Vous êtes sur la page 1sur 14

2

Introdução

Nesse PMA falaremos sobre a empresa CIA ULTRAGAZ, uma das maiores

empresas fornecedora de gás LP envasado (gás liquefeito de petróleo) também

conhecido como gás de cozinha, a empresa também atua em outros segmentos do

gênero (GLP), como, por exemplo, Bobtail e outros.

Este tema foi escolhido devido à empresa ser líder de mercado no segmento

de gás de cozinha no Brasil. No decorrer deste trabalho mostraremos todas as etapas da

cadeia Logística, desde o recebimento da matéria-prima até a entrega no cliente final

(Consumidor).

O estudo oferecera contribuição tanto para os futuros alunos da faculdade,

como para pequenas e grandes empresas, oferecendo a eles conhecimento de todo

sistema logístico percorrido até o sistema de distribuição.

Os dados apresentados no decorrer desse trabalho foram disponibilizados pela

empresa e seus colaboradores através visitas técnicas acompanhas pelo funcionário

Everton Alves de Mira na própria empresa.


4

Dados da Empresa

Empresa matriz

Cia Ultragaz S.A.

Av. Brigadeiro Luis Antonio, 1343 - bela vista - São Paulo/SP.

CEP: 01317-910

Telefone: (11) 3177-6677 / fax: (11) 3177-6200

CNPJ: 61602199/0001-12

A Empresa

Nome da empresa: CIA ULTRAGAZ S/A

Sigla da empresa: ULTRAGAZ

CNPJ: 61.602.199/0001-12

UF: SP Município: São Paulo

Segmento econômico: Secundário

Natureza jurídica: Privada

Setores de atividade econômicos:

• Atividades de apoio à agricultura e à pecuária; atividades de pós-colheita

Os primeiros fogões a gás instalados no Brasil funcionavam com gás de

carvão. As tubulações de gás, no entanto, eram restritas aos bairros mais centrais das

grandes cidades. Para a população que ficava fora desses núcleos, às opções para

cozinhar ou esquentar a água eram em geral, lenha, carvão ou querosene. A empresa

Ultragaz foi criada na época de 1890 e seu criador foi Ernesto Igel nascido em Vienna na

Itália e em 1937 a grande capacidade empreendedora e criativa de Ernesto, vislumbrou a

oportunidade de se usar o gás liquefeito de petróleo, assim nascia a Empresa Brasileira

de Gás a Domicílio.
5

Em 1954 foi à grande inauguração da primeira refinaria de petróleo do Brasil,

em Mataripe, na Bahia, com o abastecimento regular de gás, a marca de consumidores

passou de 80 para 800, revolucionando os hábitos dos brasileiros. Em 1961 foi

constatada em uma pesquisa a meta de um milhão de clientes da empresa, com isso o

crescimento era inevitável, assim, em 1970 em diante houve diversas expansões com

parceria com a Liquigás e a Supergasbrás em 1970 e a Brasilgás na Bahia, tornando-se

um dos seus principais negócios.

Nos anos 90 a empresa lançou um projeto inovador, chamado de "Projeto

Redenção", que re-alinhou a empresa aos padrões de competitividade mundial,

renovando toda a sua frota e sua identificação visual.

Assim começamos a história do gás de cozinha de todos os brasileiros desde

1930 até a era do ano 2000.

LINHA DO TEMPO (de 1890 a 2008)

1890 - É um século de grandes transformações. O Brasil é tifo como um país

em crescimento, e estrangeiros começam a chegar ao país. Os imigrantes trouxeram

novas perspectivas e iniciaram a construção de novos empreendimentos. O rompimento

com os costumes do século passado é radical. Foi a primeira vez que o mundo

desencadeou uma Guerra Mundial. O Brasil andava rumo aos tempos moderno, pois se

tornava uma República Federativa.

A Industrialização começava a se fortalecer. Os Estados Unidos se tornam

potência global embalados pelo crescimento econômico do pós-guerra. A Europa ainda

sofre as conseqüências do conflito armado. No Brasil, com a expansão dos centros

urbanos, as transformações são constantes e aceleradas.

1893 - Nasce em 27 de Novembro de 1893 em Viena, Ernesto Igel, foi o

primeiro de cinco filhos de uma família de comerciantes.


