Vous êtes sur la page 1sur 2

A IMPORTANCIA DA ESTRATEGIA PARA O

SUCESSO DO PROCESSO LOGISTICO

Rafael Wisnieswski
Professores: Patrícia Ferreira e Eduardo Garcia
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Logística (LOD0521) – Estratégia e Planejamento Logistico
19/06/09

RESUMO

A utilização de modernas técnicas de gerenciamento de estoques adequadas a realidade da


empresa, possibilita meios de minimizar impactos financeiros negativos pela
imobilização desnecessária de capital em estoques, assegurando máximos níveis de
atendimento aos clientes.

Palavras-chave: Estoque; Ferramentas.

1 INTRODUÇÃO

Diferentes profissionais das áreas de materiais de diferentes ramos usam dessas ferramentas.
Um dos princípios básicos é como os investimentos em estoques impactam os negócios da empresa
o que representa capital imobilizado e sem liquidez imediata, representado custos para empresa.

2 MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS

Mesmo com várias soluções automatizadas e até sofisticadas, ainda prevalece na


intralogística a solução básica ou trivial. A movimentação e armazenagem de materiais não se
tornou importante somente nos últimos anos devido à evolução da logística. Ela existe desde os
primórdios da civilização, primeiro porque os recursos não estão em abundância em qualquer lugar
da natureza – então, o homem sempre teve de movimentá-los e armazená-los para garantir sua
sobrevivência.

Segundo Reinaldo Moura (2008) “a movimentação de materiais não se resume apenas aos
equipamentos (é, antes de tudo, a eliminação própria, quando possível), pois assim como a
estocagem, os controles e outros processos não agregam valor ao produto final, seja numa fábrica,
centro de distribuição, terminal ou em qualquer outro lugar”.
2
O equipamento de movimentação de materiais será sempre uma solução para a equação:
características do material, somadas aos requisitos dos movimentos, implicarão a escolha do
método, o qual incluirá o equipamento de movimentação.

5 CONCLUSÃO

Mesmo os sistemas de transportadores contínuos estão sendo comercializados com soluções


mais flexíveis. Os fabricantes desenvolveram algoritmos de aceleração e desaceleração para manter
o movimento sob controle. Isso flexibiliza ajustes na configuração das restrições do pedido do
usuário.

6 REFERÊNCIAS

MOURA, Reinaldo. A logística interna na movimentação e armazenagem. Disponível em: <


http://www.cgimoveis.com.br/logistica/intralogistica-a-logistica-interna-da-movimentacao-e-
armazenagem>. Acessado em: 07 mai. 2009.