Vous êtes sur la page 1sur 31

o

anglo

resolve

a prova de Conhecimentos Gerais da UNESP

É trabalho pioneiro.

Prestação de serviços com tradição de confiabilidade. Construtivo, procura colaborar com as Bancas Examinadoras em sua tare-

fa de não cometer injustiças. Didático, mais do que um simples gabarito, auxilia o estudante no processo de aprendizagem, graças a seu formato: reprodução de cada questão, seguida da resolução elaborada pelos professores do Anglo. No final, um comentário sobre as disciplinas.

A Universidade Estadual Paulista — Unesp — tem unidades instaladas em

várias cidades do estado de São Paulo: Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Botucatu, Franca, Guaratinguetá, Ilha Solteira, Jaboticabal, Marília, Presi-

dente Prudente, Rio Claro, São José dos Campos, São José do Rio Preto

e São Paulo.

Seu vestibular é realizado pela Fundação Vunesp, em uma única fase. São 3 provas (cada uma valendo 100 pontos), a serem realizadas em até 4 horas, em dias consecutivos, assim constituídas:

1º dia: Prova de Conhecimentos Gerais (peso 1), comum para todas as áreas, com 84 testes de múltipla escolha divididos igualmente entre Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia, História e Língua Es- trangeira (Inglês ou Francês).

2º dia: Prova de Conhecimentos Específicos (peso 2), com 25 questões discursivas. As disciplinas que compõem essa prova variam conforme a área pela qual o candidato optou:

Área de Ciências Biológicas — Biologia (10 questões), Química (6 ques- tões), Física (5 questões) e Matemática (4 questões). Área de Ciências Exatas — Matemática (10 questões), Física (9 questões) e Química (6 questões). Área de Humanidades — História (10 questões), Geografia (9 questões)

e Língua Portuguesa (6 questões).

3º dia: Prova de Língua Portuguesa (peso 2), comum para todas as áreas, constando de 10 questões discursivas e uma redação.

A nota final é a média ponderada das provas.

Observação: A Unesp utiliza a nota dos testes do ENEM, aplicando-a se-

gundo esta fórmula:

, em que CG é a nota da prova de Co-

nhecimentos Gerais e E é a nota do ENEM. O resultado só é levado em conta quando favorece o candidato.

nhecimentos Gerais e E é a nota do ENEM. O resultado só é levado em conta

4

×

CG

+

1E

5

nhecimentos Gerais e E é a nota do ENEM. O resultado só é levado em conta

ÁÁÁ

TTT

III

AAA

AAA

MMM

TTT

MMM

EEE

CCC

Questão 1

Um advogado, contratado por Marcos, consegue receber 80% de uma causa avaliada em R$200000,00 e cobra 15% da quan- tia recebida, a título de honorários. A quantia, em reais, que Marcos receberá, descontada a parte do advogado, será de

A) 24000.

B) 30000.

C) 136000.

D) 160000.

E) 184000.

Resolução:

Quantia recebida: (80% de R$200.000,00) = R$160.000,00.

• Honorários: (15% de R$160.000,00) = R$24.000,00. Marcos receberá R$160.000,00 – R$24.000,00, isto é,

R$136.000,00.

Questão 2

Na convenção de um partido para lançamento da candidatura de uma chapa ao governo de certo estado havia 3 possíveis candidatos a governador, sendo dois homens e uma mulher, e 6 possíveis candidatos a vice-governador, sendo quatro homens e duas mulheres. Ficou estabelecido que a chapa governador/vice-governador seria formada por duas pessoas de sexos opos- tos. Sabendo que os nove candidatos são distintos, o número de maneiras possíveis de se formar a chapa é

A) 18.

B) 12.

C) 8.

D) 6.

E) 4.

Resolução:

Devemos ter governador homem e vice mulher ou governador mulher e vice homem. Assim, 2 2 + 1 4 = 8 maneiras.

Questão 3

Para uma partida de futebol, a probabilidade de o jogador R não ser escalado é 0,2 e a probabilidade de o jogador S ser escalado é 0,7. Sabendo que a escalação de um deles é independente da escalação do outro, a probabilidade de os dois jogadores serem escalados é:

A) 0,06.

B) 0,14.

C) 0,24.

D) 0,56.

E) 0,72.

Resolução:

A probabilidade de R ser escalado é 0,8. Assim, a probabilidade de os dois jogadores serem escalados é: P = 0,8 0,7 = 0,56

Questão 4

Se z = (2 + i) (1 + i) i, então z , o conjugado de z, será dado por

A) –3 – i.

B) 1 – 3i.

C) 3 – i.

Resolução:

z

= (2 + i)(1 + i) i

z

= (2 + 2i + i + i 2 ) i

z

= (1 + 3i) i

z

= i + 3i 2

z

= –3 + i

z = –3 – i

D) –3 + i.

E) 3 + i.

▼▼
▼▼

Questão 5

Considere um pedaço de cartolina retangular de lado menor 10cm e lado maior 20cm. Retirando-se 4 quadrados iguais de lados xcm (um quadrado de cada canto) e dobrando-se na linha pontilhada conforme mostra a figura, obtém-se uma pequena caixa retangular sem tampa. O polinômio na variável x, que representa o volume, em cm 3 , desta caixa é

A) 4x 3 – 60x 2 + 200x. B) 4x 2 – 60x + 200. C) 4x 3 – 60x 2 + 200.

D) x 3 – 30x 2 + 200x. E) x 3 – 15x 2 + 50x.

xcm

20cm 10cm
20cm
10cm

▼▼
▼▼

Resolução:

Do enunciado, constrói-se a caixa retangular representada na figura, cujo volume é V(x), em cm 3 . Logo, V(x) = (10 – 2x)(20 – 2x)x, ou seja, V(x) = 4x 3 – 60x 2 + 200x

x 10 – 2x 20 – 2x
x
10 – 2x
20 – 2x

Questão 6

3 – 60x 2 + 200x x 10 – 2x 20 – 2x Questão 6 Sejam

Sejam A e B matrizes quadradas de ordem 3. Se

A)

B) 6.

24.

C) 3.

D) 1/6.

A = 

123

0

– 11

102

Resolução: 123 detA = 0 − 11 = – 2233 ++= 102 B –1 =
Resolução:
123
detA =
0
11
= –
2233 ++=
102
B –1 = 2A ⇒ detB –1 = det(2A)
ordem 3
Assim:
1
detB –1 = 24
detB =

24

detB 1 = 2 3 detA

= 24 ∴ detB = 24 detB – 1 = 2 3 ⋅ detA e B

e B é tal que B 1 = 2A, o determinante de B será

E) 1/24.

Questão 7

O triângulo PQR, no plano cartesiano, de vértices P = (0, 0), Q = (6, 0) e R = (3, 5), é

A) equilátero.

C) escaleno.

B) isósceles, mas não equilátero.

D) retângulo.

E) obtusângulo.

Resolução:

Do enunciado, temos a figura ao lado:

Aplicando o teorema de Pitágoras no triângulo PTR, temos que:

(PR) 2 = (PT) 2 + (TR) 2

(PR) 2 = 3 2 + 5 2

PR =

34
34

Os triângulos PTR e QTR são congruentes pelo caso lado-ângulo-lado. Logo, PR = QR.

Portanto, sendo PR =

isósceles, mas não equilátero.

34
34

, QR =

34
34

e PQ = 6, o triângulo PQR é

y R 5 P T Q 0 36 x
y
R
5
P
T
Q
0
36
x

Questão 8

A agência Vivatur vendeu a um turista uma passagem que foi paga, à vista, com cédulas de 10, 50 e 100 dólares, num total

de 45 cédulas. O valor da passagem foi 1950 dólares e a quantidade de cédulas recebidas de 10 dólares foi o dobro das de 100. O valor, em dólares, recebido em notas de 100 pela agência na venda dessa passagem, foi

A) 1800.

B) 1500.

C) 1400.

D) 1000.

E) 800.

Resolução:

Sendo x o número de cédulas de 100 dólares, temos:

o número de cédulas de 10 dólares é 2x e o número de cédulas de 50 dólares é 45 – x – 2x, ou seja, 45 – 3x. Do enunciado, temos que 100x + 10 (2x) + 50(45 – 3x) = 1950. Resolvendo essa equação, obtemos x = 10 e, portanto, o valor, em dólares, recebido em notas de 100 foi 1000.

Questão 9

Num período prolongado de seca, a variação da quantidade de água de certo reservatório é dada pela função

q(t) = q 0 2 (–0,1)t

sendo q 0 a quantidade inicial de água no reservatório e q(t) a quantidade de água no reservatório após t meses. Em quantos meses a quantidade de água do reservatório se reduzirá à metade do que era no início?

A) 5.

B) 7.

D) 9.

E) 10.

C) 8.

Resolução:

Do enunciado, temos:

1 q 0 ⋅ 2 (–0,1)t = ⋅ q 0 2 2 –0,1t = 2
1
q 0 ⋅ 2 (–0,1)t =
⋅ q
0
2
2 –0,1t = 2 –1
– 0,1t = –1
t = 10 (meses)

Questão 10

Uma máquina produz diariamente x dezenas de certo tipo de peças. Sabe-se que o custo de produção C(x) e o valor de venda V(x) são dados, aproximadamente, em milhares de reais, respectivamente, pelas funções

em milhares de reais, respectivamente, pelas funções C ( x ) = 2 – cos 

C

(

x

) =

2 – cos

x

6

π

(

eVx

)

= 3

2
2

sen

x

12

π

,

0

x

6

.

) = 3 2 sen  x    12   π , 0

O lucro, em reais, obtido na produção de 3 dezenas de peças é

A) 500.

D) 2000.

B) 750.

E) 3000.

▼▼
▼▼

C)

1000.

Resolução:

C(3)

V(3)

=

=

2 – cos

3

 

π

  

π

=

6

2

2

– cos

= 2 – cos  3   π    π = 6 2

32 sen

3

12

3

π

=

2
2

sen

=

π

4

Assim:

Ou ainda:

L(3) = V(3) – C(3) L(3) = 1000 reais.

