Vous êtes sur la page 1sur 42

COLETANEA DE CONCURSOS – PARTE ESPECIFICA –

TECNICO EM RADIOLOGIA

Cód. AA18 – TÉCNICO EM RADIOLOGIA I

CONHECIMENTOS BÁSICOS

1. Só é visível ao RX simples após a injeção de contraste EV a (o)


(A) encéfalo.
(B) trato urinário.
(C) esôfago.
(D) fígado.
(E) aorta.

2. A posição oblíqua anterior esquerda (OAE) é obtida com uma rotação do tórax de
(A) 60 º para a direita
(B) 45º para a direita
(C) 30º para a direita
(D) 45º para a esquerda
(E) 60° para a esquerda

3. A vantagem dos contrastes não iônicos sobre os iônicos é que os primeiros


(A) são mais baratos.
(B) têm maior atividade anticoagulante.
(C) têm menos efeitos colaterais.
(D) têm maior nefrotoxicidade.
(E) têm menor viscosidade.

4. Não aumenta o risco de reação ao contraste iodado intravenoso a(o):


(A) uso concomitante de corticosteróides.
(B) diabetes.
(C) asma.
(D) história de alergia prévia à contraste.
(E) extremos de idade.

5. Gadolíneo é
(A) o mais novo meio de contraste iodado, que não causa reações.
(B) contraste EV usado em radiologia convencional.
(C) contraste usado em Medicina Nuclear.
(D) contraste usado em TC.
(E) metal pesado raro, usado como meio de contraste EV em RM.

6. Tela intensificadora que converte a energia dos Raios X em luz visível, aumentando a eficiência
do processo de formação da imagem latente no filme, com o propósito de reduzir a dose no
paciente é o (a)
(A) Grade.
(B) Bucky.
(C) Tela fluoroscópica.
(D) Écran.
(E) Colimador.

7. Exames do aparelho digestivo, em duplo contraste, utilizam como meios de contraste:


(A) Bário e contraste iodado iônico.
(B) Bário e ar.
(C) Bário e contraste iodado não iônico.
(D) Ar e contraste iônico.
(E) Ar e contraste não iônico.

8. O uso de bário está contra-indicado em séries gastro-intestinais quando há


(A) suspeita de nefrotoxicidade.
(B) suspeita de reação alérgica.
(C) suspeita de asma.
(D) pacientes idosos.
(E) suspeita de perfuração.

9. As estruturas examinadas rotineiramente num exame contrastado do trato gastro-intestinal


superior são
(A) esôfago, estômago, bulbo e jejuno.
(B) estômago, duodeno e jejuno.
(C) esôfago, estômago e duodeno.
(D) esôfago, estômago, intestino delgado e grosso.
(E) estômago, intestino delgado e cólon.

10. Está contra-indicado um enema baritado, quando na grafia simples há suspeita de


(A) neoplasia infiltrativa
(B) calculose biliar.
(C) diverticulite
(D) perfuração de alça
(E) megacólon

11. Deve ser usado em fistulografias:


(A) contraste iodado hidrossolúvel.
(B) bário diluído.
(C) gadolíneo.
(D) gastrografina.
(E) DTPA.

12. A exposição à radiação ionizante causa efeitos danosos sobre o organismo, cuja probabilidade
de ocorrerem aumenta com o estoque de exposição durante o vida. Trata-se de:
(A) efeitos determinísticos.
(B) efeitos somáticos.
(C) efeitos genéticos.
(D) efeitos biológicos.
(E) efeitos acumulativos.

13. Efeitos associados com o limiar da dose de radiação, abaixo do qual os mesmos nunca
ocorrem, são
(A) efeitos determinísticos.
(B) efeitos acumulativos.
(C) efeitos somáticos.
(D) efeitos genéticos.
(E) efeitos biológicos.
14. É exemplo de efeito determinístico:
(A) carcinogênese
(B) efeitos genéticos
(C) infertilidade.
(D) catarata.
(E) aplasia de medula

15. Das incidências abaixo possui maior taxa de exposição na pele:


(A) AP da coluna cervical.
(B) AP do abdômen.
(C) AP do tórax.
(D) AP do crânio.
(E) Todos possuem taxas equivalentes.

16. A função da grade existente nos equipamentos de Raios X é


(A) reduzir o tamanho do feixe de Raios X.
(B) filtrar os Raios X não aproveitáveis antes que cheguem ao paciente.
(C) reduzir a intensidade dos Raios X que chegam ao paciente.
(D) controlar a radiação secundária, espalhada, no processo de formação da imagem radiológica.
(E) retirar a radiação de baixa energia que não chegaria ao filme.

17. “ALARA” (As Low As Reasonably Achievable) refere-se ao consenso mundial sobre normas de
uso das radiações ionizantes, pelo qual se deve trabalhar com as menores taxas de exposição
possíveis para pacientes, técnicos, operadores e público em geral. Esse consenso foi motivado
por:
(A) mínimas quantidades de taxas de exposição à radiação podem provocar efeitos acumulativos.
(B) grandes quantidades de taxas de exposição provocam efeitos determinísticos.
(C) toda e qualquer exposição à radiação é potencialmente danosa.
(D) apenas grandes taxas de exposição à radiação causam efeitos acumulativos.
(E) duas das alternativas estão corretas.

18. A dose ocupacional limite por ano permitida no corpo inteiro para técnicos em radiologia é de:
(A) 50 mSv.
(B) 100 mSv.
(C) 150 mSv.
(D) 200 mSv.
(E) 250 mSv.

19. Dos trabalhadores em saúde abaixo estão mais próximos de atingir a dose ocupacional limite:
(A) Técnicos em Radiologia.
(B) Médicos Radiologistas.
(C) Técnicos em Medicina Nuclear.
(D) Técnicos em Radioterapia.
(E) Angiografistas e Hemodinamicistas.

20. No interior do tubo de Raios X, produz radiação:


(A) Césio 137
(B) Cobalto 60
(C) um circuito elétrico
(D) Urânio enriquecido.
(E) o cátodo.

21. A porcentagem de redução de exposição à radiação proporcionada por aventais de 0,5 mm de


chumbo é de:
(A) 90%.
(B) 85%.
(C) 80%.
(D) 75%.
(E) 95%.

22. Há um conjunto de pacientes, que devem ser questionados pelo técnico, antes de serem
expostos aos RX. Esses pacientes são
(A) Velhos, muito idosos e se houver problemas cardíacos ou pulmonares graves.
(B) Crianças muito novas, e se houver cardiopatia congênita.
(C) Todos os pacientes, e se houver risco de reação alérgica.
(D) Mulheres em idade fértil e se estiver com atraso menstrual.
(E) Duas das alternativas acima estão corretas.

23. Na incidência de Schüller, focaliza-se:


(A) Mastóide em perfil
(B) Face em PA
(C) Sela Túrcica em AP
(D) Processo odontoide em PA.
(E) Tórax em AP

24. Na produção dos raios X no interior da ampola, um feixe de elétron é acelerado em direção a
um alvo de metal. Há emissão de radiação característica quando
(A) um elétron do feixe passa perto do núcleo.
(B) um elétron do feixe colide com o núcleo.
(C) um elétron do feixe colide com um elétron de camada mais externa do alvo, deslocando-o para
camada mais interna.
(D) não há dissipação da energia em forma de calor.
(E) há emissão de fóton de baixa energia.

25. Na produção dos raios X no interior da ampola, um feixe de elétron é acelerado em direção a
um alvo de metal. Há emissão de radiação de “ Bremsstrahlung” (freamento) quando
(A) um elétron do feixe, colide com um elétron de camada mais externa do alvo, deslocando-o para
camada mais interna.
(B) um elétron do feixe passa perto do núcleo.
(C) um elétron do feixe colide com o núcleo.
(D) não há dissipação da energia em forma de calor.
(E) Duas das alternativas estão corretas.

26. A maior quantidade de radiação emitida num tubo de RX convencional é do tipo:


(A) Radiação característica.
(B) Radiação de alta energia.
(C) Radiação de baixa energia.
(D) Radiação de Bremsstrahlung.
(E) Radiação ultra-violeta.

27. Após atravessar o paciente, os RX vão impressionar um receptor de imagem (filme radiográfico
que está dentro do chassi, envolto pelo écran fluorescente). A função do écran é:
(A) filtrar a radiação secundária.
(B) emitir luz visível ao absorver os RX para intensificá-los.
(C) impedir que a luz ambiente vele o filme radiográfico.
(D) filtrar o feixe de RX para retirar radiação de baixa energia.
(E) evitar que poeira em demasia chegue ao filme e produza artefatos.

28. O material do écran é o (a):


(A) Fósforo.
(B) Prata.
(C) Gelatina.
(D) Césio.
(E) Urânio.

29. O écran duplo que envolve o filme é mais eficiente em detectar os RX, porém em detrimento da
nitidez. Indique o procedimento radiográfico no qual se usa écran simples (só de um lado do filme):
(A) Planigrafia.
(B) Tomografia.
(C) Mamografia.
(D) Medicina Nuclear.
(E) Angiografia.

30. A atitude profissional mais adequada, do ponto de vista ético, em caso de recusa por parte do
paciente em realizar uma urografia excretora, não estando o médico radiologista presente e
estando o paciente desacompanhado é
(A) tentar convencer o paciente da importância do procedimento
(B) solicitar a remarcação do exame
(C) chamar outro paciente com exame marcado e solicitar que o paciente aguarde a presença do
médico radiologista
(D) realizar somente a 1ª radiografia (simples de abdome)
(E) suspender o exame

31. Em relação aos métodos radiológicos, é incorreto afirmar que


(A) a abreugrafia emprega radiação 5 a 6 vezes maior que a radiografia de tórax convencional.
(B) na tomografia computadorizada não há emprego de raios X.
(C) na radioscopia a imagem é produzida em um ecran fluorescente.
(D) para a abreugrafia são utilizados filmes de 70 a 100 mm.
(E) contrastes radiográficos para uso venoso em geral são contrastes iodados.

32. Fluoroscopia (radiocospia) é:


(A) método para radiologia digital.
(B) técnica utilizada em radioterapia.
(C) radiografia em tempo real obtida através de intensificador de imagens com tela de T.V.
(D) técnica utilizada em Medicina Nuclear.
(E) técnica utilizada em Mamografia.

33. Parada da respiração em inspiração, acompanhada de esforço expiratório é a


(A) Manobra de Mueller.
(B) Manobra de Ferguson.
(C) Manobra de Valsalva.
(D) Manobra de Schiller.
(E) Manobra de Knutson.

34. Parada da respiração em expiração, acompanhada de esforço expiratório é a:


(A) Manobra de Mueller.
(B) Manobra de Valsalva.
(C) Manobra de Ferguson.
(D) Manobra de Schiller.
(E) Manobra de Knutson.

35. Posição ortostática é a posição


(A) sentado.
(B) em pé.
(C) deitado de costas.
(D) deitado de lado.
(E) deitado de bruços.
36. Posição prona é a posição
(A) de pé.
(B) sentado.
(C) deitado de bruços.
(D) deitado de costas.
(E) deitado de lado.

