Vous êtes sur la page 1sur 12

BIOLOGIA

Prova resolvida
Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário
Prova de Biologia - UFRGS/2004
01. Leia o parágrafo abaixo. (A) campo e taiga.
(B) floresta tropical e deserto.
Foi pro brejo. Essa expressão denota precon- (C) deserto e tundra.
ceito, dizem os pesquisadores da Fundação (D) taiga e floresta decídua temperada.
Zoobotânica do Rio Grande do Sul (FZB), em (E) tundra e floresta tropical.
entrevista ao jornal Agir Azul Tal expressão pe-
jorativa refere-se a áreas freqüentemente consi- 03. Considere a seguinte situação hipotética e os grá-
deradas inúteis, devido a características como a ficos que seguem.
pobreza visual e a produção de muita umidade.
Ao contrário do que se pensa, esses ambientes Em um determinado momento (tempo C), ocor-
são considerados ricos reservatórios genéticos, reu um derramamento de óleo numa lagoa, o que
por apresentarem alta diversidade biológica. No provocou o extermínio de uma população de sa-
Rio Grande do Sul, um subprograma do Projeto pos. Como conseqüência, ocorreu uma prolife-
Pró-Guaíba, coordenado pela FZB, tem como ração de gafanhotos nos arredores da lagoa, o
alvo essas áreas de solo cobertas por uma del- que levou a um consumo desenfreado de ca-
gada lâmina de água e vegetação palustre, que pim. O capim extinguiu-se naquela área e, na
são o hábitat de muitas espécies de plantas e ausência de alimento, a população de gafanho-
animais. tos também se extinguiu.

A que tipo de ecossistema o parágrafo se refere? I.

(A) Ao banhado.
(B) Ao mangue.
(C) Aos campos rupestres.
(D) Ao cerrado.
(E) À mata com araucárias.

02. A figura abaixo representa gráficos climáticos que II.


relacionam a temperatura média anual e a pre-
cipitação média anual dos principais biomas ter-
restres, numerados de 1 a 6.

III.

IV.
Adaptado de: ODUM, E. P. Ecologia. Rio de Janeiro:
Ed. Guanabara, 1988.

Os biomas assinalados com os números 3 e 6


correspondem, respectivamente, a

2
BIOLOGIA
V. As formas de nitrogênio usadas na agricultura
são bastante tóxicas e podem causar danos à
saúde e ao ecossistema, além de contribuírem
para o aumento do efeito estufa, de estarem pre-
(A)
sentes na chuva ácida e de causarem eutrofica-
(B)
ção em ambientes aquáticos. Uma das maneiras
(C)
Quais dos gráficos acima representam, respec- de se reduzir a quantidadede resíduos deposita-
tivamente, as populações de sapos, de gafanho- da no ambiente é substituir o uso de fertilizantes
tos e de capim? nitrogenados por bactérias nitrificantes,que trans-
(D)
(A) V - III - II. (D) V - II - III.
formam o nitrogênio atmosférico em amônia.
(B) II - III - V. (E) II - I - IV.
(C) I - II - IV. Atualmente, pesquisas vêm sendo realizadas no
sentido de melhorar o rendimento desses
04. Em um ecossistema de savana, em equilíbrio, procariontes.
coexistem dois grandes predadores vertebrados, (E)
A e B, com massas corporais equivalentes. Am-
bos alimentam-se de grandes herbívoros, como 06. Os microorganismos, seres microscópicos, tam-
antílopes, zebras e outros. Ao longo de um ano, bém chamados genericamente de micróbios ou
foi verificado que, enquanto o predador A con- germes, ocorrem em todos os ecossistemas,
sumiu uma massa de presas 5 vezes superior à podendo também viver no interior de outros or-
sua própria massa corporal, o predador B con- ganismos. Estão representados nos três "domí-
sumiu uma massa de presas 50 vezes superior nios" de seres vivos, Archaea, Bacteria e
à sua própria massa corporal. Eucarya.
Considere as características de quatro micro-
Com base nas informações acima, considere as organismos, A, B, C e D, indicadas no quadro
seguintes afirmações. abaixo, relacionadas à presença (+) ou ausên-
cia (-) de estruturas celulares.
I . O predador A gasta a maior parte da ener-
gia que consome para a construção de sua
Pigmentos
biomassa, enquanto o predador B gasta a Microorga- Parede
Carioteca Mitocôndrias Fotossinte-
maior parte da energia que consome para nismos C el ul ar
tizantes
manter seu metabolismo e produzir calor. A - + + -
II. No terceiro nível trófico, existe maior perda B + + + -
de energia na forma de calor na cadeia em C + + + +
que se encontra o predador A. D + - - +
III. O predador A é um animal ectotérmico, po-
dendo ser um crocodilo, e o predador B é um
De acordo com esses dados, os microorga-
animal endotérmico, podendo ser um leão.
nismos A, B, C e D são, respectivamente,
Quais estão corretas?
(A) uma ameba, uma levedura, uma euglena e
(A) Apenas I. uma cianobactéria.
(B) Apenas II. (B) uma euglena, uma ameba, uma cianobac-
(C) Apenas I e III. téria e uma levedura.
(D) Apenas II e III. (C) uma levedura, uma cianobactéria, uma
(E) I, II e III. ameba e uma euglena.
(D) uma cianobactéria, uma euglena, uma leve-
05. O parágrafo abaixo apresenta cinco segmentos dura e uma ameba.
sublinhados, um dos quais contém um erro. As- (E) uma levedura, uma ameba, uma euglena e
sinale esse segmento incorreto. uma cianobactéria.

