Vous êtes sur la page 1sur 36

DIVULGAÇÃO

DESORGANIZAÇÃO

DESUSO

DESINTERESSE
DEPRESSÃO

DOR
DIA D - Droga

A origem da palavra Droga


Droga – É de origem controversa, pode vir do persa droa (odor aromático),
do hebraico rakab (perfume) ou do holandês antigo droog (folha seca,
porque antigamente quase todos os medicamentos eram feitos à base de
vegetais).

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D - Drogadicção

Drogadicção
Drogadicção - É o termo mais adequado para referir quer a dependência, quer a
farmacodependência, quer a toxicomania.

Embora algumas vezes seja proposto o conceito de drogadicção como


"apenas desordem crónica", não é menos verdade, que drogadicção pode
manifestar-se em episódios agudos que eventualmente podem tornar-se
crónicos.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Tipos de Dependência

Dependência Física Dependência Psicológica


Quando a droga é utilizada em É a dependência fundamental.
quantidades e frequências
elevadas, o organismo defende-se
Instala-se quando a pessoa é dominada
adaptando-se à droga de tal forma
por um impulso forte, quase
que, na sua falta, funciona mal.
incontrolável, de administrar a
droga à qual se habituou,
Estado de adaptação do corpo, experimentando um mal-estar
manifestado por distúrbios físicos intenso, na ausência da mesma.
quando o uso de uma droga é
interrompido.
Condição na qual uma droga produz
um sentimento de satisfação e um
A droga é necessária para que o corpo impulso psicológico, exigindo uso
funcione normalmente. periódico ou contínuo da droga
para produzir prazer ou evitar
desconforto.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D - Toxicomania

Toxicomania
Toxicomania (Do grego toxikon: veneno + mania = loucura) traduz-se pelo uso
excessivo e repetido de uma ou mais substâncias tóxicas (como analgésicos e
psicotrópicos) sem justificação terapêutica.

Segundo a Organização Mundial da Saúde a


definição estrita da toxicomania corresponde
a quatro elementos:

uma compulsão de consumir o produto;


uma tendência para aumentar as doses;
uma dependência psicológica e/ou física;

consequências nefastas sobre a vida quotidiana (emotivas, sociais, económicas).

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D - Farmacodependência

Farmacodependência
Farmacodependência (fármaco = medicamento
+ dependência) é outra forma de drogadicção,
caracterizada por um estado psíquico e físico,
decorrente da absorção, periódica ou
contínua, de um ou mais fármacos
(analgésico, hipnótico, tranquilizante etc.).

O estado de farmacodependência faz com que


o organismo passe a requerer o consumo
regular desse(s) fármaco(s), e sua falta pode
causar perturbação psíquica e/ou física.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cocaína

A cocaína é originária da folha da planta Erythroxylon coca , em cuja composição química se


encontram os alcalóides Cocaína, Anamil e Truxillina e é uma substância branca, amarga e
inodora, na forma de cristais ou pó, e que pode ser bebida, aspirada ou injectada.

Alguns efeitos com uso habitual cria:

 excitação, irritabilidade e uma reacção ansiosa


aguda;
sensações paranóides e psicose cocaínica

A longo prazo provoca:

ulceração do septo oral e criminalidade

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cocaína

As propriedades primárias da droga :

Contrai os vasos sanguíneos inibindo hemorragias,


Causam sangramento do nariz e corisa persistente,

Efeitos em altas doses:

Alucinações;
Coma;
Morte.

Efeitos a longo prazo:

Perda de memória;
Perda da capacidade de concentração mental.
 Suor frio, desmaios e paragem respiratória.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cocaína

O efeito da cocaína pode levar:

 aumento de excitabilidade e ansiedade;


elevação da pressão sanguínea e náuseas.

Efeitos imediatos:

 sensação de poder e ausência de medo;


 agressividade e tremores;
 Insónias , anorexia(perda de apetite) e delírios;
 hipertensão arterial e urgência de urinar.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Anfetaminas

As anfetaminas são de origem sintética e são mais frequentemente injectadas ou tomadas


por via oral.

Criam grande dependência psicológica e a dependência física é, normalmente nula


mas, possível.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Anfetaminas

Efeitos:

excitação,
diminuição do apetite.
agitação,
hiperactividade,
irritabilidade,
insónia,
perturbações cutâneas,
alucinações

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Heroína

A heroína é descendente directa da morfina, e ambas são tão relacionadas que a


heroína, ao penetrar na corrente sanguínea e ser processada pelo fígado, é
transformada em morfina.

A droga tem sua origem na papoila, planta da


qual é extraído o ópio. A papoila empregada na
produção da droga é cultivada principalmente no
México, Turquia, China, Índia e também nos
países do chamado triângulo Dourado (Birmânia,
Laos e Tailândia).