37. Dispositivo com finalidade de reduzir o fluxo de radiação do campo a ser radiografado é o:
(A) Grade.
(B) Colimador.
(C) Écran.
(D) Chassi.
(E) Bucky.

38. Em relação a uma outra estrutura próxima, a que está mais afastada do crânio é a:
(A) Distal.
(B) Proximal.
(C) Supina.
(D) Prona.
(E) Ventral.

39. Efeito anódico


(A) é o fenômeno que explica os 5% a mais de radiação no lado do anodo.
(B) ocorre quando o foco é menor.
(C) ocorre quando o foco é maior.
(D) é o fenômeno que explica os 5% a mais de radiação no lado do catodo.
(E) ocorre quando o anodo não gira.

40. Raio central penetra na região anterior e sai na posterior. Trata-se da


(A) Incidência P-A.
(B) Incidência A-P.
(C) Incidência perfil.
(D) Incidência no Plano coronal.
(E) Incidência no Plano axial.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

41. No Brasil, como um todo, o Programa de Atenção Básica à Saúde é uma política que pretende
(A) atingir áreas subdesenvolvidas e carentes em recursos
(B) levar em conta as necessidades e o uso racional de recursos de uma localidade
(C) fundamentalmente economizar recursos financeiros
(D) utilizar pessoal leigo para atender usuários que não têm acesso ao sistema de saúde
(E) o pronto atendimento de urgências médicas por pessoal leigo sob supervisão.

42. Sobre a divisão de competências nas matérias dispostas na Lei Orgânica da Saúde:
I. Definir e coordenar os sistemas de redes integradas de assistência de alta complexidade
II. Planejar,organizar, controlar e avaliar as ações e os serviços de saúde e gerir e executar os
serviços públicos de saúde
III. Identificar estabelecimentos hospitalares de referência
IV. Executar serviços de vigilância epidemiológica
Compete à esfera municipal
(A) II e III somente.
(B) I e II somente.
(C) II somente.
(D) II e IV somente.
(E) I,II, III e IV.
43. Uma das diretrizes do projeto Paidéia de Saúde da Família, no município de Campinas, é o da
Clínica Ampliada. As características que definem essa clínica são:
(A) todo profissional médico que atua no programa de Saúde da família, tem de exercer a clínica
integral do paciente.
(B) todo profissional de saúde deve estar preparado para o atendimento inicial do paciente.
(C) o atendimento ao paciente deve se pautar primordialmente pela prevenção de agravos à
saúde.
(D) todo profissional de saúde realiza clínica, havendo a clínica do médico, do enfermeiro, da
nutricionista, etc.
(E) o trabalho em equipe deve ter por objetivo o diagnóstico completo, o mais breve possível

44. Entre os objetivos da Clínica Ampliada, não se inclui


(A) aumentar autonomia dos pacientes, das famílias e da comunidade
(B) restringir a prática do autocuidado dos pacientes e das famílias.
(C) combater a medicalização excessiva
(D) reduzir a dependência das pessoas dos serviços de saúde
(E) reduzir a dependência das pessoas dos profissionais de saúde

45. A direção do SUS, no nível federal, é exercida pelo (a)


(A) Previdência Social
(B) Conselho Nacional de Saúde
(C) Ministério da Saúde
(D) Conferência Nacional de Saúde
(E) Agência Nacional da Vigilância Sanitária

46. O trabalho em equipe e a ampliação das ações de saúde coletiva pretendem transformar o
modelo de assistência pela
(A) retomada da visão do paciente de modo integral (biológico, psíquico e social).
(B) troca de conhecimentos entre os diferentes profissionais, que per se é um processo de
educação continuada.
(C) priorização das ações preventivas
(D) hirarquização dos riscos de cada pessoa ou família
(E) todas as alternativas anteriores.

47. O nível mais alto de decisão sobre a Saúde no Brasil é o do(da)


(A) Ministério da Saúde
(B) Ministério da Previdência e Assistência Social
(C) Conselho Nacional de Saúde
(D) Vigilância Sanitária
(E) Conferência Nacional de Saúde.

48. A manutenção do Sistema Único de Saúde é custeada com recursos financeiros


(A) da Seguridade Social e dos Municípios
(B) da Seguridade Social e da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras)
(C) da União, Estados e Municípios.
(D) da CPMF, tesouro dos estados e verbas municipais
(E) da CPMF e verbas municipais

49. No Brasil, têm direito à assistência médica pelo SUS


(A) todos os brasileiros, independentemente de qualquer condição
(B) todos os brasileiros contribuintes da Seguridade Social
(C) todos os brasileiros ou indivíduos residentes no Brasil, contribuintes da Seguridade Social ou
seus dependentes
(D) todos os brasileiros ou indivíduos residentes no Brasil, que possuam, no mínimo, certidão de
nascimento.
(E) todos os indivíduos, brasileiros ou não, independentemente de qualquer condição

50. Um paciente internado em Enfermaria de Clínica Médica é encaminhado ao Serviço de


Radiodiologia e Radioterapia para realização de um determinado procedimento. Está
acompanhado por um auxiliar de Enfermagem da clínica em questão. Antes do início do
procedimento, o paciente torna-se extremamente agitado e confuso, recusando-se a submeter-se
ao exame proposto. Você procura o médico responsável pelo serviço, que não é encontrado
naquele momento. Em seguida, você tenta entrar em contato com o médico responsável pelo
paciente que também não é encontrado. Sua conduta imediata deve ser
(A) suspender o procedimento e continuar tentando localizar um médico.
(B) administrar sedativo por via oral.
(C) chamar outro paciente e pedir ao acompanhante que permaneça do lado de fora da sala até
que o paciente se acalme.
(D) re-encaminnhar o paciente à clínica de origem.
(E) a e b estão corretas.

GABARITO

AA18 - TECNICO EM RADIOLOGIA I

01 = (B) - 02 = (D) - 03 = (C) - 04 = (A) - 05 = (E)


06 = (D) - 07 = (B) - 08 = (E) - 09 = (C) - 10 = (D)
11 = (A) - 12 = (E) - 13 = (A) - 14 = (D) - 15 = (B)
16 = (D) - 17 = (E) - 18 = (A) - 19 = (E) - 20 = (C)
21 = (E) - 22 = (D) - 23 = (A) - 24 = (C) - 25 = (E)
26 = (D) - 27 = (B) - 28 = (A) - 29 = (C) - 30 = (E)
31 = (B) - 32 = (C) - 33 = (C) - 34 = (A) - 35 = (B)
36 = (C) - 37 = (B) - 38 = (A) - 39 = (D) - 40 = (B)
41 = (B) - 42 = (D) - 43 = (D) - 44 = (B) - 45 = (C)
46 = (A) - 47 = (E) - 48 = (C) - 49 = (E) - 50 = (A)

Cód. AA19 – TÉCNICO EM RADIOLOGIA I

(especializado em Radioterapia)

CONHECIMENTOS BÁSICOS

1. Variando a distância de tratamento de 80cm para 90cm, em uma Bomba de Cobaltoterapia, o


rendimento:
(A) aumenta em 20%.
(B) aumenta em 40%.
(C) diminui.
(D) dobra.
(E) mantém-se igual.

2. A região de Build-up é:
(A) a região entre a superfície irradiada e a profundidade, na qual se dá o mínimo de ionizações.
(B) a região entre a superfície irradiada e a profundidade, na qual se dá o máximo de ionizações.
(C) a região onde a dose é mínima.
(D) a região de 50%.
(E) b e c estão corretas.

3. Aumentando a distância de tratamento em uma Unidade de Teleterapia, a porcentagem de dose


profunda:
(A) aumenta.
(B) diminui.
(C) não se altera.
(D) varia com o inverso do quadrado da distância.
(E) b e d estão corretas.

4. O alvo de uma ampola de raios X é feito de:


(A) cobre, por ser bom condutor de calor.
(B) cobre, por ter um alto ponto de fusão.
(C) chumbo, por ser bom absorvedor de raios X.
(D) alumínio, por ser um bom absorvedor de raios X.
(E) tungstênio, por ter alto ponto de fusão.

5. O mAs usado numa radiografia com 100mA e 0,4 segundos é:


(A) 4 mAs.
(B) 8mAs.
(C) 30mAs.
(D) 40mAs.
(E) 60mAs.

6. O filamento de uma ampola de raios X serve para:


(A) emitir elétrons.
(B) capturar elétrons.
(C) emitir fótons.
(D) emitir raios X.
(E) capturar fótons.

7. O efeito fotoelétrico:
(A) depende da intensidade do feixe de radiação.
(B) é mais predominante para material de baixo número atômico.
(C) depende do número atômico do material absorvedor.
(D) é mais predominante para a radiação do cobalto-60 do que para um feixe de raios X de 200kV.
(E) b e c estão corretas.

8. Quando ocorre uma interação compton:


(A) o fóton é absorvido.
(B) criam-se dois elétrons.
(C) o átomo é excitado emitindo um próton.
(D) toda energia é transferida ao elétron.
(E) um elétron é ejetado e um fóton de menor energia é espalhado.

9. O valor da segunda camada semi-redutora para um feixe monoenergético é:


(A) maior que a primeira.
(B) menor que a primeira.
(C) dependente da intensidade do feixe de radiação.
(D) duas vezes o valor da primeira.
(E) igual à primeira.

10. O número atômico (Z) é:


(A) o número de nêutrons do núcleo.
(B) o número de prótons do núcleo.
(C) o número de partículas do núcleo.
(D) o número de nêutrons e elétrons do átomo.
(E) o número de prótons e elétrons do átomo.

11. Prótons, elétrons e nêutrons têm carga elétrica respectivamente:


(A) positiva, negativa e positiva.
(B) nula, negativa e nula.
(C) negativa, positiva e nula.
(D) positiva, negativa e nula.
(E) nula, negativa e positiva.

12. O elétron que possui maior energia de ligação é:


(A) mais afastado do núcleo.
(B) elétron de dentro do núcleo.
(C) elétron da camada m.
(D) mais próximo do núcleo.
(E) elétron da camada n.

13. Um átomo pode ser dividido em duas partes:


(A) eletrosfera e núcleo.
(B) núcleo e íons.
(C) prótons e nêutrons.
(D) nêutrons e eletrosfera.
(E) prótons e elétrons.

14. A porcentagem de dose profunda é maior para a radiação de:


(A) Cs-137.
(B) Co-60.
(C) Ir-192.
(D) 300kV.
(E) 10MV.

15. Camada semi-redutora refere-se:


(A) ao número de fótons absorvidos em 50% do meio.
(B) a 50% da intensidade emergente de um feixe de radiação.
(C) à espessura de absorvedor que reduz a intensidade de um feixe de radiação à metade.
(D) a 50% da intensidade incidente no meio.
(E) b e c estão corretas.