3
07. Assinale, no quadro abaixo, a alternativa em que 10. Leia a tira abaixo, que ilustra os dilemas alimen-
as três colunas apresentam características dos tares na vida de uma esponja.
respectivos tipos de vegetais.

XERÓFITAS HIDRÓFITAS HALÓFITAS


número
cutícula fina ou
reduzido de raízes
(A) ausente na
estômatos na superficiais
superfície foliar
superfície foliar
Adaptado de: Zero Hora, 26 jul. 2003.
gl ândul as
acúmulo de folhas
secretoras de
(B) íons sódio nos modificadas em O desejo da esponja, expresso no último qua-
sa l n a
vacúolos e sp i n h o s
superfície foliar dro, não pode se realizar.
cutícula fina ou estômatos Na evolução dos metazoários, a aquisição fun-
raízes com
(C) ausente na protegidos em
pneumatóforos
superfície foliar c a vi d a d e s
damental que possibilitou a digestão de
folhas macromoléculas, a qual não está presente na
parênquimas esponja, é
suculentas raízes
(D) aerífero na
armazenadoras pivotantes
lâmina foliar
de água (A) a digestão intracelular.
folhas
cutícula parênquima
suculentas
(B) o celoma.
(E) e sp e ssa n a aerífero na (C) o blastóporo.
armazenadoras
superfície foliar lâmina foliar
de água (D) a diferenciação celular.
(E) a cavidade digestiva.
08. Indique a alternativa que preenche corretamente
as lacunas do parágrafo abaixo, na ordem em 11. Em relação a grupos de invertebrados, conside-
que elas aparecem. re as características citadas abaixo.
Nas angiospermas, a parte interna da semente
é formada pelo embrião e pelo endosperma se- I. presença de dois pares de antenas
cundário. Este último é um tecido de reserva que II. corpo metamerizado
se origina da união de ........ núcleo(s) polar(es) III. hábitat exclusivamente marinho
do óvulo, com ........ núcleo(s) espermático(s) do IV. presença de exoesqueleto
grão de pólen, constituindo-se em um exemplo V. locomoção através de sistema ambulacrário
de tecido ........ .
Assinale a alternativa que apresenta a corres-
(A) um - um - diplóide pondência correta entre o grupo animal e suas
(B) dois - um - triplóide características.
(C) dois - nenhum - diplóide
(D) dois - dois - tetraplóide (A) Anelídeos - II e V
(E) um - nenhum - haplóide (B) Moluscos - II e IV
(C) Crustáceos - III e IV
09. A escritora Isabel Allende, em seu livro Afrodite, (D) Insetos - I e IV
apresenta uma série de frutos considerados (E) Equinodermas - III e V
afrodisíacos por diferentes culturas. Entre eles,
são citados o abacate, a ameixa, a banana, o 12. No ano 2000, pesquisadores da Universidade da
(1) (2) Carolina do Norte (EUA) divulgaram, pela primeira
côco , o figo, a maçã, a manga, o morango, a vez, a descoberta de um coração fossilizado, com
(3) (4) (5) quatro cavidades, pertencente a um dinossauro,
pêra e o pêssego. "Willo", que viveu há 66 milhões de anos. A pre-
Assinale o número correspondente ao fruto que servação dessa rara evidência anatômica veio so-
se desenvolve a partir de uma inflorescência. mar-se às feições osteológicas observadas nos
esqueletos fósseis de dinossauros. Isso reforça a
(A) 1 (D) 4 hipótese filogenética de que, dos grupos citados
(B) 2 (E) 5 nas alternativas, os mais estreitamente relaciona-
(C) 3 dos com os dinossauros são

4
BIOLOGIA
(A) os lagartos e os crocodilos. 16. Embriões de vertebrados tendem a ser mais simi-
(B) os anfíbios e as aves. lares entre si do que os adultos correspondentes.
(C) os crocodilos e as aves.
(D) as tartarugas e os mamíferos. Sobre esse fato, são feitas as seguintes afirma-
(E) os lagartos e os mamíferos. ções.

