Vous êtes sur la page 1sur 192
Fitoterápicos X Psicologia Juliana Gonçalves ZaniniWitt Nutricionista. Mestre e Doutoranda em Ciências da Saúde:

Fitoterápicos X Psicologia

Fitoterápicos X Psicologia
Fitoterápicos X Psicologia Juliana Gonçalves ZaniniWitt Nutricionista. Mestre e Doutoranda em Ciências da Saúde:

Juliana Gonçalves ZaniniWitt

Nutricionista. Mestre e Doutoranda em Ciências da Saúde: Cardiologia (IC/FUC). Especialização em Fitoterapia (Universidad de León Espanha). Especialização em Nutrição Clínica (CBES).

Janeiro de 2010.

Fitoterapia

Do grego therapia = tratamento e phyton = vegetal.

 Do grego therapia = tratamento e phyton = vegetal.  Estudo das plantas medicinais e

Estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças. Surgiu independentemente na maioria dos povos. Na China surgiu por volta de 3000 a.C. quando o imperador descreveu as propriedades do Ginseng e da Cânfora.

Deve-se observar que a definição de medicamento fitoterápico é diferente de fitoterapia pois não engloba o uso popular das plantas em si, mas sim seus extratos.

Fitoterápicos

“É o medicamento obtido empregando-se exclusivamente matérias-

primas ativas vegetais. É caracterizado pelo conhecimento da

eficácia e dos riscos de seu uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade. Sua eficácia e

segurança é validada através de levantamentos

etnofarmacológicos de utilização, documentações tecnocientíficas em publicações ou ensaios clínicos fase 3.”

documentações tecnocientíficas em publicações ou ensaios clínicos fase 3.” RDC n°48 de 16/03/2004 – Anvisa

RDC n°48 de 16/03/2004 Anvisa

Fitoterápicos

Produto Fitoterápico:

Fitoterápicos Produto Fitoterápico: “Todo medicamento tecnicamente obtido e elaborado, empregando-se exclusivamente

“Todo medicamento tecnicamente obtido e elaborado, empregando-se exclusivamente matérias-primas vegetais com

finalidade profilática, curativa ou para fins de diagnóstico com

benefício para o usuário”.

Medicamento Fitoterápico

Medicamento tecnicamente obtido e elaborado empregando-

se, exclusivamente matérias-primas vegetais. Segundo a OMS,

os medicamentos fitoterápicos são aqueles preparados com substâncias ativas presentes na planta como um todo, ou em

parte dela, na forma de extrato total.

como um todo, ou em parte dela, na forma de extrato total.  Ex.: xarope de

Ex.: xarope de guaco, pomada de confrei, cápsula de

espinheira santa.

Fitoterapia

“Terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal.”

sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal.” Resolução CFN nº 402,

Estudos

Estudos

Reportagens

Reportagens
Reportagens
80% da humanidade não acessa atenção primária em saúde e se trata com seu próprio
80% da humanidade
não acessa atenção
primária em saúde e
se trata com seu
próprio recurso

OMS, 2005

medicinais
medicinais

Uso de plantas

Fundamentos Legais

Fundamentos Legais
Fundamentos Legais

Leis

Leis

Prescrição de Fitoterápicos pelo Nutricionista

Devidamente Capacitado
Devidamente
Capacitado
de Fitoterápicos pelo Nutricionista Devidamente Capacitado Curso de especialização e/ou atualização: •
de Fitoterápicos pelo Nutricionista Devidamente Capacitado Curso de especialização e/ou atualização: •

Curso de especialização e/ou atualização:

Segurança técnica Eficácia

Segurança

Interações uso da planta

Resolução ANVISA 89 de 16/03/2004

Fitoterápicos sob prescrição médica:

Uva-ursi

Centella Asiática

Cimicífuga

Equinácea

Ginkgo

Hipérico

Kava-kava

Saw palmetto

Tanaceto

Valeriana

Hamamelis

 Equinácea  Ginkgo  Hipérico  Kava-kava  Saw palmetto  Tanaceto  Valeriana 

Instrução Normativa nº 5, de 11/12/2008

Centella Asiática LIBERADO

Hamamelis - LIBERADO

Instrução Normativa nº 5, de 11/12/2008  Centella Asiática – LIBERADO  Hamamelis - LIBERADO
Recomendações  Quando fitoterápicos industrializados:  Recomendar os de origem conhecida  Rotulagem

Recomendações

Quando fitoterápicos industrializados:

Recomendar os de origem conhecida Rotulagem adequada às normas da ANVISA

Quando fitoterápicos in natura:

Consumidor observe as condições higiênico sanitárias da espécie vegetal prescrita

Se o paciente não quiser tomar drágeas, adquira

plantas medicinais de locais idôneos e de modo que se reconheça a planta dentro da embalagem.

tomar drágeas, adquira plantas medicinais de locais idôneos e de modo que se reconheça a planta

Trabalho com Fitoterápicos

Recomendações Gerais:

1) Utilizar somente plantas conhecidas;

Gerais: 1) Utilizar somente plantas conhecidas; 2)Verificar o estado de conservação da planta; 3) Evitar,

2)Verificar o estado de conservação da planta; 3) Evitar, no uso mistura de plantas medicinais;

4) Não utilizar durante a gravidez;

5) Utilizar com parcimônia chás laxantes e diuréticos;

6) Respeitar as formas recomendadas;

7) Buscar orientação adequada: NUTRICIONISTA

8) Nunca tome a mesma planta por mais de 15-30 dias; troque por outra que tenha o mesmo efeito ou dê um espaço de tempo;

9) Não coletar plantas em lugares onde foi aplicado agrotóxicos,

poluídos e à beira da estrada;

10) Secar à sombra em lugar arejado até ficar quebradiço;

11) Coletar preferencialmente na parte da manhã (9 e 10h), depois

que o orvalho seca;

12) Guardar as plantas em vidro fechado, rotulado, ao abrigo da luz; 12) Evitar o uso de panelas de ferro ou alumínio;

13) Guardar as cápsulas em local fresco ao abrigo da luz;

14) Cuidar o tipo de material encapsulante; 15) Cuidar com as tinturas, manter frasco bem fechado.

ao abrigo da luz; 14) Cuidar o tipo de material encapsulante; 15) Cuidar com as tinturas,

Trabalho com fitoterápico

Conhecer a planta:

Trabalho com fitoterápico  Conhecer a planta:  Morfologia  Formas  Cores  Textura 

Morfologia

Formas Cores

Textura

Nome cientifico: gênero e espécie (nome e sobrenome)

Categorias Terapêuticas dos Fitoterápicos

Categoria 1 Indicações para os quais os fitoterápicos são a opção terapêutica de 1ª escolha e não existem medicamentos sintéticos.

para os quais os fitoterápicos são a opção terapêutica de 1ª escolha e não existem medicamentos

Categorias Terapêuticas dos

Fitoterápicos

Categoria 2

Indicações para os quais os medicamentos sintéticos podem ser substituídos por fitoterápicos como, estados de

ansiedade/depressão leve a moderada.

medicamentos sintéticos podem ser substituídos por fitoterápicos como, estados de ansiedade/depressão leve a moderada.

Categorias Terapêuticas dos

Fitoterápicos

Categoria 3

Indicações para os quais os fitoterápicos podem ser usados

como coadjuvantes para uma terapia básica como, doenças hepáticas e respiratórias.

os fitoterápicos podem ser usados como coadjuvantes para uma terapia básica como, doenças hepáticas e respiratórias.