16. A retrodispersão superficial:


(A) independe da qualidade da radiação.
(B) depende da qualidade da radiação.
(C) é maior para a radiação do cobalto-60 do que para um feixe de raios X de 200kV.
(D) é igual para todos os meios.
(E) c e d estão corretas.

17. Raios X é:
(A) uma onda eletromagnética.
(B) átomo excitado.
(C) um elétron espalhado.
(D) eletricidade.
(E) um próton espalhado.

18. Se um elétron mudar da camada L para a camada K, ele emitirá:


(A) um nêutron.
(B) um elétron.
(C) um fóton.
(D) dois elétrons.
(E) um próton.

19. A diferença entre o raios X, a radiação ultravioleta e a radiação infravermelha é:


(A) a matéria.
(B) o número atômico.
(C) o número de fótons.
(D) o número de elétrons.
(E) a energia.

20. O Coeficiente de atenuação linear de um absorvedor é:


(A) o número de fótons absorvidos em 50% do comprimento.
(B) o número de fótons absorvidos por milímetro quadrado.
(C) o número de fótons gerados por milímetro quadrado.
(D) a fração de fótons removidos do feixe por unidade de espessura do material.
(E) a camada semi-redutora.

21. Quando ocorre a produção de pares:


(A) o fóton é transmitido sem nada sofrer.
(B) resulta no aparecimento de um pósitron e um elétron.
(C) o fóton incidente perde metade de sua energia.
(D) é produzido um elétron e um fóton espalhado.
(E) três fótons são produzidos.

22. O valor percentual da intensidade transmitida de um feixe monoenergético quando atravessa


duas camadas semi-redutoras é:
(A) 25%.
(B) 50%.
(C) 33,33%.
(D) 12,5%.
(E) 6,25%.

23. As partículas que compõem o átomo estão distribuídas da seguinte forma:


(A) fótons e prótons no núcleo e elétrons na eletrosfera.
(B) prótons e elétrons no núcleo e nêutrons na eletrosfera.
(C) prótons e nêutrons no núcleo e elétrons na ionosfera.
(D) elétrons e fótons no núcleo e nêutrons na eletrosfera.
(E) elétrons na eletrosfera e prótons e nêutrons no núcleo.

24. O valor de 4MeV é igual a:


(A) 400.000eV.
(B) 40.000eV.
(C) 4.000.000eV.
(D) 4.000eV.
(E) 400eV.

25. Conforme norma CNEN 3.01 - "Diretrizes Básicas de Radioproteção", o limite primário anual de
dose equivalente efetiva para trabalhador é:
(A) 1mSV.
(B) 100mSV.
(C) 200mSV.
(D) 50mSV.
(E) 500mSV.

26. Conforme norma CNEN 3.01 - "Diretrizes Básicas de Radioproteção", o limite primário anual de
dose equivalente efetiva para indivíduos do público é:
(A) 10mSV.
(B) 1mSV.
(C) 50mSV.
(D) 100mSV.
(E) 500mSV.

27. Para propósito de radioproteção, podemos minimizar a exposição recebida por um trabalhador
com:
(A) blindagem.
(B) tempo de exposição.
(C) distância.
(D) proximidade da fonte.
(E) b, c, d estão corretas.

28. Uma fonte radioativa de 10Ci, após uma meia vida física, terá:
(A) 8Ci.
(B) 6Ci.
(C) 5Ci.
(D) 2,5Ci.
(E) 1Ci.

29. Para qual das energias de elétrons a porcentagem de dose na pele é maior:
(A) 15MeV.
(B) 4MeV.
(C) 6MeV.
(D) 9MeV.
(E) 12MeV.

30. O 60Co desintegra-se emitindo:


(A) partícula á e raios X.
(B) partícula á .
(C) partícula â .
(D) partícula â e raios ã .
(E) nêutron.

31. Na irradiação dos tumores de cabeça e pescoço, a dose limite de medula é:


(A) 2500cGy.
(B) 4500cGy.
(C) 3500cGy.
(D) 5500cGy.
(E) 6500cGy.

32. No tratamento de neuro-eixo, como por exemplo meduloblastoma, o paciente deve ser
posicionado em:
(A) decúbito dorsal, com braços junto ao corpo e máscara de imobilização para cabeça.
(B) decúbito lateral esquerdo, com braços junto ao corpo e máscara de imobilização para cabeça.
(C) decúbito lateral direito, com braços junto ao corpo e máscara de imobilização para cabeça.
(D) decúbito dorsal, com rampa de 45º e máscara de imobilização.
(E) decúbito ventral, com braços junto ao corpo e máscara de imobilização para cabeça.

33. A laringe está localizada:


(A) atrás do seio frontal.
(B) atrás do seio esfenoidal.
(C) dentro do esôfago.
(D) no pescoço, na altura das últimas vértebras cervicais.
(E) abaixo da glândula tireóide.
34. A próstata está localizada:
(A) abaixo da bexiga.
(B) acima da bexiga.
(C) atrás do reto.
(D) dentro da uretra.
(E) dentro da bolsa escrotal.

35. A forma de tratamento para tumor de laringe é:


(A) paciente em decúbito ventral, com dois campos paralelos e opostos laterais, sem filtro em
cunha.
(B) paciente em decúbito dorsal, com dois campos paralelos e opostos laterais, com filtro em
cunha.
(C) paciente em decúbito dorsal, com um campo anterior.
(D) paciente em decúbito ventral, com um campo posterior.
(E) paciente em decúbito dorsal, com um campo anterior e um campo posterior.

36. Na irradiação de tumor de hipófise o paciente é posicionado em:


(A) decúbito dorsal, com dois campos laterais.
(B) decúbito ventral, com dois campos de localização lateral.
(C) decúbito dorsal, a cabeça sobre uma rampa, com três campos de localização, sendo um
anterior e dois laterais com filtro em cunha.
(D) decúbito ventral, com um campo de localização posterior.
(E) decúbito dorsal, com dois campos paralelos e opostos laterais, com filtro em cunha.

37. Na técnica de tratamento com distância fonte-alvo, trabalha-se:


(A) distância foco superfície iguais, para todos os campos de tratamento.
(B) distância foco superfície diferentes, para os campos de tratamento.
(C) o isocentro mantido fora do volume alvo.
(D) com o mesmo tamanho de campo de localização, para todos os tratamentos.
(E) com a mesma energia, para todos os tratamentos.

38. Na técnica de tratamento com distância fonte-superfície, trabalha-se:


(A) distância foco superfície diferentes, para os campos de tratamento.
(B) o isocentro mantido dentro do volume alvo.
(C) com o mesmo tamanho de campo de localização, para todos os tratamentos.
(D) distância foco superfície iguais, para os campos de tratamento.
(E) com a mesma energia, para todos os tratamentos.

39. Numa irradiação supra diafragmática em doença de Hodgkin, as proteções básicas são:
(A) pulmão, laringe e articulação de ombro.
(B) pulmão, intestino e laringe.
(C) pulmão, coração e rins.
(D) Intestino, bexiga e laringe.
(E) rins e bexiga.

40. A braquiterapia é:
(A) o tratamento onde a fonte de radiação fica a longa distância da região que deve receber a
dose.
(B) irradição com prótons.
(C) o tratamento onde a fonte de radiação fica a uma curta distância, em contato ou até mesmo
implantada na região que deve receber a dose.
(D) um elétron desacelerado.
(E) raios X.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
41. No Brasil, como um todo, o Programa de Atenção Básica à Saúde é uma política que pretende
(A) atingir áreas subdesenvolvidas e carentes em recursos
(B) levar em conta as necessidades e o uso racional de recursos de uma localidade
(C) fundamentalmente economizar recursos financeiros
(D) utilizar pessoal leigo para atender usuários que não têm acesso ao sistema de saúde
(E) o pronto atendimento de urgências médicas por pessoal leigo sob supervisão.

42. Sobre a divisão de competências nas matérias dispostas na Lei Orgânica da Saúde:
I. Definir e coordenar os sistemas de redes integradas de assistência de alta complexidade
II. Planejar,organizar, controlar e avaliar as ações e os serviços de saúde e gerir e executar os
serviços públicos de saúde
III. Identificar estabelecimentos hospitalares de referência
IV. Executar serviços de vigilância epidemiológica
Compete à esfera municipal
(A) II e IV somente.
(B) II e III somente.
(C) I e II somente.
(D) II somente.
(E) I,II, III e IV.

43. Uma das diretrizes do projeto Paidéia de Saúde da Família, no município de Campinas, é o da
Clínica Ampliada. As características que definem essa clínica são:
(A) todo profissional médico que atua no programa de Saúde da família, tem de exercer a clínica
integral do paciente.
(B) todo profissional de saúde deve estar preparado para o atendimento inicial do paciente.
(C) o atendimento ao paciente deve se pautar primordialmente pela prevenção de agravos à
saúde.
(D) todo profissional de saúde realiza clínica, havendo a clínica do médico, do enfermeiro, da
nutricionista, etc.
(E) o trabalho em equipe deve ter por objetivo o diagnóstico completo, o mais breve possível

44. Entre os objetivos da Clínica Ampliada, não se inclui


(A) aumentar autonomia dos pacientes, das famílias e da comunidade
(B) combater a medicalização excessiva
(C) restringir a prática do autocuidado dos pacientes e das famílias.
(D) reduzir a dependência das pessoas dos serviços de saúde
(E) reduzir a dependência das pessoas dos profissionais de saúde

45. A direção do SUS, no nível federal, é exercida pelo (a)


(A) Previdência Social
(B) Conselho Nacional de Saúde
(C) Conferência Nacional de Saúde
(D) Agência Nacional da Vigilância Sanitária
(E) Ministério da Saúde

46. O trabalho em equipe e a ampliação das ações de saúde coletiva pretendem transformar o
modelo de assistência pela
(A) troca de conhecimentos entre os diferentes profissionais, que per se é um processo de
educação continuada.
(B) priorização das ações preventivas
(C) hirarquização dos riscos de cada pessoa ou família
(D) retomada da visão do paciente de modo integral (biológico, psíquico e social).
(E) todas

47. O nível mais alto de decisão sobre a Saúde no Brasil é o do(da)


(A) Ministério da Saúde
(B) Ministério da Previdência e Assistência Social
(C) Conferência Nacional de Saúde
(D) Conselho Nacional de Saúde
(E) Vigilância Sanitária.

48. A manutenção do Sistema Único de Saúde é custeada com recursos financeiros


(A) da Seguridade Social e dos Municípios
(B) da Seguridade Social e da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras)
(C) da CPMF, tesouro dos estados e verbas municipais
(D) da CPMF e verbas municipais
(E) da União, Estados e Municípios.

49. No Brasil, têm direito à assistência médica pelo SUS


(A) todos os brasileiros, independentemente de qualquer condição
(B) todos os indivíduos, brasileiros ou não, independentemente de qualquer condição
(C) todos os brasileiros contribuintes da Seguridade Social
(D) todos os brasileiros ou indivíduos residentes no Brasil, contribuintes da Seguridade Social ou
seus dependentes
(E) todos os brasileiros ou indivíduos residentes no Brasil, que possuam, no mínimo, certidão de
nascimento.