13. Uma adaptação característica dos animais de I. As analogias observadas indicam uma ori-
deserto consiste na eliminação de uma urina al- gem comum.
tamente concentrada e em baixas quantidades. II. O estudo da embriologia comparada contri-
Nessas condições, espera-se encontrar um san- bui para a compreensão da evolução bioló-
gue com gica.
III. Durante o desenvolvimento embrionário, os
(A) tonicidade diminuída e altos níveis de organismos passam por fases que repetem
vasopressina circulante. estágios adultos de seus ancestrais.
(B) tonicidade aumentada e altos níveis de ADH
circulante. Quais estão corretas?
(C) tonicidade aumentada e baixos níveis de
ADH circulante. (A) Apenas I.
(D) tonicidade diminuída e baixos níveis de (B) Apenas lI.
vasopressina circulante. (C) Apenas III.
(E) tonicidade diminuída e ausência de ADH (D) Apenas I e III.
circulante. (E) I, II e III.
14. Indique a alternativa que preenche corretamente 17. Considere as afirmações abaixo sobre o tecido
as lacunas do parágrafo abaixo, na ordem em conjuntivo adiposo em seres humanos.
que elas aparecem.
I. Ele é originado a partir de células do
As rotas metabólicas relativas aos processos
ectoderma do embrião.
de obtenção de energia celular são produtos
II. Um súbito emagrecimento provoca a redu-
da evolução dos seres vivos. As primeiras ro-
ção do número de adipócitos no corpo.
tas, .......... e .......... surgiram em um ambiente
III. Crianças recém-nascidas são protegidas do
anaeróbico, quando todos os seres vivos eram
frio pela presença de um tecido adiposo
procariontes. O aumento dos níveis de oxigê-
multilocular, rico em mitocôndrias.
nio na atmosfera, decorrente do surgimento da
fotossíntese, possibilitou o desenvolvimento de
Quais estão corretas?
organismos eucariontes e, com isso, a expan-
são de novas rotas metabólicas.
(A) Apenas I.
(A) oxidação do piruvato - glicólise (B) Apenas II.
(B) ciclo do ácido cítrico - oxidação do piruvato (C) Apenas III.
(C) glicólise - fermentação (D) Apenas I e II.
(D) fermentação - ciclo do ácido cítrico (E) Apenas II e III.
(E) ciclo do ácido cítrico - fermentação
18. A encefalopatia espongiforme bovina, mais co-
15. Entre as alternativas abaixo, assinale a que não nhecida como doença da vaca louca, faz parte
corresponde a uma função desempenhada pelo de um grupo de doenças que têm como agente
citoesqueleto. causador

(A) batimento de cílios em moluscos (A) um lipídio.


(B) locomoção de espermatozóides (B) uma proteína.
(C) ciclose em células vegetais (C) um RNA viral.
(D) contração muscular em vertebrados (D) um DNA bacteriano.
(E) fagocitose em bactérias (E) um glicídio.

5
19. No início da década de 1950, foi desenvolvido Quais estão corretas?
um experimento onde um dos componentes de
um tipo de bacteriófago foi marcado radiativa- (A) Apenas I.
mente com enxofre e outro, com fósforo. Es- (B) Apenas II.
ses bacteriófagos foram utilizados para infectar (C) Apenas III.
uma cultura de Escherichia coli. Um dos com- (D) Apenas I e III.
ponentes entrou na bactéria, e o outro foi reti- (E) Apenas II e III.
rado da parede da mesma, por agitação. A
cultura foi, então, imediatamente, centrifugada. 21. Quando se estuda uma célula meiótica duplo-
O resultado obtido encontra-se ilustrado no es- heterozigota AaBb e se diz que, para esses
quema abaixo. genes, está ocorrendo segregação independen-
te, é incorreto afirmar que

(A) os cromossomos de origem materna e pa-


terna que contêm esses genes podem com-
binar-se livremente.
(B) pode ocorrer recombinação entre os genes
A e B.
(C) os genes A e B que se situam em diferentes
pares de homólogos distribuem-se ao aca-
so em diferentes gametas.
(D) os genes A e B estão em grupos de ligação
separados.
(E) os genes A e B não são alelos.
Sobre o resultado do experimento, é correto afir-
mar que
22. Coelhos podem ter quatro tipos de pelagem:
chinchila, himalaia, aguti e albina, resultantes das
(A) o DNA do bacteriófago marcado com fósfo- combinações de quatro diferentes alelos de um
ro encontra-se no depósito bacteriano. mesmo loco. Num experimento, animais com
(B) as proteínas do bacteriófago marcadas com diferentes fenótipos foram cruzados várias ve-
enxofre encontram-se no depósito bac- zes. Os resultados, expressos em número de
teriano. descendentes, constam na tabela abaixo.
(C) o DNA do bacteriófago marcado com enxo-
fre encontra-se em suspensão.
(D) as proteínas do bacteriófago marcadas com Fenótipos
Fenótipos da progênie
fósforo encontram-se em suspensão. Cruzamento
Paralelos
Hi Ch Ag Al
(E) o DNA do bacteriófago marcado com enxo-
fre encontra-se no depósito bacteriano. 1 Ag X Al 12 0 11 0