Categorias Terapêuticas dos Fitoterápicos

Categoria 4 Indicações para os quais os fitoterápicos não são adequados ou pode se caracterizar erro médico, por ter evitado ou retardado uma terapia racional com remédios sintéticos, como psicoses, demências, estados depressivos graves, gravidez com complicações, eclâmpsia.

com remédios sintéticos, como psicoses, demências, estados depressivos graves, gravidez com complicações, eclâmpsia.

Princípios Ativos

São substâncias que a planta sintetiza e armazena durante o

seu crescimento.

Determinam a eficácia da planta medicinal acelerando ou retardando a absorção dos princípios ativos pelo organismo.

Numa mesma planta, encontram-se vários componentes ativos, dos quais um ou um grupo determinam a opção principal.

 Numa mesma planta, encontram-se vários componentes ativos, dos quais um ou um grupo determinam a

Princípios Ativos

Os princípios ativos não se distribuem de maneira uniforme no vegetal.

Concentram-se preferencialmente nas flores, folhas e raízes, e, às vezes nas sementes, nos frutos e na casca.

As plantas não apresentam uma concentração uniforme de princípios ativos durante o seu ciclo de vida, variando com o habitat, a colheita e a preparação.

uniforme de princípios ativos durante o seu ciclo de vida, variando com o habitat, a colheita

Utilização de formas farmacêuticas

Utilização de formas farmacêuticas  Uso interno  Uso externo ou tópico  Banhos, compressas ,

Uso interno

Uso externo ou tópico

Banhos, compressas , inalação

Formas de Apresentação

Cápsulas

Comprimidos

Tabletes

Tinturas

Extratos

Shakes

Gomas

Cremes

Pomada

Gel

 Comprimidos  Tabletes  Tinturas  Extratos  Shakes  Gomas  Cremes  Pomada

Dose X Dosagem

Dose: quantidade de medicamento necessário para promover a

resposta terapêutica.

Dosagem: dose,freqüência e duração do tratamento.

medicamento necessário para promover a resposta terapêutica.  Dosagem: dose,freqüência e duração do tratamento.

Horários

Horários  Desjejum – preparações laxativas, depurativas, diuréticas vermífugas, estimulantes e tônicas 

Desjejum preparações laxativas, depurativas, diuréticas vermífugas, estimulantes e tônicas

2horas antes e depois da refeições principais - preparações

antireumáticas, neurotônicas, antitérmicas, cardiovasculares

30 minutos antes das refeições preparações antiácidas,

enzimáticas, carminativas e emagrecedoras

Depois das principais refeições preparações digestivas, contra gases, coleréticas e colagogas Antes de deitar preparações hepatoprotetoras, laxativas e calmantes

Interação Fito X Medicamentos  Os fitoterápicos são medicamentos alopáticos, possuindo compostos químicos que

Interação Fito X Medicamentos

Os fitoterápicos são medicamentos alopáticos, possuindo compostos químicos que podem interagir com outros

medicamentos.

As plantas medicinais também possuem compostos químicos ativos

que podem promover este tipo de interação.

Deve-se ter cuidado ao associar medicamentos, ou medicamentos com plantas medicinais, o que pode promover a diminuição dos efeitos ou provocar reações indesejadas.

Anamnese

Aspectos, físicos, bioquímicos, e emocionais

Diagnóstico nutricional

Diagnóstico médico

Queixa principal

Sensibilidade do paciente a droga

Associação de plantas medicinais

Interação com medicamentos e alimentos

Risco de intoxicação e dose-dependente

de plantas medicinais  Interação com medicamentos e alimentos  Risco de intoxicação e dose-dependente

Prescrição

Letra legível

Identificação completado profissional Forma farmacêutica

Posologia clara e de fácil compreensão

Verificar interação de nutrientes

Farmácia confiável

DRI´S

Posologia clara e de fácil compreensão  Verificar interação de nutrientes  Farmácia confiável  DRI´S

Prescrição

O nutricionista deve considerar o diagnóstico

nutricional global antes da suplementação.

Dados Antropométricos, laboratoriais,

dietéticos, clínicos, fatores de risco e

antecedentes familiares.

 Dados Antropométricos, laboratoriais, dietéticos, clínicos, fatores de risco e antecedentes familiares.

Prescrição

Considerar:

paciente

disponibilidade no mercado

modo de preparo

propriedades físicas (estabilidade, validade, armazenamento)

aspecto

características organolépticas

concentração de princípios ativos

propriedades farmacológicas

finalidade

organolépticas  concentração de princípios ativos  propriedades farmacológicas  finalidade

Prescrição

Plantas manipuladas: deve-se empregar a nomenclatura farmacêutica específica (nome botânico), a parte do vegetal, a forma farmacêutica a ser empregada.

Nome botânico da espécie em latim: Calendula officinalis Família: Compositae Parte utilizada do vegetal: flores Forma farmacêutica: extrato seco

Posologia: 200mg

officinalis Família: Compositae Parte utilizada do vegetal: flores Forma farmacêutica: extrato seco Posologia: 200mg

Clínica XXXXXX

Paciente:YYYYY

Diagnóstico: gripe com tosse (infecção pulmonar)

Data:00/00/00

Uso: interno/via oral Fórmula: xarope anti-gripal expectorante

Quantidade: 200 ml

Formulação:

Tintura de Mikania glomeratra (GUACO)

30

ml

T. Mentha pulégium (POEJO)

30

ml

T. Eucalyptus globulos (EUCALIPTO)

20

ml

T. própolis

20

ml

Mel

até

100ml

Posologia: 15 ml (1 colher de sopa) 3 vezes ao dia.

Assinatura Carimbo com o CRN

Chá

O uso mais simples e comum, pela facilidade e segurança , onde as plantas secas ou frescas têm seus princípios extraídos em água fria ou quente.

Chá - Vantagens

Infusão, calor e água = ajudam a decompor as paredes das células da planta e a dissolver os componentes

Quando os componentes já estão dissolvidos na forma líquida, ficam mais biodisponívies para sua ação

 Quando os componentes já estão dissolvidos na forma líquida, ficam mais biodisponívies para sua ação

Chá - Exemplo

Chá desintoxicante

Dente de leão, Capim limão, Alecrim e Salsaparilha

Ação esperada: a combinação sinérgica destes fitoterápicos tem como função principal a eliminação de toxinas, redução da acidose metabólica. Possui ainda ação estimulante sobre o

metabolismo linfático.

eliminação de toxinas, redução da acidose metabólica. Possui ainda ação estimulante sobre o metabolismo linfático.

Chá Desintoxicante

Salsaparrilha: diurética e depurativa, ajuda a eliminar os metais

pesados.

diurética e depurativa, ajuda a eliminar os metais pesados.  Dente-de-leão: tem ação diurética e melhora

Dente-de-leão: tem ação diurética e melhora o funcionamento do intestino.

ação diurética e melhora o funcionamento do intestino.  Capim-limão: facilita a digestão e reduz a

Capim-limão: facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.

facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.  Alecrim: ativa a circulação e combate

Alecrim: ativa a circulação e combate os radicais livres.

facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.  Alecrim: ativa a circulação e combate

Chá - Desintoxicante

Modo de preparo: adicionar 2 colheres do composto em uma xícara com cerca de 150 ml de água fervente. Deixar e

infusão por no mínimo, 5 minutos, coar e beber devagar três

vezes ao dia pelo período de 40 dias.

fervente. Deixar e infusão por no mínimo, 5 minutos, coar e beber devagar três vezes ao

Chá - Infusão

Chá - Infusão  Preparação extrativa que resulta do contato da planta com água fervente. 

Preparação extrativa que resulta do contato da planta com água

fervente.

Indicados para folhas, flores e plantas frágeis.

