Vous êtes sur la page 1sur 15

n

Passatempos de
6.° ano
Língua
Portuguesa
Crucigramas P
Sopas de letras R
Caça ao erro/intruso
Jogos de associação
A O
Soluções D N
N V O
O É M
M R E
V E R B O S
S I
O
S
PASSATEMPOS

Apresentação
Seleccionámos um conjunto de actividades
dos Passatempos de Língua Portuguesa, 6.° ano,
incluindo também as respectivas propostas de
solução. Apresentamos crucigramas, sopas de
letras, jogos de correspondência e outras
actividades que permitem consolidar, de uma
forma divertida, os conhecimentos adquiridos na
aula de Língua Portuguesa.
O professor poderá explorar estes materiais
fotocopiando-os e distribuindo-os aos seus alunos.
As viagens de Gulliver

(Começam a entrar os fidalgos e as fidalgas, ricamente


vestidos, conversando e fazendo salamaleques.
Gulliver olha-os, espantado.)
Gulliver – Tantas jóias! Tanto ouro! Portugal é um país
cheio de minas?
D. Pedro – Tudo isto vem do Brasil. Lisboa é uma das
cidades mais esplêndidas do mundo.
Gulliver – Mas os fidalgos devem ser carecas, coitados...
(Leva as mãos aos cabelos e puxa-os, verificando com alívio
que estes não estão a cair.) Há aqui alguma epidemia de
tinha ou de piolhos?
D. Pedro – De modo nenhum. De onde tirou tal ideia?
Gulliver – Muitos usam cabeleiras postiças! Cabeleiras
brancas, como as dos velhos! (saudoso) Como é bom deixar
voar os cabelos ao vento como crinas de cavalos (passa os
dedos entre os cabelos).
D. Pedro – Mais uma vez lhe peço que esqueça esses
quadrúpedes.
Luísa Ducla Soares, adaptação livre de As Viagens de Gulliver
de Jonathan Swift, Civilização Ed.

12
As viagens de Gulliver

G U L L I V E R K U M C
F W B R A S I L N T S A
I E C R D F H T W D E B
D S L A H N I T Z S P E
A S T I R O U L K A R L
L E P I D E M I A U L E
G S T D P L C W K D H I
O W K A Q U I A K O E R
S P O S T I Ç A S S M A
K W T R L J L D H O N S
Q U A D R Ú P E D E S M
R I C A M E N T E K T S
1. Título da nobreza (masc. pl.);
2. Nome de uma das personagens do texto;
3. Determinante artigo indefinido no masculino do singular;
4. Preposição simples;
5. Advérbio de modo, derivado do adjectivo rico;
6. Brasileiro é aquele que nasce ou vive no...;
7. Aqueles que não têm cabelo;
8. Advérbio de lugar;
9. Doença que ataca muita gente ao mesmo tempo;
10. Palavra homónima do verbo ter, no pretérito imperfeito do
indicativo, na 1.ª ou 3.ª pessoas do singular;
11. Forma do verbo tirar, no pretérito perfeito do indicativo, na
3.ª pessoa do singular;
12. O mesmo que artificiais;
13. Palavra derivada de cabelo por sufixação (fem. pl.);
14. Adjectivo formado a partir de saudade;
15. Pronome pessoal, com função de complemento indirecto;
16. Determinante demonstrativo no masculino do plural;
17. Animal que se apoia no solo com quatro membros (pl.).
13
As formas verbais analisar...
para o tempo e o modo assinalar

Formas verbais Tempo / Modo

1. Era A. Presente do indicativo

2. Fazendo B. Presente do conjuntivo

3. Lesse C. Pretérito imperfeito do indicativo

4. Parta D. Pretérito imperfeito do conjuntivo

5. Há E. Pretérito perfeito do indicativo

6. Correste F. Pretérito mais-que-perfeito do indicativo

7. Comera G. Futuro do indicativo

8. Aconteceria H. Condicional

9. Respondei I. Imperativo

10. Escreverão J. Gerúndio

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

30
O plural dos nomes relembrar...
para na sopa de letras os encontrar

G I R A S S Ó I S W Ç C
F O L H A S M Ã O S X A
L E Õ E S X G A E N A P
Z Q M W F A H Z U A R I
S N E V U N O U R R É T
E O S Y N I B I O I P Ã
R W E F I M Y S P Z T E
E L S A S A J K E E E S
H Á T R D I Ç N U S I T
L P J Ó T S A B S F S P
A I X I W Ç N O Z E S K
T S W S P V P A P É I S