2 Ag X H i 0 0 23 0
20. O espermatócito primário do cavalo doméstico
tem 64 cromossomos. 3 Ag X C h 0 14 15 0

4 Ag X C h 6 6 12 0
leia as afirmações abaixo sobre a constituição
cromossômica desses animais durante a 5 Ch X Ch 9 30 0 0
gametogênese.
6 H i X Al 18 0 0 0

I. Suas espermatogônias apresentam 128 Onde: Al = albino; Hi = himalaia; Ch = chinchila; Ag = aguti.


cromossomos.
II. Seus espermatócitos secundários apresen- Se o animal progenitor aguti do cruzamento 1
tam 32 cromossomos. for utilizado para a obtenção de filhotes com o
III. Seus espermatozóides apresentam 32 progenitor chinchila do cruzamento 4, que pro-
cromossomos. porção de descendentes poderemos prever?

6
BIOLOGIA
(A) 1 aguti : 1 chinchila. 25. Leia o texto abaixo.
(B) 1 aguti : 1 himalaia.
(C) 9 aguti : 3 himalaia : 3 chinchila : 1 albino. A entrada na era da genômica possibilitou ao
(D) 2 aguti : 1 chinchila : 1 himalaia. norte-americano Eugene V. Koonin investigar
(E) 3 aguti : 1 chinchila. qual seria o número mínimo de genes capazes
de sustentar o funcionamento de uma célula.
23. A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sani- Para isso, ele comparou 21 genomas completos
tária) normatizou, recentemente, a utilização de de representantes das três linhagens primárias
câmaras de bronzeamento artificial, visando di- da vida: as eubactérias, as arqueobactérias e os
minuir os riscos dessa prática, tais como lesões eucariontes.
na retina, queimaduras, envelhecimento preco- O resultado da pesquisa mostrou que o número
ce e câncer de pele. Uma mulher que se subme- de genes deve situar-se em torno de 150. Esse
teu a dez sessões intercaladas de bronzeamento, enfoque é interessante, pois permite imaginar os
com duração de 15 a 30 minutos cada uma, apre- primeiros sistemas genéticos surgidos por oca-
sentou, quatro meses depois, indícios de cân- sião da origem da vida.
cer de pele, uma vez que as radiações UV dani-
ficaram seu DNA. Pode-se afirmar que esse tipo Adaptado de: SALZANO, F.M. Ciência Hoje,
de câncer v. 29, n. 173, jul. 2001.

(A) é herdável, porque provoca alteração do DNA. Considere as seguintes afirmações.


(B) não é herdável, porque a mutação resultan-
te é recessiva. I. No código genético, a cada códon deve
(C) é herdável, porque a mutação resultante é correspender mais de um aminoácido.
dominante. II. Os genes compartilhados pelos genomas dos
(D) não é herdável, porque provoca alteração em diferentes grupos devem ser essenciais.
células somáticas. III. Os genes envolvidos na replicação, trans-
(E) é herdável, porque provoca alteração em crição e tradução do material genético de-
células germinativas. vem fazer parte do conjunto mínimo de
genes.
24. João e Maria estão pensando em ter um filho. João
tem um irmão albino e uma irmã com pigmenta- Quais delas poderiam ter embasado o raciocí-
ção normal. Seus pais não são albinos, porém nio de Koonin?
João tem uma tia paterna albina e um primo, por
parte de mãe, com a mesma característica. Já (A) Apenas I.
Maria tem um avô materno e uma irmã albinos e (B) Apenas II.
um irmão com pigmentação normal. Os pais de (C) Apenas III.
Maria também têm pigmentação normal. (D) Apenas II e III.
(E) I, II e III.
Que informações permitem avaliar com maior
precisão as chances de João e Maria terem um 26. Em um caso de disputa da paternidade de um
filho albino? menino hemofílico, estão envolvidos um homem
que tem a doença e outro que não a tem.
(A) O fenótipo da irmã de João e o genótipo do (Hemofilia: herança recessiva ligada ao X)
avô de Maria.
(B) O genótipo da tia de João e o genótipo do Analise as afirmações abaixo a esse respeito.
irmão de Maria.
(C) O fenótipo do irmão de João e o fenótipo da I. As bases genéticas da hemofilia apóiam a
irmã de Maria. paternidade do homem hemofílico.
(D) O genótipo do primo de João e o fenótipo da II. O homem não hemofílico pode ser o pai do
mãe de Maria. menino.
(E) O fenótipo do pai de João e o genótipo do III. O homem hemofílico não pode ser o pai do
pai de Maria. menino.