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Heroína

Administração

A injecção é preferida no abuso recreativo, devido ao efeito de prazer súbito


intenso (denominado "orgasmo abdominal").
Também pode ser ingerida, absorvida pela pele ou fumada.
Efeitos Imediatos

•Sonolência, embotamento mental sem amnésia


•Disfunção sexual
•Sensação de tranquilidade e de diminuição do
sentimento de desconfiança.
•Maior autoconfiança e indiferença aos outros:
comportamentos agressivos.
•Náuseas e vómitos: podem ocorrer se for activado
os centros quimicorreceptores do cérebro.
•Espasmos nas vias biliares.
•Hipotensão, prurido.
•Os seus efeitos, quando fumada, são sentidos
quase imediatamente (cerca de 3 a 8 segundos)

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Heroína

Efeitos Secundários

Comuns:

•Euforia, pode conduzir à dependência.


•Sedação
•Rigidez muscular.
•Vasodilatação com calores na pele.
•Prurido cutâneo.
•Ansiedade, alucinações, pesadelos.

Incomuns:

•Prolongamento do parto.
•Redução da função renal.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Antidepressivos

É uma substância considerada eficaz na remissão de


sintomas característicos da perturbação Depressão (nas mais variadas
formas).

Efeitos Secundários

•Disfunção sexual
•Dependência e síndrome de privação
•Mania: ilusões de grandiosidade e optimismo irrealista
•Sensação de "boca seca" devida a redução do fluxo
salivar,
• Aumento na secreção de prolactina,
• Perda de apetite
• Obstipação intestinal

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Hipnóticos

“hipnóticos”, do grego “hypnos”, que significa sono artificial.


São os medicamentos que fazem a pessoa adormecer.

São psicotrópicos que possuem acção depressiva no sistema nervoso central do


organismo provocando o sono. São normalmente confundidos com tranquilizantes,
sedativos e ansiolíticos e por isso tão consumidos, já que atingem o patamar da
droga mais consumida por pessoas adultas.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Hipnóticos

Efeitos Secundários

-dormência,
-dependência,
-distúrbios na coordenação motora,
-diminuição da memória,
-depressão,
-insônia crônica,
- sonambulismo,
- amnésia de curto prazo,
-distúrbios da memória,
-reações alérgicas,
-bulimia noturna,
-inchaços faciais,
-aumento do apetite

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Ansiolíticos

São drogas sintéticas usadas para diminuir a ansiedade e a tensão.

Em pequenas doses recomendadas por médicos, não causam danos físicos


ou psicológicos. Afectam áreas do cérebro que controlam a ansiedade e o
estado de alerta relaxando os músculos. Os ansiolíticos podem ser
consumidos oralmente e com seringas que só são usadas em hospitais para
sedar um paciente.

O efeito desta droga é aumentado se consumido juntamente com alcóol

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Barbitúricos

Barbitúricos são sedativos e calmantes.

São usados em remédios para dor de cabeça, para hipnose, para epilepsia, controle de
úlceras pépticas, pressão sanguínea alta, para dormir.

Nos primeiros anos de uso dos


barbitúricos não se sabia que poderia
causar dependência, mas já havia
inúmeras pessoas dependentes.
Hoje há normas e leis que dificultam
uma pessoa a obter esse composto.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Barbitúricos

Efeitos Secundários

•dependência física e psicológica,


•diminuição em várias áreas do cérebro,
•depressão na respiração e no sistema nervoso central,
•depressão na medula,
•vertigem,
•redução da urina,
•espasmo da laringe,
•crise de soluço,
•sedação,
•alteração motora

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Marijuana e Cannabis

Droga entorpecente produzida a partir das plantas especie cannabis sativa. A substância
psicoactiva presente na marijuana e no haxixe é o delta – 9 – tetrahidrocanabinol (THC),
cuja concentração média vai até 8%, mas algumas variedades de marijuana – cruzamentos
entre a espécie cannabis sativa e cannabis indica, conhecidas como skunk produzem
recordes de 33% de THC.

Formas de consumo:

- Fumo (cigarros)
- Inalação (cachimbo)
- Ingestão (bebida, bolos e doces)

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Marijuana e Cannabis

Efeitos

•Levemente alucinogénica
• relaxante
• estimulante do apetite
• alterações na percepção e nos reflexos
• euforia
• ideias paranóides
• confusão de pensamentos
• sonolência
•Instabilidade na marcha
• diminuição da capacidade para a realização de tarefas
• lentificação da capacidade de reacção

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Marijuana e Cannabis

Efeitos Secundários

• aumento da incidência de tumores nos testículos


• aumento da frequência cardíaca e da pressão
arterial
• diminuição dos níveis de testoterona
• morte de células cerebrais
• lentificação do pensamento

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cogumelos

Droga sazonal (outono), geralmente conhecido por cogumelos mágicos, é uma substância
alucinogénica.

