverem com seus respectivos bandeirins. a. de forma que veja somente a nuca do companheiro e em Seguida . estando na Posição de descansar. 5.Partindo da Posição de Sentido – O Desbravador estenderá o braço esquerdo para frente . tome a posição de sentido e a partir daí siga as instruções de cobrir acima.Para que uma tropa retifique a cobertura. Testa igual a profundidade 4 Testa X 4 Profundidade Testa menor do que a profundidade 3 Testa X 4 Profundidade Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. até tocar levemente o ombro do companheiro da frente . ao comando de “COBRIR!”.org 7 Apoio: Clube Sentinelas do Porto . conservando a cabeça imóvel.sentinelasdoporto. d – Alinhamento correto se dará quando o Desbravador. tocando levemente o ombro direito do companheiro à sua esquerda. estenderão o braço esquerdo para o lado. posicionar-se-á na mesma linha em que se encontrem os companheiros à sua direita Alinhando-se por eles (deve se levar em conta qual a coluna base).2. dedos unidos. farão bandeirim suspenso (mais detalhes na seção de bandeirins) e procederão como descrito acima. a – Os Desbravadores da testa.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central COBRINDO 5-COBRIR Este comando é usado quando a testa de um pelotão é igual ou menor do que a profundidade. Colocar-se-á. c – Cobertura correta se dará quando o Desbravador. com a Palma da mão para baixo e os dedos unidos. 5. Este comando poderá ser dado a partir das posições de sentido e descansar. ser-lhe-á dado o comando de “COBRIR”.1. olhando para frente. com exceção do da esquerda (que permanecerá na posição de “ SENTIDO”). só vê a nuca do companheiro que o precede. b . exatamente atrás deste. A mão direita permanecerá colada à coxa. A mão direita permanece colada a Coxa. palma da mão para baixo.

punho no prolongamento do antebraço. Em seguida será dado o comando de “PERFILAR!”. a mão direita colada a coxa direita. tocando levemente o braço direito do companheiro à sua esquerda. Após enunciar “BASE TAL DESBRAVADOR!”. c – Se for dado os dois comandos de a e b. mão fechada para cima. obtendo aí uma formação com intervalos e distâncias reduzidas. será aguardado que o Desbravador base se identifique. COBRIR!”. tocando levemente as costas do companheiro que está a frente. tomando posição de “SENTIDO” e estendendo o braço direito com o punho fechado e palma da mão voltada para frente. cobrindo.DISTÂNCIAS E INTERVALOS REDUZIDOS a – Se for dado o comando “INTERVALOS REDUZIDOS. num espaço menor. colocarão a mão esquerda fechada na cintura. d – mesmo neste comando.(ESQUERDA OU PELO CENTRO!”). COBRIR!”. irá dizer DESBRAVADOR FULANO BASE. Testa maio do que a Profundidade 5 Testa X 3 Profundidade a – Estando a tropa de Desbravadores em linha. e os capitães de unidades realizem bandeirim suspenso. cotovelo para esquerda.PELA DIREITA. COBRIR!”. e quando for determinado “FIRME!”. os Desbravadores da testa. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 6. os Desbravadores da profundidade e da cauda colarão o cotovelo esquerdo um pouco acima da cintura. voltando para a posição de sentido e depois descansar. ou seja. b – Se for dado o comando “DISTÂNCIAS REDUZIDAS. para a testa e em b. a seguir será dado o comando “PELA DIREITA. “DISTÂNCIAS E INTERVALOS REDUZIDOS. PERFILANDO 7-PERFILAR Este comando será usado quando a testa de um pelotão for maior de que a profundidade. fará nova pausa. voltarão para a posição de sentido.(ESQUERDA OU CENTRO!). os desbravadores deverão manter o alinhamento e cobertura correta.sentinelasdoporto. para retificar seu alinhamento será dado o comando de “BASE TAL DESBRAVADOR. esperando que os Desbravadores tomem posição de “SENTIDO”. costa da mão parta frente.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 8 . PERFILAR!”. abaixará o braço. para a profundidade e a cauda. braço esquerdo formando um ângulo de 90 graus. ou seja. proceda como descrito em a.