6

1903 - Embora apaixonado pela musica, o jovem Ernesto cursou a Escola de

Comércio e, com apenas 15 anos, conseguiu seu primeiro emprego numa casa de

importação e exportação.

1914 - Com 21 anos, foi recrutado para lutar na Primeira Guerra Mundial e

enviado para a Romênia. Felizmente, suas habilidade comerciais o pouparam do front e

ele foi destinado aos serviços administrativos do exército.

1920 - Terminada a guerra, Ernesto Igel foi novamente aceito em seu antigo

emprego, tornando-se gerente dos negócios nas relações com o Brasil. Em viagem ao

país, o jovem decidiu ficar e criou a Ernesto Igel & Cia, empresa importadora de louças,

metais sanitários, fogões e aquecedores.

1930 - Nos estados unidos e na Europa, planos econômicos tentavam salvar as

economias que iam mal. Já no Brasil, a base econômica do país eram as oligarquias

rurais. Em 1930, a Revolução que coloca Getulio Vargas no poder, acaba com a política

apoiada pelos grandes cafeicultores de São Paulo e Minas Gerais.

1937 - Nascia a Empresa de Gás a Domicilio, a partir da capacidade criativa a

empreendedora de Ernesto Igel, que vislumbrou a oportunidade de usar o gás liquefeito

de petróleo em fogões e aquecedores. O suprimento inicial era o propano, gás utilizado

para acionar os motores de dirigíveis e que ficou estocada no país após o trágico acidente

que pôs fim a era dos zepelins.

1938 - Neste ano, o capital da empresa foi aberto e surgiu a Ultragaz S/A, que

passou a atuar em todo o País.

1940 - Surge o ENIAC, o primeiro computador da história e um dos maiores

avançados na ciência. É lançado o biquíni, criação do francês Louis Réard. O nome da

peça é uma referencia ao atol de Biquíni, no Pacífico, onde os americanos haviam

realizado testes atômicos.


7

1950 - Depois da morte de Getúlio Vargas, começam os prósperos anos de

Juscelino Kubitscheck. O povo brasileiro sofre com a derrota da Copa de 50, em pleno

Maracanã. Mas antes mesmo da década chegar ao seu fim à seleção canarinho conquista

a copa em 58, na Suécia. É inaugurada a primeira emissora de televisão do Brasil e da

América Latina, a TV Tupi.

1954 - Com a inauguração da primeira refinaria de petróleo do País, em

Mataripe, na Bahia, se deu a grande expansão. Com o abastecimento regular, a marca de

consumidores saltou de 80 para 800, revolucionando os hábitos do brasileiro.

1956 - A empresa investiu na ampliação das bases operacionais e na criação

de inúmeras loias para comercializar os fogões e botijões, que deram origem à rede

Ultralar, pioneira no setor de grandes magazines.

1959 - Pery Igel, filho de Ernesto, assumiu a direção das empresas e, dois

anos depois, transferiu sua rede administrativa para São Paulo.

1960 - O Brasil passa por um desenvolvimento econômico acelerando em uma

fase de mudanças culturais. Surgem os Beatles, os maiores expoentes na música.

Brasília se torna a nova capital do país pela TV, os brasileiros assistiam o assassinato do

presidente dos Estados Unidos, John Kennedy.

Da Ultragaz e Ultralar, Pery criou, na década de 60, o Grupo Ultra, que

conta com aproximadamente 9,5 mil profissionais que atua especialmente no setor

petroquímico. Entre 1950 e 1960 é implantado o sistema de vendas por cota pelo

governo.

1961 - A Ultragaz já possui um milhão de clientes.

1970 - Os Brasileiros tiveram um período chamado de "Milagre Brasileiro", com

aumento de exportações e investimentos estrangeiros no país é inventado o

videocassete. Por conta da novela Dancing Days, Sonia Braga se torna o ícone dos anos
8

70 no Brasil. A moda hippie levava para as ruas roupas de cores brilhantes e algumas de

estilo indiano.

1977 - Compra da Plenogás em parceria com a Liquigás e a Supergasbrás.