50. Um paciente internado em Enfermaria de Clínica Médica é encaminhado ao Serviço de


Radiodiologia e Radioterapia para realização de um determinado procedimento. Está
acompanhado por um auxiliar de Enfermagem da clínica em questão. Antes do início do
procedimento, o paciente torna-se extremamente agitado e confuso, recusando-se a submeter-se
ao exame proposto. Você procura o médico responsável pelo serviço, que não é encontrado
naquele momento. Em seguida, você tenta entrar em contato com o médico responsável pelo
paciente que também não é encontrado. Sua conduta imediata deve ser
(A) suspender o procedimento e continuar tentando localizar um médico.
(B) administrar sedativo por via oral.
(C) chamar outro paciente e pedir ao acompanhante que permaneça do lado de fora da sala até
que o paciente se acalme.
(D) re-encaminnhar o paciente à clínica de origem.
(E) a e b estão corretas.

GABARITO

AA19 - TEC.EM RADIOLOGIA I-ESP.EM RADIOTERAPIA

01 = (C) - 02 = (B) - 03 = (A) - 04 = (E) - 05 = (D)


06 = (A) - 07 = (C) - 08 = (E) - 09 = (E) - 10 = (B)
11 = (D) - 12 = (D) - 13 = (A) - 14 = (E) - 15 = (C)
16 = (B) - 17 = (A) - 18 = (C) - 19 = (E) - 20 = (D)
21 = (B) - 22 = (A) - 23 = (E) - 24 = (C) - 25 = (D)
26 = (B) - 27 = (E) - 28 = (C) - 29 = (A) - 30 = (D)
31 = (B) - 32 = (E) - 33 = (D) - 34 = (A) - 35 = (B)
36 = (C) - 37 = (B) - 38 = (D) - 39 = (A) - 40 = (C)
41 = (B) - 42 = (A) - 43 = (D) - 44 = (C) - 45 = (E)
46 = (D) - 47 = (C) - 48 = (E) - 49 = (B) - 50 = (A)
Prefeitura Municipal de
Queimados
As páginas deste caderno de questões estão numeradas seqüencialmente e contêm 40
questões.
ATENÇÃO !
1 - Verifique se a paginação deste caderno está correta.
2 - Verifique no cartão de respostas se seu nome, número de inscrição, data de nascimento
e cargo/área de atividade
para o qual concorre estão corretos .
3 - Observe as recomendações impressas no cartão de respostas.
4 - Leia atentamente cada questão e assinale no cartão de respostas a opção que a
responde corretamente.
5 - Se você precisar de algum esclarecimento solicite a presença do chefe de local.
6 - Você dispõe de 3h (três horas) para fazer a prova, inclusive a marcação do cartão de
respostas. Faça-a com
tranqüilidade, mas controle o seu tempo.
7 - Após o término da prova, entregue ao fiscal o cartão de respostas devidamente
assinado no verso.
INSTRUÇÕES:
CALENDÁRIO PREVISTO
Divulgação do Gabarito - 03/09/2001no Boletim Oficial de Queimados
Prazo de Recurso - 04 e 05/09/2001
Para encaminhamento de recurso deverá ser
observado o disposto no Título VII Título VII Título VII Título VII Título VII do Edital que
regulamenta o concurso ( página 5 do Manual do Candidato ).
TÉCNICO EM RADIOLOGIA
GOVERNO GOVERNO GOVERNO GOVERNO
Realização
Núcleo de Computação Eletrônica
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Prefeitura Municipal de Queimados 2001


3
LÍNGUA PORTUGUESA
TEXTO 1 – DESAPARECIMENTO DOS ANIMAIS
Nosso Brasil, 1979
Tente imaginar esta cena: homens, animais e
florestas convivendo em harmonia. Os homens retiram
das plantas apenas os frutos necessários e cuidam para
que elas continuem frutificando; não matam animais sem
motivo, não sujam as águas de seus rios e não enchem
de fumaça seu ar. Em outras palavras: as
relações entre os seres vivos e o ambiente em que
vivem, bem como as influências que uns exercem
sobre os outros, estão em equilíbrio. (...)
Nossa preocupação (de brasileiros) não é só
controlar a exploração das florestas, mas também
evitar uma de suas piores conseqüências: a morte e o
desaparecimento total de muitas espécies de animais.
Apesar de nossa fauna ser muito variada, a lista oficial
das espécies que estão desaparecendo já chega a 86
(dentre elas, a anta, a onça, o mico-leão, a ema e o
papagaio).
E a extinção desses animais acabará provocando
o desequilíbrio do meio ambiente, pois o desaparecimento
de um deles faz sempre com que aumente a população
de outros. Por exemplo: o aumento do número de piranhas
nos rios brasileiros é conseqüência do extermínio de seus
três inimigos naturais – o dourado, a ariranha e o jacaré.
1 - O autor propõe ao leitor que imagine uma cena para
que ela funcione como:
a) um ideal a ser alcançado;
b) uma fantasia que nunca se realizará;
c) um objetivo a que se deve dar as costas;
d) uma finalidade dos grupos religiosos;
e) uma mensagem de fraternidade cristã.
2 - “...homens, animais, florestas e oceanos convivendo
em harmonia.”; na continuidade do texto, o autor
mostra que:
a) esqueceu-se de referir-se aos rios;
b) o homem é o agente desequilibrador da natureza;
c) os animais não matam seus semelhantes sem motivo;
d) a poluição do ar também tem causas naturais;
e) os seres vivos vivem em equilíbrio no mundo atual.
3 - O item em que o elemento sublinhado tem um vocá-bulo
correspondente indicado de forma adequada é:
a) “...convivendo em harmonia.”- harmoniosas;
b) “...não matam animais sem motivo,...”- impensada-mente;
c) “...influências que uns exercem sobre os outros...”-recíprocas;
d) “...estão em equilíbrio. “- equilibradamente;
e) “...controlar a exploração das florestas...”- ecológica.
4 - “Os homens retiram das plantas apenas os frutos
necessários...”; esta parte da cena proposta pelo autor
defende que:
a) não deixe para amanhã o que pode fazer hoje;
b) Deus proverá o dia de amanhã;
c) se souber usar não vai faltar;
d) a ciência prevê para poder prover;
e) quem espera sempre alcança.
5 - No final do primeiro parágrafo aparecem dois
parênteses com pontos; isso significa que:
a) o autor deixou de dizer outras coisas importantes;
b) o texto deixou de reproduzir uma parte do texto
original;
c) parte do original do texto estava ilegível;
d) nesse espaço havia uma ilustração que foi omitida;
e) havia originalmente trechos em outras línguas.
6 - O que o primeiro parágrafo tenta defender é:
a) o equilíbrio ecológico;
b) a extinção dos animais;
c) a despoluição ambiental;
d) o reflorestamento;
e) a proteção dos rios e oceanos.
7 - “Nossa preocupação (de brasileiros)...”; o que vai
entre parênteses, nesse caso, é:
a) a retificação de uma ambigüidade;
b) a explicação de um termo anterior;
c) a particularização de um significado;
d) a inclusão de uma idéia já explícita;
e) um comentário para o leitor.
8 - O risco a que se refere o autor do texto com o último
período do texto é:
a) a extinção dos jacarés, ariranhas e dourados;
b) o excesso de piranhas nos rios brasileiros;
c) a mortandade de outros peixes provocada pelas
piranhas;
d) a desarmonia populacional das espécies animais;
e) a falta de alimento para o povo brasileiro.
9 - A relação entre a morte do dourado e a piranha é a de:
a) causa / conseqüência;
b) efeito / causa;
c) agente / paciente;
d) fato / agente;
e) motivação / ação.
10 - Falando dos perigos que o desaparecimento dos
animais provoca em nosso ambiente, o autor apela para a:
a) sedução do leitor, mostrando as belezas do mundo
natural;
b) intimidação do leitor, indicando os males que daí
advêm;
c) a provocação do leitor, desafiando-o a mudar seu
comportamento;
d) o constrangimento do leitor, deixando-o envergonhado
por suas atitudes;
e) a tentação do leitor, prometendo-lhe uma recompensa
por seus atos.

Prefeitura Municipal de Queimados 2001


4
MATEMÁTICA
Observe abaixo os preços de diferentes tipos de lâmpa-das
eletrônicas e responda às questões 11 e 12.
Lâmpada de 9W : R$ 13,50
Lâmpada de 11W : R$ 13,80
Lâmpada de 13W : R$ 18,90
11 - Uma pessoa que comprar 4 lâmpadas de 11W e
5 lâmpadas de 13W gastará a seguinte quantia:
a) R$ 147,70
b) R$ 149,70
c) R$ 151,70
d) R$ 153,70
e) R$ 155,70
12 - Com o valor gasto adquirindo 10 lâmpadas de 13W,
pode-se comprar o seguinte número máximo de
lâmpadas de 9W:
a) 12
b) 13
c) 14
d) 15
e) 16
13 - Um técnico em radiologia utiliza , para a identificação
de chapas, 3 vogais distintas seguidas de 3 algarismos
distintos. O número total de chapas diferentes que podem
ser identificadas através desse sistema corresponde a:
a) 38600
b) 43200
c) 60000
d) 90000
e) 125000
14 - Na venda de ingressos para um show havia
x bilhetes de R$ 10,00 e y bilhetes de R$15,00 , num
total de 500 bilhetes. Sabendo-se que nesse show
arrecadou-se R$ 5.900,00 com a venda de ingressos,
pode-se afirmar que o número y de bilhetes de R$ 15,00
vendidos corresponde a:
a) 180
b) 200
c) 240
d) 300
e) 320
15 - Leia a notícia abaixo:
O aumento médio nos preços da gasolina variou de
5,8% até 12,92% nos postos do Rio de Janeiro.
( Fonte : O Globo – 07/07/01)
Um determinado posto cobrava R$ 1,53 o litro em
05/07/01 . Ao aumentar em 06/07/01 o preço do litro
da gasolina em 10,45% , o novo preço passou a ser
aproximadamente :
a) R$ 1,65
b) R$ 1,67
c) R$ 1,69
d) R$ 1,71
e) R$ 1,73
16 - Num programa de condicionamento físico, uma pessoa
caminha 1 km no primeiro dia, 2 km no segundo dia, 3 km
no terceiro dia , e assim sucessivamente, durante 10 dias.
Ao final desse 10 dias, o número total de quilômetros
percorridos será:
a) 35
b) 45
c) 55
d) 65
e) 75
17 - Jogam-se dois dados honestos ao mesmo tempo. A
probabilidade de que o produto dos pontos obtidos seja
20 é aproximadamente igual a:
a) 5,5%
b) 6,5%
c) 7,5%
d) 8,5%
e) 9,5%
18 - Uma pesquisa referente a dois telejornais A e B,
envolvendo 100 pessoas, revelou que:
a) 82 gostam de A
b) 76 gostam de B
c) 4 não gostam de A , nem de B.
O número de pessoas que gostam de ambos telejornais é:
a) 56
b) 58
c) 60
d) 62
e) 64
19 - Leia a notícia abaixo:
Faltam apenas seis meses para a entrada em vigor
do euro como moeda corrente na União Européia.
(Fonte : O Globo – 08/07/01 )
Supondo que 1 euro corresponda a 1,95 marcos alemães,
uma pessoa que possua 33,15 marcos alemães terá o
equivalente ao seguinte número de euros:
a) 11
b) 13
c) 15
d) 17
e) 19
20 - Um copinho de sorvete tem a forma de um cone
circular reto de 6 cm de diâmetro interno da base e
10 cm de altura. O número máximo de cm 3 de sorvete
que este copinho pode conter é aproximadamente:
a) 31,4
b) 47,1
c) 62,8
d) 64,3
e) 94,2
Considere p pp pp = 3,14

