Vous êtes sur la page 1sur 3

Programa

1 – Aspectos Motivacionais
1.1 – Teorias X Y Z

2 – Tribologia
2.1 – Aspecto
2.2 – Condições de Lubrificação

3 – Manutenção Industrial
3.1 – Conceitos
3.2 – Histórico
3.3 – Tipos de Serviços
3.4 – Tipos de Manutenção
3.5 – Planejamento, Programação e Controle da Manutenção

4 – Custos da Manutenção

5 – Manutenção Corretiva
5.1 – Considerações

6 – Manutenção Preventiva
6.1 – Considerações/Conceitos

7 – Manutenção Preditiva
7.1 – Considerações/Conceitos
7.2 – Técnicas de Acompanhamento

8 – Manutenção Preventiva
8.1 – Objetivos
8.2 – Desenvolvimento
8.3 – Controle

9 – Manutenção Preditiva
9.1 – Conceitos
9.2 – Objetivos
9.3 – Desenvolvimento/Execução
9.4 – Vantagens

10 – Análise de Falhas em Máquinas


10.1 – Considerações
10.2 – Origem dos Danos
10.3 – Análise de Danos e Defeitos
10.4 – Características Gerais dos Danos e Defeitos
10.5 – Análise de Falhas e Cuidados com Componentes Mecânicos

11 – Medição de Desempenho na Área de Manutenção

12 – Manutenção Preditiva – Análise de Óleos


13 – Manutenção Preditiva – Ultra Som

14 – Manutenção Hidráulica
14.1 – Considerações
14.2 – Bombas
14.3 – Óleo
14.4 – Atuadores
14.5 – Válvulas Hidráulicas

15 – Manutenção Pneumática
15.1 – Compressores
15.2 – Ar Comprimido
15.3 – Atuadores

16 – Corrosão
16.1 – Corrosão Eletroquímica
16.2 – Corrosão Química
16.3 – Corrosão Elétrica
16.4 – Corrosão Bacteriana
16.5 – Corrosão / Cavitação

17 – Taxa de Falha
17.1 – Cálculos

18 – Manutenção Eletromecânica
18.1 – Aparelhos Elétricos
18.2 – Medidas Elétricas
18.3 – Pane Elétrica
18.4 – Resistência, Aterramento e Continuidade
18.5 – Elementos Eletrônicos

19 – Cronograma de Manutenção Preventiva e Preditiva

20 – Lubrificação
20.1 – Conceitos e Objetivos
20.2 – Classificação e Aplicação dos Óleos
20.3 – Graxas
20.4 – Lubrificantes Sólidos
20.5 – Aditivos
20.6 – Organização
20.7 – Programa de Lubrificação
20.8 – Acompanhamento e Controle
20.9 – Armazenamento e Manuseio
20.10 – Lubrificadores

21 – Bibliografia

ALEXANDER, D.L., “The Viscosity of Lubrificants”, Revista Lubrificação – Texaco,


v. 78, n.3, pp. 1-16, 1992.
CARRETEITO, RONALD., Substâncias Lubrificantes, Rio de Janeiro, IBP – Instituto
Brasileiro de Petróleo, 1976.
OLIVEIRA, SYLVIO, “Tribologia”, Notas de aula do curso de doutorado da
COPPE/UFRJ, 2000.
ROUSSO, JOSÉ, Lubrificação Industrial, Rio de Janeiro, CNI/DAMPI, 1990.
SHIGLEY, J. E., Mechanical Engineering Design, Singapore, McGraw-Hill, 1986.
MONCH, FRANCOIS, A Função Manutenção, Edras/Durban, São Paulo, 1989.
Mecânica – Manutenção, Telecurso 2000.