Vous êtes sur la page 1sur 4

MEIOS DE EXPRESSÃO

unidade 1 - objetos
Trabalho 07 – o desenho do prisma.
Material: folha de papel A3 , lápis grafite (HB, 2B, 6B) ou carvão/fixador.
Procedimento: desenho de observação de um sólido prismático. Experimentar dois
pontos de vista diferentes. Número do trabalho (7A, 7B) e autor atrás da folha.
Produto: 2 folhas A3.

Trabalho 08 - o desenho do prisma e a sombra própria.


Material: folha de papel A3 , lápis grafite (HB, 2B, 6B) ou carvão/fixador.
Procedimento: desenho de observação de um sólido prismático. Representando sua
sombra própria com manchas e texturas. Número do trabalho (8A, 8B) e autor atrás da
folha.
Produto: 2 folhas A3.

Trabalho 09 – composição de prismas e textura de fundo.


Material: folha de papel A3 , lápis grafite (HB, 2B, 6B) ou carvão/fixador.
Procedimento: desenho de observação de um conjunto de sólidos prismáticos.
Representando sua sombra própria com manchas ou texturas. Número do trabalho
(9A, 9B) e autor atrás da folha.
Produto: 2 folhas A3.

Trabalho 10 – composição de prismas e textura de fundo.


Material: folha de papel A3 , lápis grafite (HB, 2B, 6B) ou carvão/fixador.
Procedimento: desenho de observação de um conjunto de sólidos prismáticos.
Representando sua sombra própria com manchas ou texturas. Número do trabalho
(9A, 9B) e autor atrás da folha.
04/09/2009
Produto: 2 folhas A3.
MEIOS DE EXPRESSÃO
unidade 1 - objetos
OS ONZE MANDAMENTOS DO DESENHO DE OBSERVAÇÃO

1 – Posição do observador
Lugar de onde observar a composição, deve no mínimo conseguir expressar as 3 dimensões dos objetos observados.
2- Enquadramento no papel
O tamanho do desenho em relação ao papel deve ser apropriado. Escolha o formato “paisagem ou retrato” que melhor se ajuste ao modelo
a ser desenhado (vertical ou horizontal?) A centralização do desenho no papel também é muito importante.
3- Linha do Horizonte
Todo desenho deve ter uma linha do horizonte pensada ou aparente. A linha do horizonte define o ponto de vista do observador (altura dos
olhos). Em desenho de perspectiva, a LH é fundamental.
4- Pontos de Fuga
O desenho em perspectiva pode ter 1 ponto, 2 pontos, 3 pontos (sendo um vertical) ou múltiplos pontos. Estes pontos devem estar
localizados na linha do horizonte, na grande maioria das vezes. O principio básico: Linhas paralelas no mundo real devem concorrer para o
mesmo ponto de fuga no seu desenho.
5- Luz e Sombra
O nosso olho percebe fundamentalmente a luz (e por conseqüência as sombras que a luz projeta). A luz e sombra (ou claro-escuro) é
fundamental para a beleza e volumetria desejada no desenho.
6- Textura
O mundo real é feito de texturas. O desenho a lápis exige um tratamento gráfico de superfície e planos A textura deve ser trabalhada para
tornar o desenho mais elegante e pode enfatizar a perspectiva.

04/09/2009
MEIOS DE EXPRESSÃO
unidade 1 - objetos
OS DEZ MANDAMENTOS DO DESENHO DE OBSERVAÇÃO

7- Verticalidade
As linhas verticais do mundo real devem ser verticais no seu desenho. Use a margem vertical do papel
como referencia. (com exceção dos desenhos com ponto de fuga vertical.
8- Proporção
Aspecto essencial no desenho, saber observar as proporções daquilo que se desenha. Um cubo, por
exemplo tem a proporção de 1;1;1. Ou seja, ao desenhar o cubo, ele deveria parecer ter as faces
iguais (respeitando logicamente a ilusão da profundidade, que faz com que arestas mais afastadas
parecerem menores do que as que estão mais perto de você).
9 - Traço (mão livre)
Desenho de observação deve ser sempre a mão livre. Para fins de aprendizagem, permite-se nas
semanas iniciais o suporte de régua para você aprendera achar os pontos de fuga. Mas o traço deve
ser necessariamente artesanal. A qualidade do seu traço a mão livre só irá melhorar com a pratica
(como qualquer outra coisa na vida). Portanto, praticar é essencial.
10 - Profundidade
O desenho deve apresentar profundidade de campo na perspectiva (o oposto da perspectiva cavaleira
ou axonometrica, inaceitável em D.O.) Pontos de fuga, textura, luz e sombra são formas de se obter
profundidade no desenho. Lembre-se de que objetos idênticos parecem diminuir de tamanho à
medida que se afastam do seu olho de observador
11- Caráter de Croquis
O resultado final do seu desenho deve ter caráter de croquis. Ou seja, rabiscado, nervoso e solto.
Nada de passar a limpo e evite o uso da borracha ao Maximo. Não se trata de desenho arquitetônico
ou desenho técnico. Desenho artístico deve ter linhas auxiliares, erros, borrões, manchas, que o
tornam naturais. Um equivoco comum entre os calouros é querer entregar um desenho sem o caráter
de croquis. (ver exemplos de arquitetos famosos, como LE Corbusier ou Niemeyer)

04/09/2009
Meios de expressão
unidade 1 - objetos

MATERIAL PARA PRÓXIMA AULA:


-Papel A3.
- Carvão em barra, lápis grafite.
-Fixador fosco.

04/09/2009