Vous êtes sur la page 1sur 22
INSTRUÇÕES Caro Candidato, Ao receber do fiscal o cartão de respostas personalizado e um caderno

INSTRUÇÕES

Caro Candidato, Ao receber do fiscal o cartão de respostas personalizado e um caderno de questões, observe o seguinte:

a)O caderno das questões deverá estar numerado seqüencialmente e trazer 40 questões para serem respondidas. Caso haja alguma falha nesse caderno, comunique-se imediatamente com o fiscal que lhe dará outro. b)A distribuição das questões ocorre da seguinte maneira:

Língua Portuguesa

15

questões

Matemática

09

questões

Biologia

08questões

Química

08

questões

c)A forma correta de marcar as respostas no cartão é cobrir, completa e fortemente, com caneta P RETA, o espaço referente à letra a ser assinalada, conforme o exemplo abaixo:

FORMA CORRETA:

A C D E
A
C
D
E

A leitora ótica não registrará respostas com marcação pouco nítida ou com mais de uma alternativa marcada. NÃO RASURE.

d) O tempo disponível para esta prova, incluindo o preenchimento do cartão de respostas, é de 3 horas. e)Reserve os 20 minutos finais para preencher o cartão de respostas. f)Caso deseje levar sua prova, só poderá fazê-lo a partir do término das duas primeiras horas de prova. g)As provas estarão à disposição dos candidatos, na Portaria Principal do CEFET Campos, a partir das 10 horas do dia 11/12/2006. h)O gabarito será afixado na Portaria Principal do CEFET Campos e disponibilizado no site http://www.cefetcampos.br, duas horas após o encerramento da prova. i)Divulgação do resultado: 27/12/2006. Na Portaria Principal do CEFET Campos, via internet pelo endereço http://www.cefetcampos.br e pela imprensa local regional.

1

TEXTO I Quero silêncio Silêncio. Silêncio, por favor. Psiu. Gritamos e colocamos janelas à prova

TEXTO I

Quero silêncio

Silêncio. Silêncio, por favor. Psiu. Gritamos e colocamos janelas à prova de som, paredes almofadadas, tapetes, forros etc. O barulho de construção, de serra elétrica, de motores de carro, de buzinas - é o preço da modernidade, mas não é sobre isso que eu quero falar, e sim sobre o barulho humano de crianças e jovens. Quero falar dos sons das gentes. Há anos, fala-se sobre a dificuldade de conciliar modernidade com ausência de silêncio e falta de espaço. Amplo espaço silencioso virou artigo de luxo. Contudo, tenho que confessar que somos nós, adultos, que liberamos e orquestramos esse inferno em que o barulho humano transformou o nosso mundo. Assentimos que ruídos ensurdecedores feitos por crianças, jovens e jovens adultos dominem. Existem certos recintos que não conseguimos evitar, e, assim, ninguém consegue um encontro consigo mesmo, que sem silêncio é impossível. Nada contra a alegria e tudo contra o som pelo som, só para fazer companhia e evitar esse encontro. Musiquinha de fundo invade o planeta. Ficamos sem refúgio. Solidão e silêncio viraram palavrão? Creiam-me, mesmo em hotéis grandões, é difícil encontrar lugar onde a criança entra sem fazer barulho. Só no bar, onde o escurinho à meia-luz é sinal, aliás o único respeitado pelas crianças. Em todos os lugares, seja ônibus, avião, lanchonete, cantina, somos envolvidos por gritos e por música, jamais por sussurros. Como é que as crianças, as mesmas que gritam e galopam pelos corredores, conseguem manter-se em silêncio na missa, no culto, em enterros e em velórios? Como é que respeitam também o cinema? Pode parecer até que sou contra criança, mas não sou, não, pois acho que somos nós, os adultos, por temer o silêncio, que instigamos ou deixamos o barulho vingar em volta de nós.Quando vem uma ordem de silêncio pra valer, elas se calam e param de correr. Vivemos um momento e em um universo em que a aversão ao silêncio não se manifesta só com música de fundo, com escapamento desregulado, com os motoqueiros, mas ainda nos damos ao luxo de liberar qualquer barulhento em qualquer lugar. O que aconteceria se, de repente, o silêncio caísse sobre nós? Respondo: discursos interiores, voz da "consciência", emergiriam. Talvez sejamos todos culpados por maus pensamentos e/ou intenções, o que nos leva a viver em permanente esquiva de nós mesmos. Com a barulheira que nos rodeia, tornamo-nos surdos a nós mesmos. Parece que o lema atual é: evitar o silêncio é o dever de todos. Deseduquem-se os outros. Silêncio é necessário para que se possa manter os homens como seres pensantes, criativos, dotados de memória e livres do excesso de estresse. Não quero que o silêncio só exista na calada da noite, no alto das montanhas, no ermo das matas. Quero-o no contato com as pessoas queridas, ricas e coloridas - meus semelhantes. Não quero ser misantropa, quero ruído normal que me permita falar, sentir e pensar.