No preparo, recomenda-se água filtrada e recipientes de

esmalte, barro, vidro ou louça, já que as panelas de alumínio, ferro e estanho liberam substâncias que alteram o princípio ativo

da erva.

Chá - Infusão

Colocar a erva fresca ou seca na xícara ou bule e depois verter a água quente (85ºC);

Deixa-se em repouso por 5 a 10 minutos, no máximo 15 minutos;

Do contrário perde-se o impacto do líquido sobre a erva, diminuindo o aroma e sabor;

15 minutos;  Do contrário perde-se o impacto do líquido sobre a erva, diminuindo o aroma

Coe e beba.

Chás Infusão- Exemplos

Chá de manjerona preta = cólicas menstruais

Chás de melissa, alfazema, maracujá, laranjeira = para insônia

Chá de sálvia italiana = cistite hemorrágica

Chá de sálvia sobre açúcar queimado = tosse

Chás de macela, carqueja, maçanilha = digestão

Chás de hibisco ou de bugre = hipertensão

queimado = tosse  Chás de macela, carqueja, maçanilha = digestão  Chás de hibisco ou

Chá - Decocção

Preparação extrativa onde os princípios ativos são extraídos com água até a ebulição. São usadas raízes, ramos, sementes ou cascas de plantas.

As ervas são cozidas em água, em panela adequada, durante aproximadamente 10 minutos.

Deixar em repouso de 5 a 10 minutos.

Coar e beber na freqüência prescrita.

de 5 a 10 minutos.  Coar e beber na freqüência prescrita.  Pode ser guardado

Pode ser guardado na geladeira por 24 a 48 horas.

Chá Decocção - Exemplos

Casca de romã = intestino/diarréia

Casca de canela com lasca de gengibre = resfriado

Semente de funcho = cólicas

Raiz de guanxuma = colesterol/triglicerídios

Semente de laranja azeda = diabete

Semente de funcho = cólicas  Raiz de guanxuma = colesterol/triglicerídios  Semente de laranja azeda

Chá - Maceração

Chá - Maceração  Preparação extrativa realizada a frio, que consiste em colocar a parte da

Preparação extrativa realizada a frio, que consiste em colocar a parte da planta dentro de um recipiente contendo água, álcool ou óleo. Ao fim do tempo previsto, filtra-se o líquido. Método que preserva sais e vitaminas das plantas.

Deixe as ervas de molho na água fria por 12 horas, no caso de flores, folhas ou sementes. Espere 24 horas se forem usados talos, cascas e raízes.

Coar e consumir imediatamente o líquido. Como não há fervura, as bactérias podem proliferar com facilidade.

Chá - Dosagem

Crianças

De 6 meses até 1 ano - 1colher de café do preparado 3 vezes ao dia

De 1 a 2 anos - ½ xícara de chá 2 vezes ao dia

De 2 a 5 anos - ½ xícara de chá 3 vezes ao dia

De 5 a 10 anos - ½ xícara de chá 4 vezes ao dia

ao dia  De 2 a 5 anos - ½ xícara de chá 3 vezes ao

Chá Dosagem

Adultos De 50 a 80kg 1 xícara de chá 3 a 4 vezes ao dia (400 800 ml) Superior a 80kg - 1 xícara de chá 3 a 5 vezes ao dia (600 1200 ml)

3 a 4 vezes ao dia (400 – 800 ml)  Superior a 80kg - 1

Medidas

Medidas 1 colher de café  800mg para folhas e flores  1,5g para cascas e

1 colher de café

800mg para folhas e flores

1,5g para cascas e raízes

0,5 a 1g para pós

(colher rasa)

2ml para líquidos

(colher rasa)

1 colher de chá

1,5g para folhas e flores Até 3g para cascas raízes

1g a 2g para pós (colher rasa) 5ml para líquidos (colher rasa)

Medidas 1 colher de sobremesa  3g para folhas e flores  até 6g para

Medidas

1 colher de sobremesa

3g para folhas e flores

até 6g para cascas e raízes

3g a 5g para pós (colher rasa)

10ml para líquidos

(colher rasa)

1 colher de sopa

6g para folhas e flores

até 12g para cascas e raízes

5 a 10g para pós

(colher rasa)

15ml para líquidos (colher rasa)

Sucos

50g da planta fresca em 250 ml de água.

Sucos  50g da planta fresca em 250 ml de água.  Lave muito bem as

Lave muito bem as ervas e plantas com água fria. Se necessário, pique- as em partes mais fáceis de serem manuseadas.Bata no liquidificador ou centrífuga. Sirva frio.

Geralmente, esses sucos deve ser ingerido imediatamente, mas

se colocado em um recipiente fechado e refrigerado, poderá ter sua duração aumentada sem que sem uma grande perda de suas

propriedades vitais.

Sucos - Exemplos

Suco de funcho verde = gastrite / úlcera

Suco de anis verde = gastrite / gases

Suco de beterraba ou cenoura = como fonte de vitaminas e minerais

Suco de couve com limão ou laranja = fortificante

Suco de beterraba ou cenoura = como fonte de vitaminas e minerais  Suco de couve

Sucos - Receitas

Suchá de couve com hibiscus

1 xíc. (chá) de chá de hibiscus (à venda em casas de produtos naturais) 1 folha de couve

1 cenoura pequena em rodelas

1 col. (chá) de gengibre ralada

1 col. (chá) de mel (opcional)

1 cubo de gelo

cenoura pequena em rodelas  1 col. (chá) de gengibre ralada  1 col. (chá) de

Sucos - Receitas

Suchá de abacaxi e cavalinha

1 rodela de abacaxi

4 folhas de hortelã

1 kiwi 1 folha de alface

1 xíc. (chá) de chá de cavalinha

1 col. (chá) de mel (opcional)

1 cubo de gelo

 1 folha de alface  1 xíc. (chá) de chá de cavalinha  1 col.

Sucos - Receitas

Suco com betacaroteno

2 rodelas de pepino ¼ de maçã

½ de beterraba

½ cenoura

200 ml de água

com betacaroteno  2 rodelas de pepino  ¼ de maçã  ½ de beterraba 

Sucos - Receitas

Suco Rejuvenescedor

2 polpas de clorofilla

20g de amora

3 unidades de morango

200 ml de suco concentrado de uva

30 de framboesa

1 nos pecã

5 g de colágeno hidrolisado

de morango  200 ml de suco concentrado de uva  30 de framboesa  1

Tinturas

Extração hidroalcóolica, onde se utiliza sempre a planta seca na proporção de 20% .

As tinturas são feitas em álcool, que preserva as propriedades ativas das plantas. Geralmente são usadas em gotas e também em infusões.

Simples: uma espécie de planta.

Composta: uma ou mais espécies de plantas.

em gotas e também em infusões.  Simples: uma espécie de planta.  Composta: uma ou

Tintura Como fazer

Coloque as partes de ervas trituradas, frescas ou não, em um recipiente previamente esterilizado que possa ser fechado hermeticamente.

Adicione alguma bebida alcoólica como álcool de cereais, cachaça ou vodca para cobrir as ervas.

hermeticamente.  Adicione alguma bebida alcoólica como álcool de cereais, cachaça ou vodca para cobrir as

Tintura Como fazer

Deixe a mistura em recipiente fechado por 2 semanas aproximadamente, sem o contato da luz. Agite o frasco uma vez por dia pelo menos, enquanto segue a maturação.

