Vous êtes sur la page 1sur 9

Manual

Haxorware 1.1 PT-BR

Feito por IcE_WiNd

Manual Haxorware 1.1 PT-BR Feito por IcE_WiNd www.sbhacker.net www.haxorware.com http://cmhack.leet.la

www.sbhacker.net

www.haxorware.com

http://cmhack.leet.la

Aqui nesse manual vou descrever as funções do firmware Haxorware 1.1, aqui foram usadas imagens do REV 27 mas esse manual também serve para a REV 38 e futuras revisões. Editarei esse manual caso saiam novas versões. Nessa nova revisão temos duas versões do firmware, sendo uma chamada DIAG (SB5102-2.7.6.0-DIAG) e a outra LITE (SB5101E-2.7.5.0-LTSH). A versão LITE não possui "Static IP" e por isso tem mais memória livre que a DIAG, ja a DIAG é a versão normal do firmware.

1- Overview

Ao digitarmos 192.168.100.1 no browser veremos essa tela inicial, ela nos mostra algumas informações importantes para nós como o IP do nosso modem e dos servidores de TFTP do provedor, o arquivo de config que o modem está usando e outras coisas.

arquivo de config que o modem está usando e outras coisas. Task Status: Mostra as etapas

Task Status:

Mostra as etapas que o modem tem que cumprir pra que ele consiga ficar "Operacional"

HFC Parameters:

Aqui aparecem as configurações de rede que seu modem recebeu quando ficou online seja por DHCP ou por Static IP que será explicado mais a frente.

Configuration File:

Te informa no nome da config que o modem está usando, e te dá a opção de baixá-la pro computador. Mostra o tamanho dela e ainda qual a versão DOCSIS.

2- Signal

2- Signal Nessa parte você encontra informações sobre os níveis de sinal no modem e o

Nessa parte você encontra informações sobre os níveis de sinal no modem e o tipo de modulação. Downstream: deve estar entre +15 e -15 dBmV (+10 e -10 de preferência). Signal to Noise Ratio: Acima de 33dB (Acima de 35dB de preferência) Upstream: Abaixo de 55dBmV.

3- Event Log

Apenas mostra informações de Log do modem, quando seu modem não conseguir ficar online o erro deve aparecer aqui.

4- Settings

4- Settings

É uma das áreas mais importantes do firmware, ela é dividida da seguinte forma:

-General:

*Factory Mode: Habilita alguns OID's de fábrica, deixe desabilitado de preferência porque consome muita memória.

*Disable Firmware Upgrades: Se estiver ativado impede que seu provedor grave um outro firmware por cima do seu Haxorware 1.1.

*Force Network Access: Essa opção faz o modem ignorar um tipo de bloqueio que o provedor pode usar pra impedir que seu modem se registre na rede.

*Tftp Enforce Bypass: Simula uma transação TFTP para enganar uma proteção encontrada geralmente em CMTS's da Cisco. *Disable IP Filters on Startup: Desabilita alguns filtros colocados pelo provedor para bloquear algumas portas no modem.

-Timeouts

Acho que não é necessário explicar a função de cada um, vo fazer uma explicação geral. Durante o registro do modem junto ao CMTS existe um tempo máximo que o modem pode demorar até responder uma solicitação do CMTS, se o tempo é excedido ocorre o Timeout,que faz com que o modem dê um reboot. São quatro timeouts possíveis, depende em que parte do processo de registro o modem deixou de responder. Essas opções fazem com que o modem ignore os timeouts e assim sendo, não reboote, o T4 também é usando pelo provedor pra derrubar modens.

-Administration:

Você seta qual o IP que você vai usar pra acessar o modem pela rede, o padrão é 192.168.100.1.

E pode habilitar ou desabilitar o DHCP.

-WebGUI:

Você tem a opção de botar uma senha no modem para que outras pessoas não possam alterar nenhuma configuração dele.

-Telnet Server:

Habilita ou desabilita o Telnet do modem, e também você pode trocar a senha que por padrão é root/admin.

5- Frequency

Aqui é onde você vai configurar o tipo de DOCSIS do seu modem, aqui no Brasil usamos o padrão DOCSIS Americano. Se você souber o canal e a frequencia do modem configure-os aqui, se não o modem deve encontrá-los sozinho.