Questão 11

2

=

3

= V(3) – C(3) L(3) = 1000 reais. ∴ Questão 11 2 = 3 L(3) =

L(3) = 1 (em milhares de reais)

Uma empresa tem o seguinte logotipo:

(em milhares de reais) Uma empresa tem o seguinte logotipo: Se a medida do raio da

Se a medida do raio da circunferência inscrita no quadrado é 3cm, a área, em cm 2 , de toda a região pintada de preto é

9 π A) 9 – . 4 9 π B) – 18 . 4 9
9
π
A) 9 –
.
4
9
π
B) –
18
.
4
9
π
C) –
18
.
2
9
π
D) –
36
.
4
9
π
E) –
36
.
2

Resolução:

Dado o logotipo, podemos obter uma figura equivalente, composta pelas regiões I e II, cujas áreas são S I e S II , respectivamente. Temos que:

a) S I = 3 2

S I = 9cm 2

T emos que: a) S I = 3 2 ∴ S I = 9cm 2 b)

b) S

II

=

3

1

22

π

3

4

S

II

=

   9

9

π

 

4

cm

2

A área pedida é igual a S I + S II , ou seja,

  18 –

9

π

4

  cm

2

.

3 I 6 3 3 3 II 6
3
I
6
3
3
3
II
6
▼▼
▼▼

Questão 12

Um tanque subterrâneo, que tem a forma de um cilindro circular reto na posição vertical, está completamente cheio com 30m 3 de água e 42m 3 de petróleo. Se a altura do tanque é 12 metros, a altura, em metros, da camada de petróleo é

A)

B)

2π.

7.

D)

E)

metros, da camada de petróleo é A) ➯ B) 2 π . 7. D) E) 8.

8.

8

π .

3

12m

petróleo é A) ➯ B) 2 π . 7. D) E) 8. 8 π . 3

petróleo

água

7 C) π . 3 Resolução:
7
C)
π .
3
Resolução:

Sejam h a altura pedida e S a área da base do cilindro circular reto cujo volume é 72m 3 .

Do volume de petróleo, temos que: S h = 42

Do volume do cilindro circular reto, temos que: S 12 = 72

(1)

De (1) e (2):

reto, temos que: S ⋅ 12 = 72 (1) De (1) e (2): S ⋅ h

S

h

42

=

S

12

72

h

= 7

m

.

(1) De (1) e (2): S ⋅ h 42 = S ⋅ 12 72 ∴ h

(2)

12m

h petróleo água
h
petróleo
água

OOO

OOO III

AAA

GGG

III

BBB

LLL

▼▼
▼▼

Questão 13

A cidade de São Paulo, atravessada por dois grandes rios, Tietê e Pinheiros, e seus inúmeros afluentes, é freqüentemente

assolada por grandes enchentes nos períodos chuvosos. Após as enchentes, seguem-se casos de leptospirose. Um político, em sua campanha, propõe acabar com a doença, adotando as cinco medidas seguintes.

I. Exterminar o maior número possível de ratos.

II. Aplicar semanalmente inseticidas nas margens dos rios.

III. Multar as famílias que acumulam água nos fundos dos quintais.

IV. Evitar o acúmulo de lixo próximo a residências e margens dos rios.

V. Desenvolver campanha para estimular o uso de calçados, principalmente em dias de chuva.

As medidas que, de fato, podem contribuir para acabar com a leptospirose são

A) I e II.

B) II e III.

D) III e V. E) IV e V.

C) I e IV.

Resolução:

A leptospirose é uma doença bacteriana transmitida pela urina de ratos que vivem nos esgotos e em meio ao lixo. A existên-

cia de ferimentos na pele de indivíduos que estiveram em contato com água contaminada favorece a penetração das bacté- rias. Assim, das medidas propostas, as que de fato podem contribuir para evitar novos casos dessa doença são: exterminar os ratos e evitar o acúmulo de lixo.

Questão 14são: exterminar os ratos e evitar o acúmulo de lixo. O destino de uma molécula de

O destino de uma molécula de celulose presente nas fibras encontradas na alface ingerida por uma pessoa, numa refeição, é

A) entrar nas células e ser “queimada” nas mitocôndrias, liberando energia para o organismo.

B) ser “desmontada” no tubo digestório, fornecendo energia para as células.

C) servir de matéria-prima para a síntese da glicose.

D) entrar nas células e ser utilizada pelos ribossomos na síntese de proteínas.

E) ser eliminada pelas fezes, sem sofrer alteração no tubo digestório.

Resolução:

O organismo humano é incapaz de sintetizar a enzima celulase; dessa forma, o polissacarídeo celulose passa sem alterações

pelo tubo digestório e é eliminado pelas fezes.

▼▼
▼▼

Questão 15

Um grupo de estudantes montou o seguinte experimento: quatro tubos de ensaio foram etiquetados, cada um com um número, 1, 2, 3 e 4. Uma planta de egéria (planta aquática) foi colocada nos tubos 1 e 2. Os tubos 1 e 3 foram cobertos com papel alumínio, de modo a criar um ambiente escuro, e os outros dois foram deixa- dos descobertos. Dentro de cada tubo foi colocada uma substância indicadora da presença de gás carbônico, que não altera o metabolismo da planta. Todos os tubos foram fechados com rolha e mantidos por 24 horas em ambiente iluminado e com temperatura constante. A figura representa a montagem do experimento.

constante. A figura representa a montagem do experimento. rolha solução indicadora papel alumínio planta 12 3

rolha

solução

indicadora

papel

alumínio

planta

12

3

4

Sabendo-se que a solução indicadora tem originalmente cor vermelho-clara, a qual muda para amarela quando aumenta

a concentração de gás carbônico dissolvido, e para vermelho-escura quando a concentração desse gás diminui, pode-se afir- mar que as cores esperadas ao final do experimento para as soluções dos tubos 1, 2, 3, e 4 são, respectivamente,

A) amarela, vermelho-clara, vermelho-clara e vermelho-escura.

B) amarela, vermelho-escura, vermelho-clara e vermelho-clara.

C) vermelho-escura, vermelho-escura, amarela e amarela.

D) amarela, amarela, amarela e amarela.

E) vermelho-escura, vermelho-clara, vermelho-escura e amarela.

Resolução:

No tubo 1, a planta não recebe luz e, portanto, apenas respira, liberando o gás carbônico, que faz a solução ficar amarela. No tubo 2, a planta, ao receber luz, executa fotossíntese e retira o gás carbônico da solução, tornando a solução vermelho-es- cura. Nos tubos 3 e 4, não haverá mudanças, e a solução permanecerá vermelho-clara.

▼▼
▼▼

Questão 16

Os vírus são organismos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre os vírus, é correto afirmar que

A) apresentam características fundamentais dos seres vivos: estrutura celular, reprodução e mutação.

B) são seres maiores que as bactérias, pois não atravessam filtros que permitem a passagem de bactérias.

C) são formados por uma carapaça protéica envolvendo o retículo rugoso com ribossomos utilizados na síntese de sua carapaça.

D) são todos parasitas animais, pois não atacam células vegetais.

E) podem desempenhar funções semelhantes aos antibióticos, ocasionando “o lise bacteriano”, e impedir a reprodução das bactérias.

Resolução:

Vírus bacteriófagos provocam lise (destruição) bacteriana e podem ser utilizados no tratamento de infecções causadas por bactérias, desempenhando função semelhante à dos antibióticos.

Questão 17desempenhando função semelhante à dos antibióticos. As figuras a seguir representam dois animais invertebrados,

As figuras a seguir representam dois animais invertebrados, o nereis, um poliqueto marinho e a centopéia, um quilópode

terrestre.

nereis centopéia
nereis
centopéia

Apesar de apresentarem algumas características comuns, tais como, apêndices locomotores e segmentação do corpo, estes animais pertencem a filos diferentes. Assinale a alternativa correta.

A) O nereis é um anelídeo, a centopéia é um artrópode e ambos apresentam circulação aberta.

B) O nereis é um artrópode, a centopéia é um anelídeo e ambos apresentam circulação fechada.

C) O nereis é um asquelminto, a centopéia é um platelminto e ambos não apresentam sistema circulatório.

D) O nereis é um anelídeo, a centopéia é um artrópode e ambos apresentam exoesqueleto.

E) O nereis é um anelídeo, a centopéia é um artrópode, mas apenas a centopéia apresenta exoesqueleto.

Resolução:

Dos dois animais representados na questão apenas a centopéia, que é um artrópode, possui exoesqueleto.

▼▼
▼▼

Questão 18

Considere as cinco situações seguintes.

I. Formação de vários embriões a partir de um único zigoto.

II. O gameta feminino (óvulo) de certos animais se desenvolve formando um novo indivíduo, sem que tenha sido fecundado.

III. Óvulos distintos são fecundados por espermatozóides também distintos, originando zigotos igualmente distintos.

IV. Concepção de um organismo a partir da fusão de um óvulo não fecundado, do qual se retirou o núcleo celular, com o núcleo de uma célula somática retirada de um animal que se deseja copiar.

V. Uma muda de violeta formada a partir de uma única folha que tenha sido destacada de outra planta e plantada em solo úmido e bem adubado.

Tomando-se como referência a definição genética de clone e considerando as situações descritas, podemos dizer que são processos de clonagem:

A) I, apenas.

B) I e II, apenas.

D) I, II, III e IV, apenas. E) I, II, III, IV e V.

C) I, IV e V, apenas.

Resolução:

Clones são cópias geneticamente idênticas de um indivíduo. Sua formação pode ocorrer espontaneamente, por exemplo, quando um zigoto dá origem a vários embriões (gemelaridade, poliembrionia). O processo de propagação vegetativa também pode ser considerado um caso de clonagem, o que ocorre no caso da violeta. Mais recentemente, a técnica da inserção de um núcleo somático no citoplasma de um óvulo enucleado possibilitou a obtenção de clones.

▼▼
▼▼

Questão 19

Observe, inicialmente, as duas cadeias alimentares:

1. árvore preguiças pulgas protozoários.

2. milho roedores cobras gaviões.

Observe os modelos de pirâmides ao lado:

Pirâmide I. Pirâmide II.
Pirâmide I.
Pirâmide II.

É correto afirmar, com relação às cadeias 1 e 2 e aos modelos de pirâmides I e II, que

A) a pirâmide I pode representar tanto o número de indivíduos como a quantidade de energia disponível, em cada nível trófico da cadeia 2.

B) a pirâmide II pode representar tanto o número de indivíduos como a quantidade de energia disponível, em cada nível trófico da cadeia 1.

C) a pirâmide II pode representar a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 2.

