Vous êtes sur la page 1sur 14

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº.

VALDECI CORREIA

EDUCAÇÃO ESPECIAL
01. A base da educação inclusiva é considerar a deficiência de uma criança ou de um
jovem como mais uma das muitas características diferentes que os alunos podem
ter e, sendo assim, respeitar essa diferença e encontrar formas adequadas para
transmitir o conhecimento e avaliar o aproveitamento de cada aluno. Portanto, a
escola inclusiva
(A) promove a organização de seus alunos em turmas pelo seu desempenho
escolar.
(B) deve organizar-se pela pertinência de seus protagonistas aos critérios que a
definem.
(C) pressupõe que todas as crianças tenham a mesma oportunidade de acesso,
de permanência e de aproveitamento, independentemente de qualquer
característica peculiar que apresentem ou não.
(D) determina que os alunos sejam selecionados segundo certas características,
tanto em termos de aprendizagem escolar como de conduta.
(E) considera o desenvolvimento do ato de ensinar tendo como base as
semelhanças entre os alunos.

02. A inclusão só é possível na medida em que se respeite a identidade sociocultural


dos sujeitos, suas particularidades socioeducativas e linguísticas. Diante deste
enfoque, as adaptações curriculares para educação especial devem oferecer aos
alunos
(A) escolas especiais integrais com profissionais qualificados que atendam às
necessidades individuais.
(B) alterações estruturais, de conteúdo, estratégias, metodologias e recursos
como mobiliário, equipamentos e sistemas de comunicação alternativos.
(C) propostas homogeneizadoras que atendam às diferenças individuais.
(D) equipe de apoio composta de psicólogos, médicos, psicopedagogos e
assistentes sociais.
(E) atividades assistemáticas e abertas, que trabalhem aspectos da vida diária e
conduzam à socialização.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 1


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

03. De acordo com os PCNs, os tipos de necessidades educacionais especiais são:


(A) Condutas típicas, Deficiência auditiva, Deficiência física, Deficiência mental,
Deficiência visual, Deficiência múltipla.
(B) Superdotação, Deficiência auditiva, Deficiência física, Deficiência mental,
Deficiência visual, Deficiência múltipla.
(C) Superdotação, Condutas típicas, Deficiência auditiva, Deficiência física,
Deficiência visual, Deficiência múltipla.
(D) Superdotação, Condutas típicas, Deficiência auditiva, Deficiência física,
Deficiência mental, Deficiência visual.
(E) Superdotação, Condutas típicas, Deficiência auditiva, Deficiência física,
Deficiência mental, Deficiência visual, Deficiência múltipla.

04. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, Adaptações Curriculares,


da Educação Especial, podemos afirmar que
(A) os serviços educacionais especiais, embora diferenciados, não podem
desenvolver-se isoladamente, mas devem fazer parte de uma estratégia
global de educação e visar suas finalidades gerais.
(B) tem sido atualmente definida no Brasil segundo uma perspectiva mais
restrita.
(C) segundo a LDB não é uma modalidade de educação escolar.
(D) diversas pesquisas brasileiras identificam tendências que consideram a
educação especial como um subsistema à parte e reforçam o seu caráter
interativo na educação geral.
(E) realiza-se transversalmente, em todos os níveis de ensino, nas instituições
extraescolares.
Questão 18

05. “Educação é um direito de todos”. Essa frase nos remete às diferenças existentes
em nossa sociedade. Ao priorizarmos a educação inclusiva, os educandos ditos
“normais” poderão se beneficiar com
(A) a ampliação de conhecimento dos papéis sociais, das redes sociais e da
diversidade.
(B) a convivência com a diversidade de forma segregadora, na medida em que
os diferentes são postos em destaque.
(C) uma educação multicultural, hierárquica e padronizada que conduza à
prática da cidadania e de valores como a solidariedade.
(D) uma aprendizagem cooperativa, classificatória e qualitativa, por meio de um
sistema de avaliação equitativo e unificado.
(E) o conhecimento acerca dos diferentes grupos sociais de forma seletiva para
identificação das diferenças.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 2