a mão esquerda segurará o braço direito pelo pulso. ao ouvir a batida à coxa os demais Desbravadores voltarão a cabeça. comandará “FIRME”. que permanecerão num mesmo alinhamento. verificar que o alinhamento e cobertura estão corretos. a mão direita fechada colocada às costas.sentinelasdoporto. com uma batida. permanecendo na posição de “SENTIDO”. para não arrastar o pé esquerdo. trará as mãos diretamente para os lados do corpo. o Desbravador afastará os braços cerca de 20 Centímetros do corpo. de modo que formem um ângulo de aproximadamente 60 graus.1 – Sentido – Nesta posição. os Desbravadores baixarão o braço com energia. com energia para frente e se for o caso baixarão o bandeirm ao solo. 8-POSIÇÃO 8. batendo-as com energia ao coloca-las às coxas. ao mesmo tempo os demais Desbravadores (exceto os que estão cobrindo ). Nesta posição. ficará imóvel e com O corpo levemente inclinado para a frente. coladas à parte exterior das coxas. voltarão vivamente o rosto para coluna dos Desbravadores base. onde permanecerá em silêncio e imóvel. sem esforço. de modo a se ouvir esse contato. Durante a execução deste movimento. pouco abaixo da cintura. A esta voz. c – Quando o instrutor ou quem estiver comandando a tropa de Desbravadores. dedos unidos e distendidos. busto aprumado. os Desbravadores unirá os calcanhares com energia e vivacidade. pontas dos pés voltado para fora. sem erguer o braço esquerdo até se alinharem. ao comando de “DESCANSAR!”. o Desbravador a frente voltada para o ponto indicado. O calcanhar esquerdo deverá ser ligeiramente levantado ao comando de “SENTIDO”.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 9 . Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. As mãos espalmadas. com os cotovelos um pouco projetado para a frente e na mesma altura. ombros na mesma altura e um pouco para trás. antes de colar as mãos às coxas. as pernas ficarão naturalmente distendidas e o peso do corpo igualmente distribuídos sobre os pés. os calcanhares unidos.2 – Descansar – estando na posição de “SENTIDO”. Para tomar a posição de “SENTIDO”.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central b – À voz de execução “PERFILAR!”. Em seguida tomarão intervalos e distâncias. o Desbravador deslocará o pé esquerdo cerca de 30 Centímetros para a esquerda. elevando ligeiramente o corpo sobre a planta do pé direito. os Desbravadores da testa e os da coluna base procederão como no movimento de “COBRIR”. 8. ao mesmo tempo. com o peito saliente. Os braços caídos e ligeiramente curvos. Está é a posição do Desbravador ao entrar em forma. Simultaneamente. Cabeça erguida e olhar fixo à frente. Colocando a mão à coxa.

unindo a seguir. como descrito no Nº. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. um com o pé direito e outro com o pé esquerdo.5 . O instrutor ou quem estiver comandando poderá. o Desbravador levará o pé esquerdo à frente. O Desbravador executará o alto e. com a perna naturalmente distendida. até a altura do umbigo. Levará em seguida. um passo com o pé direito. o Desbravador dará.O comando de “MARCAR PASSO!”. em seguida. para cessar a situação de “A VONTADE!”. cessando o movimento dos braços. O movimento de “MARCAR PASSO”. o pé direito à frente.3 .3 – À Vontade . ainda. 9. introduzir restrições antes de comandar “A VONTADE”. sem tirar o pé direito do lugar de modo a conservar o alinhamento e a cobertura.Marcar Passo . 9. os Desbravadores manterá o seu lugar em forma. elevará o calcanhar direito. simultaneamente. em seguida. distendido. então. com uma batida.sentinelasdoporto. com energia. mão espalmada e no prolongamento do antebraço. rompendo. com energia.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 10 .Em Frente – O comando de “EM FRENTE!”. ao mesmo tempo em que. mantendo a cadência do passo ordinário. perpendicularmente à linhas dos ombros. Dado o comando de “A VONTADE!”. falar e beber. o pé direito ao esquerdo. Os braços deverão permanecer distendidos e as mãos espalmadas. levará também à frente o braço direito. A cabeça permanece levantada e imóvel. os braços oscilam. batendo no solo toda a planta do pé. ano mesmo tempo em que inverterá a posição dos braços.Este comando somente poderá ser dado na posição de “DESCANSAR”. com o pé esquerdo. 9.Alto – O comando de “ALTO!”.Rompendo ao comando de “ORDINÁRIO MARCHE!”. transversalmente ao sentido do deslocamento.Deslocamento – O Desbravador prossegue. deverá ser dado nas mesmas condições que o comando de “ALTO!”. Poderá mover o corpo. no qual deverão voltar a situação de “Descansar”. 8-MARCHAS 9 . batendo fortemente os calcanhares. a marcha no passo ordinário. deve ser dado quando o Desbravador assentar o pé esquerdo no solo.1 – Rompimento . avançando em linha reta. ele dará . irá colar as mãos às coxas. batendo fortemente com a planta do pé no solo.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 8.4 . (1) acima. fazendo o peso do corpo recair sobre o pé esquerdo e projetará para trás o braço esquerdo. deverá ser dado quando o pé esquerdo assentar no solo. mais dois passos. será dado o comando “ATENÇÃO OU CESSOU O A VONTADE!”. Exemplo: “A VONTADE SEM CONVERSAS”.MARCHA EM PASSO ORDINÁRIO 9. 9. conforme prescrito para a tomada da posição de “SENTIDO”. deve ser de curta duração. continuará marchando no mesmo lugar. perna distendida naturalmente. com a mão espalmada (dedos unidos) e no prolongamento do antebraço.2 .

