Vous êtes sur la page 1sur 33

ENGENHARIA

BIOQUÍMICA

Prof. Dr. João Batista de Almeida e Silva joaobatista@debiq.eel.usp.br joaobatista@pq.cnpq.br

INTRODUINTRODUÇÇÃOÃO

OO QUEQUE ÉÉ ENGENHARIAENGENHARIA BIOQUBIOQUÍÍMICA?MICA?

–– EngenhariaEngenharia BioquBioquíímicamica éé aplicaaplicaççãoão dosdos conhecimentosconhecimentos dada EngenhariaEngenharia QuQuíímicamica nana solusoluççãoão dede problemasproblemas queque sese apresentamapresentam nana implantaimplantaççãoão dede processosprocessos biotecnolbiotecnolóógicosgicos emem largalarga escalaescala ee emem suasua otimizaotimizaçção;ão; –– ProcessosProcessos ondeonde ocorreocorre aa transformatransformaççãoão dede matmatéériasrias--primasprimas emem produtosprodutos atravatravééss dada aaççãoão dede materialmaterial dede origemorigem ouou carcarááterter biolbiolóógico:gico:

ccéélulaslulas (microbianas,(microbianas, animaisanimais ouou vegetais)vegetais) ouou enzimas;enzimas;

INTRODUINTRODUÇÇÃOÃO

INTERDICIPLINARIDADE:INTERDICIPLINARIDADE:

-- OO usouso destadesta áárearea dede conhecimentoconhecimento atuandoatuando emem conjuntoconjunto comcom diferentesdiferentes profissionais,profissionais, comocomo éé oo casocaso dosdos geneticistas,geneticistas, biologistasbiologistas moleculares,moleculares, microbiologistas,microbiologistas, bioqubioquíímicosmicos ee engenheirosengenheiros agrônomosagrônomos ee engenheirosengenheiros bioqubioquíímicos,micos, permitempermitem aplicaraplicar aa EngenhariaEngenharia BioquBioquíímicamica

INTRODUINTRODUÇÇÃOÃO

INTERDICIPLINARIDADE:INTERDICIPLINARIDADE:

AA EngenhariaEngenharia BioquBioquíímicamica sese encontraencontra emem nossonosso cotidiano,cotidiano, ee nemnem damosdamos atenatenççãoão aa isso,isso, vejamosvejamos abaixoabaixo algunsalguns exemplos.exemplos.

CCONHECIMENTO:ONHECIMENTO: Microbiologia,Microbiologia, BioquBioquíímica,mica, GenGenéética,tica, Engenharia,Engenharia, QuQuíímica,mica, InformInformáática;tica; BENS:BENS: Alimentos,Alimentos, Bebidas,Bebidas, ProdutosProdutos QuQuíímicos,micos, Energia,Energia, ProdutosProdutos Farmacêuticos,Farmacêuticos, Pesticidas,Pesticidas, etc;etc; AAGENTESGENTES BIOLBIOLÓÓGICOS:GICOS: Microrganismos,Microrganismos, CCéélulaslulas ee MolMolééculasculas (Enzimas,(Enzimas, Anticorpos,Anticorpos, DNA,DNA, etc.);etc.); SSERVIERVIÇÇOS:OS: PurificaPurificaççãoão dada áágua,gua, TratamentosTratamentos dede resresííduos,duos, ControleControle dede poluipoluiçção,ão, etc.etc.

INTRODUINTRODUÇÇÃOÃO

Estes conhecimentos permitem atuar nos:

Projeto de biorreatores;

Estudos de cinética de processos bioquímicos;

Modelagem e simulação;

Purificação de produtos biológicos;

Transferência de oxigênio e ampliação de escala;

Análise econômica;

Instrumentação e controle

ORIGEMORIGEM

Do termo, desde a Segunda Guerra (penicilina); Porém, Vinho, Pão, Cerveja, Queijo, Picles, Iogurte, Vinagre, produtos descobertos na antiguidade quase por acaso, já eram conhecidos, e hoje considerados produtos obtidos por processo bioquímicos.

