Vous êtes sur la page 1sur 5

NUMERO DE OXIDAÇÃO

Modernamente, valência é conceituada em termos de estado de


oxidação. O número que indica o estado de oxidação do elemento é
denominado número de oxidação.
Assim, por exemplo, no NaCl a valência do cloro é l e a do
sódio também 1; o número de oxidação do cloro é — l e o do sódio
+ 1. No cloreto de sódio, o cloro e o sódio têm, pois, o mesmo nú-
mero de valência, mas números de oxidação diferentes. Encontram-se,
portanto, em diferentes estados de oxidação.
Número de oxidação de um elemento é o número de elétrons que
um átomo pode perder ou ganhar quando participa de uma combinação
química.
Em termos de número de oxidação, diz-se que há oxidação
quando o número de oxidação aumenta e redução quando o número
de oxidação diminui. Em termos de elétrons, diz-se que oxidação é a
perda de elétrons e redução é o ganho de elétrons.
Como o número de oxidação define o estado de oxidação do
elemento, conclui-se que o estado de oxidação significa simultanea-
mente a oxidação e redução. Em outras palavras, suprimiu-se o
termo redução. Fala-se apenas em estado de oxidação que é tradu-
zido por um número — o número de oxidação.
Variação do Número de Oxidação:
O número de oxidação pode variar de — 7 a + 7 podendo ser
zero. (Já o número de valência só pode variar de l a 7.)
-7 -6 -5 -4 -3 -2 -l 0+1 +2 +3 +4 +5 +6 +7
l l l l l l l l l l l l l l !

oxidação

redução
Classificação. Quanto ao número de oxidação, os elementos
metálicos e não-metálicos se classificam em dois grupos:
elementos de número de oxidação fixo e elementos de número de
oxidação variável.
Metais. Os metais mais comuns são:
Metais + 1 : Rb, Cs, Li, Na e K (metais alcalinos) e Ag
com + 2 : Ca, Ba, Sr, Ra (metais alcalino-terrosos), Be, Mg,
N. O. ' e Cd.
fixo + 3 : Al e Bi
Hg+1 e Hg+2
+1 e +2
Metais Cu+1 e Cu+2
com +1 e +3 { Au+1 e Au+3
N. 0. Fe+2 e Fe+3
variável + 2 e +3 Ni+2 e Ni+3
Co+2 e Co+3
Sn+2 e Sn+4
+ 2 e +4 Pt +2 ePt +4

Para os metais que apresentam dois estados de oxidação é


costume obedecer à seguinte regra de nomenclatura: "dá-se o
nome do elemento com a terminação oso quando se encontrar no
menor estado de oxidação e iço no maior."
Exemplos:
FeCl2 — cloreto ferroso SnCl2 — cloreto estanoso

FeCl3 — cloreto férrico SnCl4 — cloreto estânico


Apresentando maior variabilidade de número de oxidação,
temos os seguintes metais:
Cromo: Cr+2, Cr+3, Cr+6
Chumbo: Pb+2, Pb+s, Pb+4
Manganês: Mn+2, Mn+3, Mn+4, Mn+6, Mn+7.
Não-Metais. Quanto aos não-metais poucos apresentam
número de oxidação fixo.
(Flúor Cl
Br
F--11-1, ,FBr
Cl
+1 +1
,,Br
Cl+5
+3
, Cl+4, Cl+5, Cl+7
Haiogênios {Cloro j
Bromo

(Oxigénio : O-2
Calcogênios {Enxofre : S-2, S+4, S+6
Selênio : Se-2, Se+4, Se+6
(Telúrio : Te-2, Te+4, Te+6
Observações:
a)Nos compostos oxigenados os não-metais têm número de
oxidação variável e sempre positivo. Ligam-se por
covalência.
b)Nos compostos binários não-oxigenados o número de oxida-
ção dos não-metais é fixo e sempre negativo. As ligações
são por eletro valência.
Determinação do Número de Oxidação. A determinação
do número de oxidação de um elemento é baseada no seguinte
princípio:
"Na fórmula molecular de um composto, a soma algébrica
dos números de oxidação de todos os átomos dos elementos é
sempre igual a zero”.

Exemplos:
+1 + 3 - 4
3.1 — H N O2 ................ o nitrogênio tem número de
oxidação + 3.

+1 .+5 -6
3.2 — H' -N 0 3 ............. o nitrogénio tem número de
oxidação +5.
+2 + 4 - 6 -
3.3 — H2 S O3 ............... o enxofre tem número de
oxidação + 4.
+2 +6 -8
3.4 — H2 S O4 ............... o enxofre tem número de
oxidação + 6.
+1 +5 -6
3.5 — K Cl 0 3 ........ o cloro tem número de
oxidação + 5.