Prefeitura Municipal de Queimados 2001


5
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
21 - A emissão de Raio X ocorre através de:

a) transição isomérica;
b) captura isomérica;
c) captura eletrônica;
d) aniquilação;
e) efeito compton.
22 - O tempo de fixação depende:

a) da temperatura e do tipo de fórmula;


b) do estado do fixador e da temperatura;
c) do filme e da temperatura;
d) da fórmula e do estado do fixador;
e) do filme e do estado do fixador.
23 - Assinale a alternativa que preenche corretamente
as lacunas:

Um fóton de ____ e ____ pode perder toda ou quase


toda a energia em uma única interação.
a) Raios X e Beta;
b) Raios Alfa e Gama;
c) Raios X e Gama;
d) Raios X e Alfa;
e) Raios Gama e Beta.

24 - Indique a primeira providência que o técnico de


radiologia, ao receber o pedido médico, deve tomar:

a) determinar o tamanho do filme;


b) selecionar a incidência mais indicada para o caso;
c) analisar a solicitação do médico para conhecer as
razões das mesmas;
d) determinação dos quilovolts;
e) determinação do tempo de exposição.

25 - Assinale a alternativa que preenche corretamente


as lacunas:
A velocidade da propagação dos raios X no espaço é
_________ a velocidade de propagação da luz no
mesmo meio, que é de_______ .

a) maior que, 400.000 km/s;


b) maior que, 600.000 km/s;
c) menor que, 100.000 km/s;
d) igual, 200.000 km/s;
e) igual, 300.000 km/s.

26 - A ampola de duplo foco possui um foco maior (grosso)


e um foco menor (fino). A função do foco menor é:

a) maior nitidez e exposição baixa;


b) exposição alta e menor nitidez;
c) maior nitidez e exposição baixa;
d) menor nitidez e exposição baixa;
e) maior nitidez e média exposição.

27 - O número de substâncias químicas, que se prestam


para serem usadas como agente revelador, é muito
pequeno e entre elas, praticamente, só duas são utilizadas.
As demais substâncias que aparecem nas fórmulas dos
reveladores, não participam propriamente da revelação,
mas são necessárias para ajustar as características
químicas.
As duas substâncias são:

a) carbonato de sódio e água;


b) sulfito de sódio e brometo de potássio;
c) hidroquinona e carbonato de sódio;
d) metol e hidroquinona;
e) carbonato de sódio e brometo de potássio.

28 - Assinale a alternativa que preenche corretamente a


lacuna:
__________ têm a finalidade de interceptar os raios
secundários inevitavelmente produzidos, impedindo - os
de atingirem o filme.

a) os cones;
b) os cilindros;
c) o diagrama de Potter – Bucky;
d) os écrans;
e) as grades antidifusoras.

29 - A vantagem de se usar écran é:

a) maior detalhe na imagem;


b) menor exposição;
c) maior velocidade;
d) menor tempo de revelação;
e) melhor foco.

30 - A projeção de coluna cervical, que não é recomendada


para crianças, é a:

a) lateral;
b) PA;
c) AP;
d) processo odontóide AP;
e) oblíqua.

Prefeitura Municipal de Queimados 2001

31 - Indique a posição para uma radiografia de pelve,


onde o paciente apresenta injúria:
a) os pés virados, com os calcanhares separados, e
dedos dos pés se tocando;
b) o paciente virado sobre o lado afetado, de modo que
a perna fique estendida sobre a mesa;
c) posição supina da pelve interior;
d) posição supina; feixe de raios X fazendo um ângulo
de 65 o ;
e) paciente deitado lateralmente.

32 - A alternativa que indica a posição correta para uma


radiografia do pé e dedos do pé de AP, é:

a) a perna do paciente deve estar dobrada de modo


que o pé encoste perfeitamente no chassi;
b) o calcanhar do paciente deve estar posicionado sobre
o chassi e o pé na posição vertical;
c) o pé deve estar virado para fora, encostando no chassi;
d) o calcanhar do paciente deve estar encostado no
chassi e o pé no ângulo de 60 o para fora;
e) o calcanhar do paciente deve estar posicionado sobre
o chassi, e o pé no ângulo de 15 o internamente.

33 - Para realizar uma radiografia em adulto de cotovelo


AP, se usa dimensão de 18 x 24cm. No caso de uma
criança, as dimensões mais adequadas são:

a) 18 x 24cm;
b) 24 x 30cm;
c) 35.5 x 43cm;
d) 18 x 43cm;
e) 24 x 35.5cm.

34 - Os principais fatores de exposição para radiografias


abdominais são:

a) kVp média (70-80), pequeno tempo de exposição,


mAs adequados para densidade suficiente;
b) kVp baixa a média (50-70), tempo de exposição cur-to,
pequeno ponto focal, mAs adequada para densi-dade
suficiente;
c) kVp média a alta (80-90), tempo de exposição curto,
mAs adequado para área anatomicamente de inte-resse;
d) kVp baixa a média (50-70), tempo de exposição lon-go,
mAs adequada para a área de interesse;
e) kVp média (70-80), tempo de exposição longo e mAs
adequado para densidade suficiente.

35 - A melhor posição para uma radiografia, onde o


paciente tem uma suspeita de derrame pleural ou
pneumotórax, é a:?
a) projeção PA;
b) posição lateral;
c) oblíqua anterior;
d) posição de decúbito lateral;
e) projeção AP.

36 - Para obter uma boa imagem de um paciente que


realiza um exame radiográfico para avaliação de fratura
“explosivas das órbitas”, os procedimentos do técnico
em radiologia, em relação a fator técnico, posição das
partes, raio central e colimação, devem ser:

a) Tamanho do filme 24 x 30cm em sentido longitudinal


ou 18 x24cm; estender o pescoço apoiando o queixo
contra o craniógrafo ou o tampo da mesa; alinhar o
RC perpendicular ao craniógrafo ou mesa; utilizar
um diagrama circular de 24 x 30cm ou colimar as
margens externas do crânio em todos os lados.
b) Tamanho do filme de 18 x 24cm em sentido longitu-dinal;
estender o pescoço apoiando o queixo e o
nariz contra o craniógrafo ou tampo da mesa; ali-nhar
o RC perpendicular ao craniógrafo ou mesa;
utilizar um diagrama circular de 18 x 24cm ou colimar
dentro de 2,5cm distante dos ossos da face.
c) Filme oclusal ou 18 x 24cm em sentido transversal;
estender o queixo e apoiar sobre o chassi; centralizar
o RC na linha glabeloalvelar; colimar em todos os
lados dentro de 2,5cm dos ossos nasais.
d) Tamanho do filme 18 x 24cm em sentido longitudinal;
apoiar a face lateral da cabeça contra o craniógrafo
ou tampo da mesa com o lado de interesse mais
próximo do chassi; alinhar o RC perpendicular ao
craniógrafo ou mesa; utilizar um diagrama circular
de 18 x 24cm ou colimar de 2,5cm do osso da face
mais próximo.
e) Tamanho do filme de 24 x 30cm em sentido longitu-dinal;
apoiar o nariz e a fronte do paciente contra o
craniógrafo ou tampo de mesa; angular o RC 15 0
caudal; utilizar um diagrama circular de 18 x 24cm
ou colimar em todos os lados dentro de 2,5cm dos
ossos da face.

37 - A unidade mAs usada na dosagem de Raio X, significa:

a) milicurie;
b) quilovoltagem;
c) megabequerel;
d) microampolas;
e) miliampere.

Prefeitura Municipal de Queimados 2001


38 - Os músculos mais importantes, numa radiografia
de abdômen, são:

a) psoas direito, esquerdo e oblíquo externo;


b) oblíquo externo, diafragma, oblíquo interno;
c) diafragma, psoas ilíaco esquerdo e direito;
d) reto de abdome, transverso do abdome, e diafragma;
e) psoas ilíaco esquerdo, transverso do abdome e
diafragma.
39 - O procedimento correto, para fazer uma radiografia
de membro superior imobilizado com gesso grande e
úmido, em relação ao kVp e mAs, é:

a) triplicar o mAs e aumentar 5-7 kVp;


b) duplicar o mAs ou aumentar 8-10kVp;
c) aumentar3-4kVp;
d) duplicar o mAs e aumentar8-10kVp;
e) aumentar 5-7kVp.

40 - As partes mais bem demonstradas, na posição


axiolateral, são:

a) incidência lateral do acetábulo, e da cabeça, colo e


área trocantérica do fêmur;
b) partes associadas ao ílio, ísquio, e púbis;
c) cintura pélvica, L 5, sacro e cóccix;
d) sacro e cóccix, colos e trocanteres maiores do fêmur;
e) acetábulo e margem da cabeça do fêmur incluindo a
fóvea da cabeça.

GABARITO
Cargo: Técnico em Radiologia
Prefeitura Municipal de queimados

01- A 02- B 03- C 04- C 05- B 06- A 07- C 08- D 09- A 10- B
11- B 12- C 13- B 14- A 15- C 16- C 17- A 18- D 19- D 20- E
21- C 22- B 23- C 24- C 25- E 26- A 27- D 28- E 29- B 30- E
31- C 32- A 33- D 34- A 35- D 36- B 37- E 38- C 39- B 40- A

UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002


Cargo: Técnico em Radiologia – 1 / 5 É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.

IMPORTANTE

De acordo com o comando de cada uma das questões de 1 a 25, marque, na folha de
respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO;
o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO; ou o campo designado
com o código SR, caso desconheça a resposta correta. Marque, obrigatoriamente, para cada
item, um, e somente um, dos três campos da folha de respostas, sob pena de arcar com os
prejuízos decorrentes de marcações indevidas. A marcação do campo designado com o
código SR não implicará apenação. Para as devidas marcações, use a folha de rascunho e,
posteriormente, a folha de respostas, que é o único documento válido para a correção das
suas provas.