ORIGEM ORIGEM

ORIGEMORIGEM

ORIGEM ORIGEM
ORIGEM ORIGEM

ORIGEMORIGEM

FATOS IMPORTANTES:

8000 A.C.: vinhos, cervejas e vinagres;

4000 A.C.: surgem os laticínios;

500 A.C: processo de salga e picles;

Monges: Utilização do lúpulo

Monges: Utilização do lúpulo IDADE MÉDIA (476dC-1453dC)
Monges: Utilização do lúpulo IDADE MÉDIA (476dC-1453dC)

IDADE MÉDIA (476dC-1453dC)

ORIGEMORIGEM

FATOS IMPORTANTES:

1808 D.C: cerveja chega ao Brasil;

1861 D.C: Pauster desenvolve a pasteurização;

1990 D.C: enzima para fabricação de queijo (primeiro produto modificado EUA);

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

Final da segunda guerra devido a quantidade de feridos, existe a necessidade do desenvolvimento de novas técnicas para obtenção de probióticos e em grande escala;

As técnicas usadas até aquele momento, com o cultivo de fungos em superfície não supria a demanda;

O conhecimento da Engenharia de Processos oriundo dos processos químicos tradicionais é utilizada para aumentar a produção de antibióticos;

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

A produção de penicilina em larga escala revoluciona o processo descoberto por Alexander Fleming em 1928;

A humanidade passa então a beneficiar-se de produtos com propriedades organolépticas mais requintados, obtidos pela ação de microrganismos, dentre eles o queijo, pão, iogurte, cerveja, vinhos e destilados;

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

Antes do inicio da segunda guerra os processos fermentativos não dispertavam interesse porque os produtos não alimentícios, como os solventes e ácidos orgânicos já eram produzidos por processos químicos; A colaboração de profissionais da área de engenharia e da área biológica permitiu o desenvolvimento de novas técnicas de obtenção de novos produtos usando a ação de microrganismos;

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

Inicialmente, os cultivos foram realizados em frascos em plataformas giratórias, mas existia a limitação na transferência de oxigênio; O uso de frascos agitados e aerados usados como fermentadores em 1947, foi o primeiro biorreator utilizando os conhecimentos da Engenharia Química, Biologia e Bioquímica, produzido pela americana New Brunswick; Ainda em 1947 a Merck é premiada por produzir o antibióticos estreptomicina surgindo então oficialmente o termo Engenharia Bioquímica;

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

Novos produtos passaram a ser produzidos por processos bioquímicos;

Considerando aspectos como ampliação de escalas, preparação de meio de cultura (Bioquímica, Microbiologia e Engenharia);

Conclui-se que a Engenharia Bioquímica está inserida na Biotecnologia Industrial e tem características multidisciplinares necessitando de conhecimentos como Biologia, Química, Engenharia, Bioquímica, Biologia Molecular, Matemática e Computação.

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

EVOLU EVOLU Ç Ç ÃO ÃO

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

PRODUTOSPRODUTOS OBTIDOSOBTIDOS AA PARTIRPARTIR DESTEDESTE PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

-- enzimasenzimas (utilizadas(utilizadas amplamenteamplamente nasnas indindúústriasstrias têxtiltêxtil ee dede alimentos);alimentos); –– áácidoscidos orgânicosorgânicos (com(com aplicaaplicaççõesões diversasdiversas nana indindúústriastria ququíímica);mica); –– antibiantibióóticos,ticos, vacinasvacinas ee hormônioshormônios (utilizados(utilizados nana áárearea dede sasaúúdede humanahumana ee animal);animal); –– anticorposanticorpos (utilizados(utilizados emem kitskits dede diagndiagnóóstico);stico); –– fermentofermento (para(para usouso caseirocaseiro ee nana indindúústriastria alimentalimentíícia);cia); –– aminoaminoáácidos.cidos.