D) a pirâmide I pode representar o número de indivíduos em cada nível trófico da cadeia 1.

E) a pirâmide I pode representar o número de indivíduos da cadeia 2, e a pirâmide II, a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 1.

Resolução:

A pirâmide I pode representar o número dos indivíduos de cada nível trófico de uma cadeia alimentar de predadores, como a

indicada pelo número 2. Esse tipo de pirâmide pode, igualmente, expressar a quantidade de energia disponível em cada um

dos níveis, em ambas as cadeias citadas.

Questão 20em cada um dos níveis, em ambas as cadeias citadas. ➯ Leia o texto, que apresenta

Leia o texto, que apresenta quatro lacunas.

Os esgotos são formados, em grande parte, por matéria orgânica, água e energia. Há processos muito antigos de tratamento que

, onde ocorre

Quando fermenta-

, inflamável, explosivo e dotado de grande

quantidade de energia, que pode ser utilizada em motores a explosão ou até como gás combustível.

da por estas bactérias, a matéria orgânica dá origem a um subproduto, o

a fermentação por atividade de bactérias

permitem o aproveitamento da energia dos compostos orgânicos presentes nos esgotos. São processos de

, organismos que dispensam a presença de

As lacunas do texto, se referem, pela ordem, aos termos:

A)

B)

eutrofização

biodigestão

biodigestão

anaeróbicas

anaeróbicas

aeróbicas

O

2

CO 2

O

2

gás sulfídrico.

gás metano.

C)

gás metano.

D) decomposição

E) biodigestão

anaeróbicas

CO 2

aeróbicas

nitrogênio

gás hélio.

gás metano.

Resolução:

A biodigestão efetuada por bactérias em ambiente fechado é um processo anaeróbico (não utiliza oxigênio) que resulta na

produção de gás metano.

▼▼
▼▼

Questão 21

Considerando-se que a cor da pelagem de cobaias é determinada por um par de alelos, que pode apresentar dominância ou recessividade, foram realizados cruzamentos entre esses animais, conforme a tabela.

Cruzamentos

nº de descendentes em uma ninhada

negros

brancos

I branco × branco

0

7

II branco × negro

5

4

III negro × negro

8

0

IV branco × branco

2

7

V negro × branco

0

8

▼▼
▼▼

A análise da tabela permite concluir que

A) no cruzamento I, os pais são heterozigotos.

B) no cruzamento II, são observados dois fenótipos e três genótipos entre os descendentes.

C) no cruzamento III, os genótipos dos pais podem ser diferentes.

D) no cruzamento IV, os pais são heterozigotos.

E) no cruzamento V, podem ocorrer três genótipos diferentes entre os descendentes.

Resolução:

Pela análise do cruzamento IV, conclui-se que o caráter “pêlo negro” é condicionado por um gene recessivo. Assim, os indi- víduos que participaram do cruzamento, ambos brancos, são necessariamente heterozigotos.

Questão 22

A respeito das mutações gênicas, foram apresentadas as cinco afirmações seguintes.

I. As mutações podem ocorrer tanto em células somáticas como em células germinativas.

II. Somente as mutações ocorridas em células somáticas poderão produzir alterações transmitidas à sua descendência, independentemente do seu sistema reprodutivo.

III. Apenas as mutações que atingem as células germinativas da espécie humana podem ser transmitidas aos descendentes.

IV. As mutações não podem ser espontâneas, mas apenas causadas por fatores mutagênicos, tais como agentes químicos e físicos.

V. As mutações são fatores importantes na promoção da variabilidade genética e para a evolução das espécies.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmações corretas.

A) I, II e III.

B) I, III e V.

D) II, III e IV. E) II, III e V.

C) I, IV e V.

Resolução:

Nos organismos de reprodução sexuada, só podem ser transmitidas aos descendentes as mutações ocorridas nas células germinativas. As mutações podem ocorrer de maneira espontânea, ou podem ainda ser induzidas por fatores mutagênicos.

Questão 23ou podem ainda ser induzidas por fatores mutagênicos. Segundo a teoria de Oparin, a vida na

Segundo a teoria de Oparin, a vida na Terra poderia ter sido originada a partir de substâncias orgânicas formadas pela com- binação de moléculas, como metano, amônia, hidrogênio e vapor d’água, que compunham a atmosfera primitiva da Terra. A esse processo seguiram-se a síntese protéica nos mares primitivos, a formação dos coacervados e o surgimento das primeiras células. Considerando os processos de formação e as formas de utilização dos gases oxigênio e dióxido de carbono, a seqüência mais provável dos primeiros seres vivos na Terra foi:

A) autotróficos, heterotróficos anaeróbicos e heterotróficos aeróbicos.

B) heterotróficos anaeróbicos, heterotróficos aeróbicos e autotróficos.

C) autotróficos, heterotróficos aeróbicos e heterotróficos anaeróbicos.

D) heterotróficos anaeróbicos, autotróficos e heterotróficos aeróbicos.

E) heterotróficos aeróbicos, autotróficos e heterotróficos anaeróbicos.

Resolução:

Segundo a hipótese heterotrófica, os primeiros seres vivos teriam sido heterótrofos fermentadores (anaeróbicos). Com o surgi- mento posterior de organismos autotróficos, o oxigênio tornou-se disponível para os seres heterótrofos respiradores (aeróbicos).

▼▼
▼▼

Questão 24

Considere o diagrama, que resume as principais etapas da síntese protéica que ocorre numa célula eucarionte.

Os processos assinalados como 1 e 2 e a organela representados no diagrama referem-se, respectivamente, a

A) transcrição, tradução e ribossomo.

B) tradução, transcrição e lisossomo.

C) duplicação, transcrição e ribossomo.

D) transcrição, duplicação e lisossomo.

E) tradução, duplicação e retículo endoplasmático.

Membrana celular

CITOPLASMA tRNA/aminoácidos núcleo 1 mRNA DNA ORGANELA 2 Membrana nuclear POLIPEPTÍDEOS
CITOPLASMA
tRNA/aminoácidos
núcleo
1 mRNA
DNA
ORGANELA
2
Membrana nuclear
POLIPEPTÍDEOS

Resolução:

A produção de mRNA, a partir de DNA nuclear, é chamada de transcrição. A tradução é a síntese de polipeptídeos, que ocorre na organela ribossomo.

AAA

OOO

RRR

III

FFF

AAA

EEE

GGG

GGG

▼▼
▼▼

Questão 25

Observe o mapa do estado de São Paulo, onde estão representadas gran- des bacias hidrográficas. Assinale a alternativa que apresenta essas bacias enumeradas na ordem crescente.

A) Ribeira do Iguape, Paraná e Parnaíba.

B) Paraíba do Sul, Paranaíba e Ribeira do Iguape.

C) Paraíba do Sul, Ribeira do Iguape e Paraná.

D) Parnaíba, Paraná e Ribeira do Iguape.

E) Paranaíba, Ribeira do Iguape e Tietê.

Resolução:

3 1 2
3
1
2

A questão exige que o candidato simplesmente memorize o nome das bacias hidrográficas que drenam o estado de São Paulo. As bacias representadas, na ordem crescente, são:

1. Paraíba do Sul;

2. Ribeira do Iguape;

3. Paraná.

Questão 26são: 1. Paraíba do Sul; 2. Ribeira do Iguape; 3. Paraná. O mapa representa áreas de

O mapa representa áreas de infiltração em rochas solúveis no

território brasileiro, onde se desenvolvem ambientes subterrâ-

neos que propiciam o aparecimento de peixes adaptados a esses ambientes. Assinale a alternativa que contém o tipo de rocha, a forma de relevo resultante e as condições do ambiente descrito.

A) Granítica; cuesta; falta de oxigênio e abundância de alimentos.

B) Calcárea; caverna; escuridão e escassez de alimentos.

C) Impermeável; canyon; água poluída e escassez de alimentos.

D) Ígnea; escarpa; pouca luminosidade e abundância de alimentos.

E) Permeável; chapada; escuridão e abundância de alimentos.

Resolução:

Maranhão Ceará R. G. do Norte Pará Paraíba Piauí Pernambuco Tocantins Alagoas Sergipe Mato Grosso
Maranhão
Ceará
R. G. do Norte
Pará
Paraíba
Piauí
Pernambuco
Tocantins
Alagoas
Sergipe
Mato Grosso
Bahia
Brasília
Goiás
Mato
Minas
Grosso
Gerais
do Sul
Espírito
São Paulo
Santo
Rio de Janeiro
Paraná
S. Catarina
Rio
Grande
do Sul
Fonte: IB/USP.

Em várias partes do território brasileiro existem áreas formadas por rochas sedimentares do tipo calcárias. Essas rochas, altamente solúveis, sofrem uma fortíssima decomposição devido à ação das águas que se infiltram no solo. Tal quadro aca- ba determinando o aparecimento de um relevo conhecido como cársico, marcado pela ocorrência de cavernas. Nesses am- bientes subterrâneos, desenvolve-se uma fauna própria, adaptada à falta de luz e à escassez de alimentos.

▼▼
▼▼

Questão 27

A Ucrânia concentra o maior percentual de terras agricultáveis da Comunidade de Estados Independentes (CEI), constituin-

do-se em verdadeiro celeiro agrícola, graças à policultura, principalmente pela produção de cereais, grãos, beterraba açucareira e girassol. Assinale a alternativa que indica os fatores responsáveis por esta supremacia.

A) Pradaria, terras férteis negras e melhor distribuição de chuvas.

B) Tundra, zonas irrigadas e invernos com temperaturas amenas.

C) Taiga, terras férteis negras e distribuição irregular de chuvas.

D) Estepe, zonas irrigadas e melhor distribuição de chuvas.

E) Pradaria, zonas irrigadas e invernos com temperaturas amenas.

Resolução:

A Ucrânia, localizada ao norte do Mar Negro, tem a maior parte do seu espaço geográfico dentro da planície Russa, região onde

surgem solos de tchernózion (terras negras). O clima é o temperado continental, com invernos frios e verões amenos.As chuvas, não muito abundantes, distribuem-se ao longo do ano, permitindo o florescimento de uma vegetação essencialmente herbácea (pradarias), que se decompõe durante o inverno, enriquecendo o solo.

