Vous êtes sur la page 1sur 5
Por Gilberto de Oliveira Hiragi

Por Gilberto de Oliveira Hiragi

Índice

1. Requisitos

3

2. Versões de Softwares

3

3. Instalação

3

WorkBench – Modelagem Entidade Relacionamento

By Gilberto Hiragi – gilberto.hiragi@gmail.com

1. Requisitos

Conhecer a rotina de instalação de programas em Windows. Para esta apostila iremos considerar o Windows XP e os softwares serão exatamente de uma determinada versão.

2. Versões de Softwares

 

LISTA DE SOFTWARES

Software

Arquivo

1

MySQL Server

mysql-5.5.8-win32.zip ou superior

2

MySQL GUI Tools

mysql-gui-tools-noinstall-5.0-r16-win32.zip ou superior

3

MySQL WorkBench

mysql-workbench-gpl-5.2.31a-win32-noinstall.zip ou superior

4

JDK (Java)

jdk-6u23-windows-i586.exe ou superior

5

iReport

iReport-4.0.0.zip ou superior

6

NetBeans

netbeans-6.9.1-ml-java-windows.exe ou superior

7

Documentação Java

jdk-6u23-docs.zip ou superior

8

Documentação MySQL

refman-5.5-en.a4.pdf ou superior

3. Instalação

MySQL Server

Deve ser descompactado de preferência na raiz do Drive principal, por exemplo, (C:).

No diretório: \mysql-5.5.8-win32\bin você irá encontrar um executável chamado mysqld.exe, também conhecido como MySQL Server. Para acesso a base de dados é necessário rodar este programa antes de iniciar os trabalhos com o Java, iReport e os utilitários MySQL.

Este executável mysqld.exe não apresentará uma janela de interação. Ele é o serviço que roda em background para prover as funcionalidades de servidor na porta 3306.

WorkBench – Modelagem Entidade Relacionamento

By Gilberto Hiragi – gilberto.hiragi@gmail.com

MySQL GUI Tools

Deve ser descompactado de preferência na raiz do Drive principal, por exemplo, (C:).

No diretório \MySQL GUI Tools 5.0 você encontrar dois arquivos executáveis, que serão utilizados na disciplina:

MySQLQueryBrowser.exe

>

Editor

de

comandos

SQL,

utilitário

utilizado

para

interface básica com a base de dados, através do uso de instruções SQL.

MySQLAdministrator.exe > Permite gerenciar o SGBD em relação ao controle de acesso e backup/restore.

MySQL Workbench

Deve ser descompactado de preferência na raiz do Drive principal, por exemplo, (C:).

No diretório \MySQL Workbench 5.2.31 CE você irá encontrar o executável:

MySQLWorkbench.exe, basta rodar este programa para iniciar o utilitário, que trabalha com modelagem entidade e relacionamento. Neste programa também é possível fazer a geração de Scripts a partir do modelo.

JDK

Neste caso é necessário instalar o pacote, informo que é um pacote, uma vez que o arquivo jdk-6u23-windows-i586.exe, contém tanto a parte do Java para desenvolvimento, quanto da máquina virtual (JRE).

Uma boa estratégia é apagar (desinstalar) todas as versões de JDK anteriores para depois instalar a 1.6 update 23. A existência de versões anteriores faz com que os programas acessem a primeira versão instalada.

Não é necessário instalar o JavaDB, uma vez que faremos uso de outro SGBD:

MySQL.

Para manter a compatibilidade total é melhor não atualizar o JDK, pelo menos enquanto estiver trabalhando em um projeto. A idéia é congelar em um pacote ferramentas e versões para um projeto e somente em um novo projeto fazer as atualizações.

iReport

Deve ser descompactado de preferência na raiz do Drive principal, por exemplo, (C:).

WorkBench – Modelagem Entidade Relacionamento

By Gilberto Hiragi – gilberto.hiragi@gmail.com

No diretório \iReport-4.0.0\bin encontra-se o executável ireport.exe. É só clicar duas vezes e o ambiente “IDE” do NetBeans será aberto com toda a personalização para o iReport.

Também é possível incluir o plugin iReport-4.0.0.nbm em um ambiente NetBeans já existente, por exemplo o NetBeans com o Java. Esta estratégia o IDE permitirá o gerenciamento de projetos Java e JasperReport (iReport) em uma único ambiente NetBeans, economizando memória.

NetBeans

Deve ser instalado. Recomendamos o arquivo: netbeans-6.9.1-ml-java-windows.exe, que contém o pacote do NetBeans para Java.

Um passo importantíssimo é CUSTOMIZAR a instalação adicionando o servidor Apache TomCat, que será utilizado na maioria das vezes.

Também em relação ao NetBeans é possível instalar novas funcionalidades, acessando a opção de Plug-ins.

Documentação Java

Com relação à documentação Java, o ideal é descompactar no diretório raiz onde o JDK foi instalado, isso permite que o IDE NetBeans faça uso dos arquivos para HELP dentro do ambiente. A documentação fica em uma sub-pasta “docs”.

Ressaltamos que na documentação Java é encontrada toda a API Java padrão, o que normalmente é o primeiro auxílio quando o desenvolvedor esta codificando.

Documentação MySQL

O arquivo PDF pode ser lido diretamente, pois já esta em formato adequado a apresentação ou impressão em A4.

Este manual é bem completo e contém a referência básica a todas as operações com o MySQL.