Coe o líquido em coador de pano e guarde em recipiente escuro hermeticamente fechado.

enquanto segue a maturação.  Coe o líquido em coador de pano e guarde em recipiente

Tintura - Dosagem

Tintura - Dosagem  Adulto  15 gotas de 3 a 4 vezes ao dia

Adulto 15 gotas de 3 a 4 vezes ao dia

Tintura - Exemplos  Diabetes: grãos de café, manjericão  Colesterol e TG: raiz de

Tintura - Exemplos

Diabetes: grãos de café, manjericão

Colesterol e TG: raiz de guanxuma

Pressão Alta: urtigão, crataegus, bugre, barba de milho

Alergias: bugre, tansagem, chorão, mil em rama, urtigão,

chinchilho, maçanilha

Nervos: flor de laranjeira, alfazema, maracujá, melissa

Xaropes

É uma solução que contém muito açúcar em sua composição. Além

de ocasionar viscosidade, este quando em concentração superior a

85%, funciona como conservante devido ao efeito osmótico. É uma

preparação aquosa, com no mínimo 45% de sacarose ou outro açúcar na sua composição.

Decocto ou dissolução de ervas medicinas em água ou álcool.

de sacarose ou outro açúcar na sua composição.  Decocto ou dissolução de ervas medicinas em

Xaropes Como Fazer

Dissolução por alcoolatura:

40g para adultos 20g para crianças

por alcoolatura: 40g para adultos 20g para crianças Coloque ervas trituradas, em um recipiente de vidro

Coloque ervas trituradas, em um recipiente de vidro com

tampa hermética. Adicione alguma bebida alcoólica, como

álcool de cereais ou Vodka (100ml), para cobrir as ervas. Deixe

esta mistura em recipiente fechado por 10 dias, sem o contato

da luz. Agite o frasco todos os dias, enquanto aguarda a mistura

maturar.

Xaropes Como Fazer

Coe o líquido em coador de pano, adicione mel (5 partes de mel para 1 de líquido), e

misture bem. Deixe descansar por 2 a 3

horas, podendo ser ingerido a seguir. Pode

também adicionar uma calda grossa de açúcar.

bem. Deixe descansar por 2 a 3 horas, podendo ser ingerido a seguir. Pode também adicionar

Xarope Contra verminose

Mastruço

Alho

Hortelã Santa-Maria

 Mastruço  Alho  Hortelã  Santa-Maria  Ferver estas 4 plantas, coar, adoçar e

Ferver estas 4 plantas, coar, adoçar e envasar

Tomar 2 colheres de sopa ao levantar e antes de deitar por 7 dias

Interromper 5 dias e repetir 3 vezes o tratamento

Pós

Plantas cortadas e depois moídas. Os pós devem ser empregados na obtenção de extratos ou algumas vezes podem ser usados como tal.

Droga vegetal seca e moída

Encapsulada ou não

Dosagem: de 2 a 5g por dia

vezes podem ser usados como tal.  Droga vegetal seca e moída  Encapsulada ou não

Extrato

São preparações líquidas, sólidas ou semi-sólidas obtidas pela extração de drogas vegetais frescas ou secas, por meio líquido, extrator adequado, seguida de uma evaporação total ou parcial e ajuste do concentrado a padrão previamente estabelecido.

Maceração de plantas em solvente e posterior evaporação do mesmo, para obter um concentrado de princípios ativos com

prescrições laboratoriais específicas e técnicas.

do mesmo, para obter um concentrado de princípios ativos com prescrições laboratoriais específicas e técnicas.

Extrato

Firmes

Secos

Moles

Fluidos

pílulas

Extrato Firmes Secos Moles Fluidos pílulas pós e encapsulados com a textura do mel líquidos 1g

pós e encapsulados

com a textura do mel

líquidos

1g de extrato=1g de droga seca

Vinhos

Vinhos  Extração de princípios ativos por maceração em vinho preferencialmente tinto por pelo menos 10

Extração de princípios ativos por maceração em vinho preferencialmente tinto por pelo menos 10 dias.

10g de planta seca ou 40g de planta verde para 1000ml de vinho. Coar ou filtrar.

Contra indicado para crianças, dependentes e diabéticos.

Vinho - Receita

Vinho de Alecrim

Vinho - Receita  Vinho de Alecrim  20 gramas folhas alecrim ( Rosmarinus officinalis) 

20 gramas folhas alecrim ( Rosmarinus officinalis)

1 ramo de poejo

1 ramo de alfazema

1 litro de vinho boa qualidade ou 16g para uma garrafa

Curtir 15 dias no escuro

Indicação: circulação, memória, hipotensão

Cuidado: abortivo e hipertensivo!

Tomar 1 a 2 colheres de sopa 2 vezes ao dia

Bombons

Chocolate com 55% de cacau.

Chocolate diet.

 Chocolate com 55% de cacau.  Chocolate diet .  45 Kcal a unidade consegue-se

45 Kcal a unidade consegue-se adicionar até 500 mg de

aditivo.

Bombom da Beleza: rejuvenescedor da pele que contém

DMAE, Silício Orgânico Bioativo, Popipodium e Cacau

55%.Regeneram a pele, remineralizando os tecidos, protegendo a pela.

Bombons Sugestões de Fórmulas

Bombom Termogênico Irvingia Gabinensis - 100mg

Chá Branco 100 mg

Faseolamina 200mg Bombom qsp Comer 1 a 2 bombons ao dia

Gabinensis - 100mg  Chá Branco – 100 mg  Faseolamina – 200mg  Bombom qsp

Bombons Sugestões de Fórmulas

Bombom Termogênico Plus

Pholiamagra 200mg

Citrus Aurantium 200mg

Cromo Picolinato 50mcg

Bombom qsp

Comer de 1 a 2 bombons ao dia

 Citrus Aurantium – 200mg  Cromo Picolinato – 50mcg  Bombom – qsp Comer de

Bombons Sugestões de Fórmulas

Bombom Supressor do Apetite Caralluma Fimbriata 500mg Bombom qsp Comer de 1 a 2 bombons ao dia

Bombom Supressor do Apetite  Caralluma Fimbriata – 500mg  Bombom – qsp Comer de 1

Bombons Sugestões de Fórmulas

Bombom Sacitogênico

Glucomanann 250mg

Slendesta 200mg

Bombom qsp

Comer de 1 a 2 bombons ao dia

Sacitogênico  Glucomanann – 250mg  Slendesta – 200mg  Bombom – qsp Comer de 1

Bombons Sugestões de Fórmulas

Bombom Redutor da Ansiedade

L-Triptofano 300mg

Magnésio 150mg

Vitamina B6 50mg

Bonbom qsp

Comer até 3 bombons ao dia

– 300mg  Magnésio – 150mg  Vitamina B6 – 50mg  Bonbom – qsp Comer
Gomas  Principal ingrediente é o colágeno hidrolisado(usado como base).  Que quando ingerido, transforma-se

Gomas

Principal ingrediente é o colágeno hidrolisado(usado como

base).

Que quando ingerido, transforma-se em um gel se expande no

estômago reduzindo, o apetite e produzindo um efeito saciogênico.

Amoras de frutas: morango, framboesa, laranja, tutti-fruti e menta.

Gomas Exemplos

Gomas – Exemplos  Bala Sacitogênica: Caralluma + Faseolamina + Cassiolamina + Glucomanan + Colágeno =

Bala Sacitogênica: Caralluma + Faseolamina + Cassiolamina

+ Glucomanan + Colágeno = ativos que reduzem o apetite e

evitam a absorção de gordura e de CHO, provendo a queima de gorduras.

Bala Emagrecedora: Pholiamagra + Faseolamina + Cassiolamina + Glucomanan = evita a absorção de CHO e

de LIP ingeridos e ocasiona a sensação de saciedade e queima

de gorduras.