sempre que for necessário acertar o passo com os demais Desbravadores. o número de passos será sempre ímpar. que está atrás. como na corrida curta.MARCHA EM “PASSO ACELERADO” 12. apoiado sobre o indicador. sem que para isso seja necessário novo comando.Trocar Passo . À voz de “MARCHE!”. sem esforço e naturalmente voltados para dentro. com o pé esquerdo. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www.PASSOS EM FRENTE – Poderão ser executados ao comando de “TANTOS PASSOS EM FRENTE!. dando logo. voltando a posição de “SENTIDO”. levará o pé esquerdo com a perna ligeiramente curva para a frente.1 Rompimento da Marcha – Partindo da posição de “Sentido” – ao comando de “ACELERADO!”. MARCHE!”. Em “ACELERADO”. o Desbravador romperá a marcha.2 – Alto – Estando em passo sem cadência. 10. 11.1 – Rompimento da Marcha – Ao comando de “SEM CADÊNCIA.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 9. em passo sem cadência. o Desbravador levantará os antebraços. as pernas se dobram. 10. devendo conservar-se em silêncio durante o deslocamento.sentinelasdoporto.MARCHA EM “PASSO SEM CADÊNCIA” 10. em seguida um pequeno passo com o que estava à frente. 12. encostando-os com energia ao corpo e formando com os braços ângulos de aproximadamente 90 graus.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 11 . À voz de “MARCHE!”. corpo no prolongamento da perna direita e correrá cadenciadamente.6 . o Desbravador dará mais dois passos e unirá o pé que está atrás ao da frente. ao comando de “ALTO!”. Este movimento deverá ser feito com vivacidade e executado independentemente de ordem. dando tantos passos quantos tenham sido determinados e fará alto. movendo os braços naturalmente para a frente e para tas sem afastá-los do corpo.Ao comando de “TROCAR PASSO!”. com o polegar para cima. prosseguirá naturalmente a marcha. MARCHE!”. o Desbravador romperá a marcha no passo ordinário. as mão fechadas. para a retaguarda do que acabar de tocar o solo e. O Desbravador levará o pé.

ao lado do corpo e encostado à perna direita. O único que entra e sai pela frente é o capitão de unidade. 14. o Desbravador unirá os calcanhares com energia. trazendo a mão direita com a palma da mão voltada para a frente. a altura da orelha direita. se ele não determinar nada.1 – Sentido – Nesta posição. que responderá “O SENHOR LOGO VEM”. Desbravador. Capitão”. sem bandeirim. Para tomar a posição de “SENTIDO”. com o pé esquerdo. que responderá ”O SENHOR LOGO VEM”. o Desbravador de maior grau hierárquico. a ponta contrária do tecido do bandeirim ficará no solo junto ao pé direito. de modo que os cotovelos fiquem na mesma altura. Continue dizendo “Apresento a (nome da unidade ou clube). braços formando um ângulo de 90 gruas.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 13. Assim que o superior hierárquico receber a chamada. seguido do seu nome mais nome do clube ou unidade . e sempre entre e saia de uma unidade pela parte da cauda e a esquerda da unidade. ao mesmo tempo em que. a saudação “MARANATA” pode partir de qualquer um dos lados. os demais dedos unidos e distendidos à frente. Na saudação “MARANATA” os quatros dedos significam os quatro “Às” da palavra MARANATA e o dedo polegar dobrado sob a palma da mão representa o Desbravador orando. facão meia volta pela esquerda e rompe marcha. Logo em seguida diga o seu cargo. o bandeirim ficará na vertical. pessa. “Diretor. neste momento desfaz os gestos de braço e mão. Só entre em forma nas posições de cobrir ou descansar. tantas faltas e tantos presentes. Procedendo com o mesmo gesto de braços e mãos do Desbravador de menor grau hierárquico. A mão esquerda e os calcanhares ficarão como na posição de “SENTIDO”. POSIÇÕES COM BANDEIRIM 14. pelo lado de fora. Os braços deverão estar ligeiramente curvos. 13. com o efetivo de tantos Desbravadores . Aos pares de Desbravadores.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 12 .sentinelasdoporto. dedos colados e ainda com o polegar dobrado sob a palma da mão. a colará à coxa. dedos colados e com o polegar ainda dobrado sob a palma da mão voltada para a frente. A mão direita segurará o bandeirim com o polegar por trás. saúda com Um “MARANATA”. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. o Desbravador de menor grau hierárquico traz a mão à altura da orelha Direita. saudando o Desbravador que está recebendo a unidade. voltando a posição de sentido. permissão para se retirar. o capitão de unidade erguerá um pouquinho o bandeirim com a mão direita e dirá “MARANATA”. com uma batida. afastando a mão esquerda.APRESENTAÇÃO EM GERAL Com o braço direito.1 – Apresentação Com o Bandeirim Partindo da posição de sentido.

