Vous êtes sur la page 1sur 1

Sociedade das Cincias Antigas

Palavras proferidas pelo Mestre Philippe Nizier


Nas Sesses de Cura em Lyon
Recopilao feita por
Auguste Jacquot e Auguste Philippe
No se deve orar quando no se est em paz com todo mundo, pois isto autocondenao.
A prece desatenta para, os seres invisveis, como ouvir algum que est brincando; eles ento nos
levam brincadeira.
Uma prece que no entendida por Deus pode, entretanto, ser entendida por outros seres, que,
ento, nos auxiliam.
Os seres que esto em ns ou conosco tm necessidade de ir ao templo do nosso corao e ouvir as
preces. Um mau pensamento nos impede de orar; um escndalo para estes seres. neste corao
espiritual que depositado a fasca de Deus que nos necessrio fazer aumentar.
A humildade necessria para que a prece seja entendida.
Falar no causa efeito; vale mais dar o bom exemplo.
Eu no entendo do que se tem medo: que o mal chegue antes a voc ao invs de ao seu vizinho,
que importa?
Aqui, raramente se consegue recuperar um corao.
Ns estaremos todos unidos se amarmos uns aos outros; sejam amveis at mesmo com os pedidos
daqueles que nada ousariam nos pedir.
O orgulho o prprio homem; impossvel venc-lo; o Cu nos pede para apenas amarmos ao
prximo.
O orgulho est sobre nossa cabea; colocai-o sob vossos ps.
As palavras inteis engendram distraes quando, em seguida, se quer estar vigilante.
No se sabe onde est a raiva; nunca devemos deix-la seguir em frente.

FIM