Gomas Exemplos

Bala da Beleza: DMAE + Silício Orgânico + Bioativo + Polipodium + Colágeno = rejuvenescedora da pela, ativos que regeneram a pele.

Bala de Colágeno: Colágeno 5g + Bala Base

+ Colágeno = rejuvenescedora da pela, ativos que regeneram a pele.  Bala de Colágeno: Colágeno

Pastilhas Sublinguais

Permitem

melhor absorção dos fármacos que, se

administrados por via oral, podem ser alterados no TGI,

evitando o efeito da primeira passagem pelo fígado promovendo, uma melhor absorção do fármaco. Pode-se

adicionar 200mg de ativos.

a

da primeira passagem pelo fígado promovendo, uma melhor absorção do fármaco. Pode-se adicionar 200mg de ativos.

Pastilhas Sublinguais Exemplos

L-Taurina = 150-200mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual. Aa precursor do GABA indicado em tratamento da ansiedade, insônia e inquietação.

Pholiamagra = 200-500mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual. Age como supressor do apetite, contribui para uma maior

queima de gordura abdominal.

L-Tirosina = 150mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual.

Precursor da dopamina, é indicada em casos de déficit atenção,

disfunção da tireóide e depressão.

Pastilhas Sublinguais Exemplos

Caralluma Fimbriata = 150 mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual.

Aumenta a saciedade. Principal ativo é um glicosídeo que força a queima de gordura, produz saciedade “enganando o cerébro”,

mandando msg de estômago cheio ao hipotálamo.

Sinetrol = 359-500 mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual.

Derivado de frutas cítricas com propriedades termogênicas, reduz

medidas e aumenta o desempenho físico.

Slendestra = 300mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual.

Derivado da batata, estimula a sensação de saciedade auxiliando no controle de peso.

Pastilhas Sublinguais Exemplos

Glucomanann = 150mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual. Fibra vegetal que, em contato com a água ganha consistência de gelatina.

Picolinato de Cromo = 50-400mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual. Cromo é um vegetal essencial ao organismo no mecanismo vital de

sensibilização à insulina. Usado para compulsão de doces.

Faseolamina = 250-500mg 1 a 2 gomas ao dia sublingual.

Extraída do feijão branco, possui uma enzima que impede a digestão

e a absorção parciais de CHO. Reduz o nível de açúcar no sangue, diminuindo o apetite.

Spray de Gymnema Sylvestre

Spray supressor gustativo do sabor doce

Sylvestre  Spray supressor gustativo do sabor doce  Coadjuvante eficaz nos regimes de emagrecimento 

Coadjuvante eficaz nos regimes de emagrecimento

A adm do extrato, veiculado a spray, além de inibir a vontade de comer doces tbm atua como redutor do índice de massa

corporal.

Spray de Gymnema Sylvestre

Spray de Gymnema Sylvestre

Tintura Mãe de Gymnema Sylvestre

Spray oral Aroma de Menta

20%

Qsp 50mL

Posologia: 2 a 3 borrifadas (0,45mL) até 3X/dia – Cada borrifada contém 0,15mL da solução

Posologia: 2 a 3 borrifadas (0,45mL) até 3X/dia Cada borrifada contém 0,15mL da solução

Spray de Gymnema Sylvestre

Propriedades :

Supressão gustativa do sabor doce

Coadjuvante nos regimes de emagrecimento

Facilita a perda do excesso de peso e IMC

N de Borrifadas

mL de solução

Qtd de Gymenna Syvestre

1 borrifada

0,15 mL da solução

0,03 mL

3 borrifadas

0,45 mL da solução

0,09 mL

5 borrifadas

0,75 mL da solução

0,15 mL

15 borrifadas

2,25 mL da solução

0,45 mL

Ativos para Fórmula de Emagrecimento

Antes das Refeições = saciedade e inibidores da abs

Jejum (meio da tarde) = termogênicos lipoliticos de metabolismo.

Ativos relacionados= fenilalanina, tirosina, glutamina, arginina,

taurina, colágeno, whein protein, goma guar e chorella.

Ativos relacionados= fenilalanina, tirosina, glutamina, arginina, taurina, colágeno, whein protein, goma guar e chorella.
ADOÇÃO DE INGESTÃO DE CHÁS MEDICINAIS COMO PREVENÇÃO DE DOENÇAS
ADOÇÃO DE INGESTÃO DE CHÁS MEDICINAIS COMO PREVENÇÃO DE DOENÇAS
ADOÇÃO DE INGESTÃO DE CHÁS MEDICINAIS COMO PREVENÇÃO DE DOENÇAS

ADOÇÃO DE INGESTÃO DE CHÁS MEDICINAIS COMO PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Alguns Fitoterápicos

Abacateiro: Diurético, cálculos renais, cistite - Até 1 g/ dia

Acerola: Antioxidante, rico em vitamina C - Até 250 mg 4 x /dia

Agar-Agar: Inibidor do apetite, constipação Até 1000 mg 2 x /dia,

antes das refeições, tomar com água

Alcachofra: Diurético, atioxidante, ação hipocolesterolemiante De 100 a 150 mg 3 x /dia , após as refeições

Alcaçuz: Prisão de ventre, abscesso, inflamação Até 3 g/ dia

Alecrim: Ativa a circulação, antiinflamatória e combate radicais livres De 0,3 a 1 g/ dia

Até 3 g/ dia  Alecrim: Ativa a circulação, antiinflamatória e combate radicais livres – De

Anis: Digestiva, hepatoprotetora e anti-séptica intestinal Infusão: 1 colher de café para uma xícara com água de 2 a 3 x /dia

Arginina: Aminoácido que auxilia na queima de gordura - Até 1500 mg /dia, longe das refeições Astrogelo: Estimulante do sistema imune, no combate à fadiga e no tratamento de distúrbios cardiovasculares De 150 a 500 mg/ dia

Betacaroteno: Proteção contra o eritema induzido pela radiação UV. Auxilia

no bronzeado De 8 a 25 mg 30 dias e/ou durante a exposição ao sol.

Berinjela: Diminuição de triglicerídeo e colesterol - Até 500mg 3 x /dia

Boldo: Ação hepatoprotetora, anticarciogênica, diminui o volumee a acidez

estomacal, estimula o apetite De 50 a 75 mg 3 x/dia

hepatoprotetora, anticarciogênica, diminui o volumee a acidez estomacal, estimula o apetite – De 50 a 75

Camomila: Antiinflamatória, antisséptico, cicatrizante e antiespasmódico, cólicas abdominais, gases intestinais, cólicas menstruais, diarréia De 15 a 20 g/ dia

Capim Limão: Facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos De 1,5 a 4,5 g/ dia

Carotenos (beterraba , cenoura e urucum): Protege e embeleza a pele Até

300 mg/ dia

Caralluma Fimbriata: Cactus indiano supressor do apetite Até 1000 mg/ dia ,

dividido em 2 tomadas de 500mg

Carqueja: Diurético, antioxidante, antiinflamatório Até 4 g/ dia

Cassialamina: Auxilia na perda de peso, inibe a digestão de gorduras De 200 a

600 mg/dia, divididos de 2 a 3 tomada, 30 minutos antes das principais refeições

Cacau Orgânico: Polifenóis do Cacau Reduzem a Oxidação da LDL e Elevam a Concentração do HDL-Colesterol

 Cacau Orgânico: Polifenóis do Cacau Reduzem a Oxidação da LDL e Elevam a Concentração do

Castanha da Índia: Auxilia na má circulação, varizes e hemorróidas

De 250 a 300 mg de extrato seco, 1 a 2 x ao dia

Chá verde: Antioxidante, antiinflamatória, aumento do gasto energético e oxidação de gorduras De 150 a 500 mg /dia

