Vous êtes sur la page 1sur 26
Abordagens da Estratégia de Produção

Abordagens da Estratégia de Produção

Hierarquia de Estratégias Missão/Visão Corporativa Estratégia Corporativa Missão/Visão empresarial Estratégia

Hierarquia de Estratégias

Hierarquia de Estratégias Missão/Visão Corporativa Estratégia Corporativa Missão/Visão empresarial Estratégia

Missão/Visão Corporativa

Hierarquia de Estratégias Missão/Visão Corporativa Estratégia Corporativa Missão/Visão empresarial Estratégia

Estratégia Corporativa

Missão/Visão empresarial

Estratégia

Organizacional

Estratégia de Negócios (Estratégia competitiva) Estratégia Funcional Área de Finanças Área de Marketing Área
Estratégia de Negócios
(Estratégia competitiva)
Estratégia Funcional
Área de Finanças
Área de Marketing
Área de Produção
Estratégia de Finanças
Estratégia de Marketing
Estratégia de Produção
Estratégia de Produção
Estratégia de Produção

“Padrão de decisões e ações estratégicas que define os papeis e as atividades da função Produção”

SLACK

Abordagens da Estratégia de Produção

estratégicas que define os papeis e as atividades da função Produção” SLACK Abordagens da Estratégia de
1. Estratégia de Produção: Perspectiva Top Down (de cima para baixo)

1. Estratégia de Produção:

Perspectiva Top Down (de cima para baixo)

1. Estratégia de Produção: Perspectiva Top Down (de cima para baixo)
Exemplo :
Exemplo :
Um fabricante de instrumentos de metrologia, que faz parte do grupo, decide competir sendo a
Um fabricante de instrumentos de
metrologia, que faz parte do grupo,
decide competir sendo a primeira
empresa no mercado a utilizar todas as
inovações possíveis nos novos
produtos, ou seja, “inovar com rapidez”

Um grupo de empresas de alta tecnologia decide “injetar” capital para todas as empresas que compõem o grupo, cobrando delas um melhor posicionamento no mercado de produtos de alta tecnologia

A área de produção deve (por exemplo):

-Desenvolver processos flexíveis o bastante para fabricar componentes e produtos modernos no menor tempo possível; -Deve organizar e treinar sua equipe no desenvolvimento de novos produtos; -Deve montar uma estrutura voltada para a pesquisa constante de novas tecnologias; -Deve desenvolver relacionamento ágil com seus fornecedores.

2. Estratégia de Produção: Perspectiva Bottom Up (de baixo para cima)

2. Estratégia de Produção:

Perspectiva Bottom Up (de baixo para cima)

2. Estratégia de Produção: Perspectiva Bottom Up (de baixo para cima)
Exemplo: O fabricante de instrumentos de metrologia (exemplo anterior), depois de colocar sua estratégia em

Exemplo:

O fabricante de instrumentos de metrologia (exemplo anterior), depois de colocar sua estratégia em prática percebe que seus clientes ficam “confundidos” com o lançamento constante de produtos cada vez mais diferentes. Assim mesmo, os custos para desenvolver novos produtos estão aumentando.

Então, com essa experiência, os projetistas da empresa decidem “modularizar” seus projetos de produtos, de forma que uma parte do produto pudesse ser atualizada sem interferir no projeto do corpo principal do produto o qual, por sua vez, diminui os custos de cada projeto. Essa abordagem torna-se uma prática padrão de projeto dentro da empresa.

Consolidação das estratégias Top Down e Bottom Up:
Consolidação das estratégias Top Down e Bottom Up:
Consolidação das estratégias Top Down e Bottom Up:
3. Estratégia de produção: Perspectiva das exigências do mercado •A empresa deve servir adequadamente o

3. Estratégia de produção: Perspectiva das exigências do mercado

•A empresa deve servir adequadamente o mercado para sobreviver a longo prazo;

•Sem entender o que o mercado requer é impossível garantir que as operações de produção estejam alcançando seus objetivos de desempenho.

Segundo a perspectiva das exigências do mercado, as operações produtivas devem ser organizadas perseguindo os

Segundo a perspectiva das exigências do mercado, as operações produtivas devem ser organizadas perseguindo os seguintes objetivos de desempenho, de acordo com os requerimentos do mercado:

Objetivos de desempenho

-Qualidade

-Velocidade

-Confiabilidade

-Flexibilidade

-Custo

Qualidade
Qualidade

A qualidade pode ser definida segundo as seguintes dimensões:

-Qualidade em termos “absolutos”; Ex. Relógio Rolex; Carro Ferrari;

-Características intrínsecas do produto; Ex: Telefone celular com muitas funções; Durabilidade; Design

-Qualidade de conformidade Atendimento às especificações de projeto;

-Ausência de produtos defeituosos

Exemplos:

Exemplos:

Exemplos:
Velocidade
Velocidade

-É o tempo mínimo de “resposta” às necessidades de mercado

Velocidade -É o tempo mínimo de “resposta” às necessidades de mercado
Confiabilidade
Confiabilidade

- Significa “cumprir o prometido”

Exemplos:

Confiabilidade - Significa “cumprir o prometido” Exemplos:
Flexibilidade
Flexibilidade

É a capacidade de “mudar o que se faz”.

