Vous êtes sur la page 1sur 12
PSICOLOGIA EM MIÚDOS: PSICOLOGIA EM MIÚDOS: “BIBLIOTECA “BIBLIOTECA E E INTERNET” INTERNET” (PÁGINA (PÁGINA 11) 11)
PSICOLOGIA EM MIÚDOS: PSICOLOGIA EM MIÚDOS: “BIBLIOTECA “BIBLIOTECA E E INTERNET” INTERNET” (PÁGINA (PÁGINA 11) 11)
PSICOLOGIA EM MIÚDOS: PSICOLOGIA EM MIÚDOS: “BIBLIOTECA “BIBLIOTECA E E INTERNET” INTERNET” (PÁGINA (PÁGINA 11) 11)
PSICOLOGIA EM MIÚDOS:
PSICOLOGIA EM MIÚDOS:
“BIBLIOTECA “BIBLIOTECA E E INTERNET” INTERNET” (PÁGINA (PÁGINA 11) 11)
POLICLÍNICA POLICLÍNICA DA DA MALVEIRA: MALVEIRA:
SABIA SABIA QUE QUE
... ...
AS AS DORES DORES DE DE CABEÇA CABEÇA (TAMBÉM) (TAMBÉM) PODEM PODEM
SER SER ELIMINADAS ELIMINADAS PELO PELO MÉDICO-DENTISTA MÉDICO-DENTISTA (PÁGINA (PÁGINA 9) 9)
RECOMENDACÃO: RECOMENDACÃO:
VANINAÇÃO VANINAÇÃO CONTRA CONTRA A A LEISHMANIOSE LEISHMANIOSE (PÁGINA (PÁGINA 9) 9)
PSICOLOGIA EM MIÚDOS: PSICOLOGIA EM MIÚDOS: “BIBLIOTECA “BIBLIOTECA E E INTERNET” INTERNET” (PÁGINA (PÁGINA 11) 11)
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012
PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
ANO VII | Nº 328 5ª feira 19 Janeiro 2012 PÁGINA 2
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe

JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira

JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe uma classe ou melhor uma
Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez,
que existe uma classe ou melhor uma “casta” que
dirige este país e que decide sobre a vida de todos
nós, que é completamente imune à crise, mas que
contribuiu activamente para ela, e que nos obriga
a aceitar planos de resgate por eles negociados
que só afectam quem está um nível abaixo destes
seres quase divinos. Serve para demonstrar que vi-
vemos em dois países diferentes, a casta dirigente
politico/económica vive melhor que na Suécia e
os outros vivem no Burkina Faso, serve para de-
monstrar o porquê de Portugal ser o país, da União
Europeia e da OCDE, onde o fosso entre ricos e
pobres é maior. Nós andamos preocupados com
o futuro das nossas vidas e da vida dos nossos
filhos e eles já trataram das suas vidinhas. As jus-
tificações bacocas são ainda mais ridículas, dizer,
como este senhor reformado disse, que só vai re-
ceber metade dos 45.000,00€ porque o resto são
descontos para o estado é brincar com aqueles
que têm de gerir um ordenado de 485,00€.
Decidir sobre a vida dos outros é tão fácil…
Decidir sobre a vida dos outros é tão fácil…
TERESA BAPTISTA
TERESA BAPTISTA
Marketeer Encarnação
Marketeer
Encarnação
das hipóteses ... é saber a quem vai gerir a conta bancária des- handicap físico, provavelmente
das hipóteses ...
é saber a quem vai gerir a conta bancária des-
handicap físico, provavelmente está inválido
por questões mentais.
de vira-o-disco-e-toca-o-mesmo, ou não nos im-
portamos com isso - dá interdição em qualquer
A fortuna que o Dr. Catroga vai auferir não é
Ao que parece o Dr. Catroga está reformado
na EDP é meramente alegórico.
está com os pés para a cova.
remuneração - são luvas
Para mim a questão
tuguês que também aparenta não ter discerni-
para tal.
Bem, o Dr. Catroga tem 69 anos, no mínimo
anos, elege alternadamente ora uns ora outros.
por invalidez - não se lhe conhecendo nenhum
mento para votar, uma vez que, há mais de 30
Finalmente, alguém devia interditar o povo por-
Obviamente o cargo para que está indigitado
Ou ainda não percebemos que é mais um caso
te cavalheiro, que pode já não ter capacidade
...
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOÃO CARMO OLIVEIRA Empresário Malveira Este caso só serve para demonstrar, mais uma vez, que existe
JOSÉ NOBRE
JOSÉ NOBRE
JOSÉ NOBRE Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas. Quando penso nestas coisas
JOSÉ NOBRE Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas. Quando penso nestas coisas
Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas. Quando penso nestas coisas ”fico com
Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas.
Quando penso nestas coisas ”fico com os olhos
em bico”.

O que me chateia ainda mais é o fato de se dizer que tudo foi, e continua a ser, feito com transpa- rência.

JOSÉ NOBRE Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas. Quando penso nestas coisas
JOSÉ NOBRE Sei que são frases feitas, mas não resisto a elas. Quando penso nestas coisas
Se fosse transparente NÃO SE VIA. E afinal está á vista de todos.
Se fosse transparente NÃO SE VIA. E afinal está á
vista de todos.
Então se não é assim, o que será? É despudor e pouca vergonha, é fazer pouco
Então se não é assim, o que será?
É despudor e pouca vergonha, é fazer pouco de
quem trabalha.

Já não era suficiente ter luz amarela, ainda tenho que ter um super Gestor, que também é super pen- sionista.

Tenham um pouquinho mais de cuidado quando quiserem insultar a inteligência do Zé.
Tenham um pouquinho mais de cuidado quando
quiserem insultar a inteligência do Zé.
PAULO FERNANDO Designer e Fotógrafo Malveira
PAULO FERNANDO
Designer e
Fotógrafo
Malveira
PAULO FERNANDO Designer e Fotógrafo Malveira
HÉLDER MARTINS
HÉLDER MARTINS
HÉLDER MARTINS Jornalista Ericeira De facto, os portugueses deveriam ter, na verda- de, opções para comprarem

Jornalista

Ericeira

De facto, os portugueses deveriam ter, na verda-
De facto, os portugueses deveriam ter, na verda-
de, opções para comprarem onde quisessem,
de, opções para comprarem onde quisessem,
sem exclusivos a água, electricidade e tudo o
sem exclusivos a água, electricidade e tudo o

mais.

Quanto a discutirmos o que cada um ganha em
Quanto a discutirmos o que cada um ganha em
empresas 100% privadas, é coisa que nada
empresas 100% privadas, é coisa que nada
temos com isso. Não são contas do nosso ro-
temos com isso. Não são contas do nosso ro-
sário. Só podemos é ter inveja de não termos
sário. Só podemos é ter inveja de não termos
HÉLDER MARTINS Jornalista Ericeira De facto, os portugueses deveriam ter, na verda- de, opções para comprarem

sido escolhidos para essas tarefas bem compen- sadas.

nhos. Mas se lá tivéssemos, dávamos lugares so primeiro. Naturalmente que passa a ser mais Agora
nhos. Mas se lá tivéssemos, dávamos lugares
so primeiro. Naturalmente que passa a ser mais
Agora o que parece mal é serem todos os “tais
aos amigos, ou aos nossos inimigos?
magníficos” amigos, e até o ex-patrão, do nos-
do mesmo. Falam, falam, porém são iguaizi-