▼▼
▼▼

Questão 28

Em maio de 1969, foi aprovada a divisão regional do Brasil em cinco grandes regiões, para fins estatísticos e didáticos. Mais modernamente, o espaço geográfico brasileiro foi dividido em três grandes unidades territoriais. Para estas duas divisões, os critérios utilizados foram, respectivamente:

A) político-administrativo e econômico-fiscal.

B) geoeconômico e político-administrativo.

C) econômico e político-administrativo.

D) político-administrativo e geoeconômico.

E) administrativo e econômico-fiscal.

Resolução:

O uso de diferentes critérios relacionados à divisão do território nacional tem por finalidade gerar melhor compreensão e

planejamento do espaço brasileiro. No tocante à divisão em 5 macrorregiões estabelecida pelo IBGE, um dos parâmetros utilizados para sua concretização é o de ordem político-administrativa (regiões Norte, Centro-Oeste, Nordeste, Sul e Sudeste), respeitando os limites dos estados. Já a divisão em 3 complexos regionais (amazônico, centro-sul e nordestino) revela o uso de critérios que dão maior valor às atividades econômicas, sociais e naturais de cada complexo, não respei- tando, necessariamente, o limite político entre estados.

Questão 29tando, necessariamente, o limite político entre estados. ➯ O clima da Europa Ocidental é bem diferente

O clima da Europa Ocidental é bem diferente do clima da Europa Oriental. Enquanto na primeira os invernos são suaves e os ve-

rões apresentam temperaturas não tão elevadas, na segunda as diferenças sazonais são maiores, com invernos mais rigorosos, tem-

peraturas mais baixas e verões mais quentes. O fator determinante das condições climáticas vigentes na Europa Ocidental é a

A) latitude.

B) maritimidade.

D) atuação da corrente das Canárias. E) predominância de ventos de leste.

C) disposição do relevo.

Resolução:

As condições climáticas da Europa Ocidental, descritas no enunciado, têm como fator determinante a proximidade do mar (maritimidade), principalmente pelo fato de os litorais do continente serem bastante recortados e banhados pelas águas quentes da corrente marítima do Golfo (Gulf Stream), que provocam elevação da umidade relativa do ar.

▼▼
▼▼

Questão 30

O gráfico representa a evolução do percentual de comprometimento da

dívida interna do setor público brasileiro em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) no período 1995-2001. Observando-o, é possível constatar que

A) a partir de 1999, os percentuais de comprometimento do PIB com a dívida interna tiveram crescimento contínuo até 2001.

B) em 1999, registrou-se o maior comprometimento do PIB com a dívi- da interna.

C) em 1995, o comprometimento do PIB com a dívida interna repre- sentava menos da metade do valor alcançado em 2001.

D) em 1997, registrou-se o menor comprometimento do PIB com a dívida interna.

E) nos últimos três anos, quase a metade de toda a riqueza gerada no país estava comprometida com a dívida interna.

44,7

42,3 41,6 35,9 30,5 30,9 26,4 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001
42,3
41,6
35,9
30,5
30,9
26,4
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2001

Fonte: Global Invest, 2002.

Resolução:

Em 1995 o percentual de comprometimento da dívida interna do setor público brasileiro era da ordem de 26,4% do PIB. Esse percentual, nos últimos 3 anos do período destacado (1999/2001), superou a casa dos 40% do PIB.

Questão 31

No litoral brasileiro, do sul da Bahia até o Maranhão, ocorre uma formação constituída por seres vivos que, além de propor- cionar beleza natural, contribui para o aparecimento de importantes ancoradouros naturais. O texto refere-se à presença de

A) restinga.

B) duna.

C) falésia.

D) recife coralígeno.

E) lagoa costeira.

Resolução:

No litoral brasileiro, a maior parte dos recifes aparecem na forma de barreiras paralelas ao litoral, e a minoria, na forma circular (quando são chamados de atol).

A formação coralíngea é resultado da deposição, em torno de uma rocha base, de animais celenterados que posteriormente

agregam calcário em grande quantidade. Esses animais preferem águas rasas e mais quentes, daí sua proximidade com a faixa litorânea. Seu uso como ancoradouro natural é restrito a pequenas embarcações e eventual, pois muitos recifes são praticamente co- bertos nas marés altas.

Questão 32

Dentre as principais atividades extrativistas brasileiras, destacam-se as praticadas nos seringais e castanhais. Assinale a alternativa que contém estados produtores, a região onde estão localizados e os respectivos produtos derivados.

A) Acre e Pará, região Norte; borracha e óleo.

B) Alagoas e Sergipe, região Nordeste; sisal e óleo.

C) Maranhão e Piauí, região Norte; borracha e cereais.

D) Mato Grosso e Goiás, região Centro-Oeste; leguminosas e tanino.

E) Ceará e Rio Grande do Norte, região Nordeste; tanino e borracha.

Resolução:

As seringueiras e castanheiras são árvores típicas da Região Norte, na área de domínio da floresta Amazônica. Nessa região, uma das atividades econômicas mais tradicionais é o extrativismo vegetal, com destaque para os estados do Acre

— onde ocorre a exploração da seringueira, da qual se obtém o látex utilizado para fabricação da borracha — e do Pará

— que tem extração da castanha, importante para a obtenção do óleo.

▼▼
▼▼

Questão 33

Um rio escava seu leito e aprofunda seu vale ao longo do tempo. Assinale a alternativa que contém fatores responsáveis pela maior intensidade deste trabalho.

A) Vazão elevada, pequena velocidade da água escoada e transporte de poucos sedimentos.

B) Baixa pluviosidade, baixa declividade do terreno e pequena velocidade da água escoada.

C) Vazão elevada, alta velocidade da água escoada e transporte de grande quantidade de sedimentos.

D) Baixa declividade do terreno, alta velocidade da água escoada e transporte de grande quantidade de sedimentos.

E) Vazão elevada, baixa declividade do terreno e baixa pluviosidade.

Resolução:

O escavamento do leito e o aprofundamento do vale de um rio devem-se ao processo de erosão fluvial. A maior intensidade

da erosão, em um certo ponto de um rio, é determinada pela conjugação dos seguintes fatores:

• volume de água do rio nesse ponto específico (vazão);

• velocidade da água no local, diretamente relacionada ao grau de inclinação do terreno;

• grau de dureza das rochas do local.

Normalmente, segundo modelos hidrográficos genéricos, os processos erosivos são mais intensos no alto curso (a montante) e raros no baixo curso (a juzante). Nesse último ocorre o processo contrário à erosão, que é a sedimentação. O transporte de sedimentos é relacionado ao grau de inclinação do rio, ao seu volume de água e ao tamanho das partículas que estão em

suspensão em suas águas. Segundo o modelo hidrográfico, o volume de sedimentos aumenta da cabeceira do rio em direção a sua foz, fato que se comprova na prática.

A alternativa considerada como correta inicia-se acertadamente: ela aponta como fatores favoráveis a uma maior

intensidade da erosão a elevada vazão do rio e a alta velocidade da água escoada. Isso é um fato, pois esses processos

desagregam fisicamente as rochas do leito e das margens do rio, facilitando a erosão e produzindo as partículas que ficam em suspensão. Estas são, então, transportadas rio abaixo.

O que está errado é afirmar que o transporte de grande quantidade de sedimentos é um fator de maior intensidade de erosão.

Os rios passam a transportar grande quantidade de sedimentos no seu baixo curso, onde a sedimentação supera o processo de

erosão, pois a diminuição da velocidade de suas águas reduz a sua capacidade de transporte. Nessas áreas, os processos erosivos não se desenvolvem com maior intensidade, mas sim com menor intensidade. Como o rio está

se aproximando de sua foz, a velocidade diminui, e grande quantidade de sedimentos deposita-se em suas margens e no leito.

▼▼
▼▼

Questão 34

O Brasil, de importador de algodão na década de noventa do século XX, passou a ter exportações significativas na atualidade. No mapa, estão destacados os estados produ- tores de algodão para exportação.

Utilizando seus conhecimentos geográficos, assinale a alternativa que indica correta- mente a vegetação nativa da área, o sistema de cultivo e as técnicas principais empre- gadas.

A) Campos de altitude, rotação de terras, baixa mecanização.

B) Coníferas, rotação de cultura algodão/cana-de-açúcar, baixa mecanização.

C) Gramíneas, rotação de terras, tração animal.

D) Floresta caducifólica, rotação de culturas com pastagens artificiais, alta mecanização.

E) Cerrado, rotação de cultura algodão/soja, alta mecanização.

Resolução:

de cultura algodão/soja, alta mecanização. Resolução: F onte: Abrapa , 2002. Em parte dos estados destacados

Fonte: Abrapa, 2002.

Em parte dos estados destacados no mapa, a paisagem vegetal dominante é o cerrado. Nesse domínio houve uma expres- siva expansão, especialmente na última década, da cultura da soja, associada (na forma de rotação de cultura) com o algo- dão. A topografia pouco acidentada característica da região favoreceu a intensa mecanização dessas lavouras.

Questão 35região favoreceu a intensa mecanização dessas lavouras. ➯ Denomina-se erosão a degradação e decomposição das

Denomina-se erosão a degradação e decomposição das rochas e as modificações provocadas pelas variações de temperatura, ação da água e do vento, seu transporte e deposição. Este processo também pode ser induzido ou acelerado pela ação humana. Assinale a alternativa que contém, corretamente, um tipo de erosão e respectiva técnica de controle.

A) Eólica/calagem.

B) Laminar/terraceamento.

C) Pluvial/assoreamento.

D) Glacial/gabiões.

E) Fluvial/desmoronamento.

Resolução:

A erosão laminar caracteriza-se pelo deslizamento de camadas superficiais do solo, geralmente em áreas com alta declivi-

dade, sujeitas ao desmatamento e a chuvas intensas. Uma das técnicas mais utilizadas para o controle desse tipo de erosão é o terraceamento, que corresponde à formação de superfícies horizontais, circundando a àrea de relevo acidentado, em degraus escalonados.

Comentário: GABIÕES (muros de sustentação feitos com pedras arrumadas dentro de uma tela) são técnicas pouco comentadas no ensino médio. A menção a eles gerou uma dificuldade desnecessária nesta prova, destinada à avaliação de conhecimentos gerais.

▼▼
▼▼

Questão 36

Assinale a alternativa que indica a região alemã que se caracteriza por possuir a maior concentração populacional e de indús- trias siderúrgicas, carboquímicas, têxteis e metalúrgicas do país e o nome da bacia hidrográfica onde ela está inserida.