ANNA VERONICA MAUTNER , psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo, é autora de "Cotidiano nas Entrelinhas" (ed. Ágora) amautner@uol.com.br. Folha de São Paulo,

Equilíbrio,2/11/2006.

2

QUESTÃO 1 Para desenvolver o seu texto, Anna Verônica Mautner utiliza, acima de tudo, a

QUESTÃO 1 Para desenvolver o seu texto, Anna Verônica Mautner utiliza, acima de tudo, a oposição de idéias, conforme se verifica em todas as alternativas, EXCETO em a)“gritos” – “sussurros”. b)“em silêncio na missa” – “escapamento desregulado”. c)“barulho humano” – “ruídos ensurdecedores”. d)“com a barulheira que nos rodeia” – “tornamo-nos surdos a nós mesmos”. e)“Quero-o no contato com as pessoas queridas” – “Não quero ser misantropa”.

QUESTÃO 2

Quanto aos comentários sobre o texto I, é INCORRETO afirmar que

a) o termo “musiquinha de fundo” é um registro de linguagem coloquial e o diminutivo não representa valor de grandeza.

b) “Silêncio. Silêncio, por favor. Psiu” foi um recurso utilizado para chamar a atenção do leitor

e é um exemplo de oralidade em texto escrito.

c)

a autora defende a tese de que o silêncio é necessário para que os homens continuem

sendo seres pensantes, criativos, dotados de memória e livres do excesso de estresse.

d)

a

expressão “a barulheira que nos rodeia” resume os vários exemplos de falta de silêncio

apresentados anteriormente no texto.

e)

o verbo “quero” foi utilizado no título para reforçar o egocentrismo e o individualismo apresentados pela autora no texto.

QUESTÃO 3

é difícil encontrar lugar onde a criança entra sem fazer barulho” (§ 5º), as orações

reduzidas poderiam ser substituídas, segundo a norma padrão, sem alteração de sentido,

pela seguinte construção com orações desenvolvidas. a)é difícil que se encontre lugar onde a criança entra sem que faça barulho. b)é difícil que encontre lugar onde a criança entra sem que face barulho. c)é difícil encontrar-se lugar onde a criança entre sem que faça-se barulho. d)é difícil encontrarem lugar aonde a criança entra sem que faça barulho. e)é difícil que se encontre lugar aonde a criança entra sem que faça barulho.

Em “(

)

3

QUESTÃO 4 O conector em destaque estabelece uma relação de causa e conseqüência entre a

QUESTÃO 4

O conector em destaque estabelece uma relação de causa e conseqüência entre a idéia ou argumento que introduz e a idéia anterior no seguinte período:

a) “Gritamos e colocamos janelas à prova de som, paredes, almofadas, tapetes, forros etc.”. (§ 1º)

b) “O que aconteceria se, de repente, o silêncio caísse sobre nós”. (§ 8º)

c) “Silêncio é necessário para que se possa manter os homens como seres pensantes”. ( § 9º)

d)

e) “Existem certos recintos que não conseguimos evitar, E, assim, ninguém consegue um encontro consigo mesmo”. (§ 3º)

“(

)

– é o preço da modernidade, mas não é sobre isso que eu quero falar (

)”.

(§ 1º)

QUESTÃO 5

O uso de pronomes, importantes elementos coesivos, acrescenta alguns valores especiais ao texto. É INCORRETO, entretanto, afirmar-se que em

a) “Há anos, fala-se sobre a dificuldade de conciliar modernidade com ausência de silêncio e falta de espaço”, o se indica indeterminação do sujeito e a frase em que se encontra pode equivaler à estrutura Há anos, falam sobre a dificuldade de conciliar modernidade com ausência de silêncio e falta de espaço.

b) “ninguém consegue um encontro consigo mesmo, que sem silêncio é impossível”, o pronome consigo traz implícita a idéia de reciprocidade.

c) Nada contra a alegria e tudo contra o som pelo som, só para fazer companhia e evitar esse encontro”, os pronomes indefinidos nada e tudo denotam exclusão de qualquer coisa e inclusão de uma totalidade de coisas, respectivamente.

d) “Só no bar, onde o escurinho à meia-luz é sinal, aliás o único respeitado pelas crianças”, o pronome relativo onde retoma a expressão nominal no bar e exerce a função sintática de adjunto adverbial de lugar, na oração introduzida por ele.

e) “Como é que as crianças, as mesmas que gritam e galopam pelos corredores”, o pronome demonstrativo mesmas refere-se a crianças e equivale semanticamente a próprias.