7
Quais estão corretas? O processo evolutivo ilustrado no texto, que atua
quando uma população é quase extinta, resul-
(A) Apenas I. tando numa redução da variação genética nos
(B) Apenas lI. descendentes, é designado
(C) Apenas III.
(D) Apenas I e lI. (A) deriva genética.
(E) Apenas II e III. (B) mutação.
(C) seleção natural.
27. Em relação à domesticação de plantas e animais (D) migração.
pelo homem, considere as seguintes afirmações. (E) recombinação.

I. Vários atributos selecionados pelo homem 29. As três situações abaixo referem-se a mecanis-
são condicionados por genes que interagem mos pré-zigóticos de isolamento reprodutivo.
com fatores ambientais.
II. Freqüentemente, linhagens com genes na 1. Duas espécies de cobras habitam uma mes-
condição heterozigota são superiores às li- ma área geográfica, mas, enquanto uma vive
nhagens predominantemente homozigotas. predominantemente na água, a outra vive em
III. A endogamia, isto é, o cruzamento entre uns terra firme; conseqüentemente, não convi-
poucos indivíduos com caracteres selecio- vem, e não há cruzamento entre elas.
nados, produz descendência com grande 2. Duas espécies de aranhas não copulam por-
variabilidade genética. que os machos de cada espécie possuem
IV. Linhagens com pouca variabilidade genéti- órgãos copulatórios que só se acoplam em
ca apresentam reduzida capacidade de aberturas reprodutoras de fêmeas da sua
adaptação a alterações ambientais. mesma espécie.
3. Duas espécies de pinheiros ocorrem em uma
Quais estão corretas? mesma área geográfica e são capazes de
formar híbridos; entretanto, não há cruza-
(A) Apenas I e III. mento entre elas, pois uma espécie libéra o
(B) Apenas III e IV. pólen em fevereiro, e a outra, em abril.
(C) Apenas I, II e III.
(D) Apenas I, II e IV. Assinale a alternativa que apresenta o tipo de
(E) I, lI, III e IV. isolamento reprodutivo relacionado, respectiva-
mente, a cada uma das três situações acima.
28. Leia o texto abaixo.
(A) de hábitat - etológico - sazonal
Várias pesquisas de caráter genético estão sen- (B) gamético - sazonal - ecológico
do realizadas com o objetivo de estabelecer as (C) ecológico - mecânico - sazonal
rotas de migração das primeiras populações (D) etológico - gamético - de hábitat
humanas que deixaram a África. Em uma delas, (E) sazonal - ecológico - etológico
foram comparadas seqüências de DNA de 1.056
voluntários de 52 regiões do planeta. Os resul- 30. Observe o cladograma abaixo.
tados revelaram diferenças muito pequenas en-
tre elas. A conclusão é que a humanidade des-
cende de uma população reduzida, composta por
não mais de 2.000 indivíduos que viveram na
África há 70.000 anos. Os cientistas acreditam
que deve ter ocorrido algum tipo de catástrofe
ecológica que, por pouco, não causou a extinção
da espécie.

Adaptado de: Veja, 18 jun. 2003.

8
BIOLOGIA
Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afir- rupestres apresentam grandes quantidades de
mações que seguem, referentes a esse rochas. Os campos cerrados não estão cober-
cladograma. tos com água, o mesmo acontecendo com a
mata com araucárias.
( ) O nó a delimita o grupo que reúne o mais
recente ancestral comum dos vertebrados e QUESTÃO 02 - Letra E (muito fácil)
todos os seus descendentes. As baixas temperaturas médias anuais e a baixa
( ) O cladograma mostra que os anfíbios são pluviosidade, indicam a tundra, enquanto que as
mais aparentados com os mamíferos do que altas temperaturas e altíssimo índice pluviométrico
com os répteis. indicam uma (hiléa) floresta tropical.
( ) O nó b indica que a linhagem que deu ori-
gem aos mamíferos é mais recente tempo- Questão 03 – Letra A (muito fácil)
ralmente do que a que originou os répteis. Como o ecossistema é hipotético e, somente no
( ) O clado Marsupialia + Placentalia é o que momento C houve a agressão ambiental, as po-
compartilha o maior número de caracteres pulações devem estar estáveis até esse momen-
derivados. to, eliminando-se os gráficos nº 1 e n° 4.
( ) A posição dos táxons no cladograma não re- O extermínio da população de sapos ocorre após
flete seu grau de evolução, mas sim as rela- o momento C, extinguindo-se no momento D
ções de parentesco entre os táxons. (gráfico 5). Com a extinção dos sapos, a popula-
ção de gafanhotos começa a aumentar em D,
A seqüência correta de preenchimento dos pa- alcançando o ápice em E (gráfico 3).
rênteses, de cima para baixo, é O aumento da população de gafanhotos, provo-
ca a redução do capim em D, gráfico 2, o que
(A) V - V - F - V - F. leva ao extermínio dos gafanhotos, por terem
(B) F - V - V - V - F. consumido todos os recursos do ambiente.
(C) F - F - F - V - V.
(D) V - F - V - F - V. Questão 04 – Letra C (fácil)
(E) V - F - V - F - F. Os dois grandes vertebrados predadores apre-
sentam grandes diferenças em relação a quanti-
dade de alimento necessário à sua manutenção,