a mão esquerda deverá permanecer colada à coxa. deverá automaticamente ser realizado o movimento de “BANDERIM SUSPENSO”. com o seu dorso voltado para a frente.sentinelasdoporto. o instrutor poderá utilizar a posição de “BANDEIRIM SUSPENSO”. ficando as pernas distendidas. com a mão direita.3 – Deslocamentos Curtos – Nos pequenos deslocamentos. empunhando-o com esta mão. A – Partindo da posição de sentido. MARCHE!”.quando estiver marchando em passo ordinário. o Desbravador deve aguardar o comando de “DESCANSAR BANDEIRIM”. sem que seja dado esta ordem. B – Qualquer comando de movimento ou voltas que for determinado. será dado o comando de “BANDEIRIM SUSPENSO”. ao lado do corpo. para voltá-lo ao solo. o Desbravador.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 13 . os desbravadores. o Desbravador deslocará o pé esquerdo cerca de 30 Centímetros para a esquerda. 14. cotovelo junto ao corpo e para baixo. D – Se for determinado pelo instrutor “BANDEIRIM SUSPENSO”. 14.5 – Bandeirim Suspenso – Usado em pequenas distâncias. 14. porém deve se inclinar a parte superior do bandeirim para frente do corpo e manter a base que está ao solo junto ao pé direito pelo lado de fora. erguerá o bandeirim na vertical. C – Encerrando qualquer comando de movimento ou voltas. conduzirá o bandeirim na posição de “CRUZAR BANDEIRIM”. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. Ex: “5 PASSOS EM FRENTE.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 14. A mão direita segurará o bandeirim fechando-a emantendo o mastro dentro dela. A mão esquerda ficará caída naturalmente.2 – Descansar – Para tomar esta posição.4 – Deslocamentos Longos – Usado em deslocamentos de maior extensão. automaticamente deverá o Desbravador voltar o bandeirim ao solo. braço e ante braço deverá formar um ângulo de 90º graus.

erguerá o bandeirim na vertical. Nas unidades a chefia é do conselheiro.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 14.1 . O Diretor Associado deve receber a apresentação das unidades masculinas e a Diretora Associada recebe as apresentações das unidades femininas. O conselheiro orienta e aconselha. segurará o mastro. deslize as mãos até elas estiverem no mesmo alinhamento dos ombros.7 – Descansar Bandeirim – 1º Tempo – Com a mão esquerda. então. Ao mesmo tempo desça o bandeirim ao solo e deixe o mastro escorregar por essa moa voltando a posição de Sentido. Ao recebêlas deverão apresentar ao diretor do clube. Nunca tome o comando de algum subordinado hierárquico. acima da direita. cotovelo junto ao corpo e para baixo. O antebraço esquerdo deverá ficar. é ele quem segura o bandeirim. na horizontal e colado ao corpo. quando o capitão sair de forma para apresentar a unidade o seu lugar deve permanecer vago até o seu retorno. 15. A mão esquerda segura por baixo e a direita por cima. leve a parte de tecido do bandeirim para a direita. HIERARQUIA NOS CLUBES DE DESBRAVADORES 15. o conselheiro deve colaborar e responder todos os comandos deste. empunhado-o com esta mão. A mão esquerda. com a mão direita. 14. na sua ausência quem assume o Bandeirim da unidade é o secretário. descruzando o bandeirim . mas quem responde pela unidade é o capitão. no qual o cargo de menor grau hierárquico está subordinado ao de maior grau hierárquico. 2º Tempo – Solte a mão esquerda do mastro. pessa para que ele lhe passe o comando. seguido do capitão e secretário. o bandeirim ficará colado ao corpo com seu punho voltado para a frente. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. volte e cole a mão esquerda à coxa esquerda.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 14 . Quando o capitão apresentar a unidade.Hierarquia nas Unidades – É um processo de disciplina. aí deverá ser ocupado pelo próximo da unidade. salvo se ele não for voltar. 2º Tempo – Ao mesmo tempo que a mão esquerda traz a parte do tecido do bandeirim para o lado esquerdo. aplicado dentro dos clubes de Desbravadores.6 – Cruzar Bandeirim – 1º Tempo – O Capitão de Unidade.sentinelasdoporto. 3º Tempo – Projete o cotovelo direito para a frente e o cotovelo esquerdo mantenha-o quase na altura do ombro esquerdo.