4

TEXTO II Poluição Sonora http://humortadela.uol.com.br/charges/charges_arquivo_77.html Acesso em 05/11/2006. QUESTÃO
TEXTO II Poluição Sonora http://humortadela.uol.com.br/charges/charges_arquivo_77.html Acesso em 05/11/2006. QUESTÃO
TEXTO II
Poluição Sonora
http://humortadela.uol.com.br/charges/charges_arquivo_77.html Acesso em 05/11/2006.
QUESTÃO 6

Dentre as idéias expressas pelo texto I, aponte aquela que NÃO traduz a defendida pela charge acima:

a)

“(

)

somos nós, adultos, que liberamos e orquestramos esse inferno em que o barulho

humano transformou o nosso mundo”. (§ 2º)

b)

“Talvez sejamos todos culpados por maus pensamentos e/ou intenções, o que nos leva a viver em permanente esquiva de nós mesmos”. (§ 8º)

c)

“Parece que o lema atual é: evitar o silêncio é o dever de todos”. (§ 9º)

d)

“Há anos fala-se sobre a dificuldade de conciliar modernidade com ausência de silêncio e falta de espaço”. (§ 2º)

e)

“O barulho (

)

de buzinas - é o preço da modernidade”. (§ 1º)

5

TEXTO III Fones de ouvido podem causar perda de audição, diz estudo Terça, 14 de

TEXTO III

Fones de ouvido podem causar perda de audição, diz estudo

Terça, 14 de março de 2006, 15h09

Uma pesquisa norte-americana sobre o uso de dispositivos musicais eletrônicos com fones de ouvido, como tocadores de MP3 ou de CDs, revelou que mais da metade dos estudantes do ensino médio que usam esses aparelhos apresentam algum sintoma de perda de audição. A pesquisa, divulgada hoje pela Associação Americana para Fala, Linguagem e Audição (Asha, na sigla em inglês), ouviu 301 adolescentes e mil adultos que utilizam aparelhos musicais com fones de ouvido, como os iPods. Apenas 49% dos adolescentes disseram não ter experimentado nenhum sintoma de perda de audição, contra 63% dos adultos pesquisados. Os estudantes relataram em uma proporção maior do que os adultos - ao menos três dos quatro principais - sintomas da perda de audição: aumentar o volume da TV ou do rádio (28% dos estudantes contra 26% dos adultos), dizer "o quê?" ou "ãh?" durante conversas normais (29% contra 21%) e escutar zumbidos ou campainhas (17% contra 12%).

Danos potenciais

Segundo a Asha, a pesquisa não explica exatamente o que estaria provocando a perda de audição, mas indica que os hábitos de utilização dos aparelhos são potencialmente danosos para a saúde auditiva. Dois quintos dos estudantes e dos adultos pesquisados disseram colocar o volume de seus iPods num nível alto, com os estudantes duas vezes mais propensos do que os adultos a colocar o volume num nível muito alto (13%, contra 6% dos adultos). Os adultos, porém, usariam seus tocadores de MP3 por períodos mais longos do que os adolescentes. Mais da metade dos adultos disseram usar os aparelhos por mais de uma hora por dia, enquanto apenas pouco mais de um terço dos estudantes disseram usá-los ao menos uma hora ao dia. "Mais alto e por mais tempo não é definitivamente a maneira correta de usar esses produtos", disse a médica Brenda Lonsbury-Martin, chefe do departamento de Ciência e Pesquisa da Asha. "Eventualmente, isso se torna uma receita para a perda de audição induzida pelo barulho, o que é permanente", completou.

Sugestões Para o presidente da Asha, Alex Johnson, a pesquisa "indica que deveríamos olhar mais de perto o impacto potencial de alguns produtos tecnológicos populares sobre a saúde auditiva". A associação sugere aos usuários desses aparelhos que reduzam o volume, limitem o tempo de uso e utilizem fones de ouvido que bloqueiem sons externos que possam levá-los a aumentar o volume dos aparelhos; o que não é o caso dos fones de produtos como o iPod. Segundo a pesquisa, 77% dos estudantes e 81% dos adultos disseram não ter comprado esse tipo de fones que bloqueiam sons externos.

6

A Asha também sugere que as pessoas procurem assistência médica se tiverem sintomas de perda

A Asha também sugere que as pessoas procurem assistência médica se tiverem sintomas de perda de audição.