Chapéu de Couro: Edemas por retenção de líquidos e processos

inflamatórios (diurético) Até 600mg 3x ao dia. Infusão: 1 g (1 col

chá) em 150 ml de água (1 xíc chá) = 1 xícara 3 x ao dia

Chorella: Antioxidante, hipoglicemiante,antiinflamatório,

sacietogênica Até 250 mg 3x/dia

3 x ao dia  Chorella: Antioxidante, hipoglicemiante,antiinflamatório, sacietogênica – Até 250 mg 3x/dia

Citrus aurantium: Redução de peso, por aumento da termogênese Máximo de 1200 mg/dia e a mínima de 400 mg/dia

Colágeno: Combate a flacidez Até 1800 mg /dia

Dente de Leão:Ação antioxidante ; Depurativo do sangue; Ação Diurética: sem perda de sais minerais como o cálcio e o potássio importantes para o efeito anti obesidade; Ação hipoglicemiante

Faseolamina: Dietas de emagrecimento De 300 a 1000 mg/dia, 30 minutos antes das refeições

Fucus: Hipotireoidismo, obesidade Até 500mg 3x/dia

Garcínia: Inibe o apetite, obesidade e colesterol Até 500 mg 3 x ao dia

Gengibre: Antiinflamatório e anti-emético Até 500 mg/ dia

Gelatina Hidrolisada: Prevenção de estrias, flacidez e celulite Até 2000 mg/dia

Ginseg: Ergogênico, antiestresse, hipoglecemiante e imunomodulador De 100 a 600 mg/dia

Glucomanann: Inibidor do apetite Até 2 g/dia

hipoglecemiante e imunomodulador – De 100 a 600 mg/dia  Glucomanann: Inibidor do apetite – Até

Glucosamina: Melhora a elasticidade e hidratação da derme De 200 a 250 mg 1 a 2 x/ dia

Goma-Guar: Moderadora do apetite, laxante Até 2 g/dia

Gymnema Sylvestre: Diminuição de apetite Até 75 mg 2 x /dia

Licopeno: Acelera o processo de bronzeamento, protege a pele dos raios solares e evita o vermelhidão De 8 a 80 mg/ dia

Maracujá: Calmante, sedativo leve, insônia Até 230 mg 3x /dia

Melissa: Diurético e sedativo Até 500 mg 3 x ao dia

Mirtilo: Atenua a toxicidade induzida pela radiação UVB. Reduz a produção de ROS e o dano ao DNA responsável pela proteção contra

mutação do marcador supressão natural Até 500 g/ dia, fracionada em 4

doses de 125 mg

Mulungu: Sedativo , insônia Até 100mg 2x/dia

natural – Até 500 g/ dia, fracionada em 4 doses de 125 mg  Mulungu :

Pata deVaca: Diurético, antidiabético Até 100 mg 2 x/ dia

Piruvato de Cálcio: Queima de gordura e aumento da massa magra

Até 2000 mg/dia

Pholiamagra: Auxilia na perda de peso, termogênico, redutor de medidas ativador do sistema imunológico De 125 a 300 mg/dia, 30 minutos antes das principais refeições

Porangaba: Diurético, ajuda evitar depósitos gordurosos Até 750 mg/dia

Psylium: Fibra com poder laxativo Até 10 g/ dia

Resveratrol: Reduz danos da exposição UV De 5 a 15 mg/ dia

Rodhiola: Melhora a circulação, atioxidante De 250 a 750 mg/ dia

a circulação, atioxidante – De 250 a 750 mg/ dia  Sene : Laxativo forte, regulador

Sene: Laxativo forte, regulador intestinal Até 700 mg /dia

Sílicio Orgânico: Anti-fotoenvelhecimento, firmador, estimula o

crescimento de unhas e cabelos De 50 a 150 mg/dia

Vitamina C: Protege melhor o dano dos UVA Até 1000 mg 3 x/ dia

Vitamina E: Protege melhor do dano dos UVA, estimula a

proliferação de fibroblastos e a migração de queratinócidos,

protegendo as células da degeneração De 10 a 50 mg/ dia

Taurina: Combate o estres oxidativo e previne o envelhecimento, protetora do folículo capilar De 100 a 1000 mg/dia

Triptofano: Liberação de serotonina De 500mg a 2g / dia

Unha de gato: Antiinflamatório, imunoestimulante Até 1000mg até 3 x ao dia

– De 500mg a 2g / dia  Unha de gato : Antiinflamatório, imunoestimulante – Até

Exemplos - Hipertensão

Fórmula 1

Folhas de oliveira……………. 150mg

Alho………………………

Ortosifão……………………. 100mg Espinheiro-branco…………… 50mg

- 1 cápsula 3x/dia

100mg

 Ortosifão……………………. 100mg  Espinheiro- branco…………… 50mg - 1 cápsula 3x/dia 100mg

Exemplos - DM

Fórmula 1

Folhas de mirtilo………

Eucalipto………………

Pó de glucamanam………

Levedura de cerveja………. 50mg

Pectina …………………

- 1 cápsula 3x/dia, 30 minutos antes das principais refeições.

100mg

100mg

100mg

50mg

Pectina ………………… - 1 cápsula 3x/dia, 30 minutos antes das principais refeições. 100mg 100mg 100mg 50mg

Exemplos - Colesterol

Fórmula 1

Alcachofra…………. 50mg

Crisantelo…………

Garcínea……………. 150mg

Ortosifão……………. 50mg - 3 cápsulas/.dia, durante ou depois das refeições

100mg

150mg  Ortosifão……………. 50mg - 3 cápsulas/.dia, durante ou depois das refeições 100mg

Exemplos Perda de peso

Fórmula 1

Caralluma Fimbriata 300mg

Fenilalanina 500mg

Taurina

Psylium

Triptofano 1g

500mg

1g

- 1 cápsula ás 10hs e outra ás 17hs

Fórmula 2

Chá verde

250mg

Chá branco

250mg

- 1 cápsula pela manhã e outra a noite

ás 17hs  Fórmula 2  Chá verde 250mg  Chá branco 250mg - 1 cápsula

Exemplos Perda de peso

Fórmula 3 Slendesta - 1 a 2 doses de 300mg, 1 hora antes das principais refeições (almoço e jantar).Administrar com água.

Fórmula 4Pholiamagra -De 200 a 500mg, 2x/dia

Fórmula 5

Pholiamagra 250mg

Caralluma Fimbriata 500mg

- 1 dose antes das principais refeições

2x/dia  Fórmula 5  Pholiamagra 250mg  Caralluma Fimbriata 500mg - 1 dose antes das

Exemplos - Ansiedade

Fórmula 1

Faseolamina 300mg

Caseolamina 300mg

Rodiolla 500mg

- 1 cápsula 2x/dia

Fórmula 2

Niacina

50mg

Taurina

200mg

Inositol

500mg

- 1 dose 3x/dia

- 1 cápsula 2x/dia  Fórmula 2  Niacina 50mg  Taurina 200mg  Inositol 500mg

Exemplos - Saciedade

Fórmula 1Compulsão por doce

Triptofano 500mg

Grinffonia 100mg

Rhociola Roase 3% de Salidrosídeo

250mg

- 1 dose no final do dia

Fórmula 2 Sacitôgenica

Faseolamina

200mg

Caseolamina

200mg

Sinestrol

170mg

Slendestra

150mg

Caramulla Fimbriata

500mg

- 1 dose, 1hora antes do almoço e do jantar

170mg  Slendestra 150mg  Caramulla Fimbriata 500mg - 1 dose, 1hora antes do almoço e