Formas de consumo:

- Crus
- Secos
- Cozinhados
- Chá

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cogumelos

Efeitos

• náuseas
• dilatação das pupilas
• aumento do pulso, pressão sanguínia e temperatura corporal
• distorções visuais
• Sinestesia
• mistura de sensações
• euforia
• excesso de autoconfiança
• aumento do desejo sexual
• incapacidade de distinguir a fantasia da realidade
• pânico
• depressão

Os efeitos começam a surgir cerca de 25-30 min após a ingestão e podem durar 6 horas.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Cogumelos

Efeitos Secundários

• dores de estômago
• diarreia
• náuseas
• vómitos
• doenças mentais
• acidentes originados pela falta de realidade
• delírios
• convulsões
• coma profundo
• morte devido a paragem cardíaca

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – LSD

O LSD-25, ou seja, a dietilamida do ácido lisérgico é uma substância sintética,


produzida em laboratório. O LSD-25 é um alucinógeno primário, porque os seus
efeitos ocorrem principalmente no cérebro. O LSD é encontrado em tabletes,
cápsulas ou líquido e é ingerido.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – LSD

Efeitos

• Alucinações, delírios, percepção deformada de sons, images e do tacto


• Inicialmente, a droga intensifica as percepções sensoriais, principalmente a visão, e produz
alucinações.
• pânico , suicídio, pois gera um medo enlouquecedor;
• aumento da frequência cardíaca, aumento de temperatura. Às vezes podem ocorrer
náuseas e vômitos;
• O usuário costuma dizer que ouve, toca ou enxerga cores e sons estranhos;
• diz coisas sem sentido e tem um considerável aumento da pupila;

Estes efeitos duram entre 8 a 12 horas e aparecem cerca de 30/40 minutos após o consumo.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – LSD

Efeitos Secundários

• Podem ocorrer "más viagens", com ansiedade,


pânico ou delírios.
• semanas ou meses após o uso da droga os
sintomas mentais podem voltar, mesmo que a
pessoa não tenha consumido mais a droga.
• O consumo do LSD poderá provocar a alteração
total da percepção da realidade.
• Quando misturado com produtos do tipo
anfetaminas torna-se mais perigoso.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Álcool

O alcoolismo é geralmente definido como o consumo consistente e excessivo e/ou


preocupação com bebidas alcoólicas ao ponto que este comportamento interfira
com a vida pessoal, familiar, social ou profissional da pessoa. O alcoolismo é um
dos problemas mundiais de uso de drogas que mais traz custos.

O álcool produz dependência tanto psicológica como física.

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Álcool

Efeitos

• Embriaguez;
•Agressividade;
•Tremuras;
•Dores de cabeça;
•Dificuldade de concentração;
•Dificuldade de raciocínio;
•Perda de memória;
•Sonolência;
•Depressão
•Conflitos laborais;
•Diminuição da produtividade;
•Instabilidade laboral;
•Conduz ao absentismo;

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Álcool

Efeitos no organismo

• diurese auto limitada


• vasodilatação cutânea (vermelhidão)
• atraso no trabalho de parto
• prejuízos no desenvolvimento fetal
• degeneração neurológica, como a demência
e neuropatias periféricas
• hepatopatia que progride para a cirrose e a
insuficiência hepática
• Morte

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – LSD

Efeitos secundários

•as doenças do fígado (esteatose hepática, hepatite alcoólica e cirrose).


•problemas do aparelho digestivo (gastrite, síndrome de má absorção e pancreatite),
•sistema cardiovascular (hipertensão e problemas no coração).
•casos de poli neurite alcoólica, caracterizada por dor, formigamento e cãibras nos
membros inferiores.
• enrubecimento da face, dor de cabeça e um mal-estar geral

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Sítios de Interesse

SÍTIOS DE INTERESSE
http://pt.wikipedia.org/wiki/Drogadicção
http://pt.wikipedia.org/wiki/Toxicomania
http://pt.wikipedia.org/wiki/Droga
http://www.odessa.pt/?gclid=CJvRhJq7jJsCFUEA4wodCEAvoA
http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/toxicodependencia/1414.htm
http://www.ajism.org/diversos/index.htm
http://www.unifesp.br/dpsicobio/drogas/lsd.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Haxixe
http://www.faac.unesp.br/pesquisa/nos/olho_vivo/drogas/tip_drog.htm
http://www.casadiajau.org/guia/03_tipos_drogas.htm
http://www.setubalpeninsuladigital.pt/pt/conteudos/directorio+regional/solidariedade/associacoes+de+apoio
+a+toxicodependentes/
http://www.setubalpeninsuladigital.pt/pt/conteudos/directorio+regional/solidariedade/associacoes+de+apoio
+a+toxicodependentes/Centro+de+Atendimento+a+Toxicodependentes.htm

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Pensamentos…

Pensamentos do Curso de Técnicas de Logística 01

“ Entre as drogas que alteram a memória, a melhor é a verdade, podemos


sempre crescer com ela”

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01


DIA D – Pensamentos…

Trabalho Elaborado Por:

Trabalho Orientado Por: Andrea Colôa

Trabalho elaborado pelo Curso de Técnicas de Logística 01