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

PRODUTOSPRODUTOS OBTIDOSOBTIDOS AA PARTIRPARTIR DESTEDESTE PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

EtanolEtanol CombustCombustííveis;veis;

EtanolEtanol produzidoproduzido porpor fermentafermentaççãoão dodo caldocaldo dede canacana ouou hidrolisadoshidrolisados amilamilááceosceos

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

BEBIDASBEBIDAS OBTIDASOBTIDAS AA PARTIRPARTIR DEDE PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

EtanolEtanol emem BebidasBebidas BebidasBebidas Fermentadas:Fermentadas:

CaxiriCaxiri;; Cervejas;Cervejas; Vinhos;Vinhos; FermentadosFermentados dede frutas;frutas; Sidras;Sidras;

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

BEBIDASBEBIDAS OBTIDASOBTIDAS AA PARTIRPARTIR DEDE PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

BebidasBebidas Destiladas:Destiladas:

Aguardentes;Aguardentes; CognacCognac;; DestiladosDestilados dede vinhos;vinhos; GraspaGraspa;; Pisco;Pisco; Rum;Rum; Tequila;Tequila; TiquiraTiquira;; UUíísque.sque.

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

BEBIDASBEBIDAS OBTIDASOBTIDAS AA PARTIRPARTIR DEDE PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

BebidasBebidas Retificadas:Retificadas:

Vodka;Vodka; GinGin BebidasBebidas ObtidasObtidas porpor MisturasMisturas Licores;Licores; Sangria;Sangria; CoolerCooler;;

FONTE:FONTE: BEBIDASBEBIDAS

FONTE: FONTE: BEBIDAS BEBIDAS 1. CERVEJA. DRAGONE, G., ALMEIDA e SILVA, J.B. Capítulo 2. p. 15-50,

1. CERVEJA. DRAGONE, G., ALMEIDA e SILVA, J.B. Capítulo 2. p. 15-50, 2010

2. PRODUÇÃO DE CERVEJA PELO PROCESSO CONTÍNUO. DRAGONE, G., BRÁNYIK, T., TEIXEIRA, J.A., ALMEIDA e SILVA, J.B. Capítulo 3. p.51- 67, 2010.

3. CERVEJA SEM ÁLCOOL. SILVA, D.P., BRÁNYIK, T., TEIXEIRA, J.A., ALMEIDA e SILVA, J.B. Capítulo 4. p.69-84, 2010.

4. UÍSQUE. DRAGONE, G., FLOREZ, M.D.G., GARCIA, M.A.V., ALMEIDA e SILVA, J.B. Capítulo 20. p.385-410, 2010

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

--PassaPassa--sese entãoentão aa estudarestudar aa utilizautilizaççãoão dede ccéélulaslulas vegetaisvegetais ee animaisanimais comcom objetivoobjetivo dede obterobter produtosprodutos dede estruturasestruturas maismais complexascomplexas ee maiormaior valorvalor agregado;agregado;

--MelhoriaMelhoria significativasignificativa nana produtividadeprodutividade ee nono rendimentorendimento dosdos processosprocessos emem funfunççãoão dede projetosprojetos comcom novasnovas configuraconfiguraççõesões dosdos biorreatoresbiorreatores,, meiosmeios dede culturacultura ee cepascepas maismais produtivas;produtivas;

--AA esteeste progressoprogresso duasduas novasnovas ááreasreas dodo conhecimentoconhecimento foramforam extremamenteextremamente importantes:importantes: InformInformááticatica ee BiologiaBiologia MolecularMolecular

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

--

OO usouso dede computadorescomputadores permitirampermitiram oo usouso dede modelosmodelos matemmatemááticosticos parapara oo estudoestudo cincinééticotico dosdos processos;processos;

--

AA tecnologiatecnologia dede DNADNA recombinanterecombinante permitirampermitiram modificarmodificar aa capacidadecapacidade dosdos m.o;m.o;

--

SurgeSurge tambtambéémm asas ttéécnicascnicas dede DownDown--StreamStream queque permitirampermitiram conhecimentosconhecimentos dede operaoperaççõesões unitunitááriasrias maismais requintadosrequintados facilitandofacilitando aa obtenobtenççãoão dede produtosprodutos maismais purospuros ee comcom altoalto valorvalor agregado,agregado, comocomo osos hormônios,hormônios, vacinas,vacinas, reagentes,reagentes, produtosprodutos obtidosobtidos pelapela ququíímicamica finafina parapara usouso alimentalimentíícioscios ee farmacêuticos.farmacêuticos.