Respostas Comentadas
apesar de possuírem massas corporais equiva-
lentes e ocuparem um mesmo nível trófico. Con-
clui-se que a necessidade energética do animal
A avaliação do grau de dificuldade das questões foi B é maior do que a do animal A. Logo, o animal A
estabelecido pela COPERSE/UFRGS levando em deve ser ectotérmico (pecilotérmico), não produ-
conta a fórmula seguinte: zindo todo o calor necessário à sua sobrevivên-
cia a partir da respiração, mas aquecendo-se com
NAI + NAS o calor do ambiente, necessitando portanto, de
IF =
NTI + NTS uma maior ingestão de alimentos. Nesses ani-
IF = índice de dificuldade. mais, quanto maior a disponibilidade alimentar,
NAI = número de candidatos que acertaram a questão e obtive- maior será o aumento da sua biomassa. A perda
ram os escores mais baixos (27%).
NAS = número de candidatos que acertaram a questão e obtive-
de calor do predador A, no 3º nível trófico, não é
ram os escores mais altos (27%). maior, mas percentualmente semelhante a de
NTI = número total de candidatos com escores mais baixos. qualquer indivíduo pertencente a esse nível.
NTS = número total de candidatos com escores mais altos
Questão 05 – Letra D (muito difícil)
Questão 01 – Letra A (muito fácil) As bactérias nitrificantes, que são procariontes,
Um terreno onde o solo é coberto por fina lâmi- "transformam" a amônia em nitritos e nitratos e
na de água doce (palustre), com muita umidade, não N2 atmosférico em amônia. Gases nitroge-
constituindo um solo encharcado, característico nados podem atuar na retenção do calor, poden-
de banhado. O manguezal resulta do encontro do contribuir para o efeito estufa. Compostos
das águas continentais com as águas marinhas nitrogenados, combinados com água, podem
num solo pantanoso; enquanto que campos formar ácidos, ocasionando chuva ácida.

9
Questão 06 – Letra A (média) Questão 10 - Letra E (média)
Seres do reino monera, como as cianobactérias, As esponjas são animais parazoários, sendo
apresentam parede celular, não tem carioteca assim, não possuem tecidos. Portanto, não pos-
(são procariontes), o único organóide citoplas- suem cavidade digestiva o que não permite di-
mático presente são os ribossomos e podem gestão de macromoléculas. As esponjas só pos-
produzir seu alimento através da fotossíntese suem digestão intracelular.
(autótrofos).
Seres do reino protista, como amebas e eugle- Questão 11 – Letra E (média)
nas, são eucariontes com carioteca e já apre- Os equinodermas se caracterizam por ter em sis-
sentam vários organóides como as mitocôndrias.
tema ambulacral (exclusivo) e por constituirem
Porém, as amebas não apresentam parede ce-
o único filo com todos os representantes mari-
lular e, uma vez heterótrofos (não produzem seu
nhos.
próprio alimento), não possuem pigmentos
fotossintetizantes. Já as euglenas apresentam
parede celular e são mixotróficas: podem ser Questão 12 – Letra C (média)
autótrofas, produzindo seu alimento através da Os indivíduos que são mais estreitamente rela-
fotossíntese, ou heterótrofos. cionados com os dinossauros possuem um co-
Os fungos, como as leveduras, são eucariontes, ração tetracavitário. Todos os anfíbios têm co-
heterótrofos, apresentam parede celular formada ração tricavitário, assim como os lagartos e as
por quitina, além de mitocôndias, retículo endoplas- tartarugas que são répteis. Crocodilanos (rép-
mático, ribossomos e lisossomos. teis), aves e mamíferos apresentam coração
tetracavitário.
Questão 07 – Letra E (média)
Vegetais xerófitas são aqueles que vivem em am- Questão 13 – Letra B (média)
bientes áridos. Apresentam adaptações para evi- A urina concentrada pressupõe maior retenção
tar a perda de água, como, por exemplo, cutícula de água no sangue (maior tonicidade) pela ocor-
espessa (cera) sobre a epiderme das folhas. rência de altos níveis de ADH (Hormônio
Vegetais hidrófitas ou aquáticos caracterizam-se Antidiurético), ou seja:
por apresentar um tecido que armazena ar (parên- maior produção de ADH = maior reabsorção de
quima aerífero) que permite a sua flutuação. água (urina mais concentrada);
Vegetais halófitas são aqueles que vivem em am- menor produção de ADH = menor reabsorção
bientes salinos, sujeitos a desidratação e, por de água (urina menos concentrada).
isso, precisam armazenar água.
Questão 14 – Letra C (média)
Questão 08 – Letra B (média)
Antes da fotossíntese surgir na vida da terra, a
Nas angiospermas a fecundação é dupla. O pri-
atmosfera não possuía oxigênio molecular (O2).
meiro núcleo gamético (n) do pólen fecunda a
Os organismos daquela época obtinham ener-
oosfera (n) do óvulo formando o embrião da se-
mente (2n). O segundo núcleo gamético (n) do gia através de dois processos metabólicos: a
pólen fecunda os dois núcleos polares do óvulo glicólise e a fermentação, ambos independen-
(n), formando o endosperma da semente (3n). tes de oxigênio. Ciclo de Krebs (ou do ácido cí-
trico), oxidação do piruvato e cadeia respiratória
Questão 09 – Letra D (muito difícil) são rotas metabólicas que provavelmente surgi-
O fruto é o ovário da flor desenvolvido. ram depois que a Terra passou a ter uma maior
Ameixa, côco, e banana são frutos simples. concentração de oxigênio na atmosfera.
O morango é um pseudofruto composto. É pro-
veniente da fecundação de uma flor composta. Questão 15 – Letra E (difícil)
De cada flor fecundada resulta um pequeno fru- O citoesqueleto é uma estrutura citoplasmática
to (aquênio) que fica inserido no receptáculo que está relacionada com a forma e movimento
vermelho e carnoso (pseudofruto). O figo é uma do citoplasma. As bactérias não realizam
infrutescência (sicônio) proveniente da fecunda- fagocitose e não apresentam citoesqueleto no
ção de uma inflorescência. seu citoplasma.