Exemplos - Saciedade

Fórmula 3 Spray para inibir vontade por doces

Griffonia

Theanina

Picolinato de cromo

Veículo para spray qsp

Frasco

50mg/ml

50mg/ml

100mcg/ml

1,0ml

30ml

- Borrifar 2 jatos sublingual, aguardar 30 segundos e engolir

Exemplos - Cabelos

Fórmula 1 Queda de cabelo

Biotina

300mcg

Cistina

20mg

- 1 cápsula /dia

Fórmula 2 Queda de cabelo

Ferro quelado

Vitamina C 200mg

20mg

- 1 cápsula /dia

- 1 cápsula /dia  Fórmula 2 – Queda de cabelo  Ferro quelado  Vitamina

Exemplos - Unhas

Fórmula 1 Fortalecedora

Exsynutriment 150mg

Biotina 300mcg

L-Cisteína

600mg

- 1 cápsula por dia

Fórmula 2 Fortalecedora

Vitamina C

1000mg

Biotina

2,5mg

Cisteína

300mg

- 1 cápsula por dia

2 – Fortalecedora  Vitamina C 1000mg  Biotina 2,5mg  Cisteína 300mg - 1 cápsula

Exemplos - Pele

Fórmula 1 Preenchedor de rugas

Exsynutriment 150mg

Vitamina C 1g - 1 cápsula /dia

Fórmula 2 Acne

Zinco quelado

Vitamina C 200mg

20mg

Fórmula 2 – Acne  Zinco quelado  Vitamina C 200mg 20mg - 1 cápsula 1x/dia

- 1 cápsula 1x/dia (longe das refeições com ferro)

Exemplos - Antienvelhecimento

Fórmula 1 Remineralizante

Silício orgânico

Vitamina C 200mg

Magnésio 100mg

Licopeno (extrato do tomate)

Vitamina E

150mg

5mg

200UI

- 1 dose 2 x/dia

Fórmula 2 Anti radicais livres

Bio-artc (MP marinha)

Silício orgânico 100mg

100mg

livres  Bio-artc (MP marinha)  Silício orgânico 100mg 100mg - 1 cápsula / dia, longe

- 1 cápsula / dia, longe das principais refeições

Exemplos Antioxidante

Fórmula 1

Exemplos – Antioxidante  Fórmula 1  Vitamina C até 2g  Vitamina E até 400UI

Vitamina C

até

2g

Vitamina E

até

400UI

Vitamina A ou Betacaroteno

até

1000UI ou 20mg

Cobre

até

5mg

Zinco

até

30mg

Selênio

- 1 cápsula 1x/dia

até

400mcg

Exemplos Flacidez

Fórmula 1

Gelatina 350mg

Colágeno hidrolisado

Vitamina C 60mg

Cobre 0,25mg

Manganês

250mg

2mg

- 1 dose 2 a 3 x/dia

Fórmula 2 Gomas de Colágeno

Colágeno hidrolisado

1000mg

Gelatina

1000mg

- de 1 a 4 gomas entre as refeições

Gomas de Colágeno  Colágeno hidrolisado 1000mg  Gelatina 1000mg - de 1 a 4 gomas

Exemplos Flacidez

Fórmula 3 Complexo Firmador

Agar agar

Colágeno

Gelatina

- 1 capsula 2x/dia

120mg

120mg

150mg

 Fórmula 3 – Complexo Firmador  Agar agar  Colágeno  Gelatina - 1 capsula

Exemplos - Bronzeado

Fórmula 1

Urucum

Beterraba

Cenoura

Licopeno

150mg

150mg

150mg

5mg

- 1 cápsula por dia pela manhã (utilizar 4 semanas antes da exposição solar)

100mg

manhã (utilizar 4 semanas antes da exposição solar) 100mg  Fórmula 2  Extrato seco de

Fórmula 2

Extrato seco de cenoura

Beterraba 100mg

Urucum 100mg

- 1 cápsula 2x/dia

Exemplo Queima de gordura

Fórmula 1 Queima de gordura

Centella asiática extrato seco 80mg

Citrus aurantium

150mg

Picolinato de cromo

100mcg

Cafeína

20mg

L-Carnitina 150mg

- 1 dose 3x/dia

Fórmula 2 Diminuição do panículo adiposo

Inositol 200mg

L-Carnitina 300mg

Colina bitartarato 100mg

- 1 cápsula 3x/dia

do panículo adiposo  Inositol 200mg  L-Carnitina 300mg  Colina bitartarato 100mg - 1 cápsula

Exemplo Queima de gordura

Fórmula 3 Anti Barriga

Caralluma Fimbriata 250mg

Citrus Aurantium 300mg

Faseolanima 250g

Garcínea Camboja 250mg - Uma dose 2X ao dia, antes das refeições.

Citrus Aurantium 300mg  Faseolanima 250g  Garcínea Camboja 250mg - Uma dose 2X ao dia,

Exemplo - Celulite

Fórmula 1- Shake

Sulfato de glucosamina

200mg

Silício orgânico

50mg

Vitamina C

200mg

Vitamina E

80mg

Selênio

Cálcio carbonato

Extrato de chá verde

- 2 doses/ dia

50mcg

300mg

250mg

 Vitamina E 80mg  Selênio  Cálcio carbonato  Extrato de chá verde - 2

Exemplo - Celulite

Fórmula 2

Castanha da índia 70mg

Centella asiática 100mg

Rutina 80mg

Cavalinha 150mg - 1 dose ao dia

Fórmula 2  Castanha da índia 70mg  Centella asiática 100mg  Rutina 80mg Cavalinha 150mg

Exemplo - Laxante

Exemplo - Laxante  Fórmula 1  Goma guar………  Pectina ……………. 150m g  Pó

Fórmula 1

Goma guar………

Pectina……………. 150mg

Pó de malvavisco…… 150mg

Metilcelulose………

Frutos de funcho……

- 3 a 6 cápsula, em 2 ou 3 ingestões, acompanhadas de abundante líquido.

100mg

50mg

50mg

Fitoterapia X Alimentos

Algumas plantas medicinais também são consideradas alimentos e

especiarias, essas ervas exercem funções importantes pela presença dos incontestáveis fitoquímicos, vitaminas e sais

minerais presentes.

ervas exercem funções importantes pela presença dos incontestáveis fitoquímicos, vitaminas e sais minerais presentes.

Além de nutrientes, alguns alimentos nos

proporcionam substâncias de ação curativa e preventiva. Alimentos bem escolhidos e utilizados

podem curar, aliviar e prevenir muitos transtornos e

doenças.

e preventiva. Alimentos bem escolhidos e utilizados podem curar, aliviar e prevenir muitos transtornos e doenças.

Alimentos

Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos

Limão Citrus limonum

Suco e casca do fruto, folhas

Suco : gota, reumatismo, arteriosclerose, hipertensão,

artrite, depurativo do sangue, febre

Gargarejo: inflamações na boca e garganta Infusão : má digestão,gases, diarréia, insônia,

Decocção : malária

inflamações na boca e garganta  Infusão : má digestão,gases, diarréia, insônia,  Decocção : malária

Cravo da Índia Eugenia Caryophyllata

Flores

Chá e pó : excitante, dores de dente, digestivo, afrodisíaco, depurativo

Infusão de vinho: bronquite, gripe, tosse, resfriado

excitante, dores de dente, digestivo, afrodisíaco, depurativo  Infusão de vinho: bronquite, gripe, tosse, resfriado

Alho Allium Sativum

Bulbo e caule

Óleo e Infusão : insônia, hipertensão, tuberculose, resfriados, tosse, bronquite, feridas infecciosas, reduz o HDL

Decocção : vermes

hipertensão, tuberculose, resfriados, tosse, bronquite, feridas infecciosas, reduz o HDL  Decocção : vermes

Preparo

Água de alho: socar 2 a 4 dentes de alho, colocar num copo de

água quente e deixar durante a noite. De manhã coar e beber;

repetir durante vários dias.

