Vous êtes sur la page 1sur 1

A frica e a globalizao

A abundncia de recursos naturais no foi suficiente para que a frica, em particular a


Subsaariana, conseguisse resolver seus problemas econmicos e sociais. Entre as doenas que
mais se disseminaram na frica esto as doenas tropicais e a aids. Na frica subsaariana,
encontra-se o maior nmero de contaminados com o vrus HIV no mundo.
Diante da globalizao, as naes da frica mantiveram seu papel de simples exportadoras de
matrias primas e alimentos. Muitos dos pases que hoje se beneficiam das riquezas africanas
so os mesmos que participaram da sua colonizao entre os sculos XIX e XX.
H, sobre o continente, presses neoliberais, que existem mudanas nas polticas econmicas.
O crescimento econmico, em um contexto de alta das commodities e do petrleo, no foi
capaz de reduzir as desigualdades sociais e ainda dificultou o acesso a alimentos.
Os produtos alimentcios tm enorme peso nas importaes de muitos pases africanos, o que
gerou dficits astronmicos em suas balanas comerciais. Em pases como Etipia, Zimbbue,
Qunia e Senegal, houve aumentos expressivos no preo dos alimentos, o que agravou o
problema da fome.
Anlise do Grfico Consumo de Calorias (2002)
Segundo o grfico, os pases com consumo de calorias dirias entre 2700-3790cal so: frica
do Sul, nico pas subsaariano que apresenta essa condio, Mauritnia, Marrocos, Arglia,
Tunsia, Lbia e Egito, sendo estes pases rabes.
O restante da frica se mantm numa mdia entre 2700-1520, mdia esta que abaixo dos
pases subdesenvolvidos, que corre em volta da faixa dos pases citados acima.