Vous êtes sur la page 1sur 4

Escola Luterana de Ensino Médio Martinho Lutero

DISCIPLINA: Língua Portuguesa PROFESSORA: Jaqueline Segalla de Quadros Barboza


DATA: __/___/2009

ALUNO(A): _____________________________________________ SÉRIE: 6ª TURMA: 61

Peso- 0,40 Média- 0,28

RELATÓRIO DE LEITURA DO LIVRO


Corda Bamba de Lygia Bojunga

CAPA

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Sugestões de assuntos:
1) Motivos que me levaram a ler este livro.
2) Assunto da história
3) Minha personagem favorita é... pelo motivo...
4) Eu gostei ou não gostei desse livro porque...
5) Parte mais interessante
6) Parte menos interessante
7) O vocabulário era fácil e acessível ou rebuscado e difícil
8) A linguagem era corrente, cuidadosa, popular ou familiar?
9) Esta obra fez-me refletir sobre...

O aluno e a aluna também poderão realizar uma apreciação geral da leitura, se o livro é interessante,
divertido etc e comentar sobre as ilustrações que o livro possui.

DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO: Roteiro de leitura.

1. DADOS BIBLIOGRÁFICOS
1.1 Autor(a)
1.2 Título da obra
1.3 Referentes bibliográficos:
Editora
Edição
Ano
Local
2. AUTOR(A) (dados gerais sobre o escritor(a). Coloque de onde foram obtidos os dados: livro, página da
internete etc.)
2.1 Data de nascimento
2.2 Outras obras do autor(a) (fazer a citação do ano de publicação, citar as 5 obras principais)

3. DADOS DE CONTEÚDO (Respostas completas)

1. O livro é estruturado em doze capítulos pequenos, cujos títulos funcionam como sínteses do
conteúdo a ser abordado. O texto é separado e dois temas principais.
1º - A impotência (capítulos: 1, 2, 3, 6, 9, 10)
2º - A luta pela liberação (capítulos: 4, 5, 7, 8, 11, 12)
Escreva sobre a relação de impotência que aparece no capítulo “Janelas”.

2. A aula particular representa um sistema autoritário, hostil e insensível. Quais são os fatos que
ocorrem nas aulas de Maria que percebemos estes fatos. Cite e explique-os.

3. Márcia, Marcelo, Foguinho e Barbuda são personagens rebeldes ao sistema, por isso
marginalizadas. Essas personagens são exploradas materialmente, como a Velha da História, mostrando-se
impotentes também diante do mundo adulto autoritário. Escreva sobre a perplexidade de Maria ao receber de
presente a Velha da História.

4. Dividindo a obra em dois eixos narrativos, o real e o imaginário, Lygia Bojunga Nunes trabalha de
forma lúdica, demonstrando como Maria supera sua amnésia. A personagem é conduzida por meio do jogo de
portas coloridas.
O que acontece quando Maria abre as portas coloridas, descreva os acontecimentos das portas
seguintes:
a) “Parou na frente da porta vermelha, que medo de abrir!”
b) “Era uma porta diferente de tamanho e de feitio, diferente de pintura também (...) tinha uma
porção de pinceladas, Ca uma de uma tinta.

5. As diferenças sociais é o primeiro tema abordado em Corda Bamba, pois é esse tema que
desencadeia a trama. De um lado, temos o pessoal simples do circo cuja vida é difícil, arriscada e com muitas
dificuldades financeiras e em contraste a este temos Dona Maria Cecília, para quem o dinheiro compra tudo,
objetos e até pessoas. Escreva sobre como e por que Dona Maria Cecília tenta comprar Marcelo e o que
acontece.
6. Verifica-se na personagem Maria o desequilíbrio da personagem que ocorre a partir do motivo
gerador da sua amnésia (a visão da morte dos pais). Após lembrar-se das experiências passadas, reestrutura-as
na tentativa de buscar o equilíbrio da sua vida presente. O que acontece a partir de Maria relembrar a sua
memória?

7. A avó de Maria poderia ser vista, alegoricamente, como uma réplica do poder constituído que,
principalmente na década de 70, se excedeu em suas prerrogativas de dono absoluto do poder. Qual é esse poder
e qual relação que pode ser feita com a história narrada por Lygia Bojunga? (procure em livros de histórias)

8. A linguagem utilizada por Bojunga em Corda bamba é predominantemente simbólica, fala por
imagens e consegue comunicar as ideias abstratas. Há momentos que a narrativa torna-se poesia. Cite um
momento que isso acontece. Escreva a parte que isto acontece e cite a página.

4 DADOS FORMAIS
4.1 Estrutura Narrativa (realize citações com a parte do livro – escrevendo o trecho e a página)
4.1.1 Narrador (quem?)
4.1.2 Enredo
4.1.3 Espaço/Lugar/Ambientes (onde?)
4.1.4 Tempo (quando?)

5. INTERTEXTUALIDADE (são citados outros livros, quadros, poesias etc. no livro?)

CONCLUSÃO
A conclusão é a parte onde o aluno e a aluna colocam-se com liberdade para avaliar o seu trabalho,
realizar um comentário sobre o conteúdo, e propor novas possibilidades para o mesmo a ser realizado.
ANEXOS*
É todo material suplementar de sustentação ao texto (itens de um questionário aplicado, roteiro de entrevista
ou observação, uma foto, um reportagem de jornal sobre o assunto etc.).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
É o conjunto de indicações que possibilitam a identificação de documentos, publicações, no todo ou em
parte que foram utilizadas para a realização do trabalho.

(todas as citações devem ser comprovadas com partes retiradas do texto e devidamente assinaladas com a página do
livro em estudo)
* Item não obrigatório.

Centres d'intérêt liés