A) Ruhr; rio Elba.

B) Hamburgo; rio Reno.

C) Sttutgart; rio Mosela.

D) Ruhr; rio Reno.

E) Solingen; rio Danúbio.

Resolução:

A mais tradicional região industrial da Alemanha é o Vale do rio Ruhr, que integra a bacia hidrográfica do Reno. Dois fatores

principais favoreceram esse grande desenvolvimento sócio-econômico: as enormes jazidas de carvão mineral que existiam no Vale do Ruhr e a navegabilidade do rio Reno.

ÍÍÍ

III

AAA

FFF

SSS

CCC

Questão 37Í Í Í I I I A A A F F F S S S C

Um veículo A, locomovendo-se com velocidade constante, ultrapassa um veículo B, no ins- tante t = 0, quando B está começando a se movimentar. Analisando os gráficos, pode-se afirmar que

A) B ultrapassou A no instante t = 8s, depois de percorrer 160m.

B) B ultrapassou A no instante t = 4s, depois de percorrer 160m.

C) B ultrapassou A no instante t = 4s, depois de percorrer 80m.

D) B ultrapassou A no instante t = 8s, depois de percorrer 320m.

E) B ultrapassou A no instante t = 4s, depois de percorrer 180m.

Resolução:

v (m/s) 50 40 B 30 A 20 10 0 00 2 4 6 8
v (m/s)
50
40
B
30
A
20
10
0
00
2
4
6
8
10
t(s)

No gráfico v × t, a área representa o deslocamento. Se, no instante t 0 = 0, os veículos estão na mesma posição, eles voltam

a se encontrar em t = 8s, pois as áreas são iguais.

Logo, s A = s B = 160m.

20

v(m/s)são iguais. Logo, ∆ s A = ∆ s B = 160m. 20 A ∆s A

A

∆s A
∆s A
Logo, ∆ s A = ∆ s B = 160m. 20 v(m/s) A ∆s A 8

8 t(s)

v(m/s) 40 B ∆s B 8 t(s)
v(m/s)
40
B
∆s B
8 t(s)

Questão 3820 v(m/s) A ∆s A 8 t(s) v(m/s) 40 B ∆s B 8 t(s) Analise as

Analise as três afirmações seguintes. I. A unidade de força do SI é o newton, símbolo N, definida como: “Força que comunica à massa de um quilograma a aceleração de um metro por segundo, por segundo”. II. A lei da ação e reação, ou terceira lei de Newton, enunciada como “A força exercida por um corpo, A, sobre outro, B, é igual e oposta à força exercida pelo corpo B sobre A”, só é válida quando os corpos A e B estão em contato um com o outro, não podendo ser aplicada a corpos distantes um do outro. III. Dois objetos de materiais diferentes, com a mesma “massa inercial”, à qual se refere a segunda lei de Newton (f = m a), têm a mesma “massa gravitacional”, à qual se refere a lei da atração gravitacional de Newton. Podemos afirmar que

A) apenas I está correta.

B) apenas II está correta.

D) apenas I e III estão corretas. E) apenas II e III estão corretas.

C) apenas III está correta.

Resolução:

I – Correta.

II – Incorreta: o princípio da ação-reação não é válida apenas para forças de contato.

III – Correta.

Observação:

1) Um newton, e não apenas newton, é a intensidade da força, e não apenas a força, que, se fosse aplicada sozinha em um corpo de massa 1kg, causaria aceleração de 1m/s 2 . 2) A equação fundamental da dinâmica (2ª lei de Newton) é uma relação vetorial; portanto, a representação f = ma, como mostra o texto, é incompleta. Além disso, ela relaciona a resultante e a aceleração vetorial, o que não está explícito na afirmação.

14243

Questão 39

Dois atletas estão correndo numa pista de atletismo com velocidades constantes, mas diferentes. O primeiro atleta loco- move-se com velocidade v e percorre a faixa mais interna da pista, que na parte circular tem raio R. O segundo atleta per- corre a faixa mais externa, que tem raio 3R/2. Num mesmo instante, os dois atletas entram no trecho circular da pista, completando-o depois de algum tempo. Se ambos deixam este trecho simultaneamente, podemos afirmar que a velocidade do segundo atleta é

A) 3v.

B) 3v/2.

C) v.

D) 2v/3.

E) v/3.

Resolução:

Admitindo-se que “mesmo trecho circular” caracterize mesmo deslocamento angular dos corpos, a velocidade angular dos dois corpos é a mesma; portanto:

v ′ v ω ′ = ω ⇒ = R ′ R v ′ v
v ′
v
ω
=
ω
=
R ′
R
v ′
v
3
=
v
′ =
3 R
R
2

2

v

Questão 40

A força gravitacional entre um satélite e a Terra é F. Se a massa desse satélite fosse quadruplicada e a distância entre o

satélite e o centro da Terra aumentasse duas vezes, o valor da força gravitacional seria

A) F/4.

B) F/2.

C) 3F/4.

D) F.

Resolução:

A

intensidade da força gravitacional pode ser calculada usando-se a lei de Newton:

F = G

M

T

m

s

d

2

G

= constante universal da gravitação

M

T = massa da Terra

m s = massa do satélite

d = a distância entre o centro da Terra e o satélite

E) 2F.

Se a massa do satélite for quadruplicada e a distância for dobrada,

GM ⋅⋅ 4 m 4 GM ⋅⋅ m GM ⋅⋅ m F’ = T s
GM
⋅⋅
4 m
4 GM
⋅⋅
m
GM
⋅⋅
m
F’ =
T
s
Ts
T
s
=
=
2
22
(
2
d )
4 d
d
F’ = F

Questão 41

Em um centro de treinamento, dois pára-quedistas, M e N, partindo do repouso, descem de uma plataforma horizontal agarrados a roldanas que rolam sobre dois cabos de aço. M se segura na roldana que se desloca do ponto A ao ponto B e N, na que se desloca do ponto C ao D. A distância CD é o dobro da distância AB e os pontos B e D estão à mesma altura em relação ao solo. Ao chegarem em B e D, respectivamente, com os pés próximos ao solo horizontal, eles se soltam das rolda- nas e procuram correr e se equilibrar para não cair, tal como se estivessem che- gando ao solo de pára-quedas.

Desprezando perdas por atrito com o ar e nas roldanas, a razão entre as velocidades finais de M e N, no momento em que

se soltam das roldanas nos pontos B e D, é

A C M N D B
A
C
M
N
D
B
A) 2/2. Resolução:
A)
2/2.
Resolução:

B) 1.

C)

2.
2.

D) 2.

E)

2

2.
2.

Como as perdas por atrito são desprezadas, o sistema é conservativo e as velocidades finais de M e N podem ser deter- minadas como segue:

Logo:

1 2 m v = mgh 2 v = 2 gh v M = 1
1
2
m v
=
mgh
2
v
=
2
gh
v
M
= 1
.
v
N

Questão 42➯ Um corpo A, de massa m e velocidade v o , colide elasticamente com

Um corpo A, de massa m e velocidade v o , colide elasticamente com um corpo B em repouso e de massa desconhecida. Após a colisão, a velocidade do corpo A é v o /2 , na mesma direção e sentido que a do corpo B. A massa do corpo B é

A) m/3.

B) m/2.

C) 2m.

D) 3m.

E) 6m.

Resolução:

ANTES:

DEPOIS:

Numa colisão, o sistema é isolado:

v = v 0 A A → v A ’ = v /2 0 A
v
= v 0
A
A
→
v A ’ = v
/2
0
A
→

v B = 0 v B

v B ’ = ? B →
v B ’ = ?
B
→

Q depois = SIST

Q antes

SIST

m A v A ’ + m B v B ’ = m A v A + m B v B mv 0 /2 + m B v B ’ = mv 0 + m B 0 m B v B ’ = mv 0 /2 I Como a colisão é perfeitamente elástica:

= mv 0 /2 I Como a colisão é perfeitamente elástica: ’–’ v v B A
’–’ v v B A e = = 1 , 0 v – v A
’–’ v
v B
A
e =
=
1 , 0
v
v
A
B
v
’–
v
/ 2
B
0
= 1 , 0
v
– 0
0
v B ’ = 3v 0 /2 II Substituindo-se II em I , vem: 3
v B ’ = 3v 0 /2
II
Substituindo-se II em I , vem:
3 v
mv
0
0
=
=
m / 3
m B
m B
2
2

Questão 43, vem: 3 v mv ⋅ 0 0 = ∴ = m / 3 m B

Um feixe luminoso, constituído de luz azul e vermelha, propagando-se no ar, incide sobre uma superfície de vidro. Sabendo-se que o índice de refração do vidro para a luz azul é maior do que para a vermelha, a figura que melhor representa a refração da luz azul (A) e vermelha (V) é

A) A: azul V: vermelha ar vidro A V Resolução:
A)
A: azul
V: vermelha
ar
vidro
A
V
Resolução:

B)

A: azul V: vermelha ar vidro A V
A: azul
V: vermelha
ar
vidro
A
V

C)

A: azul V: vermelha ar vidro A V
A: azul
V: vermelha
ar
vidro
A
V
D) A: azul V: vermelha ar vidro V A
D)
A: azul
V: vermelha
ar
vidro
V
A

Uma dada radiação monocromática sendo refratada do meio menos refringente (ar) para o meio mais refringente (vidro) tem seu raio refratado, em relação ao incidente, desviado no sentido de se aproximar da reta normal N.

Segundo a lei de Snell:

seni n ar = n vidro senr

Na situação apresentada, os valores de i (ângulo de incidência) e n ar (índice de refração do ar) assumem os mesmos valores tanto para a radiação azul quanto para a radiação vermelha. Assim, a equação acima pode ser escrita por:

n vidro senr = const.

Como n vidro (azul) n vidro (vemelha) , conclui-se que senr (azul) senr (vermelha) (para 0° r 90°)

Assim, r (azul) r (vermelha) .

Portanto, a refração analisada apresenta o esquema ao lado:

E)

A: azul V: vermelha ar vidro V A
A: azul
V: vermelha
ar
vidro
V
A

N

i ar vidro r
i
ar
vidro
r

azul + vermelho

N ar vidro r azul r verm. vermelho azul
N
ar
vidro
r
azul
r
verm.
vermelho
azul

Questão 44

A energia interna U de uma certa quantidade de gás, que se comporta como gás ideal, contida em um recipiente, é propor- cional à temperatura T, e seu valor pode ser calculado utilizando a expressão U = 12,5T. A temperatura deve ser expressa em kelvins e a energia, em joules. Se inicialmente o gás está à temperatura T = 300K e, em uma transformação a volume constante, recebe 1250J de uma fonte de calor, sua temperatura final será

A) 200K.