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

06. Como toda língua, a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) vai aumentando seu
vocabulário ao longo dos tempos. Nesse sentido, é correto afirmar que
(A) a Língua Portuguesa e a LIBRAS sofrem alterações simultâneas no
vocabulário.
(B) as línguas de sinais sofrem mudanças de acordo com a capacidade gestual
de cada comunidade.
(C) as mudanças do vocabulário ocorrem para que os países de línguas de
sinais diferentes possam se comunicar de forma eficaz uns com os outros.
(D) os surdos criam novos sinais em face às necessidades de se comunicar com
comunidades ouvintes pela Internet.
(E) novos sinais são introduzidos em resposta a mudanças culturais e
tecnológicas necessárias à sociedade contemporânea.

07. Especialistas convocados pela Secretaria Geral das Nações Unidas (ONU)
apresentaram, em 1987, uma resolução propondo o reconhecimento dos surdos
como minoria linguística (Wrigley, 1996). Diante disso, um intérprete de LIBRAS
tem a função de ser
(A) tradutor de uma língua.
(B) tradutor e instrutor de uma língua.
(C) sinalizador falante.
(D) mediador entre duas modalidades de comunicação.
(E) emissor de mensagens.

08. A Educação Especial em uma perspectiva inclusiva


(A) se organiza como atendimento educacional especializado substitutivo ao
ensino comum.
(B) tem como principal característica a criação de instituições especializadas,
escolas especiais e classes especiais.
(C) se organiza como atendimento educacional especializado complementar ou
suplementar ao ensino comum.
(D) tem como fundamento o conceito de normalidade/anormalidade.
(E) determina formas de atendimento clínico--terapêuticos fortemente ancorados
em testes psicométricos.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 3


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

09. A imagem tá dizendo:

(A) faz;
(B) ensinar;
(C) manejar;
(D) venha;
(E) estudar.

10. Os sistemas de ensino, segundo o art. 59 da LDB, assegurarão aos educandos


com necessidades especiais:
(A) Profissionais leigos nas áreas afins para este atendimento.
(B) Ensino preferencialmente em escolas especiais.
(C) Acesso diferenciado aos benefícios dos programas sociais disponíveis ao
ensino regular.
(D) Currículos, métodos, técnicas e recursos específicos.
(E) N.D.A.

11. A Lei de Diretrizes e Bases (LDB nº 9394/96) apresenta uma dimensão


progressista buscando um novo sentido para a educação. Assim no seu artigo 58
explicita o conceito de educação especial, como sendo uma modalidade de
educação escolar, oferecida:
(A) Por meio de serviços de apoio especializado, em escolas que possuam salas
para o atendimento especial.
(B) A partir dos seis anos de idade em escolas e serviços especializados.
(C) Na escola regular apenas quando os professores aderirem as propostas das
Secretarias de Educação.
(D) Preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos portadores de
necessidades especiais.
(E) Apenas em salas que possuam recursos humanos especializados, em
escolas regulares.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 4


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

12. De acordo com a Resolução CNE/CEB nº. 4/2009, os sistemas de ensino devem
matricular os alunos público-alvo da educação especial:
(A) em classes especiais.
(B) nas classes comuns do ensino regular e no Atendimento Educacional
Especializado (AEE).
(C) em escolas especializadas na deficiência e/ou patologia apresentada pelo
aluno.
(D) apenas nas classes comuns do ensino regular.
(E) apenas no Atendimento Educacional Especializado (AEE).

13. De acordo com MEC – Ministério da Educação e Cultura – Secretaria de


Educação Especial. (BRASIL, 1998), a deficiência múltipla é definida como sendo
(A) a presença de uma única deficiência seja ela mental, visual, auditiva ou física
em dois ou mais indivíduos de uma mesma espécie.
(B) a associação, no mesmo indivíduo, de duas ou mais deficiências primárias
(mental/ visual/auditiva/física), com comprometimentos que acarretam
atrasos no desenvolvimento global e na capacidade adaptativa.
(C) um tipo específico de deficiência que aparece somente em crianças gêmeas,
ou seja, aos pares, por isso recebe o nome de múltiplas.
(D) uma única deficiência que se multiplica em várias outras ao longo da vida.
(E) a presença de deficiência em crianças que apresentam idades múltiplas, ou
seja, a cada dois anos.