EVOLUEVOLUÇÇÃOÃO

PROCESSOSPROCESSOS BIOQUBIOQUÍÍMICOS:MICOS:

--

MuitosMuitos desafiosdesafios ee potenciaispotenciais dede aplicaaplicaççãoão aindaainda existem:existem:

--

ObtenObtenççãoão dede produtosprodutos comcom maiormaior valorvalor agregados;agregados;

--

TratamentosTratamentos biolbiolóógicosgicos dede efluentes;efluentes;

--

ObtenObtenççãoão dede produtosprodutos comcom custoscustos maismais competitivos;competitivos;

--

SubstituiSubstituiççãoão dede processosprocessos ee produtosprodutos agressivosagressivos aoao meiomeio ambiente;ambiente;

--

DesenvolvimentoDesenvolvimento dede processosprocessos ee equipamentosequipamentos maismais produtivos;produtivos;

--

UsoUso dede matmatéériasrias--primasprimas alternativas;alternativas;

--

TratamentoTratamento biolbiolóógicosgicos dede efluentes;efluentes;

-- TecnologiaTecnologia maismais limpa;limpa; -- InovaInovaçção.ão.

INOVAINOVAÇÇÃOÃO BUSCABUSCA

ProdutividadeProdutividade:: proporcionarproporcionaráá aa redureduççãoão dede custoscustos éé oo grandegrande motivadormotivador dada buscabusca dede maiormaior produtividade,produtividade, tantotanto nono nníívelvel dada operaoperaçção;ão;

QualidadeQualidade:: aa melhoriamelhoria continuacontinua dada qualidadequalidade éé aa chavechave parapara oo sucessosucesso industrial,industrial, poispois éé melhorandomelhorando aa qualidadequalidade queque sese consegueconsegue diminuirdiminuir osos custoscustos ee aumentaraumentar aa produtividade;produtividade;

TecnologiaTecnologia:: aa importânciaimportância dodo desenvolvimentodesenvolvimento tecnoltecnolóógicogico levaleva aa obtenobtenççãoão dede vantagemvantagem

competitiva.competitiva.

INOVAINOVAÇÇÃOÃO BUSCABUSCA

AdotarAdotar estratestratéégiasgias ee tecnologiatecnologia parapara gerargerar lucros;lucros;

GerarGerar conhecimento,conhecimento, globalizaglobalizaççãoão ee competicompetiççãoão parapara mantermanter--sese nono mercadomercado diantediante dada competitividadecompetitividade dasdas empresas;empresas;

AA globalizaglobalizaççãoão fezfez comcom queque osos papaíísesses permitissempermitissem aa aberturaabertura dada economia;economia;

AA elaboraelaboraççãoão dede estratestratéégiagia competitivacompetitiva ganhaganha maiormaior relevânciarelevância emem decorrêdecorrênciancia dodo acirramentoacirramento dada concorrênciaconcorrência

EXEMPLOSEXEMPLOS DEDE INOVAINOVAÇÇÃOÃO

FusãoFusão dada CompanhiaCompanhia AntarcticaAntarctica PaulistaPaulista ee aa CompanhiaCompanhia CervejariaCervejaria Brahma,Brahma,

HojeHoje aa empresaempresa CompanhiaCompanhia dede BebidasBebidas dasdas AmAmééricas,ricas, possupossuíí maismais dede 70%70% dede participaparticipaççãoão nono mercadomercado nacionalnacional dede bebidas;bebidas;

ContinuamContinuam adotandoadotando asas estratestratéégiasgias parapara mantermanter suasua participaparticipaççãoão nono mercadomercado dede bebidas;bebidas;

FusõesFusões comcom aa belgabelga InterbrewInterbrew ee comcom aa americanaamericana AnheuserAnheuser-- BuschBusch,, produzindoproduzindo 25%25% dede todatoda aa cervejacerveja produzidaproduzida nono

mundo.mundo.

