Vous êtes sur la page 1sur 21

Aumento do Magistério:

Por que e como é possível

Vereadores
Fernando Cabral
Jefferson Rodney
Ricardo Alvarenga

Câmara Municipal de Bom Despacho


Sala das Sessões, 13 de julho de 2009

1
Demonstraremos que:
 O orçamento do Município possibilita o aumento

 O aumento não fere o limite de 54% do Executivo

 O aumento não interfere com o aumento devido aos


demais servidores

 A Lei orgânica permite a emenda de iniciativa de


vereadores

 Se necessário fosse, haveria de onde tirar o dinheiro

2
A diferença

Proposta do prefeito
x
Proposta dos vereadores Ricardinho
Jeffinho Fernando

3
A Proposta do Prefeito

Código Nível I PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 632,22
632,22 632,22 644,86 657,76 670,92 684,34 698,02 711,98 726,22 740,75 755,56 770,67 786,09

NSM-01 e 02 948,33 948,33 967,30 986,64 1.006,38 1.026,50 1.047,03 1.067,97 1.089,33 1.111,12 1.133,34 1.156,01 1.179,13

Código Nível II PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 695,44 695,44 709,35 723,54 738,01 752,77 767,82 783,18 798,84 814,82 831,12 847,74 864,69

NSM-01 e 02 1.043,46 1.043,46 1.064,02 1.085,30 1.107,01 1.129,15 1.151,73 1.174,76 1.198,26 1.222,22 1.246,67 1.271,60 1.297,03

Código Nível III PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 764,98 764,98 780,28 795,89 811,80 828,04 844,60 861,49 878,72 896,30 914,22 932,51 951,16

NSM-01 e 02 1.147,47 1.147,47 1.170,42 1.193,83 1.217,70 1.242,06 1.266,90 1.292,24 1.318,08 1.344,44 1.371,33 1.398,76 1.426,73

Código Nível IV PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 841,47 841,47 858,30 875,47 892,97 910,83 929,05 947,63 966,58 985,92 1.005,63 1.025,75 1.046,26

NSM-01 e 02 1.262,21 1.262,21 1.287,45 1.313,20 1.339,47 1.366,26 1.393,58 1.421,45 1.449,88 1.478,88 1.508,46 1.538,63 1.569,40

Código Nível V PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 925,61 925,61 944,12 963,00 982,26 1.001,91 1.021,95 1.042,39 1.063,23 1.084,50 1.106,19 1.128,31 1.150,88

NSM-01 e 02 1.388,43 1.388,43 1.416,20 1.444,52 1.473,41 1.502,88 1.532,94 1.563,60 1.594,87 1.626,77 1.659,30 1.692,49 1.726,34
1.726,34

4
A proposta da emenda

Código Nível I PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 750,00
750,00 750,00 765,00 780,30 795,91 811,82 828,06 844,62 861,51 878,74 896,32 914,25 932,53

NSM-01 e 02 1.125,00 1.125,00 1.147,50 1.170,45 1.193,86 1.217,74 1.242,09 1.266,93 1.292,27 1.318,12 1.344,48 1.371,37 1.398,80

Código Nível II PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 825,00 825,00 841,50 858,33 875,50 893,01 910,87 929,08 947,67 966,62 985,95 1.005,67 1.025,78

NSM-01 e 02 1.237,50 1.237,50 1.262,25 1.287,50 1.313,24 1.339,51 1.366,30 1.393,63 1.421,50 1.449,93 1.478,93 1.508,51 1.538,68

Código Nível III PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 907,50 907,50 925,65 944,16 963,05 982,31 1.001,95 1.021,99 1.042,43 1.063,28 1.084,55 1.106,24 1.128,36

NSM-01 e 02 1.361,25 1.361,25 1.388,48 1.416,24 1.444,57 1.473,46 1.502,93 1.532,99 1.563,65 1.594,92 1.626,82 1.659,36 1.692,54

Código Nível IV PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 998,25 998,25 1.018,22 1.038,58 1.059,35 1.080,54 1.102,15 1.124,19 1.146,68 1.169,61 1.193,00 1.216,86 1.241,20

