Vous êtes sur la page 1sur 2

Acidentes de trabalho: 30% atingem as mos, dedos e punhos

As mos esto entre as partes do corpo humano mais sujeitas a acidentes. o que comprova os nmeros do Anurio Estatstico de Acidentes de Trabalho, publicado em janeiro de 2008: 30% dos 503.890 acidentes de trabalho registrados atingiram mos, dedos e punhos. Preocupada com os altos ndices de acidentes, a Associao Brasileira de Cirurgia da Mo lanou a Campanha Nacional de Preveno a Acidentes e Traumas da Mo. Segundo a associao, mquinas modernas, dispositivos de segurana e capacitao dos trabalhadores e processos de produo mais adequados ajudariam a diminuir ndices to altos de acidentes. importante ressaltar que a maior incidncia dos acidentes e traumas da mo atingem a populao economicamente ativa e o afastamento dessas pessoas de suas respectivas atividades, provoca um srio impacto econmico-social, adverte Dr. Flvio Faloppa, da Associao Brasileira de Cirurgia da Mo. Segundo ele, alm do trauma fsico, outro problema a ser pensado o custo desse tipo de acidente. Na maioria dos casos, os custos com acidentes englobam o atendimento mdico e tratamento, indenizao do acidentado, horas perdidas no trabalho, substituio do funcionrio. Tudo isso gera prejuzo tanto para o governo, quanto para a empresa, mas principalmente para o trabalhador acidentado, que ter seu ganho diminudo durante a recuperao e, em casos de acidentes mais graves, carregar as seqelas para o resto de suas vidas, afirma o mdico. No 29 Congresso Brasileiro de Cirurgia da Mo, rgos ligados ao trabalho, como o INSS e FIESP, discutiram juntamente com mdicos a importncia do desenvolvimento de polticas que cuidem da preveno de acidentes no mbito de trabalho. Renata Rosenfeld, ortopedista do CREB Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, pontua que para problemas como este tenham uma melhor conduo foi criada a especialidade de Cirurgia da Mo, que tem, alm de conhecimento profundo de anatomia, fisiologia e fisiopatologia, um aprimoramento da tcnica cirrgica. - O objetivo da Cirurgia da Mo nos traumatismos recuperar a mo acidentada o mais rpido e o mais perfeito possvel para que essas pessoas voltem s suas atividades. A qualidade do primeiro atendimento de extrema importncia, pois dele que depende toda a evoluo caso.

Um socorro mal conduzido gera sequelas graves e, muitas vezes, incapacidade funcional explica a mdica do CREB.