Vous êtes sur la page 1sur 3

OBESIDADE

• IMC de 25-29,99: sobrepeso


• IMC de 30-34,99: obesidade grau 1
• IMC de 35- 39,99: obesidade grau 2
• IMC > 40: obesidade grau 3

• Complicações:
o Problemas respiratórios
o Problemas cardiovasculares: Hiperlipidemia,
Aterosclerose,
o HAS
o Problemas Digestivos: DRGE, esofagite, cálculos biliares.
o Esteatose hepática
o Problemas endocrinológicos e metabólicos
o Problemas reprodutivos
o Distúrbios menstruais nas mulheres
o Problemas ortopédicos
o Problemas dermatológicos
o Índice de neoplasias aumentado

• Complicações Gastroenterológicas:
• Doenças do Esôfago:
o DRGE
o Adenocarcinoma de esôfago
• Função Gástrica:
o Estudo de Motilidade
o Em obesos, o estômago tem maior distensibilidade, maior
esvaziamento gástrico (sensação de fome) e menos
trânsito intestinal.
• Cálculos Biliares:
o Maior risco de formação de cálculos
o Bile mais saturada de colesterol
o Sua formação é acelerada pela dieta e cirurgia by-pass. A
complicação mais grave é a pancreatite biliar.

• Complicações Hepáticas:
• Esteatose/ NASH (Esteato- Hepatite)
• Incidência de 60% em obesos
• NASH-até 19% evoluem para cirrose
• Alterações de TGO/ TGP (aumento de 2X TGP) + infiltrado
inflamatório
• Dieta e exercícios não são suficientes para prevenção de NASH.
Tem que ocorrer o controle das enzimas hepáticas.
• Pancreatite:
• Pode ser precipitada por um cálculo vesicular,
hipertrigliciridemia.
• IMC elevado é um fator preditivo de mau prognóstico.

• Vacinas:

• Menor resposta a Vacina Hep. B


• Hep. C: menor resposta ao tratamento com interferon e
ribavirina

• Manejo Peri-operatório:
• Prejuízo da função cardiovascular
• Doenças tromboembólicas
• Dificuldades técnicas

• Tratamento
• Dieta
• Exercício
• Modificações do comportamento
• Tratamento farmacológico
• Cirurgias
• Balão intra-gástrico
o Prótese de silicone
o Formato esférico
o Superfície lisa
o Válvula por onde é insuflado dentro do paciente (400-
700ml)
o È adequado para estimular o paciente a perder peso, pois
ocupa o fundo gástrico causando saciedade precoce.
o Indicado para pacientes com IMC abaixo de 35 que não
respondem ao tratamento clínico há mais de 3 anos
o IMC maior de 35 com contra-indicação cirúrgica
o Pacientes que não aceitam a cirurgia
o Superobesos-IMC acima de 50 com patologias graves
associadas ou desencadeadas pela obesidade.
o Riscos de colocação: igual ao de uma endoscopia,
procedimento ambulatorial sob sedação.
o Deve ser retirado no prazo máximo de 6 meses
o Contra-Indicações:
• Esofagite de Refluxo
• Hérnia de hiato volumosa
• Estenose ou divertículo de esôfago
• Lesões potencialmente hemorrágicas
• Cirurgia gástrica de ressecção
• DII
• Uso de AINES, Anti-coagulante oral, álcool ou
drogas.
• Transtornos psíquicos
• A apnéia obstrutiva pode ser tratada com o balão intra-gástrico
• Complicações do Balão:
o Aderências ao estômago
o Passagem pelo duodeno
o Intolerância
o Úlceras e erosões gástricas
o Esvaziamento espontâneo do balão
o Obstrução intestinal por migração0