NSM-01 e 02 1.497,38 1.497,38 1.527,32 1.557,87 1.589,03 1.620,81 1.653,22 1.686,29 1.720,01 1.754,41 1.789,50 1.825,29 1.861,80

Código Nível V PM.1 PM.2 PM.3 PM.4 PM.5 PM.6 PM.7 PM.8 PM.9 PM.10 PM.11 PM.12

NMM-01 e 02 1.098,08 1.098,08 1.120,04 1.142,44 1.165,29 1.188,59 1.212,36 1.236,61 1.261,34 1.286,57 1.312,30 1.338,55 1.365,32

NSM-01 e 02 1.647,11 1.647,11 1.680,05 1.713,66 1.747,93 1.782,89 1.818,55 1.854,92 1.892,01 1.929,85 1.968,45
2.047,95
2.007,82 2.047,98

R$ 632,22  R$ 750,00 e R$ 1726,34  R$ 2.047,95 5


Repercussão por categoria

PEB1 PEB2 PEB3 Especialista Totais


Quantidade 43 170 15 20
Proposta 27.185,46 107.477,40 14.224,95 18.966,60 167.854,41

Emenda 32.250,00 127.500,00 16.875,00 22.500,00 199.125,00


Diferença $ 5.064,54 20.022,60 2.650,05 3.533,40 31.270,59
Diferença % 18,63% 18,63% 18,63% 18,63% 18,63%

6
Repercussão geral na folha da
educação

Prefeito Vereadores Diferença


Provimento efetivo 167.854,41 199.125,00 31.270,59
Gratificação 33.570,88 39.825,00 6.254,12
Provimento em comissão 43.300,00 43.300,00 0,00
Quinquênios 28.000,00 28.000,00 0,00
Subtotal 272.725,29 310.250,00 37.524,71
Previdência 29.999,78 34.127,50 4.127,72
Total mensal com encargos 302.725,07 344.377,50 41.652,43
Diferença (%) 13,76%

7
Comparativo:
Geral, Educação, Saúde
Geral
Mês Folha Servidores S. Médio
Janeiro 1.220.500,53 1.149 1.062,23
Fevereiro 1.374.595,74 1.398 983,26
Educação
Janeiro 325.618,42 418 778,99
Fevereiro 445.173,92 609 730,99
Saúde
Janeiro 415.360,92 325 1.278,03
Fevereiro 450.444,44 363 1.240,89
8
O orçamento permite
Mínimo na
Descrição Valores educação

Receitas Correntes/ano(Lei 2.112/08) 41.061.869,20 10.265.467,30

Receitas Correntes/mês (1/13) 3.158.605,32 789.651,33

Limite constitucional (54,00% das RCs) 1.705.646,87

Folha fev/2009 (43,51% das RCs) 1.374.595,74

Aumento possível: (10,48% das RCs) 331.051,13

A folga de 10,48 pontos percentuais sobre as Receitas Correntes implica


na possibilidade de conceder aumento de 19,41% sobre a folha. O
aumento pleiteado para o magistério é de 18,63% (folga de 0,78%).
9
Aumento de 18,66% para a educação e 10% para os
demais servidores significa aumento de 12,80% na folha

Folha de fevereiro/2009 – TOTAL 1.374.595,74


Folha de fevereiro/2009 – Educação 445.173,92
Folha TOTAL (-) Educação 929.421,82
Aumento de 18,66% sobre educação (R$
83.069,45) 528.243,37
Aumento de 10% p/ demais servidores (R$
92.942,18) 1.022.364,00
TOTAL DA NOVA FOLHA (12,80% acima da folha
anterior; 49,10% do limite de 54%) 1.550.607,38
(Lembremo-nos do limite constitucional) 1.705.646,87
Folga (4,90 PP ou 10,00% de aumento sobre a
folha) 155.039,49

10
Mas, a folga é maior...
Vereadores Prefeito Diferença
Provimento efetivo 199.125,00 167.854,41 31.270,59
Gratificação 39.825,00 33.570,88 6.254,12
Provimento em comissão 43.300,00 43.300,00 0,00
Quinquênios 28.000,00 28.000,00 0,00
Subtotal 310.250,00 272.725,29 37.524,71
Previdência 34.127,50 29.999,78 4.127,72
Total mensal com encargos 344.377,50 302.725,07 41.652,43
Diferença (%) 13,76%

Na transparência anterior consideramos aumento linear de 18,66% para a


folha da educação. Entretanto, o aumento médio na educação será de
13,76%. Portanto, a folga é maior do que a indicada.