14. Os alunos com diagnóstico de deficiência intelectual:


(A) devem ser matriculados em escolas especiais.
(B) devem ser matriculados em escolas do ensino regular, porém sem
exigências quanto ao cumprimento de normas de convivência.
(C) devem ser matriculados em escolas do ensino regular, porém sem
exigências quanto à execução de qualquer tarefa escolar.
(D) não podem ser matriculados em escolas do ensino regular.
(E) têm direito ao Atendimento Educacional Especializado.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 5


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

15. A Declaração de Salamanca apresenta uma estrutura de ação em Educação


Especial. O princípio que orienta essa estrutura é o de que “escolas deveriam
acomodar todas as crianças independentemente de suas condições físicas,
intelectuais, sociais, emocionais, linguísticas ou outras.” No contexto dessa
estrutura, o termo necessidades educacionais especiais refere-se:
(A) às crianças ou jovens cujas necessidades educacionais especiais se
originam em função de deficiências ou dificuldades de aprendizagem.
(B) aos recursos que precisam ser adaptados e implementados para suprir as
demandas que o aluno possa vir a apresentar no percurso escolar.
(C) às situações diferenciadas de ensino com a finalidade de favorecer o
aprendizado de todos os alunos em uma sala de aula.
(D) às estruturas escolares necessárias ao trabalho com alunos que apresentam
um padrão de desenvolvimento mais lento.
(E) à formação específica dos professores para lidar com alunos com
deficiências, transtornos do desenvolvimento global ou altas habilidades.

16. Diante da perspectiva da educação inclusiva, o currículo escolar passou a ser um


dos principais aspectos de atenção na reformulação das propostas pedagógicas
das escolas regulares. Diante da revisão das propostas pedagógicas, os
Parâmetros Curriculares Nacionais – Adaptações Curriculares: estratégias para a
educação de alunos com necessidades especiais (1998) apresentam o conceito
de “adaptações curriculares”, que são:
(A) atividades que têm por finalidade facilitar o aprendizado do aluno; para isso,
podem ser excluídos os conteúdos complexos e o grau de exigência da
avaliação pode ser menor.
(B) atividades elaboradas à parte do projeto político-pedagógico da escola,
organizadas a partir do que o aluno consegue realizar sem ajuda ou apoio do
professor.
(C) experiências concretas e planejadas no âmbito de cada ano de escolaridade,
com o objetivo de propiciar o desenvolvimento acessível dos educandos no
processo de alfabetização.
(D) estratégias e critérios de atuação docente, decisões que oportunizam
adequar a ação educativa escolar às maneiras peculiares de aprendizagem
dos alunos com especificidades para aprender.
(E) estratégias realizadas em três níveis diferentes e independentes no projeto
pedagógico da escola, no âmbito familiar e social da comunidade do aluno e
no contexto individual.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 6


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

17. O professor da classe comum, em uma perspectiva inclusiva, deve:


(A) considerar que os alunos com deficiência frequentam a escola regular
apenas para aprender a conviver com os demais.
(B) relevar possíveis atitudes de indisciplina e inadequação por parte dos alunos
com deficiência, tendo em vista suas fragilidades e sua condição de
desvantagem em relação aos demais alunos.
(C) flexibilizar seu planejamento, considerando as diferentes necessidades e
possibilidades de seus alunos.
(D) aguardar a definição clara e precisa do diagnóstico dos alunos com
deficiência antes de prever qualquer ação pedagógica.
(E) proteger os alunos com deficiência de possíveis ações preconceituosas e/ou
excludentes por parte dos demais alunos.