LÍNGUA PORTUGUESA
QUESTÃO 1
Em 1895, Wilhelm Konrad Von Röntgen, quando estudava válvulas de raios catódicos,
descobriu acidentalmente os raios X. 1
Verificou que um fenômeno acontecia fora da válvula e fazia brilhar no escuro focos
fluorescentes. Eram raios capazes de
impressionar chapas fotográficas através de papel preto. Produziam fotografias que
revelavam moedas nos bolsos e os ossos das
mãos. Esses raios, até então desconhecidos, foram chamados simplesmente de “X”. Por
essa descoberta, o cientista recebeu, 4
em 1901, o primeiro prêmio Nobel de Física da História.
Almanaque Abril, 1995, p. 664.
Em relação ao texto acima, julgue os itens a seguir.
Ø A substituição de “quando estudava” ( R .1) por enquanto estava estudando mantém o
período gramaticalmente correto.
Ù As formas verbais “Eram” ( R .2), “Produziam” ( R .3) e “revelavam” ( R .3) têm o
mesmo sujeito.
Ú A expressão “impressionar” ( R . 3) está sendo usada com o sentido figurado de
vislumbrar.
Û Caso a expressão “o cientista” ( R .4) fosse substituída pelo pronome ele, a coesão e a
coerência do texto ficariam prejudicadas.
Ü Pode-se inferir do texto que o cientista recebeu o prêmio Nobel de Física mais de uma
vez.
QUESTÃO 2
Em Goiânia, em 1987, Devair Alves Ferreira, ao 1
abrir uma cápsula que se encontrava em seu ferro-velho,
teve contato com o material radiativo césio-137.
Em decorrência do acidente, mais de 240 pessoas 4
ficaram contaminadas e várias morreram de doenças
degenerativas. Devair morreu de insuficiência hepática,
renal e respiratória em 1994. 7
Ibidem , p. 43-4 (com adaptações).
A respeito do texto acima, julgue os itens que se seguem.
Ø A expressão “ao abrir” ( R .1-2) pode ser substituída por
quando abriu, por abrir ou enquanto abria sem que
haja prejuízo gramatical para o período.
Ù Devair morreu intoxicado imediatamente após o acidente
ocorrido em Goiânia.
Ú Infere-se do texto que as cápsulas que contêm césio-137,
quando se tornam inúteis, devem ser vendidas como
ferro-velho.
Û A expressão “Em decorrência” ( R .4) pode, sem prejuízo
para a correção gramatical, ser substituída por uma das
expressões: Como conseqüência e Por causa.
Ü O acidente pode ser qualificado como radiativo, radioativo
ou radiológico.
QUESTÃO 3
Por volta do ano 1000 a.C., a Nicotiana tabacum era 1
utilizada apenas em cerimônias e rituais indígenas. Atualmente,
3 mil anos depois, ela faz parte da vida de 1,1 bilhão de pessoas
mundo afora e está associada a 4 milhões de mortes anualmente, 4
segundo a Organização Mundial da Saúde. O nosso país soma
30,6 milhões de fumantes, sendo que 2,4 milhões deles têm entre
15 e 19 anos — faixa etária na qual 90% dos dependentes dão as 7
primeiras tragadas.
Foi nos anos 60 do século passado que apareceram os
primeiros estudos associando o cigarro a doenças. Hoje, com 10
pesquisas cada vez mais intensas e difundidas, a legislação vem
fechando o cerco. O tabagismo é uma doença crônica que exige
tratamento, pois a nicotina muda o funcionamento cerebral. 13
Luísa de Oliveira. Internet: <www.uol.com.br/revistasaude>. Acesso em 2/5/2002 (com
adaptações).
Julgue os itens seguintes quanto às idéias e estruturas do texto acima.
Ø A relação entre as idéias do primeiro e as do segundo período do
texto é de conseqüência.
Ù Desde o período histórico anterior a Cristo, já eram conhecidos
os efeitos nocivos do tabagismo.
Ú A expressão “na qual” ( R .7) pode ser substituída por em que, sem
prejuízo para a correção do período.
Û A forma verbal “associando” ( R .10) pode ser substituída por que
associavam e o texto permanece gramaticalmente correto.
Ü Em “cigarro a doenças” ( R .10), o sinal indicativo de crase não foi
usado porque não há a presença de artigo.
UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002
Cargo: Técnico em Radiologia – 2 / 5 É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
QUESTÃO 4
De tragada em tragada, o fumante despacha um 1
verdadeiro coquetel mortal para dentro do pulmão.
“Há 4.720 substâncias tóxicas já identificadas no cigarro.
Oitenta delas são cancerígenas”, contabiliza o 4
pneumologista José Rosemberg, professor da Pontifícia
Universidade Católica de São Paulo e presidente do
Comitê Coordenador do Controle do Tabagismo no Brasil. 7
Arsênico, níquel e benzopireno, encontrados no alcatrão,
estão entre as que detonam tumores. Sem falar na famosa
nicotina. Essa, além de câncer, infarto e enfisema 10
pulmonar, cumpre a terrível função de garantir a
dependência. É ela que faz o fumante acender mais um e
mais um e mais um. 13
Idem , ibidem (com adaptações).
No que se refere às estruturas do texto acima, julgue os itens
a seguir.
Ø A palavra “despacha” ( R .1) está sendo utilizada no texto
com o mesmo significado de envia, leva.
Ù Na linha 9, o pronome demonstrativo “as” refere-se à
expressão anteriormente utilizada: “substâncias tóxicas”
( R .3).
Ú As palavras “Essa” ( R .10) e “ela” ( R .12) têm o mesmo
referente.
Û A forma verbal “faz” ( R .12) está sendo empregado com o
sentido de produz.
Ü O último período permaneceria gramaticalmente correto e
coerente com as idéias do texto se fosse assim reescrito: É
a nicotina que leva o fumante à acender um cigarro
após o outro.
QUESTÃO 5
Julgue os fragmentos de texto abaixo quanto à pontuação e à
correção gramatical.
Ø Suspender o cigarro durante a gestação é obrigatório.
Explica-se: o risco de aborto torna-se 70% maior — o
tabaco atrapalha a mobilidade dos cílios das trompas, o
que faz o óvulo estacionar ali mesmo.
Ù Já os problemas com o bebê propriamente dito são
inúmeros. Ele, fatalmente nasce com baixo peso. A final,
há menos nutrientes, chegando ao feto.
Ú A formação de seu pulmão, também corre perigo, o que
pode provocar morte súbita após ao nascimento.
Û Estudos indicam ocorrência de lesões respiratórias e
nervosas, além de defeitos congênitos, como lábio
leporino, fenda palatina e estrabismo.
Ü O quociente de inteligência de filhos de gestantes fumantes
é menor para habilidades gerais, compreensão de leitura e
matemática.
Itens adaptados de Luísa de Oliveira. Internet:
<www.uol.com.br/revistasaude>. Acesso em 2/5/2002.
CONHECIMENTOS GERAIS
QUESTÃO 6
Depois de 500 anos de dominação portuguesa, 25 anos de
luta contra a ocupação indonésia e dois anos e meio sob
administração da ONU, finalmente os timorenses puderam tomar
as ruas de Dili, a capital, para festejar a paz e a liberdade.
Xanana Gusmão, o líder da resistência e ex-guerrilheiro, eleito
com mais de 80% dos votos, assumiu, no dia 20 de maio, a
Presidência do mais novo país do mundo: a República
Democrática do Timor Leste.
Roberto Candelori. Timor Leste é o mais novo país do mundo. In : Folha
de S. Paulo, caderno FOVEST, 30/5/2002, p. 7 (com adaptações).
Com base no texto, julgue os itens abaixo, relativos a esse assunto.
Ø O surgimento do mais novo país do mundo, o Timor Leste, se fez
em meio a desgastante luta, muitas mortes e desorganização de
sua economia.
Ù Para que fosse superada a resistência indonésia a aceitar a
independência do Timor Leste, foi vital a presença de tropas e de
técnicos da ONU.
Ú A opinião pública internacional que torceu pela independência
do povo timorense lamentou a forma pela qual se deu a escolha
do primeiro governo do jovem país: eleição indireta e
supervisionada pela ONU.
Û Parte da população timorense fala o idioma português, herança
dos cinco séculos de colonização lusitana na região.
Ü O Brasil participou do esforço de construção do Timor Leste
como país independente, enviando tropas para garantir a paz na
região.
QUESTÃO 7
A 17.ª edição da Copa do Mundo, a primeira realizada no 1
continente asiático e sediada, de maneira inédita, por dois países,
confirma a tese segundo a qual o futebol é, em termos de cultura
popular, um dos maiores fenômenos que o século XX produziu. 4
O futebol incorporou o espírito desenvolvido pela economia
contemporânea. Muito mais que a dimensão lúdica, ele penetra
no mundo dos negócios, quer pelo volume de recursos que 7
movimenta a cada temporada, quer por sua própria
transformação em indústria do espetáculo.
Antonio J. Barbosa. Campeonato globalizado. In : Correio
Braziliense, caderno Gabarito, 10/6/2002, p. 12 (com adaptações).
Tomando como base o texto, julgue os itens seguintes, relativos ao
futebol contemporâneo.
Ø Para a realização da Copa do Mundo de 2002, algo impensável
aconteceu há alguns anos na geopolítica asiática: Coréia do
Norte e Coréia do Sul uniram-se para sediar os jogos, juntamente
com o Japão.
Ù Pode-se avaliar o futebol como fenômeno da cultura popular
contemporânea, entre outras medidas, pelo interesse jornalístico
que suscita e pela quantidade de ouvintes e telespectadores que,
pelo mundo afora, acompanham as transmissões dos jogos.
Ú O texto afirma que o futebol perdeu sua função de
entretenimento e de diversão popular, tragado que foi pelos
enormes interesses empresariais e financeiros que o cercam na
atualidade.
Û Ao incorporar o espírito desenvolvido pela economia
contemporânea, o futebol marcha contra a maré da globalização,
recusando-se ao excesso de profissionalismo como forma de
preservar suas características de esporte essencialmente popular.
Ü Para se transformar em “indústria do espetáculo” ( R .9), o futebol
dos dias atuais abriu verdadeira batalha contra as emissoras de
rádio e de televisão, tentando impedir as transmissões dos jogos
para evitar o esvaziamento dos estádios.
UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002
Cargo: Técnico em Radiologia – 3 / 5 É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
QUESTÃO 8
A guerra entre facções criminosas e os ataques a delegacias e a policiais instauraram um
clima de medo no Rio de Janeiro,
gerando uma das piores crises da segurança pública dos últimos anos. Cada vez mais bem
armados — com fuzis e armas de grosso
calibre — os criminosos estão em guerra e, na linha de tiro, cidadãos indefesos e descrentes
do poder público.
Cidade sitiada: insegurança transforma comportamento do carioca. In : Jornal do Brasil.
Caderno especial, capa, 31/5/2002.
A partir do texto, julgue os itens seguintes, referentes a um quadro típico de guerra civil.
Ø Pelas informações disponíveis, pode-se afirmar haver relação entre o aumento da
criminalidade e da violência e a crescente
demanda por drogas ilícitas, em torno das quais prolifera o narcotráfico.
Ù Em geral, é na periferia das grandes cidades que se concentram os grupos criminosos que
atuam no tráfico de drogas. No Rio de
Janeiro, em particular, morros e favelas assistem às guerras entre essas facções criminosas.
Ú Há quem fale em poder paralelo para identificar uma realidade que assusta os cidadãos
indefesos, exercido em áreas nas quais,
por uma série de motivos, o poder público praticamente não atua, deixando o terreno livre à
ação de delinqüentes.
Û O tipo de armamento sofisticado usado pelos narcotraficantes sugere que os lucros de
suas atividades possibilitaram a fabricação
própria de armas, o que torna ainda mais sombrio o quadro de violência hoje existente.
Ü A recente morte do jornalista carioca Tim Lopes, da Rede Globo de Televisão, foi o
estopim que levou o Governo Federal a assinar
medida provisória, unificando as polícias civil e militar e estabelecendo prisão perpétua
para os narcotraficantes.
QUESTÃO 9
A América Latina segue sua História de encontros e desencontros.
Entre os anos 60 e 70 do século passado, conviveu com regimes
políticos autoritários, quase sempre militares. A partir dos anos 80,
reencontrou-se com a democracia, mas o frágil desempenho
econômico evidenciou insatisfações e, em alguns casos, trouxe
crises de acentuada dimensão. A propósito desse cenário
latino-americano contemporâneo, julgue os itens que se seguem.
Ø Fernando Collor, no Brasil, e Alberto Fujimori, no Peru,
tiveram uma trajetória com alguma semelhança: eleitos pelo
voto direto, viram-se afastados do poder em meio a denúncias
de corrupção.
Ù Na Argentina, a presidência do peronista Carlos Menem
esmerou-se na implementação de medidas neoliberais, na ânsia
de inserir a Argentina em uma economia globalizada. A crise
que se seguiu ao seu governo levou o país a um quadro de
quase insolvência.
Ú Na Venezuela, o poderoso apoio obtido junto à classe média e
as estreitas e cordiais relações com os EUA impediram que
Hugo Chávez sucumbisse ao golpe de Estado que os militares
e a grande imprensa local planejaram contra ele.
Û É recente o quadro de guerra civil em que está mergulhada a
Colômbia: apenas há cerca de cinco anos o narcotráfico
pretendeu ampliar seu controle sobre o país, recebendo pronta
resposta das autoridades, apoiadas incondicionalmente pelos
países vizinhos.
Ü No âmbito do MERCOSUL, a grande — e positiva — surpresa
veio do Paraguai: desde que aderiu ao bloco, o país convive
com invejável tranqüilidade política, sem tentativas de golpes
e crises mais pronunciadas.
QUESTÃO 10
Enquanto, de maneira geral, a última década do século XX foi
assinalada pelo predomínio de governos socialdemocratas na
Europa, as eleições ocorridas nos primeiros anos do século XXI
apontam para a reversão desse quadro. Relativamente a esse
novo cenário, julgue os itens subseqüentes.
Ø Nas eleições presidenciais francesas, em 2002, a votação
obtida no primeiro turno pelo candidato Jean-Marie Le Pen
impediu que um socialista, Lionel Jospin, chegasse ao
segundo turno.
Ù Na Itália, a direita chegou ao poder com Silvio Berlusconi,
empresário riquíssimo e defensor de teses que o aproximam
das velhas idéias fascistas de Benito Mussolini.
Ú Embora com pequenas diferenças entre si, partidos e
políticos europeus de direita defendem a integração européia
e, por questões humanitárias, aceitam a convivência com os
imigrantes.
Û O nacionalismo exacerbado das principais lideranças
direitistas européias manifesta-se, por exemplo, na
não-aceitação de uma moeda única na União Européia.
Ü Embora berços do nazismo, a Alemanha e a Áustria atuais
não abrem espaço político para a ação de grupos radicais de
direita, o que distingue esses países do restante da Europa.

UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002


Cargo: Técnico em Radiologia – 4 / 5 É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Texto CE-I – questões 11 e 12
O objetivo dos programas de proteção radiológica é
prover regras, educação e consultoria a respeito de segurança,
as quais servem para minimizar a exposição à radiação
ionizante enquanto promove o uso seguro e efetivo de fontes
de radiação no diagnóstico, na terapia e na pesquisa. A
filosofia deve-se basear no princípio as low as reasonabily
achievable (ALARA), que quer dizer uma radiação tão baixa
quanto se pode ter sem prejudicar o resultado.
Libby Brateman. In : RadioGraphics (com adaptações) .
QUESTÃO 11
A partir do texto CE-I, julgue os itens abaixo.
Ø A fixação da última imagem da fluoroscopia reduz a
radiação.
Ù O tubo da fluoroscopia localizado abaixo do paciente reduz
a dose equivalente.
Ú A intensidade da radiação reduz-se proporcionalmente ao
cubo da distância.
Û Radiações secundárias são emitidas pelo paciente.
Ü O intensificador de imagens deve estar o mais longe possível
do paciente.
QUESTÃO 12
Ainda considerando o texto CE-I, julgue os itens que se seguem.
Ø O bário pode ser melhor proteção radiológica que o chumbo.
Ù O dosímetro deve ser usado por baixo do avental, para medir
a radiação efetivamente recebida.
Ú Regimes errados acarretam aumento da dose a que o paciente
é submetido.
Û As radiografias realizadas no leito acarretam maior exposição
que um exame fluoroscópico.
Ü Qualquer pessoa que acompanhe exames radiológicos deve
usar o dosímetro.
QUESTÃO 13
A respeito da produção e das características dos raios X, julgue
os itens a seguir.
Ø Os raios X são produzidos no cátodo do tubo.
Ù O comprimento de onda dos raios X varia entre 0,1mm e
1,0 mm.
Ú Os raios X são compostos por partículas gama.
Û O ânodo é composto de tungstênio e(ou) molibdênio.
Ü KV refere-se à diferença de potencial entre o ânodo e o
cátodo.
QUESTÃO 14
Em relação à conduta ética, o técnico em radiologia
Ø pode se negar a realizar um exame em paciente com doença
infectocontagiosa.
Ù deve, na ausência do médico, avisar o paciente, ao encontrar
alteração radiográfica.
Ú deve orientar os seus colegas, ao detectar alguma falha em
exames realizados.
Û pode deixar de realizar exames, quando constatar que o
aparelho apresenta defeito grave.
Ü deve anotar no livro de ocorrências todo e qualquer transtorno
ocorrido durante seu plantão.
QUESTÃO 15
No que se refere às radiografias de tórax, julgue os seguintes
itens.
Ø Devem ser sempre realizadas radiografias anteroposteriores
(AP) e em perfil.
Ù Deve ser utilizada baixa voltagem.
Ú A distância foco/filme deve ser maior que 102 cm.
Û O queixo do paciente deve estar o mais elevado possível.
Ü A incidência apicolordótica deve ser realizada em expiração
máxima.
QUESTÃO 16
Em relação às radiografias do abdome, julgue os itens seguintes.
Ø Na rotina para abdome agudo, estão incluídas as incidências
AP prono, AP ortostático e posteroanteriores (PA) de tórax.
Ù Para adultos, deve ser utilizado filme 35 cm × 43 cm.
Ú A incidência AP prono deve ser realizada no final da
expiração.
Û O centro do chassis deve estar no nível da crista ilíaca, na
incidência AP supino.
Ü O paciente deve ficar em pé por pelo menos cinco minutos
antes de realizar a incidência AP ortostático.
QUESTÃO 17
A respeito da identificação de acidentes anatômicos em
radiografias dos membros, julgue os itens abaixo.
Ø Radiografia da articulação metatarso-falangeana é da mão e
do punho.
Ù Radiografia da articulação acromioclavicular é do ombro.
Ú Radiografia da articulação patelofemoral é do joelho.
Û Radiografia do grande trocânter é do tornozelo.
Ü Radiografia do epicôndilo medial é do cotovelo.
UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002
Cargo: Técnico em Radiologia – 5 / 5 É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
QUESTÃO 18
Acerca das radiografias da coluna, julgue os itens a seguir.
Ø A radiografia em AP do cóccix deve ser feita com angulação
caudal.
Ù A radiografia em AP do sacro deve ser feita com angulação
cranial.
Ú A incidência oblíqua da coluna lombar mostra os forames
neurais.
Û A radiografia em AP de L5-S1 deve ser feita com angulação
cranial.
Ü A radiografia em AP da coluna cervical deve ser feita com
angulação cranial.
QUESTÃO 19
Quanto às radiografias do esqueleto torácico, julgue os itens que
se seguem.
Ø O esterno deve ser examinado na incidência póstero-anterior.
Ù A porção posterior das costelas deve ser radiografada em
incidências oblíquas.
Ú As últimas costelas torácicas são mais bem avaliadas em
decúbito.
Û A rotina de exames das costelas inclui radiografia em PA dos
pulmões.
Ü Sempre devem ser radiografados ambos os gradis costais.
QUESTÃO 20
Em relação às radiografias do crânio e dos ossos da face, é
correto afirmar que a incidência
Ø parietoacantial visa avaliar os seios frontais e etmoidais.
Ù submentovértice visa avaliar a mandíbula.
Ú AP axial (Towne) estuda o osso occipital.
Û lateral estuda a sela turca.
Ü súpero-inferior visa estudar o seio frontal.
QUESTÃO 21
Com referência às radiografias das mastóides, julgue os itens
seguintes.
Ø A incidência oblíqua axiolateral examina as células
mastóideas.
Ù O perfil oblíquo posterior visa examinar o conduto auditivo
interno.
Ú A incidência oblíqua axioposterior examina o conduto
auditivo externo.
Û A incidência AP axial (Towne) examina o labirinto ósseo.
Ü O plano coclear é medial, anterior e superior ao vestibular.
QUESTÃO 22
A respeito da seriografia do trato gastrointestinal alto, julgue os
itens subseqüentes.
Ø Na projeção PA do estômago, o bário enche o corpo e o
antro.
Ù Na projeção oblíqua posterior esquerda, o bário preenche
o piloro.
Ú Na projeção AP do estômago, com o paciente em
Tredelenburg, deve-se observar a eventual presença de hérnia
hiatal.
Û Na seriografia de esôfago, estômago e duodeno, o paciente
deve ingerir 150 mL de bário, 30 min antes do exame.
Ü O trânsito do delgado termina quando o contraste atinge a
porção terminal do jejuno.
QUESTÃO 23
Acerca da mamografia, julgue os itens que se seguem.
Ø Os exames são realizados com voltagem entre 25 kV e 30 kV.
Ù A projeção Cleópatra visa a estudo de lesões retroareolares.
Ú A compressão localizada deve ser realizada em plano
ortogonal em relação àquele em que a imagem duvidosa foi
observada.
Û A projeção oblíqua médio-lateral deve mostrar o músculo
peitoral na altura do mamilo.
Ü A técnica de Eklund é destinada a pacientes do sexo
masculino.
QUESTÃO 24
Em relação aos exames do aparelho urinário, julgue os seguintes
itens.
Ø A urografia excretora é iniciada com a injeção venosa de
contraste.
Ù As nefrotomografias devem ser centralizadas a meio caminho
entre os níveis do apêndice xifóide e da crista ilíaca.
Ú Devem ser repetidas radiografias panorâmicas do abdome até
que ambos os ureteres sejam opacificados.
Û A compressão dos ureteres deve ser realizada na altura do
umbigo.
Ü O acesso venoso deve ser mantido até o final do exame.
QUESTÃO 25
Julgue os itens abaixo.
Ø O processamento dos filmes radiográficos dá-se na seguinte
ordem: fixador, revelador, água e secador.
Ù Radiografia de tórax com esôfago contrastado (RCVB) pode
ser realizada antes de tomografia computadorizada.
Ú Pacientes idosos e gestantes têm prioridade no atendimento
em serviço de radiologia.
Û O técnico em radiologia deve assinar a ficha referente a cada
um dos exames realizados.
Ü Um plantonista só pode deixar o serviço no final do
expediente, após a chegada de seu substituto.