B) 300K.

C) 400K.

D) 600K.

Resolução:

De acordo com o Primeiro Princípio da Termodinâmica:

U = Q – τ

E) 800K.

Como a transformação acontece a volume constante (isométrica), tem-se τ = 0. Assim:

U = Q, para Q = 1250J.

De acordo com o enunciado:

U = 12,5 T e assim:

U = 12,5 (T f – T i ) = Q U = 12,5 (T f – 300) = 1250 T f = 400K

Questão 45

Um objeto de 2cm de altura é colocado a certa distância de uma lente convergente. Sabendo-se que a distância focal da lente é 20cm e que a imagem se forma a 50cm da lente, do mesmo lado que o objeto, pode-se afirmar que o tamanho da imagem é

A) 0,07cm.

B) 0,6cm.

C) 7,0cm.

D) 33,3cm.

E) 60,0cm.

Resolução:

Lente esférica delgada só forma imagem do mesmo lado do objeto (quando este é real), em relação à lente, quando a ima- gem é virtual. Portanto, na equação dos pontos conjugados de Gauss:

111

+

pp

f

,

=

Temos: p’ = –50cm e f = 20cm

Logo:

1

1

1

100

 

cm

p

50

=

20

p =

7

Dessa forma, da equação do aumento linear transversal:

y

,

p

,

=

y

p

deduzimos que:

y

,

2

=

50

100

7

y

,

= 7

cm

Questão 46

Em um exame de audiometria, uma pessoa foi capaz de ouvir freqüências entre 50Hz e 3kHz. Sabendo-se que a velocidade do som no ar é 340m/s, o comprimento de onda correspondente ao som de maior freqüência (mais agudo) que a pessoa ouviu foi

A) 3 × 10 2 cm. B) 0,5cm.

C) 1,0cm.

D) 11,3cm.

E) 113,0cm.

Resolução:

Por meio da equação v = λ ⋅ f, para v = 340m/s e f = 3000Hz (som mais agudo), temos:

340 = λ ⋅ 3000

 

λ ≈ 0,113m

λ≈ 11,3cm

Questão 47

Dentro de uma caixa com terminais A e B, existe uma associação de resistores. A corrente que atravessa a caixa em função da tensão aplicada nos terminais A e B é dada pela tabela.

A caixa poderia conter

A)

2

V(V) I(A) 3 1 6 2 9 3 12 4 ➯ C)
V(V)
I(A)
3
1
6
2
9
3
12 4
➯ C)
A 2Ω B) 2Ω 2Ω A 2Ω
A
2Ω
B) 2Ω
2Ω
A
2Ω

B

B

D)

2

2Ω 2Ω A 2Ω 2Ω A B 2Ω
2Ω
2Ω
A
2Ω
2Ω
A
B
2Ω

B

E)

2Ω 2Ω A B
2Ω
2Ω
A
B

Resolução:

A partir dos dados da tabela, é possível determinar a resistência equivalente entre os terminais A e B:

R EQ AB =

U

AB

= 3

1

i

R EQ AB = 3

Assim, a configuração correspondente ao valor obtido anteriormente é:

1Ω 2Ω 2Ω 2Ω A Questão 48
1Ω
2Ω
2Ω
2Ω
A
Questão 48

B

A

1Ω 2Ω B
1Ω
2Ω
B

A

R EQ AB = 3

Questão 48 B A 1Ω 2Ω B A R E Q A B = 3 Ω

B

Uma partícula eletricamente neutra está em repouso no ponto P de uma região com campo magnético uniforme. Ela se desintegra em duas outras partículas com massas iguais, porém com cargas de sinais opostos. Logo após a desintegração, elas são impulsionadas para lados opostos, com velocidades constantes perpendiculares ao campo magnético. Desprezando a força de atração entre as cargas e considerando o sentido do campo magnético entrando perpendicularmente a esta pági- na, da frente para o verso, podemos concluir que a figura que melhor representa as trajetórias dessas partículas é

A) +q –q P Resolução:
A)
+q
–q
P
Resolução:

B)

–q P +q
–q
P
+q

C)

+q+q P –q
+q+q
P
–q

D)

–q

P +q
P
+q

E)

P +q –q – v P F MAG – F MAG v → x B
P
+q
–q
v
P
F MAG
F MAG
v
x
B uniforme

As partículas com cargas de sinais contrários, velocidades opostas e perpendicu- lares ao campo magnético ficam sob ação de força magnética, conforme regra da mão direita, adquirindo M.C.U. segundo a figura ao lado:

+ v F MAG + F MAG v
+
v
F
MAG
+
F MAG
v

ÓÓÓ

SSS

RRR

AAA

III

HHH

TTT

III

▼▼
▼▼

Questão 49

A palavra democracia originou-se na Grécia antiga e ganhou conteúdo diferente a partir do século XIX. Ao contrário do seu sig-

nificado contemporâneo, a democracia na polis grega

A) funcionava num quadro de restrições específicas de direitos políticos, convivendo com a escravidão, excluindo do direito de participação os estrangeiros e as mulheres.

B) abrangia o conjunto da população da cidade, reconhecendo o direito de participação de camponeses e artesãos em assem- bléias plebéias livremente eleitas.

C) pregava a igualdade de todas as camadas sociais perante a lei, garantindo a todos o direito de tomar a palavra na Assembléia dos cidadãos reunida na praça da cidade.

D) evitava a participação dos militares e guerreiros, considerando-os incapazes para o exercício da livre discussão e para

a tomada de decisões consensuais.

E) era exercida pelos cidadãos de maneira indireta, considerando que estes escolhiam seus representantes políticos por intermédio de eleições periódicas e regulares.

Resolução:

O surgimento da democracia na pólis grega trouxe uma maior participação política, inclusive de setores populares antes

excluídos do jogo político. Porém a democracia era sustentada pela escravidão, e tanto os escravos como as mulheres e os

estrangeiros estavam impedidos de participar.

Questão 50mulheres e os estrangeiros estavam impedidos de participar. Na Idade Média ocidental, a Igreja cristã justificava

Na Idade Média ocidental, a Igreja cristã justificava e explicava o ordenamento social. Ao lado dos clérigos, que detinham

o conhecimento da leitura e da escrita, um dos grupos sociais da época era constituído por

A) assalariados, que trabalhavam nas terras dos que protegiam as fronteiras da Europa medieval das invasões dos povos bárbaros germânicos.

B) usurários, que garantiam o financiamento das campanhas militares da nobreza em luta contra os infiéis muçulmanos.

C) donos de manufaturas de tecidos de algodão, que abasteciam o amplo mercado consumidor das colônias americanas.

D) servos, que deviam obrigações em trabalho aos senhores territoriais que cuidavam da defesa militar da sociedade.

E) escravos, que garantiam a sobrevivência material da sociedade em troca da concessão da vida por parte dos seus vencedores.

Resolução:

A Idade Média ocidental, predominantemente entre os séculos IX e XII, caracterizou-se por uma sociedade estamental cons-

tituída por três ordens: o clero, que detinha o conhecimento; a nobreza, responsável pela defesa militar; e os camponeses (ser-

vos), que eram presos à terra e deviam obrigações (pagas em produtos ou serviços) aos seus senhores. Essa rígida ordem social era justificada pela Igreja Católica com a idéia de uma sociedade em que “uns rezam, uns guerreiam e outros trabalham”.

▼▼
▼▼

Questão 51

o período entre 1640 e 1660 viu a destruição de um tipo de Estado e a introdução de uma nova estrutura política den- tro da qual o capitalismo podia desenvolver-se livremente.

(Christopher Hill, A revolução inglesa de 1640)

O autor do texto está se referindo

A)

à

força da marinha inglesa, maior potência naval da Época Moderna.

B)

ao controle pela coroa inglesa de extensas áreas coloniais.

C)

ao fim da monarquia absolutista, com a crescente supremacia política do parlamento.

D)

ao desenvolvimento da indústria têxtil, especialmente dos produtos de lã.

E)

às disputas entre burguesia comercial e agrária, que caracterizaram o período.

Resolução:

O texto de Christopher Hill faz alusão à Revolução Puritana, que iniciou o processo de destruição do Estado absolutista e, a

longo prazo, criou condições para a aceleração do desenvolvimento do capitalismo. Vale ressaltar a imprecisão da data citada, uma vez que, no período (denominado Longo Parlamento), o fato político relevante para a consolidação do regime burguês, foi a ditadura de Oliver Cromwell, durante a qual o Parlamento permaneceu fechado.

▼▼
▼▼

Questão 52

Não vejo nada de bárbaro ou selvagem no que dizem daqueles povos [da América]; e, na verdade, cada qual considera bár- baro o que não se pratica em sua terra.

(Michel de Montaigne, Ensaios, 1580-1588)

O trecho apresentado permite concluir que

A) a opinião do autor expressa a interpretação elaborada pelo Concílio de Trento, responsável pela contra-reforma.

B) pensadores europeus deram-se conta da relatividade dos valores, hábitos e costumes vigentes em diferentes sociedades.

C) a expansão marítima propiciou fecundo contato entre povos e culturas, com benefícios iguais para todos os envolvidos.

D) o conhecimento de outras regiões do globo colaborou para reafirmar a versão bíblica da criação.

E) os primeiros europeus que chegaram à América, sob influência do iluminismo, respeitaram a diversidade cultural.

Resolução:

Montaigne, pensador francês do século XVI, expressa claramente nesse trecho uma visão bastante avançada para sua época, no que diz respeito à cultura e ao modo de vida dos povos da América. Ao afirmar não ver “nada de bárbaro ou selvagem” nos costumes desses povos, revela um certo incômodo com as tradicionais convicções eurocêntricas que, na época, dominavam o debate intelectual europeu sobre os povos ameríndios.

Questão 53o debate intelectual europeu sobre os povos ameríndios. ➯ A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) resultou de

A

Primeira Guerra Mundial (1914-1918) resultou de uma alteração da ordem institucional vigente em longo período do sécu-

lo

XIX. Entre os motivos desta alteração, destacam-se

A)

a divisão do mundo em dois blocos ideologicamente antagônicos e a constituição de países industrializados na América.

