Vous êtes sur la page 1sur 1

Competncias Profissionais Leitura e Produo de Texto

Prof. Zilma da Silva Gusmo

Variaes Lingsticas As Diferentes Concepes de Linguagem


A linguagem humana tem sido concebida, no curso da Histria, de maneiras bastante diversas, que podem ser sintetizadas em trs principais: a. como representao(espelho) do mundo e do pensamento; b. como instrumento(ferramenta) de comunicao; c. como forma (lugar) de ao ou interao. A mais antiga dessas concepes , sem dvida, a primeira, embora continue tendo seus defensores na atualidade. Segundo ela, o homem representa para si o mundo atravs da linguagem e, assim sendo, a funo da lngua representar (= refletir ) seu pensamento e seu conhecimento de mundo. A segunda concepo considera a lngua como um cdigo atravs do qual um emissor comunica a um receptor determinadas mensagens. A principal funo da linguagem , neste caso, a transmisso de informaes. A terceira concepo, finalmente, aquela que encara a linguagem como atividade, como forma de ao, ao interindividual finalisticamente orientada; como lugar de interao que possibilita aos membros de uma sociedade a prtica dos mais diversos tipos de atos, que vo exigir dos semelhantes reaes e/ou comportamentos, levando ao estabelecimento de vnculos e compromissos anteriormente inexistentes. Trata-se, como diz W. Geraldi (1991), de um jogo que se joga na sociedade, na interlocuo, e no interior de seu funcionamento que se pode procurar estabelecer as regras de tal jogo.

Linguagem Falada X Linguagem Escrita


Entre as caractersticas distintivas mais frequentemente apontadas entre as modalidades falada e escrita, esto as seguintes: Fala 1. 2. 3. 4. 5. 6. Escrita 1. 2. 3. 4. 5. 6. planejada no-fragmentria completa elaborada predominncia de frases complexas, com subordinao abundante emprego freqente de passivas, etc. no-planejada fragmentria incompleta pouco elaborada predominncia de frases curtas, simples ou coordenadas pouco uso de passivas, etc.

Ocorre, porm, que estas diferenas nem sempre distinguem as duas modalidades, mesmo porque existe uma escrita informal que se aproxima da fala e uma fala formal que se aproxima da escrita, dependendo do tipo de situao