GABARITO - UnB / CESPE – FUB Concurso Público – Aplicação: 23/6/2002

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25
1 E C C E E E C C C E C E E E C C - C C E C C C C C
2 E C C C C C C C E C E E C C E E E C E C C C E E C
3 C C E C C C E E E C E C C E C C C E C E E C C C C
4 C E C E E E E C E C E E E C C C E C C E C C E E C
5 E C E E E C E E C E C C E E C E C E C E E C E E C
TÉCNICO EM RADIOLOGIA
Número de Questões: 50 (cinqüenta))
Valor de Cada Questão: 2 (dois) pontos

01.Os raios X são radiações:


A) eletromagnéticas
B) mecânicas
C) ressonânticas
D) elásticas

02.Os raios X podem ser produzidos por feixes de:


A) prótons
B) nêutrons
C) elétrons
D) átomos

03. O tubo de raios X contém um filamento de:


A) chumbo
B) cobre
C) alumínio
D) tungstênio

04. O tubo de raios X é totalmente circundado por:


A) chumbo
B) cobre
C) alumínio
D) tungstênio

05. O gerador que fornece a energia necessária para o tubo de raios X é de:
A) baixa voltagem
B) média voltagem
C) alta voltagem
D) voltagem escalonada

06. O filme radiográfico é uma folha a base de:


A) celulose
B) poliéster
C) gelatina
D) fósforo

07. Os cristais de prata usados na emulsão do filme radigráfico convencional são compostos de bromo e:
A) prata
B) iodo
C) bário
D) fósforo

08. As radiografias digitais para serem obtidas utilizam um sistema de armazenagem através de:
A) manganês
B) gelatina
C) xenônio
D) fósforo

09. Para gerar radiografias diagnósticas de alta qualidade é necessário:


A) controle de pacientes adequados
B) seleção das regiões do corpo
C) controle na identificação do paciente
D) controle de dispersão

10. A radiografia em tempo real é denominada de :


A) radiografia endoscópica
B) radioscopia
C) radiossonografia
D) radiocinesia

11. Os requerimentos técnicos necessários para um sistema de mamografia moderno objetivam visualizar:
A) lesões grandes e de baixo contraste
B) lesões grandes e de alto contraste
C) detalhes pequenos e de baixo contraste
D) pouco detalhe e com nenhum contraste

12. A tomografia computadorizada permite imagens sem reconstrução em cortes:


A) transversais
B) sagitais
C) oblíquos
D) longitinais

13. Os fatores que determinam a qualidade de imagem são:


A) contraste, ruídos e resolução espacial
B) contraste, ruídos e resolução axial
C) contraste, limiar de irradiação e resolução espacial
D) contraste, limiar de irradiação e resolução axial

14. Qualquer componente de sinal de uma imagem que não contém informação útil chama-se:
A) interferência
B) ruído
C) borramento cinético
D) indefinição

15. A habilidade de uma imagem em produzir fielmente pequenos detalhes chama-se resolução:
A) axial
B) integral
C) sagital
D) espacial

16. Os efeitos prejudiciais da radiação ionizante podem ser classificados em:


A) estáticos e dinâmicos
B) estáticos e determinísticos
C) estocásticos e determinísticos
D) estocásticos e dinâmicos

17. O efeito que está associado com um limiar de irradiação abaixo do qual não é observado chama-se:
A) determinístico
B) dinâmico
C) estocástico
D) estático

18. As doses ocupacionais médias efetivas a que radiologistas e técnicos de raios X são expostos, são
respectivamente:
A) 0,31 miliSieverts e 0,66 miliSieverts
B) 0,71 miliSieverts e 0,96 miliSieverts
C) 0, 91 miliSieverts e 0,66 miliSieverts
D) 0,99 miliSieverts e 0,96 miliSieverts

19. O princípio que se refere à menor exposição à irradiação que se pode dar aos pacientes, aos trabalhadores
da saúde e ao público em geral chama-se:
A) MENORADS
B) MINIRX
C) ARRADS
D) ALARA

20. O chumbo padrão de 5 mm reduz a exposição à radiação em:


A) 65%
B) 75%
C) 85%
D) 95%

21. Marque o período em que o feto é mais sensível aos efeitos da radiação.
A) dois a cinco dias
B) duas a cinco semanas
C) cinco a sete semanas
D) oito a quinze semanas

22. No estudo contrastado do trato gastrintestinal com duplo contraste utiliza-se normalmente:

A) iodo e ar
B) bário e ar
C) iodo e bário
D) bário e água

23. O bário é contra-indicado no estudo contrastado do trato gastrintestinal quando se suspeita de:
A) história alérgica
B) edema intestinal
C) perfuração intestinal
D) fístula traqueo-esofágica

24. As estruturas que rotineiramente são estudadas durante uma EED são:
A) esôfago, estômago e duodeno
B) esôfago, piloro e duodeno
C) estômago, piloro e duodeno
D) estômago, duodeno e íleo

25. O meio de contraste utilizado em fistulografia é:


A) dissolúvel
B) lipossolúvel
C) hidrossolúvel
D) insolúvel

26. O critério usado para avaliar uma radiografia de tórax com inspiração adequada é a contagem de:
A) costelas descobertas das cúpulas diafragmáticas
B) vértebras descobertas das cúpulas diafragmáticas
C) vasos descobertos das cúpulas diafragmáticas
D) seios costofrênicos descobertos das cúpulas diafragmáticas

27. O parâmetro de má rotação de uma radiografia de tórax é a distância entre:


A) as vértebras e os processos transversos
B) as escápulas e os processos unciformes
C) as glenóides e os processos laminares
D) as clavículas e os processos espinhosos

28. A preferência de radiografias de tórax em PA ao invés de AP deve-se à menor distorção do tamanho


do(s):
A) pulmões
B) coração
C) hilos
D) vasos

29. Sacos cheios de ar em forma de cachos de uvas na extremidade das vias aéreas distais são chamados de:
A) alvéolos
B) brônquios
C) bronquíolos
D) cissuras

30. A incidência apico-lordótica do tórax projeta as clavículas:


A) sob os ápices pulmonares
B) sobre os ápices pulmonares
C) nos ápices pulmonares
D) entre os ápices pulmonares

31.A radiografia compressiva realizada durante a urografia excretora tem como objetivo melhor visualização
dos:
A) sistemas coletores
B) parênquimas renais
C) vasos renais
D) gases intestinais

32. O teste radiográfico mais sensível para cálculos do trato urinário é:


A) radiografia simples
B) radiografia contrastada
C) ultra-sonografia
D) tomografia computadorizada

33. Os componentes do disco intervertebral são:


A) núcleo cartiloginoso e anel calcificado
B) núcleo calcificado e anel cartilaginoso
C) ânulo pulposo e núcleo fibroso
D) núcleo pulposo e ânulo fibroso

34. O mielograma é um método invasivo de avaliação do con- teúdo de:


A) medulares dos ossos longos
B) canais vertebrais
C) forames cranianos
D) forames intervertebrais

35. A imagem em cachorro do corpo vertebral é formada em radiografias:


A) oblíquas
B) antero-posteriores
C) tangencias
D) laterais

36. As radiografias oblíquas bilaterais cervicais podem ser adi- cionadas para visualizar:
A) o forame neural e as articulações facetárias
B) o forame neural e o espaço discal
C) o espaço discal e as articulações facetárias
D) os processos espinhosos e transversos

37. A posição do nadador é utilizada para visualizar a vértebra cervical:


A) C3
B) C5
C) C7
D) C9

38. O número de pares de raízes nervosas cervicais é:


A) dois
B) quatro
C) seis
D) oito

39. A vértebra T1 pode ser facilmente identificada na incidência em:


A) AP
B) Perfil
C) Oblíqua
D) Axial

40. As articulações de Luschka também são conhecidas como articulações:


A) intervertebrais
B) uncovertebrais
C) inter-espinhosas
D) inter-apofisárias

41. O estudo da invaginação vértebro-basilar estuda a transição:


A) lombo-sacra
B) crânio-cervical
C) dorso-lombar
D) dorso-cervical

42. A uretrocistografia realizada em crianças tem como principal objetivo avaliar:


A) bexiga neurogênica
B) uretrites adquiridas
C) refluxo vésico-ureteral
D) má formação renal congênita

43. As incidências realizadas em uma mamografia de rotina são:


A) crânio-oblíqua e médio-caudal
B) crânio-medial e oblíqua-caudal
C) crânio-caudal e médio-axial-oblíqua
D) crânio-caudal e médio-lateral-oblíqua

44. As radiografias dos seios da face com o objetivo de avaliar níveis líquidos são realizadas em :
A) decúbito ventral
B) decúbito dorsal
C) ortostase
D) decúbito lateral

45. A incidência de Water é também chamada de:


A) mento-naso
B) fronto-naso
C) perfil
D) axial

46. A incidência fronto-naso estuda com melhor precisão os seios:


A) frontais e maxilares
B) frontais e etmoidais
C) frontais e esfenoidais
D) etmoidais e maxilares

47. As mastóides são mais bem avaliadas por:


A) radiografias convencionais
B) radiografias digitais
C) tomografia computadorizada
D) ressonância magnética

48. Radiografias para avaliação de escoliose devem ser realizadas em:


A) decúbito lateral
B) decúbito dorsal
C) decúbito ventral
D) ortostase

49. Os ossos Wormianos apresentam-se no(a):


A) face
B) mastóide
C) calota craniana
D) base craniana

50. A incidência obturatriz é realizada para o estudo do:


A) quadril
B) ombro
C) cotovelo
D) punho

TÉCNICO EM RADIOLOGIA
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25
NU
A C D A C B LA
D D B C A A B D C A B C D D B C A C

26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
A D B A B A D D B A A C D A B B C D C A B C D C A