1. Girassol; 10. Mão;

2. Talher; 11. Papel;

3. Nuvem; 12. Réptil;

4. Mês; 13. Lápis;

5. Funil; 14. Nariz;

6. Animal; 15. Farol;

7. Capitão; 16. Azul;

8. Folha; 17. Noz;

9. Leão; 18. Europeu.

31
Os heróis do 6.º F

– A mãe não sabe o que custa andar assim... Toda a


gente me puxa a trança.
– Não tens mãos para te defender, rapariga?
Não respondo. Estou farta de lhe explicar que sou a
única aluna da escola a usar trança. E essa diferença paga-
-se com as gracinhas que alguns palermas da minha turma,
que é o 6.º F, andam sempre a inventar. A última foi:
– Porque é que a Manuela usa trança tão apertadinha?
É para os piolhos não terem frio...
O Miguel é que começou com essa conversa. O Miguel é
um magricela de catorze anos. Não estuda nada, falta
muito às aulas, está sempre a mandar piadas, tem o cabelo
comprido e montes de borbulhas na cara que ele passa a
vida a espremer muito deliciado.
António Mota, Os heróis do 6.º F, Ed. Gailivro

38
Os heróis do 6.º F

A C
1

E
4

Horizontal
1 Nome da narradora; A Rapaz de catorze anos;
2 Forma do verbo puxar no B Aparência física do
presente do indicativo, Miguel;
na 3.ª pessoa do singular; C O mesmo que graçolas;
3 Penteado que é motivo D O que a personagem
de gozo;
masculina tem na cara;
4 Modo como a Manuela E Forma do verbo passar,
Vertical

trata os colegas;
no tempo predominante
5 Nome colectivo para no texto.
designar grupo de alunos.
39
Ulisses
Só lhes digo: foi a destruição completa desta cidade.
Dizem que não ficou pedra sobre pedra...
Os gregos libertaram Helena, a rainha grega de beleza
célebre, e Ulisses ficou a ser conhecido como “O destruidor
de Tróia”, pois graças à sua astúcia é que foi possível tal
vitória.
Cheios de saudades, os gregos meteram-se nos barcos e
dirigiram-se para as suas terras. Ulisses lembrava-se de
Penélope e do filho que deixara tão pequenino.
Reuniu-se com quarenta valentes marinheiros e lá
foram num belo navio em direcção a Ítaca. Os gregos eram
um povo de marinheiros destemidos. Eles cruzavam os
mares, tal como os Fenícios, os Cartagineses, e mais tarde
nós, os Portugueses.
Maria Alberta Menéres, Ulisses, Ed. ASA

40
Ulisses

C
B
E
2

5
3

Horizontal
1 Rainha grega A Título da obra de Maria
libertada; Alberta Menéres;
2 A sua… era célebre; B Nome da esposa do herói;
3 Cidade destruída; C Número de marinheiros
que acompanham
4 Causa da vitória;
Ulisses;
5 Palavra primitiva de
D Cidade para onde se
vitorioso.
Vertical

dirigiram;
E Aqueles que não têm
medo.
41
O texto analis
e a acentuação colocar

Ainda não consegui resolver uma unica paciencia desde


que tenho o jogo no computador. E uma verdadeira
obsessão, um arrebatamento de todo o tamanho.
(…)
Respiramos os dois, o pai e eu, de alivio. Era so isso,
então?
(…)
Mas usa oculos, nunca se conseguiu habituar as lentes
de contacto; e, como e bastante miope, as lentes grossas
fazem-lhe uns olhos pequeninos e dão-lhe um olhar frio.
(…)
O pai explicou a avo que ela estava a confundir uma
marca de plasticos com a palavra inglesa para os programas
dos computadores:
(…)
E necessario coordenar o que se ve no ecrã com os
movimentos da mão, o que nem sempre e facil.
(…)
Ha uma lista de opções no canto superior esquerdo do
ecrã, muito util para situações humilhantes como esta;
(…)
No silencio momentaneo que se fez, enquanto eu tinha
estes pensamentos brilhantes, ouviram-se varios espirros
de seguida e a voz do Daniel, la para a zona dos quartos:
Ana Saldanha, Uma questão de cor, Ed. Caminho (adaptado)