11
O que ficou demonstrado
1) O orçamento do Município possibilita o aumento
2) Mesmo considerando o aumento para o magistério e
para todos os servidores, o limite constitucional de
54% é respeitado com folga.

Que a Lei orgânica permite a emenda de


iniciativa de vereadores será demonstrado a
seguir:

12
Art. 76 da Lei Orgânica:
Não será admitido aumento da
despesa prevista nos projetos
de iniciativa privativa do
Prefeito, ressalvada a
comprovação da existência
de receita.
13
Há diversas fontes de recursos
 LOA – 25% para a educação, respeitado o
limite de 54% para pessoal do Executivo
(estamos em 43,51%)

 Dívida ativa – (6 milhões * 25% = R$1,5


milhões) (Por que o prefeito não executa?)

 Receita da Câmara – R$ 3,284 milhões (8%


de – R$ 41,061 milhões).
Podemos abrir mão de R$ 41 mil/mês (R$ 533 mil no ano).

14
Gratificações

Só as gratificações – de
legalidade duvidosa – são
suficientes para dar aumento ao
magistério e a todos os
servidores sem nem ao menos
alterar o valor total da folha!

15
Excesso de cargos comissionados

Custo dos Cargos Comissionados


Secretário Municipal 4.500,00 13 58.500,00
Chefe de Gabinete 4.500,00 1 4.500,00
Procurador do Município 4.500,00 1 4.500,00
Assessor 4.500,00 2 9.000,00
Controlador 4.500,00 1 4.500,00
Superintendente 2.300,00 14 32.200,00
Diretor 1.900,00 28 53.200,00
Vice-diretor 1.100,00 10 11.000,00
Chefe de Divisão 1.400,00 40 56.000,00
Chefe de Seção 1.150,00 66 75.900,00
Gerente Adm. De Unidade de Saúde 1.150,00 12 13.800,00
Secretário Executivo 1.400,00 1 1.400,00
Coordenarod de Equipe 630,00 15 9.450,00
TOTAL 204 333.950,00
16
Só os chefes, chefetes e chefoides...
...Consomem três vezes o aumento pretendido

Custo dos Cargos Comissionados


Secretário Municipal 4.500,00 13 58.500,00
Chefe de Gabinete 4.500,00 1 4.500,00
Procurador do Município 4.500,00 1 4.500,00
Assessor 4.500,00 2 9.000,00
Controlador 4.500,00 1 4.500,00
Superintendente 2.300,00 14 32.200,00
Diretor 1.900,00 28 53.200,00
Vice-diretor 1.100,00 10 11.000,00
Chefe de Divisão 1.400,00 40 56.000,00
Chefe de Seção 1.150,00 66 75.900,00
Gerente Adm. De Unidade de Saúde 1.150,00 12 13.800,00
Secretário Executivo 1.400,00 1 1.400,00
Coordenarod de Equipe 630,00 15 9.450,00
TOTAL 204 333.950,00
104  R$131.900,00 17
Outras possibilidades
 FUNDEB – nada impede ir além de
60% do FUNDEB para pagar pessoal
do magistério (60% é o mínimo!)

 Complementação do piso: o art. 4º da


lei no 11.738/2008 (Lei do Piso) prevê
a complementação pela União, se
necessário.

18
Eficiência administrativa e economicidade
(Treze contra um jardinzinho?)

19
Eficiência administrativa e economicidade
(Não: só 3 trabalham enquanto 10 conversam)

4 2 ?
2 1

20
A partir de quando?
 O piso é retroativo a janeiro de 2009
(STF: ADI no 4.167-3/DF)
 O aumento incidirá na folha de
julho/2009
 O atrasado (6 meses) deve ser
colocado na LOA de 2010 para
pagamento em 6 parcelas, a primeira
em janeiro/2010

21

Centres d'intérêt liés