Vous êtes sur la page 1sur 1

Disciplina: Termodinâmica para engenharia química II

Professor: Marcelo Lanza
Alunas: Jéssica Alberton, Joana Costa Kammers
Relatório referente a aula experimental de 8 de setembro de 2015

Determinação de dados Experimentais de Equilibrio Líquido-Vapor para o
sistema binário de CO2 e Etanol a 40ºC

O experimento, realizado no laboratório de Termodinâmica e extração
supercrítica- LATESC, iniciou- primeiramente com o carregamento da bomba
com o CO2 presente no cilindro, que realizou o papel de solvente e também
fluído pressurizador. O CO2 supercrítico é amplamente utilizado na indústria
por ser de baixo custo e atóxico.
Para preencher a bomba, fez-se necessário a diminuição da temperatura da
camisa do cilindro, para permitir o deslocamento de CO2 para dentro da
câmara da bomba.
A composição do sistema foi definida em 63 % de CO2 e 37% de etanol,
utilizando-se massas de 7g de CO2 e 4,21 g de etanol. O etanol foi então
carregado para a célula através de uma injeção, usando-se uma seringa com
agulha. Pelo fato de a seringa possuir um reservatório interno encamisado, o
volume do solvente dentro do reservatório pôde ser determinado, a uma
determinada pressão e temperatura, que neste caso foram de 150 bar e 7ºC
Foi utilizada a equação de rackert para determinar a densidade do CO2, que
resultou em 0,959 g/cm³, utilizada para encontrar a massa de CO2 alimentada
no sistema.
A temperatura permaneceu constante e a solução ficou sob agitação
constante, para então iniciar-se a despressurização do sistema aos poucos.
Essa despressurização permaneceu até o aparecimento de uma segunda fase.
O ponto de bolha foi observado em 74,7 bar.
Foi então criada uma curva de equilíbrio de fases dessa mistura binária, para
compará-la com pontos de bolha obtidos na literatura e experimentalmente. Ela
apresentou resultados satisfatórios, concluindo que o procedimento adequa-se
à medida de dados de equilíbrio de fases em sistemas com altas pressões. O
experimento possui importância para obter informações sobre a viabilidade do
solvente.