Manteiga de alho: socar alguns dentes de alho e misturar bem

com azeite de oliva e salsinha picada.

Suco de alho: socar alguns dentes, espremer num pano, usar

meia colher de chá diluída em água e beber 2 ou 3 vezes por dia.

Preparo

Tintura de alho: deixar 200 gramas de dentes de alho descascados em um litro de brandy ou conhaque de boa

qualidade durante 14 dias, numa temperatura de 30ºC, numa

garrafa arrolhada. Sacudir várias vezes por dia. Coar e

guardar até um ano

14 dias, numa temperatura de 30ºC, numa garrafa arrolhada. Sacudir várias vezes por dia. Coar e

Fitoterapia aplicada à culinária

Nível

Preventivo

Fitoterapia aplicada à culinária Nível Preventivo Preparar o corpo para receber o tratamento fitoterápico

Preparar o corpo para

receber o tratamento

fitoterápico

Alecrim - Rosmarinus officinalis

É uma planta estimulante para todas as pessoas com fraqueza, e emprega-se também para combater as febres intermitentes e a febre tifóide.

É tônico do coração e do estômago, combate gases, males do fígado, rins e intestinos.

Combate também menstruações irregulares e difíceis, estados nervosos leves a moderados.

rins e intestinos.  Combate também menstruações irre g ulares e difíceis, estados nervosos leves a

Alecrim - Rosmarinus officinalis

Pode-se temperar aves e carnes brancas, carneiros, peixes, batatas, omeletes e molhos, carnes de caça, frutos do mar e

pães.

Uma infusão de alecrim faz-se com 5 a 10 gramas de folhas por uma chávena de água a ferver. Toma-se depois das refeições.

de alecrim faz-se com 5 a 10 gramas de folhas por uma chávena de água a

Cebolinha Fina Verde Allium fistolosum

Cebolinha Fina Verde Allium fistolosum  É muito usada nas cozinhas chinesa e ocidental. É indispensável

É muito usada nas cozinhas chinesa e ocidental. É indispensável no preparo de saladas, sanduíches, sopas e omeletes. Dá sabor especial

em manteigas, queijos cremosos, molhos, massas, carnes, peixes e patês. Contendo ferro e vitaminas diversas, é estimulante do apetite, além de auxiliar a digestão. Ajuda no combate à gripe e nas doenças das vias respiratórias. As cebolas geralmente tem ação antibiótica, antiinflamatória, expectorante,diurética, antipirética, vermífuga, fungicida e bacteriana,etc.

Orégano - Origanum vullgaris

Orégano - Origanum vullgaris  Devido ao forte odor, através dos óleos essenciais, eleva a produção

Devido ao forte odor, através dos óleos essenciais, eleva a produção de saliva. O resultado é que aumenta a presença de uma

enzima que ajuda a digerir os carboidratos, como batatas e massas

em geral.

Toda a planta pode ser utilizada na medida de 30g por litro de água, em decocção (5 min) para combater problemas do aparelho

respiratório como asma, catarros e bronquites. Se adoçado com Mel fica ainda melhor. Auxilia no combate aos gases, reumatismos, problemas da bílis e nas menstruações.

Alimentos X Emoção

Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o
Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o
Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o

Ansiedade

Mente mais aberta

Alegre

Insônia

Irritação

Medo

Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o
Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o
Alimentos X Emoção Ansiedade Mente mais aberta Alegre Insônia Irritação M e d o
Stress Depressão Mau humor

Stress

Stress Depressão Mau humor
Stress Depressão Mau humor

Depressão

Mau humor

Stress Depressão Mau humor
Stress Depressão Mau humor

Nutrição Funcional e a Fitoterápia

Determinantes metabólicos (Fito + Nutrição Funcional)

Existem alterações positivas nos aspectos fisiológicos e bioquímicos do organismo frente aos princípios ativos das

plantas.

O sinergismo entre os fitoquímicos das plantas e dos alimentos

através dos chás, extratos, temperos entre outras formas de

apresentação, tem ações funcionais e fitoterapêuticas.

através dos chás, extratos, temperos entre outras formas de apresentação, tem ações funcionais e fitoterapêuticas.

Determinantes metabólicos (Fito + Nutrição Funcional)

O principal objetivo de todos esses sistemas de cura, que utilizam os efeitos terapêuticos dos fitoterápicos, é estimular os

processos metabólicos capazes de manter o estado de equilíbrio

corporal.

A fitoterapia oferece caminhos alternativos às terapias tradicionais focando a natureza como objeto de escolha para a melhora da saúde global dos pacientes.

Nutrição Funcional e a Fitoterápia

Com ação antioxidante, o licopeno

diminui o risco de desenvolvimento de câncer, inclusive câncer de próstata, além de atuar na redução do

estresse oxidativo. O licopeno é

utilizado pelo organismo quando o tomate é consumido cozido e

acompanhado de uma fonte de

lipídios, como o azeite.

é utilizado pelo organismo quando o tomate é consumido cozido e acompanhado de uma fonte de
Além de sua ação antioxidante, o gengibre também age como componente antiinflamatório. Também recomendado para

Além de sua ação antioxidante, o gengibre também age como componente antiinflamatório. Também recomendado para gestantes, que apresenta a náusea como

sintoma no início da gravidez.

O agrião tem ação antiinflamatória e efeitos benéficos sobre o trato respiratório, auxiliando como descongestionante e expectorante.

antiinflamatória e efeitos benéficos sobre o trato respiratório, auxiliando como descongestionante e expectorante.

Fruta rica em compostos bioativos que agem diminuindo o risco de câncer, como antioxidantes e na

redução dos níveis de colesterol.

como antioxidantes e na redução dos níveis de colesterol. Contém um importante composto,, que tem efeitos
como antioxidantes e na redução dos níveis de colesterol. Contém um importante composto,, que tem efeitos

Contém um importante composto,, que tem efeitos importantes sobre a perda de peso. No entanto, ela age como coadjuvante no tratamento,

já que para ter um efeito isolado deveria se

consumida em grandes quantidades. Além disso, tem ação antiinflamatória e na redução dos níveis

de colesterol

Suplementos Nutricionais

Cápsulas Gelatinosas

Suplementos Nutricionais Cápsulas Gelatinosas

Pele, cabelos e unhas

Pele, cabelos e unhas
Pele, cabelos e unhas

Unhas

Unhas
Unhas

Celulite

Celulite
Celulite

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento
Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento
Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento
Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento
Pele, Rejuvenescedor, Antienvelhecimento

Cabelos

Cabelos
Cabelos

Cabelos

Cabelos
Cabelos

Laxante

Laxante
Laxante

Nutricé

Nutricé

Beuaty’In

“ Poque beleza primeiro vem de dentro”

Balas de colágeno com vitaminas em 4 sabores, 0%

açúcar, gorduras totais e sódio

beleza primeiro vem de dentro” Balas de colágeno com vitaminas em 4 sabores, 0% açúcar, gorduras

Beuaty’In

“ Poque beleza primeiro vem de dentro”

Natural refrescante em 8 sabores com vitaminas, 0%

açúcares, baixo sódio e sem conservantes

primeiro vem de dentro” Natural refrescante em 8 sabores com vitaminas, 0% açúcares, baixo sódio e

Referências

Referências
Referências

Obrigada!

Obrigada! Juliana_gz@hotmail.com

Juliana_gz@hotmail.com