Vous êtes sur la page 1sur 13

transposio

Subordinantes e suas caractersticas


Classificados como conectivos de
subordinao, os subordinantes estruturas
sintticas que ao se unirem a outros unidades
foram unidades novas e, principalmente, de
classe gramatical diferente. Observemos:

de fera ferino
de ferro frreo
de fgado figadal ou heptico
de fogo gneo
de gafanhoto acrdeo
de garganta gutural
de gelo glacial

Ou
A menina quis que eu comprasse sorvete;
preciso que o grupo melhore.;
A mulher precisa que algum a ajude;
A verdade que voc no vir;



Em uso, temos:
O muro de pedra balana quando o vento
sopra muito forte.
Chama-se transposio o processo de
formao de sintagmas derivados de outras
unidades, os quais podem ser Ssimples ou
oraes inteiras. A transposio um
mecanismo que expande a nossa capacidade
de produo ao infinito utilizando um recurso
finito de produo (transpositores).
Caractersticas dos transpositores
Pertencem s unidades que introduzem;
Servem de marca formal da classe dessas
unidades
transpositores
Preposies: ao originar Sprep que ocupam o
espao sinttico dos Sadj. Por exemplo: leite
sem gordura/leite magro; noite de lua/noite
enluarada; viajar com os amigos/viajar
acompanhado.
Conjunes adverbiais unem-se a oraes e
formam sintagmas adverbiais: Ela
interrompeu a viagem porque as crianas
ficaram doentes; O corao bate mais forte
quando o Sport joga;
Conjunes integrantes
Tambm chamadas de nominalizadores
juntam-se a oraes para formar SNs: Ela
descobriu que as moas construram o castelo;
Ainda no verifiquei se passei de ano.
Pronomes relativos
Introduzem oraes para formar Sadj: Ainda
no usei os cupons que recebi da firma; A
vendedora recusou as ofertas cujos preos
estavam abaixo do esperado.
Advrbios interrogativos e pronomes
indefinidos
Juntam-se a oraes para formar Sns O
guarda multou quem estacionou sobre a
calada; admirvel como as aranham se
alimentam
Desinncias aspectuais: R, NDO e DO que
formam infinitivo, gerndio e particpio dos
verbos.