Vous êtes sur la page 1sur 9

COLÉGIO PEDRO II - UNIDADE SÃO CRISTÓVÃO III

MATEMÁTICA – 3ª SÉRIE – MATEMÁTICA II


COORDENAÇÃO: COORDENADORA: MARIA HELENA M. M. BACCAR

LISTA DE CONES - GABARITO

01) Se o raio da base de um cone reto é 6cm e a altura do cone é 8cm, qual é a medida de sua
geratriz?
Solução.
No cone reto vale a relação: g2 = h2 + r2. Logo de acordo com os
dados, temos:
g 2
=82 +62 ⇒
g =6
4 +
36 ⇒
g =1
00 =
10 c
m

02) Se o raio da base de um cone é 5cm e sua altura é 12cm, calcule seu volume.
Solução.
Ab .h πr 2 .h
O volume do cone é dado pela fórmula: V = = . De acordo com os dados do
3 3
π(5) 2 .(12 )
problema, temos: V = ⇒( 25 )π( 4) =100 π ≈314 cm 3 .
3

03) Um cone reto está inscrito num cubo cuja aresta mede 6cm.
Calcule:
a) a área da base do cone.
b) volume do cone.
c) área lateral do cone.

Solução.

a) Observando a figura vemos que a aresta do cubo vale o diâmetro da base. Logo o raio da

base mede 3cm. Então a área da base do cone será: Ab =πr2 ≅(3,14 )( 3) 2 =28 , 26 cm 2
.

Ab .h πr 2 .h
b) O volume do cone é dado pela fórmula: V = = . A altura do cone vale a aresta
3 3
π(3) 2 .( 6)
do cubo. Logo, temos: V = ⇒(9)π( 2) =18 π ≈56 ,52 cm 3 .
3

c) A área lateral do cone é dada pela fórmula: Al = πrg . A geratriz do cone é calculada de

acordo com a fórmula: g 2


=32 +62 ⇒
g =9 +3
6 ⇒
g =4
5 =3 5c
m
.

Logo a área lateral será: Al =π(3)( 3 5) =9π 5 ≅6


3 , 2c
m 2
.

04) Calcule o volume do sólido representado pela figura.


4 cm

Solução.
8 cm

6 cm
Observando a figura vemos que é preciso calcular o volume do cone e do cilindro.
i) A base do cone é a mesma do cilindro e possui raio de 3cm. Sua altura vale 4cm. Logo,

π(3) 2 .( 4)
Vcone = =(3)π( 4) =12 π ≈37 ,68 cm 3 .
3

ii) O volume do cilindro é dado pela fórmula: V = Ab .h = πr .h . A altura do cilindro vale 8cm
2

e a área da base é a do cone. Logo, temos: Vcilindro =π(3) 2 .( 8) = 2 )π≈


(7 2
26 , 2cm 3
.

iii) O volume da figura é a soma dos volumes: V figura =7 ,7 +


3 2
26 ,2 =2
63 ,9c
m 3
.

05) Calcule a área total de um cone reto de 4 cm de altura e 15π cm2 de área lateral.

Solução.
A área total do cone é calculada com: At = πrg + πr e a área lateral por Al = πrg . No cone
2

vale ainda a relação entre geratriz, raio e altura: g2 = r2 + h2. Temos:

15
i) Al =πrg =15 π ⇒rg =15 ⇒r = . Substituindo na relação da geratriz, vem:
g

2
15 
g 2 = r 2 + 42 ⇒ g 2 = 
g  +16 ⇒ g = 225 +16 g
4 2

 
ii) y 2 −16 y − 225 = 0 ⇒ ( y − 25 )( y + 9) = 0 . Calculando com y = g2 (biquadrada)
y = 25 ⇒ g = 25 = 5
y = −9 ⇒ g ∉ R

15 15
iii) O raio será então: r =
g
=
5
=3.

Logo a área total será: At =πrg +πr2 =15 π+π(3) 2


=24 π≅75 ,36 cm 2
.

06) A área total de um cone reto de 5 cm de raio da base é de 100π cm2. Calcular a altura do
cone.
Solução.
A área total é calculada como: At = πrg + πr
2

75
Logo: At =π(5) g +π(5) 2 =5πg +25 π ⇒100 π =5πg +25 π ⇒5 g =75 ⇒g = =15 .
5

A altura do cone é com a fórmula: h2 =g2 −


r2 =2
25 −
25 ⇒
h =2
00 =
10 2 ≅
14 ,1c
m .

07) Calcule a área da base de um cone reto de 6 cm de altura e 10 cm de geratriz.