3 Diretoria – O grupo da diretoria. Pioneiro.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central Os conselheiros estão diretamente subordinados aos diretores associados. entre a testa e os diretores associados.) OU Por Ordem alfabética dos nomes das unidades. Excursionista e Guia. 15. 15.sentinelasdoporto. 15. Companheiro. Conselheiros no mesmo Alinhamento diretor diretoria Diretor associado Diretora associada Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. Pesquisador.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 15 . Tesoureiros e Instrutores) devem ficar perfilados a esquerda das unidades. tanto as masculinas quanto as femininas devem se organizar da seguinte maneira: Por classes ( Amigo.Devem permanecer no mesmo alinhamento do conselheiro da maior unidade.2 Posição das Unidades .( Capelães.As unidades Masculinas Posicionam do lado direito das Unidades Femininas. Fem. Secretários.4 Conselheiros . Masc. dentro desta divisão.

1 . como execução. basta um silvo longo para cessá-lo.EMPREGO DO APITO. um ou mais silvos breves. 16. deverá ser dado um silvo longo.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 16. como advertência e. conforme seja a execução. 17 – EVOLUÇÃO Não existem normas para a evolução e sim a criatividade do Instrutor. Os silvos longos serão dados como advertência e os curtos. os Desbravadores deverão ser alertados sobre quais os movimentos e posições que serão executados.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 16 . deverão imediatamente voltar a posição de descansar. Procedendo os comandos. Utilizando esta regra.Emprego do Apito – Os comandos por meio de apitos serão dados mediante o emprego de silvos longos e curtos. para cada movimento ou posição.sentinelasdoporto. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. Quando os Desbravadores estiverem a vontade. os toques no apito é de sua criatividade.

É importante destacar que.org Apoio: Clube Sentinelas do Porto 17 . No caso do voto da Comissão ser desfavorável a essas demonstrações de civismo. decência e reverência que são devidas ao nosso Deus. O clube pode usar sua criatividade ao executar evoluções.sentinelasdoporto. desde que se faça com ordem. e que a decisão tomada pela maioria de seus votos deve ser respeitada por todos os Departamentos. No dia mundial dos Desbravadores. Quanto ao uso das bandeiras: nacional. saídas. ideais e outros. é entendimento da Organização Mundial da Igreja Adventista. a Diretoria do Clube deve acatar. somente para se ter idéia de quando executar: entradas. ordenadamente. sentido. ORDEM UNIDA NA IGREJA A igreja é a casa de oração. nos tiram o direito de se referir á reverência na casa de Deus e que Ele seja o único exaltado. mas sem ferir a ordem. e a execução do Hino Nacional. ou em qualquer programação que o clube faça. Diretorias e seus membros. deve-se apenas executar um “passo sincronizado”. reverência e moderação cristã. marcha com cadência ou vivacidade dentro da igreja. na tentativa de formar novas opiniões sobre o tema. estadual.Manual de Ordem Unida Para Desbravadores da Associação Brasil Central 18. Instrutor: Leomar Fernandes Santos www. restando-lhe o direito de oportunamente apresentar ampla pesquisa bíblica e doutrinária sobre o assunto. que não há nada que desabone essas condutas de civismo. existe um órgão hierárquico maior dentro da igreja local – a Comissão da Igreja. deve-se respeitar este princípio. e repetimos na lei: andar com reverência na casa de Deus. ou realizar tais cerimônias em outros locais especiais que não seja o Templo de Deus. Os comandos devem ser dados com “voz branda” ou por gestos. municipal e outras oficiais. Voz de comando.