B)

a desestabilização da sociedade européia com a emergência do socialismo e a constituição de governos fascistas nos países europeus.

C)

o domínio econômico dos mercados do continente europeu pela Inglaterra e o cerco da Rússia pelo capitalismo.

D)

a oposição da França à divisão de seu território após as guerras napoleônicas e a aproximação entre a Inglaterra e a Alemanha.

E)

a unificação da Alemanha e os conflitos entre as potências suscitados pela anexação de áreas coloniais na Ásia e na África.

Resolução:

A Guerra Franco-Prussiana (1870-1871) assinala a unificação completa dos Estados alemães e o domínio sobre o território da

Alsácia-Lorena, originalmente francês. Tal fato gerou na França um sentimento revanchista anti-germânico que, paralela- mente às crescentes pretensões da Alemanha de se apropriar de uma estrutura colonial compatível com suas necessidades econômicas de mercado e matéria-prima, contribuiu para o acirramento das tensões internacionais que conduziram à Primeira Guerra Mundial.

▼▼
▼▼

Questão 54

“Cinema: A soma de todos os medos. Ação. Diretor: Phil Alden Robinson. EUA/2002. Agente da CIA tenta acabar com os planos de terroristas árabes, que querem explodir uma bomba nuclear no dia da final do campeonato de futebol americano, fato que poderia dar início à terceira guerra mundial”.

(O Estado de S. Paulo, Guia, 12 a 18.06.2002)

O enredo do filme relaciona-se ao contexto contemporâneo, por

A) expressar os esforços dos norte-americanos para manter a paz mundial, ameaçada pelo ressurgimento da Guerra Fria.

B) recriar, no mundo da ficção, os ataques que as organizações israelenses, em luta contra os palestinos, têm dirigido aos Estados Unidos.

C) associar árabes a terrorismo, imagem que se intensificou após os ataques ocorridos nos EUA em 11 de setembro de 2001.

D) evidenciar a eficiência da CIA, órgão responsável pelo combate ao terrorismo em âmbito internacional.

E) chamar atenção para os efeitos destruidores das armas nucleares, cuja tecnologia está disponível na internet.

Resolução:

A questão faz referência a mais uma produção hollywoodiana que, em nome do mero entretenimento, simplifica questões

internacionais, transmitindo uma visão maniqueísta e alimentando preconceitos que acirram a xenofobia — no caso cita- do, após o ataque ao World Trade Center, promovendo a identificação indiscriminada dos árabes com o terrorismo.

▼▼
▼▼

Questão 55

Um cronista do período colonial escreveu que os povoadores do Brasil, por mais ricos que sejam, tudo pretendem levar a Por- tugal e, se as fazendas e bens que possuem souberam falar, também lhe houveram de ensinar a dizer como aos papagaios, aos quais a primeira coisa que ensinam é: papagaio real para Portugal, porque tudo querem para lá.

(Frei Vicente do Salvador, História do Brasil, 1500-1627)

▼▼
▼▼

O texto do cronista revela que

A) os colonizadores procuravam usufruir as riquezas da colônia, não manifestando nenhum apego à terra.

B) os povoadores objetivavam preservar a fauna e a flora exóticas da nova terra, como os papagaios.

C) o Brasil era visto pelos portugueses como região desprovida de interesse comercial ou econômico.

D) o Brasil, no entender dos colonizadores, deveria fornecer mão-de-obra barata para as indústrias portuguesas.

E) os portugueses ocuparam o Brasil com a finalidade de defendê-lo e de fundar uma nova pátria.

Resolução:

O texto faz referência à lógica do Antigo Sistema Colonial, em que o papel histórico de uma colônia era enriquecer a sua

metrópole, tendo, dessa forma, uma economia complementar à economia metropolitana. Sendo assim, aqueles que implantaram, no território brasileiro o projeto colonizador da Coroa portuguesa tinham como prin- cipal objetivo a exploração dessas terras, sobretudo com o objetivo de favorecer produtos tropicais para o mercado europeu.

Questão 56

Se bem que a base da economia mineira também seja o trabalho escravo, por sua organização geral ela se diferencia ampla- mente da economia açucareira.

(Celso Furtado, Formação econômica do Brasil)

A referida diferenciação se expressa

A) na relação com a terra que, por ser abundante no nordeste, não se constituía fator de diferenciação social.

B) na imposição de controle rígido das exportações de açúcar, medida não tomada em relação ao ouro.

C) na pequena lucratividade da economia açucareira e na rapidez com que os senhores de engenho se desinteressaram pela mesma.

D) no isolamento da região mineradora, que não mantinha relações comerciais com o resto da colônia, tal como ocorria no nordeste.

E) na existência de possibilidades de ascensão social na região das minas, uma vez que o investimento inicial não era, necessa- riamente, elevado.

Resolução:

O ouro existente no Brasil era de aluvião, isto é, encontrado no leito e nas margens dos riachos. Portanto, sua extração não exi-

gia capitais elevados ou técnicas aprimoradas, nem era necessário que o trabalhador fosse um especialista. Enfim, era um ouro

de fácil extração. Por isso mesmo, a colônia presenciou, durante o século XVIII, um acelerado povoamento.As áreas auríferas atraíram um grande contingente de povoadores, oriundos do reino e também de outras regiões da colônia. Toda espécie de aventureiros cobiçava o enriquecimento fácil. E, como é inerente à atividade mineradora a sorte ou o azar de achar ouro e pedras preciosas, podemos concluir que alguns conseguiram a ascensão social. Esse fato, somado ao crescimento das atividades urbanas (como, por exem- plo, comércio e serviços) permitiu que a sociedade mineradora tivesse uma mobilidade maior, quando comparada à sociedade açucareira do litoral nordestino.

Questão 57comparada à sociedade açucareira do litoral nordestino. ➯ No século XIX, a política externa brasileira foi

No século XIX, a política externa brasileira foi marcada pelas relações com a Inglaterra. Na primeira metade desse sécu- lo, a relação do Brasil independente com a potência industrializada européia foi predominantemente caracterizada

A) pela cordialidade e pelo entendimento, não havendo no período nenhum motivo para divergências diplomáticas entre os dois países.

B) pelo apoio do governo brasileiro à expansão militar inglesa na América e pela aplicação de capitais britânicos na industriali- zação brasileira.

C) pela hostilidade da Inglaterra às grandes propriedades rurais brasileiras e pelo apoio de sociedades revolucionárias britâ- nicas aos republicanos brasileiros.

D) por tratado comercial favorável aos produtos ingleses e pela pressão do governo britânico contra o tráfico de escravos.

E) pela indiferença britânica em relação ao país, permanecendo a América do Sul sob a influência da ex-colônia inglesa da América, os Estados Unidos.

▼▼
▼▼

Resolução:

O Tratado de Navegação de Comércio, de 1810, que concedia taxas alfandegárias preferenciais aos produtos ingleses, man-

teve-se em vigor até 1843. Embora posteriormente a taxa de importação de 15% tenha sido estendida aos produtos de todos os países, o simples fato de o percentual ser baixo já beneficiava a Inglaterra. Nesse mesmo período, as autoridades inglesas pressionaram constantemente o Brasil para que abolisse o tráfico de escravos, o que levou finalmente à lei Eusébio de Queiroz, de 1850, e ao encerramento do tráfico negreiro.

Questão 58

No final do Império, afirmava-se que a Província de São Paulo fora tomada por uma febre de ferrovias. As estradas de ferro foram essenciais para

A) o escoamento da produção industrial da Província, que economicamente já se firmara como a mais importante da federação.

B) o aumento da produção de açúcar no Vale do Paraíba, então a área mais dinâmica da agricultura paulista.

C)

iniciar o tráfico da mão-de-obra escrava das economias açucareiras decadentes do nordeste para as áreas produtoras de café.

D) o aumento da entrada de imigrantes, que antes não conseguiam chegar às áreas mais distantes do porto de Santos.

E) a expansão da cafeicultura no chamado oeste paulista, graças à rapidez, eficiência e facilidade para o transporte até o porto de Santos.

Resolução:

Foi ao longo da segunda metade do século XIX que o “oeste paulista” — região de Campinas, Limeira, Rio Claro, etc. — começou

a firmar-se como importante região cafeeira, deixando para trás a produção do Vale do Paraíba.

Fazendas brotam na terra roxa da região e a produção cafeeira cresce rapidamente, gerando a necessidade de um transporte

rápido e de grande capacidade de carga para o escoamento do café.

Nesse contexto começa a ser tecida uma malha ferroviária iniciada com a conexão Santos-Jundiaí e continuada com a Paulista,

a Sorocabana e a Mogiana.

▼▼
▼▼

Questão 59

A reforma agrária renasceu como um grande processo de reestruturação econômica do campo e, por sua vez, como um gigan-

tesco plano de organização da massa rural do ponto de vista econômico e social. A ação do Estado penetrou até os mais obscuros

rincões da vida camponesa, convertendo-a em parte da vida do Estado (

sivo; não se tratava de somente repartir terras, mas sobretudo de fazer dos camponeses sustentáculos do regime revolucionário.

(Arnaldo Córdoba, La política de masas del cardenismo)

Na década de 1930, Cárdenas e outros governantes da América Latina realizaram políticas reformistas. Havia, no entan- to, diferenças entre elas:

A) na Argentina, a divisão de terras estendeu-se às regiões dos pampas; no Brasil, tratava-se de organizar politicamente as mas- sas camponesas.

B) no México, o governo aprofundava a reforma agrária desencadeada anteriormente pela revolução; no Brasil, o regime políti- co mobilizava as massas populares urbanas.

C) em numerosos países da América espanhola, houve revoluções camponesas e socialistas; no Brasil, o movimento político e po- pular de massas foi antiimperialista.

D) no México, o governo objetivava, com a divisão de terras, consolidar o Estado oligárquico; no Brasil, o governo procurava democratizar o Estado.

E) no México, o movimento era controlado pelas grandes centrais sindicais operárias; no Brasil, as reformas favoreciam as popu- lações indígenas.