10
BIOLOGIA
Questão 16 – Letra B (média) Os espermatozóides são também haplóides (n),
As afirmativas I está errada, pois analogia significa resultantes da meiose II, e terão, consequente-
que duas estruturas possuem a mesma função, mente, 32 cromossomos simples.
mas não a mesma origem. Exemplo: a asa de uma
borboleta é análoga a de uma ave, mas possuem Questão 21 – Letra B (difícil)
origens diferentes. A afirmativa II está correta pois, Quando ocorre segreção independente, consi-
com a embriologia comparada, podemos identifi- dera-se que ela é válida para alelos localizados
car se o desenvolvimento embriológico é similar e em cromossomos não-homólogos (segunda lei
que características são homólogas evidenciando, de Mendel). A recombinação entre genes ocor-
dessa forma, o processo evolutivo. A afirmativa III rerá se eles estiverem localizados no mesmo par
está errada, pois as características dos adultos de cromossomos homólogos. Esse processo
muitas vezes refletem adaptações ao ambiente e, ocorrerá na meiose I, prófase I, paquíteno, entre
por isso, não precisam estar presentes na fase cromátides homólogas (não-irmãs).
embrionária dos descendentes.
Questão 22 – Letra D (média)
Questão 17 – Letra C (muito difícil) A pelagem de coelhos é um caso de polialelia
ou alelos múltiplos. A seqüência de dominância
I. O tecido conjuntivo adiposo deriva das célu-
é C > cch > ch > c . Se do cruzamento entre um
las da mesoderme.
coelho aguti com um albino resultaram 12 coe-
II. Um emagrecimento súbito provoca redução
lhos himalaias e 11 agutis supõe-se que os
da quantidade de gordura no interior dos
genótipos dos pais são C ch × cc . No cruza-
adipócitos, porém não reduz o número de
mento 4 obteve-se 6 coelhos himalaias, 6
adipócitos.
chinchilas e 12 agutis. Os fenótipos parentais
III. O tecido adiposo multilocular ou marrom é
desse cruzamento são aguti e chinchila. Dessa
produzido durante o período fetal e é res-
forma supõe-se que os genótipos parentais são
ponsável pela produção de calor. C ch × ch ch . Portanto, o cruzamento solicitado
será C ch × cch ch.
Questão 18 – Letra B (média)
A encefalopatia espongiforme, popularmente co-
nhecida como “doença da vaca louca” é uma en-
fermidade causada por prions, proteínas infec-
ciosas que afetam o sistema nervoso central
ocasionando demência progressiva.