18. No contexto das línguas de sinais, encontramos sinais que são invariáveis
(usados como substantivo ou verbo), que se derivam de outro sinal, formando um
novo substantivo e com parâmetros de movimento como característica.
Qual a sequência de sinais que justifica essa afirmação?
(A) Porta, copo, sapato.
(B) Porta, Alemanha, casa.
(C) Porta, casa, dirigir carro.
(D) Andar de bicicleta, maçã, leão.
(E) Brincar, caneta, porta.

19. Para a avaliação do processo ensino-aprendizagem em uma perspectiva


inclusiva, é fundamental:
(A) Que os trabalhos e as provas para os alunos com deficiência sejam sempre
realizados de forma oral.
(B) Que os alunos que tenham deficiência sejam avaliados somente em relação
aos avanços no processo de socialização.
(C) Que os alunos que possuam transtornos globais de desenvolvimento sejam
dispensados dos momentos de avaliação formal.
(D) Considerar mais o conhecimento prévio e o que as possibilidades de
aprendizagem futura.
(E) A criação de estratégias que possibilitem a alguns alunos a ampliação do
tempo para a realização dos trabalhos, bem como a possibilidade do uso de
tecnologia assistiva como uma prática cotidiana.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 7


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

20. Assinale a alternativa que se refere a uma deficiência sensorial.


(A) cegueira
(B) autismo
(C) hiperatividade
(D) síndrome de Down
(E) paralisia cerebral

(...)

ADQUIRA A VERSÃO COMPLETA!


POR APENAS R$: 5,00
(...)

50. As afirmações que se seguem dizem respeito à Lei no 9.394/96, quanto aos
educandos com necessidades especiais.
I Os sistemas de ensino deverão assegurar currículos, métodos, técnicas,
recursos educativos e organização específica para atender às suas
necessidades.
II Aqueles que não puderem atingir o nível exigido para a conclusão do ensino
fundamental, em virtude de suas deficiências, terão direito à aceleração para
concluir em menor tempo o programa escolar, sem prejuízo da qualidade de
ensino.
III Terão direito ao atendimento de professores com especialização adequada
em nível médio ou superior, bem como professores do ensino regular
capacitados para a inserção em classes comuns.

É (São) corretas(s) a(s) afirmação(ões)


(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) I e III, apenas.
(D) I e II, apenas.
(E) I, II e III.

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 8


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

Confira suas respostas no gabarito!

Educação Especial
01 C 11 D 21 A 31 E 41 B
02 B 12 B 22 E 32 A 42 D
03 E 13 B 23 D 33 C 43 A
04 A 14 E ADQUIRA
24 D 34 B A VERSÃO
44 C
05 A 15 A 25 B COMPLETA!
35 D 45 E
06 E 16 D 26 C 36 A 46 B
07
08
D
C
17
18
C
C
POR
27 E APENAS
28 A
37 B
38 D
47 A
48 E
R$: 5,00
09 B 19 E 29 C 39 C 49 D
10 D 20 A 30 B 40 E 50 C

Solicite a versão completa através do e-mail: valdecicorreia@ig.com.br

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 9


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 10


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

ADQUIRA OUTROS SIMULADOS DO PROFº. VALDECI CORREIA!

COMPRE SIMULADOS POR APENAS R$: 5,00

SIMULADOS (COM 40 QUESTÕES CADA) DE CONCURSOS PÚBLICOS


REALIZADOS POR INSTITUIÇÕES DE TODO PAÍS SOBRE CF/88, LDBEN,
ECA, PCNS, DCNs, PPP, AVALIAÇÃO ESCOLAR. EM FORMATO PDF,
COM GABARITO.
40 QUESTÕES 40 QUESTÕES 40 QUESTÕES

R$: 5,00 R$: 5,00 R$: 5,00

Solicite pelo e-mal: valdecicorreia@ig.com.br

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 11


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 12


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 13


QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS DO MAGISTÉRIO - PROFº. VALDECI CORREIA

SIMULADO EDUCAÇÃO ESPECIAL E-mail: valdecicorreia@ig.com.br VC SIMULADOS 14