Vous êtes sur la page 1sur 4
ANTROPOLOGIA Aula 1 Antropologia: estudo do homem e das relações sociais OBJETIVOS DA DISCIPLINA •

ANTROPOLOGIA

Aula 1

Antropologia:

estudo do homem e das relações sociais

OBJETIVOS DA DISCIPLINA

•

Conhecer a ciência antropológica, seu objeto de estudos e conceitos fundamentais.

•

Refletir criticamente sobre os fenômenos sócio culturais do Brasil e do mundo na contemporaneidade.

•

Analisar as contribuições da Antropologia para o Serviço Social.

PROFESSORA GIANE ALBIAZZETTI

Psicóloga e Cientista Social Mestre em Ciências Sociais

EMENTA DA DISCIPLINA

•

O

conceito antropológico de cultura.

•

Cultura, política e etnocentrismo.

•

Raça, povos e etnias.

•

Imaginário, representações sociais

e expressões culturais

dos diferentes segmentos sociais com ênfase na

realidade brasileira.

O QUE É ANTROPOLOGIA?

É uma ciência que estuda o homem e as relações sociais.O QUE É ANTROPOLOGIA? Compreende o homem como um ser essencialmente coletivo e diverso (em termos

Compreende o homem como um ser essencialmente coletivo e diverso (em termos étnicos, sociais e culturais), o homem como um ser essencialmente coletivo e diverso (em termos étnicos, sociais e culturais), que se realiza no tempo e no espaço

O QUE É ANTROPOLOGIA?

Os antropólogos buscam compreender as semelhanças e diferenças entre os povos, sociedades e grupos humanos semelhanças e diferenças entre os povos, sociedades e grupos humanos

Dedicam‐ se a pesquisar os diversos modos de organização sócio ‐ cultural (jeitos de viver, se a pesquisar os diversos modos de organização sóciocultural (jeitos de viver, de pensar, de sentir, de agir e de se relacionar uns com os outros)

CULTURA

Variedade de manifestações, de jeitos de ser, de pensar e de agir típicos de um povo ou grupo social;

É desenvolvida coletivamente,

e aprendida pelos indivíduos no convívio com os demais;

É transmitida de geração

em geração, mas pode se modificar com o tempo.

indivíduos no convívio com os demais; É transmitida de geração em geração, mas pode se modificar

VÍDEO

O que é Cultura

VÍDEO O que é Cultura

ATIVIDADE EM SALA

Por que esta ciência interessa aos assistentes sociais?

IDENTIDADE

Reconhecimento que o indivíduo tem de si mesmo que o indivíduo tem de si mesmo

e dos demais a partir de sua condição sócio

cultural e dos papéis que exerce em seu meio.

Sob uma mesma cultura uma mesma cultura

as pessoas compartilham modos de ser, de pensar, de sentir

e de agir.

AS RELAÇÕES SOCIAIS EM MEIO À DIVERSIDADE

Nas relações entre diferentes sociedades, povos sociedades, povos

e grupos sociais podem ocorrer atitudes

de discriminação, preconceito ou mesmo violência.

A história e o cotidiano registram inúmeros

exemplos.

Compreender as diversas culturas e o modo como as pessoas desenvolvem sua identidade é a chave as diversas culturas e o modo como as pessoas desenvolvem sua identidade é a chave para

a tolerância e a aceitação entre os diferentes

AS RELAÇÕES SOCIAIS EM MEIO À DIVERSIDADE

•

Todas as pessoas, em todas as sociedades

e

em todas as épocas, desenvolvem uma visão

de mundo, de si mesmas e dos outros a partir do seu contexto sóciocultural.

•

Tratase de uma construção histórica e coletiva, resultando em diversas representações sociais acerca da realidade

VÍDEO

Convivência

VÍDEO Convivência

AS RELAÇÕES DE ALTERIDADE:

EU E O “OUTRO”

•

Latim: alter = outro. Relação que o indivíduo estabelece com o “outro” na vida em sociedade.

O

“outro” pode ser alguém muito diferente de

 

mim.

•

Diante disso, podem ocorrer reações de “estranhamento”

AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

•

Formam um conjunto de ideias, atitudes e crenças

a

respeito das coisas. Estão presentes no discurso

e

nas práticas sociais.

ATIVIDADE EM SALA

Qual a representação social que nós, brasileiros, temos em relação aos povos do Oriente Médio?

ETNOCENTRISMO E RACISMO

•

Corresponde à ideia preconceituosa de que

o

“outro” (indivíduo, grupo social, povo ou etnia)

“inferior”, “atrasado” ou “errado” em seus costumes, formas de pensar e agir.

é

•

Historicamente, o etnocentrismo produziu relações sociais pautadas no racismo.

VÍDEO

A Cor Do Dinheiro

VÍDEO A Cor Do Dinheiro

A ANTROPOLOGIA NO SÉCULO XIX

•

Surge na Europa como uma ciência preocupada em explicar as diferenças entre os povos (auge do colonialismo);

•

Influência do evolucionismo e do positivismo (sociedades + ou – complexas);

•

Visão eurocêntrica: etnocentrismo;

•

Povos não europeus eram considerados selvagens, atrasados e primitivos.

RELATIVISMO CULTURAL

•

Necessidade de “olhar” para o outro a partir do referencial do outro, e não do seu próprio. O “olhar” relativizado procura conhecer, compreender e respeitar o outro em suas diferenças.

próprio. • O “olhar” relativizado procura conhecer, compreender e respeitar o outro em suas diferenças.

ETNOCENTRISMO NA ANTROPOLOGIA

•

O etnocentrismo esteve muito presente

nas primeiras escolas antropológicas, as quais consideravam a cultura européia como modelo de civilização, e as demais como “primitivas” ou “selvagens”.

A ANTROPOLOGIA A PARTIR DO SÉCULO XX

•

Reconhece que cada povo e cada grupo social desenvolve sua história e seu modo de vida

a

partir de suas necessidades e interesses;

•

Combate todas as formas de desigualdade humana, de preconceito e discriminação;

•

Defende o respeito à diversidade humana em todas as suas manifestações;

•

Foco no relativismo cultural.

© 2012 – Todos os direitos reservados.Uso exclusivo no Sistema de Ensino Presencial Conectado.

© 2012 – Todos os direitos reservados.Uso exclusivo no Sistema de Ensino Presencial Conectado.