1980 - O mundo se globaliza e começa a era da informação. Cai o Muro de

Berlim. Alemanha Ocidental e Oriental voltam a ser um único país. O Brasil vice a

abertura política, como o movimento Diretas Já, a primeira eleição para o presidente

depois da ditadura.

Compra a empresa baiana Brasilgás, que permaneceu como u dos

principais negócios do Grupo Ultra.

1990 - O celular começa a se popularizar. O país se abre para as importações

e a indústria nacional se moderniza rapidamente. É feito o primeiro clone, abrindo novas

possibilidades para as pesquisas do DNA humano. O computador pessoal e a Internet

entram no cotidiano das pessoas.

Nos anos 90, a empresa lançou o "Projeto Redenção", que a realinhou aos

padrões de competitividade mundial. A frota e a identificação visual da Ultragaz foram

renovadas. Entre as novidades que surgiram está o Ultrasystems, um sistema de

fornecimento a granel.

1995 - A Ultragaz inova na cor do botijão quando começa a produzir botijões na

cor azul, diferenciando o produto dos demais.

2000 - Não aconteceu o Bug do Milênio que paralisaria todos os computadores.

As torres do World Trade Center, em Nova York são atingidas por dois aviões. É a era do

reality shows. E anônimos se tornam celebridades instantaneamente. No futebol, a

seleção é pentacampeã. Temos um astronauta brasileiro: Marcos Pontes.

Na Ultragaz já atua em toda a região Sul, Sudeste, Centro-Oeste e

Nordeste, sendo que, somente na Bahia, opera com o nome Brasilgás.


9

2003 - A Ultragaz atingiu a Shell Gás no Brasil, tornando-se líder no segmento

de Gás LP no país.

2008 - Em 2007, a Ipiranga - maior empresa privada do segmento de

distribuição de combustíveis no Brasil - também passou a fazer parte do grupo Ultra

adquire a Texaco.

Quem Somos.

A Ultragaz é pioneira na distribuição de gás liquefeito de petróleo (gás LP,

também conhecido como gás de cozinha) no Brasil. Operando nas regiões Sul, Sudeste,

Centro Oeste, Norte e Nordeste. Na Bahia, utilizamos a marca Brasilgás, que se tornou

uma das mais importantes da região.

A Ultragaz é pioneira na introdução do gás LP como gás de cozinha no Brasil.

Mais de 70 anos depois, os fogões à lenha deixaram de fazer parte da vida das donas-de-

casa e o mercado nacional passou a consumir, anualmente, mais de seis milhões de

toneladas do gás que é usado como combustível doméstico por cerca de 90% da

população brasileira.

A Ultragaz com o seu pioneirismo também deu início ao grupo ULTRA (Ultrapar

Participações S/A) em 1999, um dos mais sólidos conglomerados econômicos do País,

cujas ações são negociadas nas bolsas de valores de São Paulo e de Nova York.

Missão

Atuar com os melhores padrões de qualidade, segurança e excelência

operacional de produtos e serviços;

Fortalecer a marca, promovendo o melhor atendimento ao cliente e o

reconhecimento da nossa atuação como empresa socialmente responsável;

Buscar crescimento permanente, observando nossos valores, princípios e

sustentação financeira.
10

Através de:

• Talentos - ter pessoas com o diferencia competitivo;

• Clientes - marca de maior valor percebido e paixão pelo cliente;

• Custos - ser o operador de menor custo.

 Visão de ser o padrão mundial de GLP.

 Princípios operacionais:

 Segurança - Definir os padrões da indústria.

 Flexibilidade - Melhores competências e recursos em qualquer situação.

 Integração - Colaboração como palavra-chave.

 Inovação - Cultura de aprendizagem.

 Velocidade - Sempre à frente dos competidores.

 Qualidade - Atendimento confiável, seguro e no tempo certo das necessidades do cliente.

Departamento (Planejamento Logístico)

O departamento de planejamento logístico da empresa fica localizado na parte

administrativa da empresa no prédio principal.

Os departamentos são divididos por baias, temos um total de nove baias

constituindo administração, gerência, RH (recursos humanos), comercial, expedição,

financeiro, planejamento de produção e planejamento logístico, essa baia do

departamento tem aproximadamente 9m² e é formado por dois funcionários sendo o

responsável o Sr. Everton Alves de Mira.