INOVAINOVAÇÇÕESÕES TECNOLTECNOLÓÓGICASGICAS

ParaPara oo sucessosucesso dada inovainovaçção,ão, muitasmuitas pesquisaspesquisas temtem queque serser conduzidas:conduzidas:

PesquisaPesquisa bbáásicasica:: trabalhotrabalho criativocriativo realizadorealizado parapara

ampliarampliar oo conhecimentoconhecimento cientcientíífico.fico. EsteEste esforesforççoo nãonão éé direcionadodirecionado aa umum objetivoobjetivo especespecííficofico ouou prpráático;tico; PesquisaPesquisa aplicadaaplicada:: pesquisapesquisa originaloriginal dirigidadirigida aa umum

alvoalvo prprááticotico ouou objetivoobjetivo prpréédeterminadodeterminado PodePode representarrepresentar aa articulaarticulaççãoão dada pesquisapesquisa bbáásicasica comcom suasua formaforma prpráática;tica; DesenvolvimentoDesenvolvimento experimentalexperimental:: representarepresenta oo usouso dodo conhecimentoconhecimento cientcientííficofico parapara produzirproduzir novosnovos produtosprodutos ouou materiais,materiais, dispositivos,dispositivos, processos,processos, sistemassistemas ouou serviserviççosos melhoradosmelhorados substancialmente.substancialmente.

INOVAINOVAÇÇÕESÕES TECNOLTECNOLÓÓGICASGICAS

InstitutoInstituto BrasileiroBrasileiro dede GeografiaGeografia ee EstatEstatíísticastica (IBGE),(IBGE), apresentaapresenta osos seguintesseguintes conceitosconceitos parapara oo processoprocesso dede inovainovaçção:ão:

InovaInovaççãoão tecnoltecnolóógicagica comocomo aa fasefase dede implementaimplementaççãoão dede produtosprodutos (bens(bens ouou serviserviçços)os) ouou processosprocessos tecnologicamentetecnologicamente novosnovos ouou substancialmentesubstancialmente aprimorados;aprimorados;

ImplementaImplementaççãoão dada inovainovaççãoão éé fasefase emem queque oo produtoproduto éé introduzidointroduzido nono mercadomercado ouou quandoquando oo processoprocesso passapassa aa serser operadooperado pelapela empresa;empresa;

ProdutoProduto tecnologicamentetecnologicamente novonovo éé aqueleaquele cujascujas caractercaracteríísticassticas fundamentaisfundamentais diferemdiferem significativamentesignificativamente dede todostodos osos produtosprodutos previamentepreviamente produzidosproduzidos pelapela empresa.empresa.

INOVAINOVAÇÇÕESÕES TECNOLTECNOLÓÓGICASGICAS

EtanolEtanol dede primeiraprimeira gerageraçção:ão: produzidoproduzido aa partirpartir dede caldocaldo dede canacana (leveduras(leveduras selecionadas,selecionadas, alteraalteraççaoao dada relarelaççãoão bagabagaçço/caldoo/caldo;;

EtanolEtanol dede segundasegunda gerageraçção:ão: produzidoproduzido aa partirpartir dede materiaismateriais lignocelullignocelulóósicossicos;;

EtanolEtanol dede terceiraterceira gerageraçção:ão: produzidoproduzido aa partirpartir dede hidrolisadohidrolisado dede macroalgasmacroalgas marinhas;marinhas;

INOVAINOVAÇÇÕESÕES TECNOLTECNOLÓÓGICASGICAS

VodkaVodka gaseificada;gaseificada; CervejasCervejas aromatizadasaromatizadas (abacaxi,(abacaxi, compotacompota dede frutasfrutas ee manjericão,manjericão, pêssegos,pêssegos, limão,limão, chocolate,chocolate, rosas);rosas); CervejaCerveja produzidasproduzidas comocomo osos vinhos,vinhos, queque trazemtrazem nono rróótulotulo aa safra,safra, ee envasadasenvasadas emem garrafasgarrafas comcom rolhasrolhas queque podempodem serser guardadasguardadas emem adegasadegas porpor muitosmuitos anos;anos; CervejasCervejas comcom adjuntosadjuntos nãonão convencionaisconvencionais (arroz(arroz preto,preto, banana,banana, pupunha,pupunha, pinhão,pinhão, melamelaççoo dede cana);cana);