Solução.
No cone reto vale a relação: g2 = h2 + r2. Logo de acordo com os dados,
temos: 1
0 2
=62 +r2 ⇒r =1
00 −3
6 ⇒r =6
4 =8c
m

A área da base é: Ab =πr2 =π(8) 2 =64 π≅200 ,96 cm 2


.
08) Calcule o raio da base de um cone reto cuja geratriz mede 13cm e cuja área total é de
90π cm2.
Solução.

At = πrg + πr 2
At = π (r )(13 ) + π (r ) 2 = 90 π ⇒ r 2 +13 r − 90 = 0 ⇒( r +18 )( r − 5) = 0
Resposta: R = 5cm.
r =5
r = −18 ∉ R.

09) Determinar a medida da altura de um cone cuja geratriz mede 10 cm sendo 12 cm o diâmetro
de sua base.

Solução.
No cone reto vale a relação: g2 = h2 + r2. Logo de acordo com os dados,
h
observamos que o raio vale 6cm. Temos:
1
0 2
=h2 +62 ⇒h =1
00 −3
6 ⇒h =6
4 =8c
m

10) Determinar a medida do diâmetro da base de um cone de revolução cuja geratriz mede 65
cm, sendo 56 cm a altura do cone.

Solução.
O cone de revolução é obtido pela rotação de um triângulo
retângulo ao redor de um dos catetos. Utilizando a relação
g2 = h2 + r2, temos:
5 )2 =
(6 6 )2 +
(5 r2 ⇒r =4
225 −3
136 ⇒r =1
089 =3
3 c
m

Resposta. O diâmetro mede 2.(33) = 66cm.

11) Calcular a medida da altura de um cone de raio r sabendo que sua base é equivalente à
secção meridiana.

Solução.
Cone e secção possuem a mesma área. Então:
b.. h 2πr 2
Aseção = Abase ⇒ = πr 2 ⇒b.h = 2πr 2 ⇒h =
2 b

12) Calcular o raio e a altura de um cone de revolução cujo


desenvolvimento é um semicírculo de raio a.

Solução.
O desenvolvimento de um cone é mostrado na figura com
o ângulo de θ mostrado. Nesse caso não é um semicírculo.
As contas para figura são:
2
g .θrad  g .θrad 
i) 2πr = g .θrad ⇒r = ii) h2 = g 2 − r 2 = g 2 − 
2π  2π 
No caso do ângulo θ = 180º ou π , temos:
2
g 4 g 2 − g 2 3g 2
h2 = g 2 − r 2 = g 2 −   = =
g .π g 2 4 4
i) r =

=
2
ii)
3g 2 g 3
h= =
4 2

13) Determinar a medida do raio da base de um cone de revolução cuja altura mede 3cm e
volume 9π cm3.

Solução.
π(r ) 2 .( h) π( r ) 2 (3)
O volume do cone é: Vcone = = =9π ⇒r 2 =9 ⇒r =3cm .
3 3

Logo, r = 3cm.

14) Determinar a medida do raio da base de um cone de revolução de altura 3cm sendo 16π cm3
o seu volume.

Solução.
π( r ) 2 .( h) π( r ) 2 (3)
O volume do cone é: Vcone = = =16 π ⇒r 2 =16 ⇒r = 4cm . Logo, r = 4cm.
3 3

15) Um cone eqüilátero tem raio da base r. Calcular:


Solução.
a) A área lateral. A área lateral será: Al =πrg =πr ( 2r ) =2πr 2.

b) A medida em radianos do ângulo do setor circular equivalente à


superfície lateral. O setor determina um arco de comprimento  = rα .

l 2πr
O ângulo então é dado por: α= = =π.
g 2r

c) A área total. A área total será: At =Al +Ab =πrg +πr2 =πr(g +r) =πr ( 2r +r) =3π
r 2.

π(r ) 2 .( h) π(r ) 2 (r 3 ) πr 3 3
d) O volume. O volume será: V =
3
=
3
=
3
.

16) A geratriz de um cone mede 14cm e a área da base 80π cm2. Calcule a medida da altura do
cone.
Solução.
A área da base é: Ab =πr2 =80 π⇒r = 80 =4 5cm 2
.

No cone reto vale a relação: g2 = h2 + r2. Logo, de acordo com os dados, temos:
1
4 2
=h2 +(4 5)2 ⇒h =1
96 −8
0 ⇒h =1
16 =2 2
9 c
m

17) Determinar a medida da área lateral de um cone eqüilátero sendo 20cm a medida da sua
geratriz.

Solução.
No cone eqüilátero, a geratriz vale o diâmetro. Pelo desenho identificamos o raio igual a
10cm. Calculando a área lateral, vem:
π
Al =r
g π
= (1 0 ) =
0 )( 2 2
00 π≅6
28 c
m .

18) Determinar a medida da área lateral e da área total de um cone de revolução sabendo que
sua altura mede 12cm e sua geratriz 13cm.