44
Para o crucigrama solucionar...
vou conjugar o verbo “cantar”
10 11
9
8
7
6
5
4
3
2
1
C A N T Á S S E M O S

1. Presente do indicativo, na 2.ª pessoa do plural;


2. Pretérito imperfeito do indicativo, nas 1.ª e 3.ª pessoas do
singular;
3. Pretérito mais-que-perfeito do indicativo, nas 1.ª e 3.ª pessoas
do singular;
4. Condicional, nas 1.ª e 3.ª pessoas do singular;
5. Pretérito perfeito do indicativo, na 1.ª pessoa do plural;
6. Presente do conjuntivo, na 2.ª pessoa do singular;
7. Presente do conjuntivo, na 2.ª pessoa do plural;
8. Pretérito perfeito do indicativo, na 2.ª pessoa do singular;
9. Pretérito imperfeito do conjuntivo, na 3.ª pessoa do plural;
10. Condicional, na 1.ª pessoa do plural;
11. Pretérito mais-que-perfeito do indicativo, na 1.ª pessoa do plural.
45
As vozes dos animais reconhecer...
para os verbos no infinitivo escrever

D F

C
1
B

A
2

3
E

Horizontal
1 lobo; A papagaio;
2 cavalo; B pato;
3 gato; C galinha;
4 cão; D mocho;
Vertical

5 rã; E burro;
6 serpente. F pomba.
54
Para os provérbios completar...
as frases vou ligar

1. Mais vale prevenir... A. ... que muito e mau.

2. Mais vale sê-lo... B. ... que muito e errado.

3. Mais vale só... C. ... que remediar.

4. Mais vale um pássaro na


D. ... que parecê-lo.
mão, ...

5. Mais vale tarde... E. ... que mal falar.

6. Mais vale quem Deus ajuda... F. ... que força.

G. ... do que quem muito


7. Mais vale pouco e bom...
madruga.

8. Mais vale pouco e acertado... H. ... que mal acompanhado.

9. Mais vale calar... I. ... do que nunca.

10. Mais vale jeito... J. ... que dois a voar.

António Moreira, Provérbios Portugueses,


Ed. Notícias (adaptado)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

55
SOLUÇÕES

Págs. 12 e 13 Págs. 40 e 41

G U L L I V E R K U M C A
F W B R A S I L N T S A U
1 H E L E N A
I E C R D F H T W D E B
I C
D S L A H N I T Z S P E S B Q
A S T I R O U L K A R L S P U E
L E P I D E M I A U L E 2 B E L E Z A D
G S T D P L C W K D H I S N R D E
É E Í S
O W K A Q U I A K O E R
L N T 5 V I T Ó R I A
S P O S T I Ç A S S M A O 3 T R Ó I A E
K W T R L J L D H O N S P A C M
Q U A D R Ú P E D E S M E 4 A S T Ú C I A
R I C A M E N T E K T S D
O
S

Pág. 44
Pág. 30 única / paciência / É uma verdadeira/
Respirámos / alívio / só / óculos / às lentes de
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
contacto/ é bastante míope / à avó / plásticos /
C J D B A E F H I G
É necessário / vê / é fácil / Há / útil / silêncio /
momentâneo / vários / lá
Pág. 45
Pág. 31 10 11
9 C C
G I R A S S Ó I S W Ç C 8 C A A
F O L H A S M Ã O S X A 7 C A N N
6 C A N T T
L E Õ E S X G A E N A P
5 C A N T A Á
Z Q M W F A H Z U A R I 4 C A N T A R R
S N E V U N O U R R É T 3 C A N T A S Í A
E O S Y N I B I O I P Ã 2 C A N T E S S A M
R W E F I M Y S P Z T E 1 C A N T E I T E M O
C A N T Á S S E M O S
E L S A S A J K E E E S
A N T A M S
H Á T R D I Ç N U S I T N T A R O
L P J Ó T S A B S F S P T A R I S
A I X I W Ç N O Z E S K A V A A
T S W S P V P A P É I S I A
S

Pág. 54

D F
Págs. 38 e 39 C P A
B C 1 U I V A R
B A G A A R
A M C P 2 R E L I N C H A R U
1 M A N U E L A P A A A L
I G I L S 3 M I A R E H
G 3 T R A N Ç A R N E Z A
2 P U X A I D 4 L A D R A R J U R
E D C A R R 5 C O A X A R
L B E S R R
E O L A
4 P A L E R M A S 6 S I L V A R
A B
S 5 T U R M A Pág. 55
S L
A H
A 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
S C D H J I G A B E F