Vous êtes sur la page 1sur 14

CURSO DE ELETRICIDADE BÁSICA - AULA01

Conceitos Básicos Gerador de Tensão Circuito Elétrico Grandezas elétricas Submúltiplo/Múltiplo


Exercícios 1ª Lei de
Primeira lei deOHM Resistores Código de Cores Exercícios Propostos
OHM
Conceitos Básicos

Observe as duas figuras a seguir.Nelas podemos identificar alguns elementos conhecidos, mesmo para pess
que não tenham conhecimentos de eletricidade. A Fig01a mostra uma bateria , uma lâmpada e um interrup
A lâmpada está apagada. A Fig01b mostra a mesma bateria e a mesma lâmpada , agora acesa.Por que a lâm
está apagada ? Por que a lâmpada está acesa ? As respostas você obterá quando alguns conceitos de
eletricidade forem colocados a seguir.

Fig01: Exemplos de circuito elétrico - Fig01a circuito desligado - Fig01b circuito ligado

Conceitos Básicos
Todas as substâncias são constituídas de átomos e moléculas .Por exemplo a substância chamada de á
cuja fórmula química é H2O, é constituída de dois átomos de hidrogênio (H) e um átomo de oxigênio(O) o
quais tem características totalmente diferentes da água.
Os átomos por sua vez são constituídos de minúsculas partículas : os prótons, os elétrons e os
nêutrons.Os prótons estão localizados na parte central do átomo chamada de núcleo, enquanto os elétrons
ao seu redor em órbitas bem definidas, de forma parecida com os planetas girando ao redor do sol.

Nas duas figuras ao lado temos os desenh


do modelo mais simples que representa u
átomo: O núcleo central no qual estão os
prótons e os nêutrons, e ao redor deste,
girando, os elétrons . Existem varias órbit
com diferentes números de elétrons giran
em cada uma. A última camada, chamada
camada valência é a que tem maior
interesse, pois a diferença entre os princi
materiais usados na eletrônica tem o seu
comportamento determinado pela
CURSO DE ELETRICIDADE BÁSICA - AULA02
Potência - Energia - Efeito Joule

Conceito de Potência e Energia Joule Watt Efeito Joule Bipolo Receptor e Gerador
Conceito de Potência e Energia

Trabalho e energia em física são sinônimos. Toda vez que um trabalho é realizado uma certa quantidade de
é transformada e uma força estará atuando em algum corpo( mesmo que você não veja!! ). E não se esqueç

" A ENERGIA NÃO PODE SER DESTRUÍDA NEM TAMPOUCO CONSTRUÍDA ", a energia está
sendo transformada.O gênio humano está sempre empenhado em construir dispositivos que possam conve
algum tipo de energia em outro tipo de energia que nos seja útil. Por exemplo: Aquele banho quentinho qu
toma no inverno só é possível, porque alguém a muito tempo descobriu como converter algum tipo de ene
energia elétrica, e depois outra descobriu como converter energia elétrica em calor. Como potência e
energia(trabalho) são grandezas físicas, necessitamos de unidades para especifica-las adequadamente.
Unidades de trabalho

Joule(J) é a unidade oficial , mas existem outras como a caloria (cal) e o KW.h. É claro que existe uma rel
entre elas. 1Cal = 4,18J e 1KWh = 3,6.106 J
Unidades de Potência

Watt(W) é a unidade oficial, mas existem outras como o H.P, sendo que 1HP =746W

Potência é definida como sendo o trabalho realizado por unidade de tempo ( energia trocada por unidade d
), ou matematicamente:

P = τ / t onde τ ( tau ) é a quantidade de energia que estará sendo trocada que é igual ao trabal
realizado. Istoé :

1W = 1J/s ( inicio )

Confuso ? Então vamos a um exemplo: Imagine você deslocando um saco de açúcar de 5Kg de uma alt
1m em 1s.Sem dúvida nenhuma que :

a) Você gastou uma certa quantidade de energia, portanto realizou um TRABALHO

b) Esse trabalho foi realizado porque você tem potência. Calculemos todos os valores de potência e de ene
envolvidos.

De acordo com a física se um corpo de massa M, se desloca contra a força da gravidade a energia potencia
corpo sofrerá uma alteração ( aumentará ) que será dada por:

∆ E = M.g.∆ H onde ∆ E será a variação da energia = trabalho realizado( em J) e ∆ H foi a variação


altura(em m), g é uma constante chamada de aceleração da gravidade, sendo que o seu valor depende do
em relação ao centro da terra, valendo aproximadamente 9,8m/s2 na superfície. Qual o foi mesmo o trabalh
você realizou ?