Questão 19 – Letra A (difícil) Proporção Fenotípica: 2 aguti: 1 chinchila: 1 himalaia


Bacteriófagos são vírus que infectam bactérias
(Escherichia coli), acoplando-se à sua parede ce- Questão 23 – Letra D (fácil)
lular e lançando para o seu interior apenas o O DNA danificado pela radiação UV está presen-
DNA. Encontraremos, portanto, no depósito bac- te nas células da pele, portanto, somáticas. O
teriano, o DNA do bacteriófago marcado com câncer seria herdável se a alteração tivesse ocor-
fósforo, visto que no DNA não há enxofre. rido no DNA das células da linhagem germinativa.

Questão 20 – Letra E (média) Questão 24 – Letra C (média)


Espermatogônias são células germinativas (2n), O albinismo é uma doença determinada por um
isto é, diplóides. Possuem o número total de gene autossômico recessivo. João e Maria pos-
cromossomos da espécie, no caso do cavalo, suem irmãos albinos e pais normais. Isso indica
64 cromossomos. que os pais de ambos são heterozigotos para a
Os espermatócitos primários também são diplóides, característica considerada. Portanto, a partir dos
logo, também possuem 64 cromossomos. fenótipos dos irmãos albinos do casal, pode-se
Os espermatócitos secundários resultam da deduzir os genótipos de seus pais, que é a infor-
meiose I dos espermatócitos primários, logo, mação necessária para elucidar a probabilidade
serão haplóides (n) e conterão 32 cromossomos de ambos possuírem o gene recessivo e dessa
duplicados (com duas cromátides cada). forma, gerarem um filho albino.

11
Questão 25 – Letra D (média) Questão 29 – Letra C (difícil)
A afirmativa I está errada, pois cada códon deve Mecanismos pré-zigóticos de isolamento
representar (codificar) um único aminoácido, não reprodutivo são aqueles que impedem a fecun-
vários. Pode haver mais de um códon para o dação e, portanto, a formação de descenden-
mesmo aminoácido, mas não o contrário. tes. Na situação 1, por não ocorrerem no mes-
A afirmativa II está correta, pois se os diferentes mo hábitat, as espécies sofrem isolamento eco-
grupos possuem os mesmos genes devem ser lógico; na situação 2, a diferença morfológica en-
essenciais para o genoma na determinação das tre os órgãos reprodutores gera uma incapaci-
suas características. dade mecânica de cruzamento, e, na situação
A afirmativa III está correta, pois os genes en- 3, a época de maturação sexual determina o iso-
volvidos na replicação, transcrição e tradução lamento sazonal.
devem fazer parte da formação de um grupo de
proteínas necessárias aos seres envolvidos, Questão 30 – Letra C (difícil)
sendo, então, o conjunto mínimo de genes des- A primeira afirmativa é falsa, pois o nó a não é o
ses indivíduos. mais recente ancestral dos vertebrados, pois
esse cladograma não inclui os peixes.
Questão 26 – Letra B (média) A segunda afirmativa é falsa, pois após o nó a
A hemofilia é transmitida por gene localizado no existe o nó b que determina o surgimento dos
cromossomo X. Sendo assim, mãe hemofílica mamíferos e dos répteis. Não podemos, dessa
terá 100% de seus filhos (homens) afetados pela forma, afirmar que os anfíbios são mais aparen-
doença e poderá ter 50% de suas filhas porta- tados com os mamíferos do que com os répteis.
doras do gene. A terceira afirmativa é falsa, pois o nó b indica
Mães portadoras poderão transmitir o gene a que a linhagem que origina os répteis e os ma-
50% de seus filhos de ambos os sexos. míferos possui o mesmo ancestral e, em momen-
to nenhum, mostra qual linhagem surgiu antes.
Homens hemofílicos não transmitem o gene para
seus filhos, uma vez que os mesmos herdam o A quarta afirmativa é verdadeira pois mostra-se
cromossomo Y. Logo, não se pode descartar a com um número maior de nós, demonstrando
possibilidade de nenhum dos homens envolvi- um número maior de características derivadas.
dos ser pai da criança, uma vez que o gene cau- A quinta afirmativa é verdadeira, pois o clado-
sador da doença foi transmitido pela mãe. grama apresenta o surgimento de ancestrais
comuns, mas não afirma qual é o mais evoluído.
Por isso, o cladograma determina o grau de pa-
Questão 27 – Letra D (fácil)
rentesco e não o grau de evolução.
A afirmação III está incorreta porque se o cruza-
mento ocorre entre poucos indivíduos com
caracteres selecionados, a descendência terá
uma pequena variabilidade genética.

Questão 28 – Letra A (difícil)


Por conceito, a deriva genética consiste na al-
teração das freqüências alélicas de uma popu-
lação, causada por fatores aleatórios. Catás-
trofes ecológicas são bons exemplos de even-
tos casuais.
Antes da catástrofe, a população apresenta fre-
qüências alélicas específicas, após a catástro-
fe, a população restante deve apresentar fre-
qüências alélicas diferentes da população origi-
nal, evidenciando a deriva gênica.

12