Solução.
Calculamos o raio: 1
3 2
=1
2 2
+(r ) 2 ⇒r =1
69 −
14
4 ⇒r = 2
5 =5c
m

i) A área lateral é: Al =π 3 ) =
(5)( 1 6
5 π≅204 ,1cm 2
.

ii) A área total é: At =Al +Ab =65 π+π(5) 2 =65 π+25 π=90 π≅282 ,6cm 2
.

19) Determinar a medida da altura um cone eqüilátero cuja área total mede 54π cm2.

Solução.
No cone eqüilátero a área total é dada por: At =Al +Ab =πr ( 2r ) +πr 2 =3πr 2. Temos:

54
i) At =3πr 2 =54 π ⇒r 2 = =18 ⇒r = 18 =3 2cm 2 . A geratriz vale g =2r =2(3 2) =6 2c
m
3

ii) h2 =g 2
−r2 ⇒h2 =(6 2)2 −(3 2)2 ⇒h =7
2 −
18 =5
4 =3 6c
m .

20) Determinar a área total de um cone cuja altura mede 12cm e forma um ângulo de 45° com a
geratriz.
Solução.
r r
Calculamos o raio: tg 45 º =
12
⇒1 =
12
⇒r =12 cm .

Calculamos a geratriz: g 2
=1
2 2
+
12 2
⇒g =2
88 ⇒g =1
2 2c
m .

A área total é:
At =Al +Ab =π(1
2 )( 1
2 2) +π 2 )2 =
(1 1
44 π( 2 +1) ≅1
092 ,1
6 c
m 2
.

21) Um cone tem 8cm de altura e 15cm de raio. Outro cone tem 15cm de altura e 8cm de raio. De
quanto a área lateral do primeiro excede a área lateral do segundo?

Solução. Considere C1 e C2 os cones na ordem


em que aparecem:
i) Geratriz de C1: g =6
4 +
22
5 =2
89 =
17 c
m

ii) Área lateral de C1: Al =π 7 ) =


(15 )( 1 22
5 π
cm 2
.

iii) Geratriz de C2: g =2


25 +
64 =2
89 =
1
7 c
m

iv) Área lateral de C2: Al =π(8)( 17 ) =136 π


cm 2
.

Logo a relação entre o primeiro e o segundo é: 2


25 π−1
36 π=1
19 π
cm 2
.
22) Determinar a medida da altura de um cone sendo 42cm o diâmetro da base e 1050π cm2 sua
área total.
Solução.
Com a área total calculamos a geratriz:
At = πr ( r + g ) = 21π( 21 + g ) =1050 π
1050
21 + g = ⇒ g = 50 − 21 = 29 cm .
21

Calculamos altura: 2
9 2
=h2 +2
1 2
⇒h =8
41 −4
41 ⇒h =4
00 =2
0 c
m .

23) A altura de um cone circular reto cujo raio da base mede r é π r. Sendo 3cm a medida do
apótema do hexágono regular inscrito na base, determine a área da secção meridiana do cone.

Solução.
O apótema do hexágono é a altura do triângulo eqüilátero de lado “x”.
π g
x 3 6 6. 3
Temos: h=
2
=3 ⇒x =
3
=
3. 3
⇒x =2 3cm . r

A secção meridiana possui base 2r = 2x e altura π x. Logo a área é: r

b.h ( 2).( 2 3 ).( 2π 3 ) 24 π


Asec ção = = = =12 π ≅37 ,68 cm 2
.
2 2 2

24) O que ocorre com o volume de um cone de revolução se duplicarmos sua altura? E se
duplicarmos o raio de sua base?

Solução.
π( r ) 2 .( h)
O volume do cone é: Vcone =
3
.

π( r ) 2 .( 2h) π( r ) 2 .( h)
i) Se duplicarmos a altura, temos: V ' cone =
3
=2
3
=2.Vcone .

π( 2r ) 2 .( 2h) π4r 2 .( h)
ii) Se duplicarmos o raio, temos: V ' cone =
3
=
3
=4.Vcone .

25) Determinar o volume de um cone de revolução cuja secção meridiana é um triângulo


isósceles de área 4,8dm2, sendo 3dm a altura do cone.

Solução.
A secção meridiana possui a mesma altura do cone. Logo, temos:
b.h 9,6
Asec ção =
2
=4,8 ⇒3b =9,6 ⇒b =
3
=3,2 dm . O raio da base do cone vale 1,6dm.

π(1,6) 2 .( 3) π( 2,56 )( 3)
O volume do cone é: Vcone = = =2,56 π ≅8dm 3 .
3 3

26) O raio da base de um cone mede 12cm. Sabendo que a altura forma um ângulo de 60° com a
geratriz do cone, determine sua área lateral.

