Vous êtes sur la page 1sur 2

A tica Protestante e a Ideologia do Atraso Brasileiro Weber, como a principal fonte para a autocompreenso do Brasil.

O autor aceita, sem restries, o diagnstico weberiano acerca do desenvolvimento ocidental. - Noo de atrasado/moderno ambiguidade cultura que envolve simultaneamente perdas e ganhos. Weber rejeita um evolucionismo material e prope um evolucionismo formal (que prega estgios de desenvolvimento com validade universal). - A moralidade e a necessidade de compreenso do mundo so frutos da racionalidade religiosa. - Especificidade ocidental: a maneira como a religiosidade ocidental soluciona o dualismo criado por ela mesma, a saber: formatar a esfera mundana a partir dos critrios da sua tica religiosa o cristianismo no criado por Cristo, mas por Paulo e Agostinho (influenciado pelos gregos) e institucionalizado por Constantino. - Calvinismo: Predestinao ansiedade trabalho/acmulo como construo do reino de Deus na Terra. - Convergncia no oricende entre puritanismo, democracia e capitalismo competitivo (especialmente nos USA). - Srgio Buarque de Holanda: somos individualistas a-moral. Nosso atraso: Fatores geogrficos, condicionanetes tico-religiosos, herana ibrica de anacronismo, individualismo persualista, busca por prazeres imediatos, ausncia de vnculos associativos que tornem possvel a formnao de alianas coletivas de longo prazo, desprezo pelo controle racional dos afetos.

Esfera simblica Viana Moog

Pioneiro povoador Yankee pioneiro j capitalista, empreendedor

Faoro: Herana do patriotismo portugus e sua transplantao para o Brasil. - Igreja pertencimento desde o nascimento - Seita - associao voluntria, segundo qualificaes ticas adquirveis.

Protestantismo como seita portador de uma tica sectria, recriadora do mundo ocidental moderno e fundador da sociedade norteamericana. Diviso: Marcos 1 a 4 (incluindo introduo do autor). Jessika 5 a 7 Ricky 12 a 15 Pablo 16 a 19 Jayder 8 a 11 e 20 (concluso)