O passo dado por Cárdenas não podia ser mais deci-

)

Resolução:

A questão ressalta o aspecto urbano do populismo Getulista, em oposição ao processo mexicano, marcado por uma forte reflexão

envolvendo os camponeses, a partir da Revolução Mexicana de 1910. Tal processo desembocaria numa Reforma Agrária imple-

mentada por Lazaro Cardenas (1934-1940). Vale ressaltar que tal aprofundamento é relativo, dado o fracasso da Reforma Agrária. Os camponeses, sem assistência, acabaram vendendo suas terras, a ponto de haver hoje cerca de 4 milhões de sem-terra no país.

▼▼
▼▼

Questão 60

O neoliberalismo predomina nas economias internas das nações e nas relações econômicas internacionais desde o final do século XX. No Brasil, o neoliberalismo manifesta-se

A) no crescimento da concentração de riqueza.

B) na intensificação do desenvolvimento industrial.

C) no fortalecimento das organizações sindicais.

D) na diminuição da distância entre ricos e pobres.

E) na socialização da produção agrícola.

Resolução:

O dito pensamento neoliberal, hegemônico no planeta desde as décadas finais do século XX, defende princípios básicos como a

desregulamentação de mercados, a flexibilização das relações trabalhistas, a redução das intervenções do Estado na economia

e o apoio à livre iniciativa. Como desdobramentos da aplicação dessa política, sobretudo nos países pobres ou em desenvolvi- mento, a abertura aos capitais internacionais tem provocado o crescimento da concentração de renda, o desemprego e a queda

do padrão médio de vida. Tais conseqüências têm, por conseguinte, comprometido o desenvolvimento industrial naqueles países

e provocado o enfraquecimento das estruturas sindicais.

ÍÍÍ

UUU

AAA

III

QQQ

MMM

CCC

▼▼
▼▼

Questão 61

Segundo a lei de Charles-Gay Lussac, mantendo-se a pressão constante, o volume ocupado por um gás aumenta proporcio- nalmente ao aumento da temperatura. Considerando a teoria cinética dos gases e tomando como exemplo o gás hidrogênio (H 2 ), é correto afirmar que este comportamento está relacionado ao aumento

A) do tamanho médio de cada átomo de hidrogênio (H), devido à expansão de suas camadas eletrônicas.

B) do tamanho médio das moléculas de hidrogênio (H 2 ), pois aumentam as distâncias de ligação.

C) do tamanho médio das moléculas de hidrogênio (H 2 ), pois aumentam as interações entre elas.

D) do número médio de partículas, devido à quebra das ligações entre os átomos de hidrogênio (H 2 2H).

E) das distâncias médias entre as moléculas de hidrogênio (H 2 ) e das suas velocidades médias.

Resolução:

Lei de Charles-Gay Lussac

P

= constante

V = KT

O

aumento da temperatura provoca um aumento da energia cinética média das moléculas e, conseqüentemente, um

aumento da velocidade média das moléculas.

O aumento do volume deve-se a um aumento das distâncias médias entre suas moléculas.

Questão 62a um aumento das distâncias médias entre suas moléculas. As hemácias apresentam grande quantidade de hemoglobina,

As hemácias apresentam grande quantidade de hemoglobina, pigmento vermelho que transporta oxigênio dos pulmões para os tecidos. A hemoglobina é constituída por uma parte não protéica, conhecida como grupo heme. Num laboratório de análises foi feita a separação de 22,0mg de grupo heme de uma certa amostra de sangue, onde constatou-se a presença de 2,0mg de ferro. Se a molécula do grupo heme contiver apenas um átomo de ferro [Fe = 56g/mol], qual a sua massa molar em gramas por mol?

A) 154.

B) 205.

▼▼
▼▼

C) 308.

D) 616.

E) 1232.

Resolução: Heme Ferro 22,0mg 2,0mg M 56 g/mol ( 22 0 , mg )( 56
Resolução:
Heme
Ferro
22,0mg
2,0mg
M
56 g/mol
(
22 0
,
mg
)(
56
g mol
/
)
M
=
2
,
0 mg
M
= 616g/mol

Questão 63

Em um laboratório, foi encontrado um frasco, sem identificação, contendo um pó branco cristalino. Aquecendo este pó com taxa constante de forneci- mento de calor, foi obtida a seguinte curva de aquecimento.

Pode-se afirmar que o pó branco encontrado é

A) uma substância simples.

B) uma substância composta.

C) uma mistura de cristais com tamanhos diferentes.

D) uma mistura de duas substâncias.

E) uma mistura de três substâncias.

T (ºC) sólido sólido + líquido líquido
T (ºC)
sólido
sólido + líquido
líquido

tempo (minutos)

▼▼
▼▼

Resolução:

Admitiremos duas substâncias A e B, com a substância A tendo menor temperatura de fusão.

código:

(s)

= estado sólido

(l)

= estado líquido

Questão 64

t (ºC)

A(s) + B(l) + B(s) A(l) + A(s) + B(s) sólido sólido + líquido líquido
A(s) + B(l) + B(s)
A(l) + A(s)
+ B(s)
sólido
sólido + líquido
líquido
A(s) + B(s)
A(l) + B(s)
A(l) + B(l)

tempo (min)

35 Qual a fórmula do composto formado entre os elementos 40 Ca e Cl e
35
Qual a fórmula do composto formado entre os elementos
40 Ca e
Cl e qual a ligação envolvida?
20
17
A) CaCl, iônica.
D) CaCl 2 , covalente.
B) CaCl, covalente.
E) Ca 2 Cl, iônica.
C) CaCl 2 , iônica.
Resolução:
40
20 Ca
perde
1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2
Ca 2+
2e
Ca 2+ Cl –
2
35
ganha
Cl
1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5
Cl –
17
1e
CaCl 2
composto iônico
14243

Questão 656 3s 2 3p 5 Cl – 17 1e CaCl 2 composto iônico 14243 Considerando o

Considerando o aspecto da polaridade das moléculas, em qual das seguintes substâncias o benzeno — C 6 H 6 — é menos solúvel?

A) H 2 O.

D) H 3 COH.

B) CCl 4 .

E) H 3 CCOOH.

C) H 6 C 2 O.

Resolução:

O benzeno (C 6 H 6 ) é uma substância apolar e será menos solúvel na substância de maior caráter polar. Das substâncias

apresentadas, a água (H 2 O) é a que atende a essa condição.

▼▼
▼▼

Questão 66

I e II são dois líquidos incolores e transparentes. Os dois foram aquecidos, sepa- radamente, e mantidos em ebulição. Os valores das temperaturas (T) dos líquidos em função do tempo (t) de aquecimento são mostrados na figura a seguir.

Com base nessas informações, pode-se afirmar que

A) I é um líquido puro e II é uma solução.

B) I é uma solução e II é um líquido puro.

T (ºC)

I II

III

II

I II

t (minutos)

C) I é um líquido puro e II é um azeótropo.

D) I e II são líquidos puros com diferentes composições químicas.

E) I e II são soluções com mesmos solvente e soluto, mas I é uma solução mais concentrada do que II.

Resolução:

Os dois líquidos I e II foram aquecidos e mantidos em ebulição.

O

líquido I apresenta temperatura constante durante a ebulição, portanto trata-se de substância pura ou mistura azeotrópica.

O

líquido II apresenta temperatura variável durante a ebulição, portanto trata-se de uma mistura.

▼▼
▼▼

Questão 67

Um funcionário de uma empresa de limpeza dispunha de dois produtos para o trabalho “pesado”: soluções concentradas de ácido muriático e de soda cáustica. Não conseguindo remover uma “crosta” de sujeira usando estas soluções separadamente, ele preparou uma mistura, usando volumes iguais das mesmas. Sabendo que ácido muriático e soda cáustica são os nomes comerciais, respec- tivamente, do ácido clorídrico e do hidróxido de sódio, o funcionário terá sucesso em sua última tentativa de remover a sujeira?

A) Não, pois na mistura as concentrações de ambos os produtos foram reduzidas à metade.

B) Não, pois ácido muriático e soda cáustica não são adequados para remover sujeira.

123 123

C) Não, pois a mistura resultante é apenas uma solução de cloreto de sódio, podendo ainda conter ácido muriático ou soda cáustica excedente.

D) Sim, pois estarão sendo utilizadas as propriedades de ambos os produtos ao mesmo tempo.

E) Sim, desde que as concentrações molares de ambos os produtos sejam idênticas.

Resolução:

ácido muriático =

soda cáustica

=

ácido clorídrico impuro HCl

hidróxido de sódio NaOH

O funcionário, ao misturar o ácido muriático à soda cáustica, provocará uma reação que pode ser representada simplifi-

cadamente pela equação:

HCl

+

NaOH

→

NaCl

+

H 2 O

Na mistura, após a reação, forma-se o cloreto de sódio, componente do sal de cozinha.

A utilização de volumes iguais do ácido e da soda não garantirá que a solução final seja neutra, pois as concentrações em

mol/L, podem ser diferentes. Sendo elas diferentes, teremos excesso do ácido ou da soda cáustica (base).

Questão 68teremos excesso do ácido ou da soda cáustica (base). O hipoclorito — C l O –

O hipoclorito — ClO — pode ser preparado pela reação representada pela seguinte equação:

Cl 2 (aq) + 2OH (aq)

Composto

← →

ClO (aq) + Cl (aq) + H 2 O(l)

Solubilidade a 18°C (mol/L)

HCl

9,4

AgNO 3

8,3

AgCl

10 5

KNO 3

2,6

KCl

3,9

Considerando, ainda, as informações constantes na tabela, qual substância, ao ser adicionada ao sistema, aumentará o ren- dimento da reação?

A)

HCl.

B) AgNO 3 .

C) AgCl.

D) KNO 3 .

E) KCl.

Resolução:

Cl 2 (aq) + 2OH (aq)

← →

ClO (aq) + Cl (aq) + H 2 O (l)

Para obtermos ClO (hipoclorito), devemos provocar o deslocamento do equilíbrio para o lado direito.

A

AgCl (s) e deslocando o equilíbrio para a direita.

adição de AgNO 3 ao sistema originará os íons Ag + (aq) e NO (aq) , sendo que o Ag + (aq) se combina com o Cl (aq) , produzindo

3

Ag + (aq) + Cl (aq)

→

AgCl (s)

precipitado

Questão 69+ C l – ( a q ) → AgC l ( s ) precipitado Em

Em uma cozinha, estão ocorrendo os seguintes processos:

I.

gás queimando em uma das “bocas” do fogão e

II.