6- Addresses

6- Addresses -Addresses Outra importante configuração do firmware, em "HFC MAC" você precisa colocar um MAC

-Addresses

Outra importante configuração do firmware, em "HFC MAC" você precisa colocar um MAC válido para que seu modem consiga ficar online, senão ele não conseguirá se autenticar. Os MAC's restantes não tem muita importância, mas eles devem ser todos diferentes entre si!

-Certificate Generation

Após trocar o MAC do modem um certificado referente à aquele MAC vai ser gerado automaticamente, isso serve pra tentar burlar a proteção que alguns provedores usam chamada BPI+.

7- Config File

-Force Config File: Você seta um IP e o nome de uma config para que o modem tente buscá-la enquanto se autentica.

-Autoserve: Não precisa setar nenhum IP pro modem buscar alguma config porque usando essa opção a config fica armazenada dentro do próprio modem.

8- Baseline Privacy

Nessa página você configura a versão de BPI que seu provedor usa e também pode salvar ou inserir novos ceriticados no seu modem para tentar burlar o BPI+.

9- Static IP

seu provedor usa e também pode salvar ou inserir novos ceriticados no seu modem para tentar

Essa é uma opção muito interessante se você souber usá-la, com ela você não precisa usar um MAC válido, pode usar qualquer um aleatoriamente que seu modem vai conseguir se autenticar. Isso se seu provedor permitir isso.

-Force Static IP: Habilita o Static IP

-Suppress DHCP Requests: Faz o modem ignorar os pedidos de DHCP do provedor, mas se estiver habilitado provavelmente a placa de rede no seu computador não vai conseguir receber IP automaticamente.

Os campos restantes devem ser preenchidos corretamente para que seu modem consiga acesso a internet, essas configurações variam de provedor pra provedor e até mesmo variam de regiões diferentes dentro de um mesmo provedor.

10- Stealth

regiões diferentes dentro de um mesmo provedor. 10- Stealth -Modem Identifiers: Coloque as informações que você

-Modem Identifiers: Coloque as informações que você quer que seu modem informe ao seu provedor, pegue-as de um modem com firmware original.

As opções "Hardware Version" e "Bootloader Revision" são importantes caso você esteja clonando um modem que seja diferente do modelo do seu modem. Todo modem de qualquer que seja o fabricante possui um valor próprio pra "Hardware Version" e "Bootloader Revision", então configure esses campos de forma correta.

-SNMP Agent: Essa é outra configuração importante, se a opção "Disable SNMP Agent after Registration" estiver habilitada o provedor não pode acessar o seu modem para recolher informações, assim seu modem consegue ficar "invisível" na rede. Ou então pode deixar a opção desabilitada e colocar um valor em "Server Port" diferente de 161 que vai acabar surtindo o mesmo efeito, mas dá a possibilidade de seu provedor acessar seu modem se ele conseguir adivinhar a porta que você configurou, então deixe o SNMP desabilitado. Na opção de baixo você faz o modem repassar as requisições de SNMP para um outro IP.

11- Downloader

Serve pra você baixar uma config direto do servidor TFTP do seu provedor, coloque o IP e o nome da config para baixar, mas não funciona com todos os provedores.

12- File Manager

É onde todos os arquivos salvos no modem ficam guardados, e eles podem ser deletados, salvos no seu pc ou então enviados de volta pro modem.

13- Web Shell

Essa parte, assim como o Telnet, pode ser usada para dar comandos no modem.

14- Factory Defaults

Reseta o modem e carrega as configurações de fábrica.

15- Backup and Restore

Você pode salvar um fulldump (2mb) do seu modem para gravar em outro pra fazer um clone perfeito, ou então salvar/enviar um backup do nonval do modem que contêm informações importantes.

16- Firmware Upgrade

Usado pra atualizar o firmware do seu modem com uma versão mais nova do Haxorware.

17- About

Contêm algumas informações sobre o firmware e seus criadores (Rajkosto)/parceiros (www.sbhacker.net).

18- Reboot

Reinicia o modem.