O departamento é responsável pelas seguintes atividades dentro da cadeia de

suprimentos:

Atendimento ao cliente – auxiliando na rastreabilidade das entregas;


11

Processamento dos pedidos – os pedidos são realizados via telefone, onde o

funcionário responsável alimenta uma planilha de demanda, encaminhada para a

produção planejar e processar a produção.

Faturamento - Um relatório é emitido com todos os pedidos sendo entregue

para a transportadora responsável pela realização das entregas, sendo ela responsável

pelo pedido da nota fiscal ao setor administrativo.

Frete – Após a entrega do relatório de pedidos à transportadora emite um

conhecimento anexado na nota fiscal de transporte onde é calculado o valor do frete.

Organograma da Empresa
12

Portaria

A portaria da Cia. Ultragaz S/A. é responsável por todo o controle de entrada e

saída dos funcionários e caminhões de carga e descarga. O controle é feito através de

dois seguranças da empresa terceirizada (Protege “proteção de valores”) através de

planilhas fornecidas pela empresa Ultragaz para realização de rastreamento das entradas

e saídas. (conforme anexo 01)

Matéria Prima

O gás é transportado por carretas tanques. As carretas chegam à empresa

Ultragaz. Ao dar entrada na portaria a mesma segue para uma balança localizada dentro

da empresa ao lado da portaria, onde é feita a pesagem da carreta para verificação de

seu peso de acordo com a nota fiscal. Ao realizar a pesagem é emitido um ticket de

pesagem (anexo 02) que é anexado a nota fiscal. Após a emissão do ticket a carreta segue

para o transvaso (local de descarga) da matéria-prima. O processo de descarga da

matéria-prima no transvaso é realizado por dois funcionários da própria empresa Ultragaz,

que realizam a descarga conectando mangotes (mangueiras) na carreta transferido

através de tubulação o gás para uma esfera de aço de nove mm onde é feito o

armazenamento do material a granel. (conforme anexo 03)

O processo de envase

Os botijões chegam através de caminhões que são encostados um a um em

uma doca especifica que é constituída por uma lança telescópica de descarregamento

dos botijões, encaminhado-os por uma esteira para realização de todas as etapas do

envase.

Assim que os botijões chegam à base de produção nossa equipe realiza uma

inspeção visual de 100% dos botijões. Os botijões em bom estado são enviados para o
13

processo de envase, já aqueles que estão sem condições de uso são enviados para

requalificação, manutenção ou sucateamento.

O processo de envase começa com a troca do anel de vedação da válvula de

entrada e saída do gás, após este processo os botijões são encaminhados ao carrossel

de envasamento. O carrossel é um equipamento constituído de 24 balanças eletrônicas

de precisão com bicos conectores para realização do enchimento automático do botijão.

Assim que o enchimento é realizado há uma esteira conectada ao carrossel

que transporta o vasilhame ao setor de analise de vazamento. O processo de vazamento

é realizado manualmente por um operador portando um vasilhame com detergente liquido

e esguichando na válvula de entrada e saída do botijão, se constatado algum tipo de

vazamento o botijão é retirado da esteira e enviado para a realização de manutenção na

válvula de entrada e saída.

Após este processo o botijão segue pela esteira para a parte de lavagem em

uma cabine fechada com jatos de água lavando todos os botijões que ao serem lavados

são encaminhados para a cabine de pintura, esta cabine é constituída de três revolveres

de pintura automatizada realizando a re-pintura de todos os botijões sempre que forem

envasados.

Após o processo de pintura os botijões são encaminhados para o processo de

lacre, o processo de lacre é realizado manualmente por um operador colocando os lacres

nas válvulas de entrada e saída do botijão, após o lacre ser colocado o botijão é

encaminhado para um soprador de ar quente para o lacre ser devidamente fixado no

botijão. Após o processo de lacre, os botijões seguem para etiquetagem, que é um

processo manual realizado por um operador que simplesmente fixa a etiqueta na válvula

de entrada e saída do botijão. Realizado todo este processo o botijão esta pronto para a

realização do carregamento do caminhão que realizará a entrega ao distribuidor.


14