Solução.
12 12 12 3
Calculamos a altura: tg 60 º =
h
⇒ 3 =
h
⇒h=
3
=4 3cm .
Calculamos a geratriz:

g 2
=(4 3) 2 +
12 2
⇒g =4
8 +
14
4 ⇒g =1
92 =8 3c
m .

A área lateral é: Al = (1 π
2 )( 8 3) =9
6 3π≅1
66 ,0
8 π≅5
21 ,4
9 c
m 2
.

27) Determine a área lateral de um cone sendo 3cm sua altura e 5cm a soma da medida da
geratriz com o raio da base.

Solução.

De acordo com os dados e as relações entre geratriz e raio do cone, temos:

 g + r = 5  g + r = 5⇒ g = 5− r
 2 2 2⇒  2 2 2 2 2 2 Substituindo o valor de “g” na 2ª equação, vem:

g = h + r g = h + r ⇒ g = 3 + r
(5 −r) 2 =9 +r2 ⇒5 −
2 0 r +
1 r2 =9 +r2 ⇒
10 r =1
6 ⇒r =1,6c
m . . Logo, g = 5 – 1,6 = 3,4cm.

A área lateral é: Al =π(1,6)( 3, 4) ≅1


7 ,0
8 cm 2
.

28) O raio da base de um cone mede 3cm. A área total do cone é igual a área de um círculo cujo
diâmetro é o dobro da diferença entre a geratriz e o raio da base do cone. Determinar a medida da
geratriz.

Solução.
2 2
D   2( g − r ) 
Área do círculo: Acírculo =π  =π  =π( g − r )
2

2   2 

At =πr ( g + r ) =π( g −r ) 2 ⇒πrg +πr 2 =πg 2 −2πgr +πr 2


Pelos dados: 3πrg =πg 2 ⇒g =3r =3(3) =9cm .
Resposta: g = 9cm.

29) A geratriz de um cone de revolução forma com o eixo do cone um ângulo de 45°. Sendo A a
área da secção meridiana do cone, calcular sua área total.

Solução.
Pelos dados, h = r (triângulo retângulo isósceles)
b.h ( 2r ).( r )
Área da secção: Aseção =
2
=
2
=r 2 = A.

Calculamos a geratriz: g 2
=r2 +r2 ⇒g =r 2c
m .

A área total é: At =Al +Ab =πr(g +r) =πr (r 2 +r) =πr2( 2 +1) =Aπ( 2 +1).
30) Determinar a área lateral de um cone de revolução de altura 8 cm e volume 60π cm3.

Solução.

π( r ) 2 .( 8) 180 3 5 3 5. 2 3 10
O volume do cone é: Vcone = =60 π ⇒r = = = = .
3 8 2 2. 2 2

90 256 +90 246 173


Cálculo da geratriz: g 2 = h 2 +r 2 ⇒g = 64 +
4
=
4
=
4
=
2
cm .

3 10 173 3π 865
A área lateral é: Al =π( )( ) = ≅138 ,60 cm 2 .
2 2 2

31) Calcular a área total de um cone de revolução em função da área de sua secção meridiana A,
sabendo que a geratriz do cone forma um ângulo de 30° com a altura do cone.
Solução.
r 1 r
Calculamos a geratriz: sen 30 º =
g
⇒ = ⇒g =2r.
2 g

2r 3
Logo, o cone é eqüilátero: h=
2
⇒h = r 3.

l2 3 ( 2r ) 2 3 4r 2 3 A 3
Área da secção: Aseção =
4
=
4
=
4
=r 2 3 = A ⇒r 2 =
3

3 Aπ 3
A área total é: At = Al + Ab =πr ( g +r ) =πr ( 2r +r ) =3πr 2 =
3
= Aπ 3 .

32) Determinar o ângulo central de um setor circular obtido pelo desenvolvimento da superfície
lateral de um cone cujo raio da base mede 1 cm e altura 3 cm.

Solução.
Calculamos a geratriz: g 2
=h2 +r2 =
12 +
32 =
10 ⇒
g =1
0 c
m

2π r 2π(1) 2π 10 π 10
O ângulo central é: θrad = = = = rad .
g 10 10 . 10 5

33) A planificação da superfície lateral de um cone de revolução é um setor circular de 90°.


Calcule a razão entre o raio da base do cone e a geratriz.

Solução.
Sendo o setor determinado pelo ângulo e a geratriz, o comprimento do arco é:
πg
l =αrad .g = . Igualando com o comprimento da circunferência, temos:
2

g
πg πg g
r g g 1
l= = 2πr ⇒r = = . Logo a razão pedida é:
2 4π 4 = 4 = . = .
g g 4 1 4

34) Determinar o ângulo central de um setor circular obtido pelo desenvolvimento da superfície
lateral de um cone cuja geratriz mede 18 cm e o raio da base 3 cm.

Solução.
2πr 2π(3) π
O ângulo central é: θrad = = = .
g 18 3