Vous êtes sur la page 1sur 1

Vilfredo Pareto Para Pareto a sociedade no homognea, os homens so diferentes fisicamente, moralmente e intelectualmente, havendo indivduos que se destacam

m dos demais por seus dons, por suas qualidades superiores. Ele parte do princpio de que as classes no esto inteiramente separadas havendo uma circulao entre elas. Pareto tem uma perspectiva dualista da sociedade, onde encontraramos indivduos com qualidades superiores na sua esfera de atividade (a elite) e os restantes (a no elite). endo que o termo elite utili!ado por ele para designar um grupo de pessoas que se destaque em sua atividade especfica. " classe eleita se divide em duas# a classe eleita de governo e a classe eleita no de governo. " rique!a e o parentesco tam$m a%udam na promoo de determinados indivduos ao patamar atingido de elite. Ele nos mostra tam$m a idia de que havendo a circulao e&iste tam$m uma troca de valores e sentimentos oriundos do grupo de origem, como por e&emplo as religi'es presentes no estrato superior que na verdade so heranas da classe inferior. (etomando a idia de )osca so$re os governantes e os governados ele ainda acrescenta a idia de circulao entre estes dois estratos. " renovao do estrato superior se d* quando este se encontra enfraquecido, neste momento a$re uma $recha para pessoas do estrato inferior (que se destacam) entrarem no superior. egundo Pareto, as aristocracias no so duradouras pois os valores dos quais se utili!avam para ter o poder se modificam ao longo do tempo. " no reali!ao da circulao de classes causa a runa da nao pertur$ando o equil$rio social. " causa das revolu'es est* presente quando na classe superior e&istem indivduos decadentes que no se utili!am da fora para se manterem no poder, enquanto que nas classes inferiores temos pessoas aptas dispostas a usar a fora. " elite tenta acentuar a sua posio social e vai desenvolvendo as suas capacidades para dirigir os outros, ainda que atravs do uso da fora ou da fraude. "s massas no so capa!es de melhorar a sua situao a no ser seus mem$ros privilegiados capa!es de utili!ar as capacidades de que disp'em para su$ir at a elite. +rata,se portanto, de uma -circulao de elites. e no da ascenso das massas como tal, podendo e&istir transferncias de poder entre elites mas no entre classes.