Conhecendo-se os elementos de número de oxidação fixo, pode-


se então, determinar os números de oxidação dos elementos que
têm variabilidade de número de oxidação. Para isso, leva-se
em conta as seguintes considerações:
1 — O número de oxidação do hidrogénio é + l (exceto nos
hidretos de metais ativos onde é — 1).
2 — O número de oxidação do oxigénio é — 2 (exceto nos
peróxidos onde é — 1).
3 — O número de oxidação dos halogênios (F, Cl, Br e I) é
sempre — l em todos os compostos não-oxigenados.
4 — O número de oxidação do enxofre é — 2 em todos os
compostos não-oxigenados.
5 — O número de oxidação dos metais alcalinos e da prata é
sempre + 1.
6 — O número de oxidação dos metais alcalino-terrosos e do
Be, Mg, Zn e Cd é sempre +2.
7— O número de oxidação do alumínio e bismuto é +3.
8— O número de oxidação de qualquer elemento livre, isto
é, não combinado, é zero.
9 — A soma algébrica dos números de oxidação dos
elementos de um composto é sempre igual a zero.
10 — Nos íons a soma algébrica dos números de oxidação dos ele-
mentos é sempre diferente de zero. O número de
oxidação de um íon é o mesmo que a sua carga. Assim:

+1 +5 -6
3.6 - K N 03. O nitrogénio +5 é a característica dos
nitratos.
+5 -6
Logo, N O3 = NO3- = NO3-1.

+2 +6 -8
3.7 - K2 S 0 4. O enxofre +6 é a característica dos
sulfatos. Logo,
+ 6 -8

S O4 = S04-2 = S04-2

Exemplos:
+3 +5 -8
3.8 — H3 P 04 ............... o fósforo tem número de
oxidação + 5.
+1 + 7 - 8
3.9 — K Mn 04 ............. o manganês tem número
de oxidação +7.
+2 +12 -14
3.10 - Na2 B4 O7 ................ o boro tem número de
oxidação +3.
+ 2 +12 -14
3.11 — Ba Cr2 O7 ............. o cromo tem número de
oxidação +6.
-3 +4 -l
3.12 — N H4 Cl ............. o nitrogénio tem número
de oxidação -3.
O +2 -2
3.13 — C H2 O ............. o carbono tem número
de oxidação zero.
-2 +4 -2
3.14 — C H4 O ............. o carbono tem número
de oxidação -2.
+2 +2 -4
3.15 — C H2 O2 .............. o carbono tem número
de oxidação +2.

Observações:
a) O manganês, o chumbo, níquel e o cobalto somente
nos óxidos é que apresentam variabilidade de número de
oxidação. Nos sais normais e, nas bases, o número de oxidação
usual desses elementos é + 2 .
Exemplos:
MnCl2 MnS04 Mn(NO3)2
PbCl2 PbS04 Pb(N03)2
NiC12 NiS04 Ni(NO3)2
CoCl2 CoS04 Co(N03)2
b) O cromo só apresenta variabilidade de número de
oxidaçãonos óxidos; nos sais normais e nas bases o número de
oxidação usual é +3.
Exemplos:
CrCl3 Cr2(S04)3 Cr(N03)3
c) Os números de oxidação domanganês, chumbo e cromo
são, respectivamente +2 e +3 quando esses metais funcionam
como cations, isto é, nos sais normais.
Nos sais complexos, onde esses metais combinados ao
oxigénio funcionam como anlons, o número de oxidação já é
outro.
Exemplos:
KMn04 (permanganato de potássio): Mn+7
CaMn04 (manganato de cálcio) : Mn+6
BaCrO4 (cromato de bário) : Cr+6
Ag2Cr2O7 (dicromato de prata) : Cr+6

EXERCÍCIOS COM RESPOSTAS

Determinar o número de oxidação dos elementos que


possuem variabilidade de número de oxidação, nos seguintes
compostos:
316— CaF2 3.24 — C3H8O
317— NaClO 3.25 — Ca3(PO4)2
318— KBrO3 3.26 — Pb3(AsO3)2
319— NaIO4 3.27 — (NH4)2MoO4
320— K2 S0 4 3.28 — H2PtCl6
321— AgN03 3.29 — Mg2P2O7
322— Sn(OH)4 3.30 — Na2H2Sb207
323— C6H6