Vous êtes sur la page 1sur 2

Nem Lula, Nem Alckmin

Frente de Esquerda PSOL- PSTU-PCB


NA LUTA E NAS ELEIÇÕES, POR TRABALHO E EDUCAÇÃO
ENFRENTANDO O CAPITALISMO.
Lula e Alckmin continuarão a política de ataque aos
direitos dos trabalhadores; de pagamento da dívida
“eterna”; de fechamento de vagas de trabalho;
sucateamento da saúde e da educação, somente
com o enfrentamento com o capitalismo, poderemos
dar passos efetivos para a libertação dos trabalhado-
res.

Nossa candidatura estará a serviço da luta dos traba-


lhadores levantando três propostas chaves.
A primeira delas é a de que a única forma de enfren-
tar o desemprego é a REDUÇÃO DA JORNADA DE
TRABALHO SEM REDUÇÃO SALARIAL, possibilitan-
do a abertura de no-
vas vagas. A segun-
da é os SALÁRIOS
MÍNIMOS DO DIEESE, que hoje está por volta de
R$ 1.400,00 como parte de um processo de recu-
peração da renda.
Para o resgate dos investimentos sociais, não po-
demos mais encher os bolsos do capital financeiro
internacional e seus sócios da burguesia nacional
com o famigerado superávit fiscal, para tanto so-
mente O NÃO PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTER-
NA, permitirá que tais recursos, sob o controle dos
trabalhadores sejam investidos em moradia, edu-
cação e saúde.
São essas as bases para que possamos recon-
quistar os nossos direitos e avançar na superação
do capitalismo.Nas ruas e nas eleições, precisa-
mos a unidade dos trabalhadores rumo a constru-
ção de uma sociedade socialista!!
Professor Toninho iniciou sua militância socialista ainda da década de
80, na oposição metalúrgica e na luta dos estudantes. Atualmente e
dirigente sindical da APEOESP-Sindicato dos Professores e membro da
direção nacional do PSOL.

Deputado · REDUÇÃO DA JORNADA DE


Federal TRABALHO SEM REDUÇÃO
SALARIAL.
· NÃO AO PAGAMENTO DA DÍ-
VIDA EXTERNA.
· REFORMA AGRÁRIA
RADIACL COM CONTRÔLE
DOS TRABALHADORES.
· NÃO AS REFORMAS TRABA-
LHISTA, SINDICAL E DA PRE-
VIDÊNCIA.
· PELA UNIDADE DOS TRABA-
LHADORES.
· EDUCAÇÃO E ARTE A SER-
VIÇO DOS TRABALHADO-
RES.

POR TRABALHO, EDUCAÇÃO E SOCIALISMO.