Há quatro tipos de flexibilidade:

-Flexibilidade de produto/serviço: produtos ou serviços diferentes -Flexibilidade de mix: ampla variedade de produtos ou serviços -Flexibilidade de volume: quantidades ou volumes diferentes de produtos/serviços -Flexibilidade de entrega: tempos de entrega diferentes

Exemplos:

Exemplos:

Exemplos:
Custo
Custo

Significa produzir os produtos/serviços ao menor custo possível.

Os objetivos de desempenho contribuem para obtenção de menor custo:

os produtos/serviços ao menor custo possível. Os objetivos de desempenho contribuem para obtenção de menor custo:
Quais objetivos de desempenho devem ser priorizados?
Quais objetivos de desempenho devem ser priorizados?

Na perspectiva das exigências do mercado, a escolha dos objetivos de desempenho está condicionada aos seguintes fatores:

• As necessidades específicas de cada grupo de consumidores da empresa

• O estágio do ciclo de vida do(s) produto(s) ou serviço(s)

• As atividades dos concorrentes da empresa

da empresa • O estágio do ciclo de vida do(s) produto(s) ou serviço(s) • As atividades
da empresa • O estágio do ciclo de vida do(s) produto(s) ou serviço(s) • As atividades
da empresa • O estágio do ciclo de vida do(s) produto(s) ou serviço(s) • As atividades
Influência das necessidades específicas de cada grupo de clientes

Influência das necessidades específicas de cada grupo de clientes

Influência das necessidades específicas de cada grupo de clientes
Influência das necessidades específicas de cada grupo de clientes:
Influência das necessidades específicas de cada grupo de clientes:

critérios qualificadores e ganhadores de pedido

Critérios qualificadores: são características que a maioria dos concorrentes possui em seus produtos.

Exemplos:

-1 ano de garantia para produtos eletrônicos; -5 marchas em carros de passeio;

Critérios ganhadores de pedido: são características que poucos concorrentes possuem em seus produtos

Exemplos:

-3 anos de garantia para produtos eletrônicos; -6 marchas em carros de passeio;

-Se os produtos possuírem aspectos qualificadores, o beneficio competitivo é pequeno. No entanto, se não

-Se os produtos possuírem aspectos qualificadores, o beneficio competitivo é pequeno. No entanto, se não possuírem aspectos qualificadores, o benefício competitivo é negativo.

- Se os produtos possuírem aspectos ganhadores de pedido, o beneficio competitivo é grande. Se não possuírem aspectos ganhadores de pedido, o benefício competitivo é menos negativo em comparação aos aspectos qualificadores.

aspectos ganhadores de pedido, o benefício competitivo é menos negativo em comparação aos aspectos qualificadores.
aspectos ganhadores de pedido, o benefício competitivo é menos negativo em comparação aos aspectos qualificadores.
Influência do ciclo de vida sobre os objetivos de desempenho
Influência do ciclo de vida sobre os objetivos de desempenho
Influência do ciclo de vida sobre os objetivos de desempenho
4. Perspectiva de Recursos de Produção Segundo esta perspectiva, a estratégia de produção é formulada

4. Perspectiva de Recursos de Produção

Segundo esta perspectiva, a estratégia de produção é formulada primeiramente realizando uma análise interna dos recursos de produção (o que temos?), para depois tomar decisões estratégicas (que ações vamos tomar?) a respeito do uso desses recursos.

Os recursos de produção podem ser classificados em: recursos tangíveis e intangíveis, capacidades e competências essenciais.

Com base na análise dos recursos disponíveis, as decisões estratégicas podem ser agrupadas em quatro áreas de decisão:

-Capacidade -Rede de Suprimentos -Tecnologia de Processo -Desenvolvimento e Organização

As áreas de decisão estratégica da produção são em parte estruturais e em parte infraestruturais

As áreas de decisão estratégica da produção são em parte estruturais e em parte infraestruturais

Questões estruturais: influenciam principalmente o plano físico e a configuração dos recursos de operações. (Ex. Tamanho da empresa; layout de instalações)

Questões infraestruturais: influenciam as atividades que acontecem dentro da estrutura da empresa. (Ex. Melhoria da qualidade; rotinas e processos)

influenciam as atividades que acontecem dentro da estrutura da empresa. (Ex. Melhoria da qualidade; rotinas e
Conteúdo da Estratégia de Produção
Conteúdo da Estratégia de Produção

A estratégia de produção, independentemente da abordagem adotada para delineá-la, tem o objetivo de conciliar estrategicamente os requisitos de mercado com os recursos de produção.

para delineá-la, tem o objetivo de conciliar estrategicamente os requisitos de mercado com os recursos de
Como os objetivos de desempenho e as áreas de decisão estratégica da produção se relacionam?

Como os objetivos de desempenho e as áreas de decisão estratégica da produção se relacionam?

Estratégia de Produção
Estratégia de
Produção