Como M = 5Kg e ∆ H =1m então ∆ E = 5.9,8.1 = 49J = τ = trabalho realizado


como o tempo para realizar esse trabalho foi de 1s , então a potência desenvolvida por você foi de:

P = 49J/1s = 49J/s = 49W !! ( inicio ) ( Uma lâmpada média tem potência de 60W)

Qual seria a potência desenvolvida , se o tem


realizar o mesmo trabalho , fosse 0,5s ?
CURSO DE ELETRICIDADE BÁSICA - AULA03
Associação Série - Associação Paralela - Associação Mista
Série Resistência Equivalente Série Parale

Associação Série de Resistores

Resistores estão ligados em série quando a corrente que passa por um for a mesma que
passa pelos outros. A Fig01 mostra um exemplo de ligação série e o resistor
equivalente(RE). Chamamos de resistor equivalente a um único resistor que pode
substituir a associação e mesmo assim a corrente fornecida pelo gerador será a
mesma .

Fig01: Associação série de resistores - Circuito total e circuito equivalente

Em uma associação série o equivalente é dado por : RE = R1 + R2 +R3

Na Fig01 observe que o instrumento indica 2mA tanto no circuito original como no
equivalente (RE=6K).
Outra característica de uma ligação série é que a soma das tensões nos resistores é
igual à tensão total, no caso da Fig01 , 12V. A Fig02 mostra a tensão em cada resistor .
Esta é uma característica genérica de toda malha ( caminho fechado ) enunciada pela
2ª Lei de Kirchhoff da seguinte forma: " A soma das tensões orientadas no sentido
horário é igual à soma das tensões orientadas no sentido anti horário ".

Obs: a) No caso de resistores iguais em série , o equivalente será dado por : RE = n.R ,
onde n é o número de resistores de valor R em série
b) O equivalente de uma associação série será sempre maior que o maior dos resistores
da associação .

Fig02: Associação série - Verificação da 2ª Lei de Kirchhoff

Na Fig02 : U4 = U1+U2+U3 que é a equação da malha do circuito .( inicio )

Exercicio1: Qual a indicação dos instrumentos no circuito a seguir ?


R: Primeiro devemos calculara a resistência equivalente RE = R1+R2+R3+R4 = 200 +
500+1000+1300 = 3000Ω = =3K

Em seguida
devemos
calcular a
corrente no
resistor
equivalente , a
qual será igual à
corrente no
circuito original:
I = 12V/3K =
4mA.
Como a corrente
no equivalente é
igual à corrente
nos resistores da
associação,
então podemos
calcular a tensão
em cada um :

U1=200Ω. 4mA
= 0,2K.4mA =
0,8V = 800mV

U2= 500Ω .4mA


=0,5K.4mA =
2V

U3=1K.4mA =
4V

U4 = 1,3K.4mA
= 5,2V

Observe que :
U1+U2+U3+U4
= 12V

Clique para fazer o Download do arquivo que contem o circuito acima usando EWB5:
Ex1Aula3CC

Exercicio2: Qual a potência dissipada em cada resistor no exercício 1 ? Qual a


potência elétrica do gerador ?
R: Como já visto a potência dissipada em um resistor é dada por: P =R.I2 ou P=U2 /R
ou P=U.I

então : P1 = 0,8V.4mA = 3,2mW P2 =2V.4mA = 8mW P3 = 4V.4mA = 16mW e


P4 = 5,2V.4mA = 20,8mW

a potência que o gerador está fornecendo ao circuito deve ser igual à soma das potências
dissipadas em cada resistor ou

P = U.I = 12V.4mA = 48mW

( inicio )

Associação Paralelo de Resistores

Resistores estão ligados em paralelo quando a tensão aplicada em um for a mesma


aplicada nos outros. A Fig03 mostra um exemplo de ligação paralelo e o resistor
equivalente(RE). No caso de uma associação paralelo o resistor equivalente é
calculado por:

1/RE = 1/R1 +1/R2 +1/R3 ou em termos de condutância ( G = 1/R) GE = G1 +


G2 +G3

Obs: a) Para dois resistores em paralelo a expressão acima se reduz para: RE =(R1.R2)/
(R1+R2)
b) No caso de resistores iguais em paralelo : RE =R/n , onde n é o numero de
resistores de valor R em paralelo.
c) O equivalente de uma associação paralelo será sempre menor que o menor dos
resistores da associação
Fig03: associação paralelo - Circuito e resistor equivalente

Clique para fazer o Download do arquivo que contem o circuito acima usando EWB5:
Ex2Aula3CC

Na Fig03 observe que o instrumento indica 4mA tanto no circuito original como no
equivalente (RE=3K).
Outra característica de uma ligação paralelo é que a soma das correntes nos resistores
é igual à corrente total que entra na associação, que é basicamente a 1ª Lei de
Kirchhoff que tem o seguinte enunciado: " A soma das correntes que chegam em um
nó ( 4mA ) é igual à soma das correntes que dele saem ( 1,2mA +0,8mA +2mA ) ". (
inicio )

Exercício 3: Na Fig03 calcule a potência dissipada em cada resistor da associação e a


potência elétrica do gerador.

R: Novamente , para calcular a potência de um bipolo basta fazer o produto U.I,


então:

P1= 12V.1,2mA = 14,4mW P2 =12V.0,8mA =9,6mW P3 =12V.2mA=24mW

Pgerador = 12V.4mA = 48mW

Novamente observe que a soma das potências dissipadas deve ser igual à potência
elétrica do gerador ( isso se chama de conservação de energia ).

As seguir aplicações práticas de circuitos paralelos:


Uma das principais aplicações de circuitos paralelos é uma instalação elétrica
residencial, a qual consiste de lâmpadas , tomadas ligadas em paralelo. A Fig04 mostra
duas lâmpadas ligadas em paralelo e acionadas por interruptores.

Fig04: Lâmpadas ligadas em paralelo - 1 lâmpada ligada

Observe na Fig04 que, estando ligada apenas uma lâmpada a corrente no fusível será
igual a 481mA. O que acontece se a outra lâmpada também for ligada? Se as duas
lâmpadas forem iguais o consumo de corrente dobrará !!

Como sugestão de exercício proposto monte o circuito da Fig04 usando o simulador


Crocodile Clip
Fig05: Lâmpadas ligadas em paralelo - 2 lâmpada ligadas

Como você pode verificar a corrente dobra de valor . Quanto mais lâmpadas ( ou outro
dispositivo , tal como TV, chuveiro , etc ) estiverem ligados maior a corrente , e maior o
consumo !!

Como sugestão de exercício proposto monte o circuito da Fig05 usando o simulador


Crocodile Clip

Ir para Testes

ELETRICIDADE BÁSICA C.C - Testes


Para cada teste assinale uma alternativa

1. Em um condutor metálico os portadores de carga são:


a) Íons b) Elétrons livres c) Prótons d) Nêutrons

2. A intensidade da corrente elétrica em um condutor é de 0,5A, o que


corresponde a :

a) 0,5 elétrons por segundo b) 0,5.10-19Coulombs por segundo c)


0,5.1018eletrons por segundo

d) 0,5 Coulombs por segundo.

3. Assinale falso (F) ou verdadeiro (V) para cada afirmação

Condutores são substâncias que permite que cargas elétricas se movimente


C F
pelo seu interior
Se um condutor tem uma resistência de 10Ω , uma tensão de 5V aplicada
C F
resultará em uma corrente de 2A.
A condutância de um resistor de 10Ω é de 0,1mho C F
Um resistor tem as faixas: 1ª: preta 2ª: Marrom 3ª: preta logo R =10Ω C F

4. A tensão em um condutor é 2,4V e a intensidade da corrente é de 0,8A.


Podemos afirmar que a resistência do condutor é de :

a) 2,4 Ω b) 3 Ω c) 1,25 Ω d) 0,33 Ω

5. Um fio tem comprimento de 10m e área de secção de 0,1mm2. Se o


comprimento do fio passar para 20m, podemos afirmar que a resistência
do fio:

a) Diminui pela metade b) Dobra de valor c) Não se altera d) Não


dispomos da resistividade para responder corretamente.

6) No circuito , com a chave como indicado, a corrente que o instrumento indica


é 10mA. Se a chave mudar de posição a corrente :

a) Passa a valer 5mA b) passa a valer 10mA c) Passa a valer 0 d)


Passa valer 2,5mA