QUESTÃO 7

O uso sistemático de mecanismos de coesão permite melhor entrelaçamento das partes do texto. Assinale o comentário INADEQUADO quanto à remissão textual.

a) “Uma pesquisa norte-americana sobre o uso de dispositivos musicais eletrônicos com fones de ouvido, como tocadores de MP3 ou de CDs” (texto III; § 1º) – o termo em destaque, de sentido restrito, retoma por substituição parte do enunciado anterior.

b) “A pesquisa, divulgada hoje pela Associação Americana para Fala, Linguagem e Audição (Asha, na sigla em inglês)” (texto III; § 2º) – o termo em destaque retoma por repetição uma expressão nominal definida já mencionada.

c) “A pesquisa, divulgada hoje pela Associação Americana para Fala, Linguagem e Audição (Asha, na sigla em inglês),” (texto III; § 2º) – a palavra em destaque retoma por substituição uma expressão nominal definida já mencionada por indicar identidade ou sinonímia.

d) “a pesquisa não explica exatamente o que estaria provocando a perda de audição” (texto III; § 5º) – o pronome demonstrativo o remete à oração adjetiva que estaria provocando a perda de audição que o define e o especifica.

e) “A Asha também sugere que as pessoas procurem assistência médica” (texto III; § 12) – o

Associação

pronome

Americana para Fala, Linguagem e Audição.

relativo

que

retoma

a

sigla

Asha,

que,

em

inglês,

significa

QUESTÃO 8 Em “A associação sugere aos usuários desses aparelhos que reduzam o volume, limitem o tempo de uso e utilizem fones de ouvido” (texto III; § 10º), o uso das formas verbais grifadas, considerando o contexto, indica a)uma realidade presente e concreta. b)uma hipótese improvável. c)uma hipótese provável no futuro. d)um fato que está ocorrendo no presente. e)uma ordem.

7

QUESTÃO 9 O texto jornalístico Fones de ouvido podem causar perda de audição, diz estudo

QUESTÃO 9

O texto jornalístico Fones de ouvido podem causar perda de audição, diz estudo pertence ao gênero textual informativo e passa credibilidade a partir de algumas estratégias discursivas especiais que se justificam em todas as alternativas, EXCETO em:

a)

O texto mostra-se baseado em pesquisa científica divulgada por instituição séria:

Associação Americana para Fala, Linguagem e Audição (Asha, na sigla em inglês).

b)

A pesquisa realizada sugere medidas irrelevantes se comparadas ao universo de jovens e adultos que utilizam sistematicamente esses instrumentos tecnológicos.

c)

O texto, elaborado em terceira pessoa, denota impessoalidade e valoriza a informação apresentada.

d)

Observa-se a presença de autoridade responsável pela pesquisa e pela instituição que a elaborou.

e)

A pesquisa realizada, apoiada num universo significativo de entrevistados, utiliza predominantemente a linguagem denotativa e referencial.

QUESTÃO 10

Marque a afirmação que é VERDADEIRA.

a) O termo “como tocadores de MP3 ou de CDs” (texto III; § 1º) aparece entre vírgulas por tratar-se de sujeito.

b) Se substituirmos o termo grifado em “Os estudantes relataram ( sintomas da perda de

audição” (texto III; § 4º) pelo pronome pessoal oblíquo equivalente teremos Os estudantes relataram-lhes.

c) O pronome oblíquo os em “levá-los” (texto III; § 10º) refere-se a “sons externos”.

d)

substituíssemos o termo “audição” por “olfato”, o adjetivo sublinhado continuaria flexionado no feminino.

e) O pronome relativo “que” (texto III; § 10º) em “que bloqueiem sons externos” refere-se a “fones de ouvido”.

isso se torna uma receita para a perda de audição induzida” (texto III; § 8º), se

)

Em “(

)

QUESTÃO 11

Em apenas alguns casos, a Gramática Tradicional permite o uso indiscriminado da concordância lógica ou atrativa. Assinale a única alternativa em que a forma verbal em destaque tanto pode apresentar-se no singular como no plural.

a) “somos nós, adultos, que liberamos e orquestramos esse inferno” (texto I; § 2º).

b) Existem certos recintos que não conseguimos evitar,” (texto I; § 3º).

c) “Apenas 49% dos adolescentes disseram não ter experimentado nenhum sintoma de perda de audição,” (texto III; § 3º).

d) “Dois quintos dos estudantes e dos adultos pesquisados disseram colocar o volume de seus iPods num nível alto,” (texto III; § 6º)

8

e) “Mais da metade dos adultos disseram usar os aparelhos por mais de uma hora

e) “Mais da metade dos adultos disseram usar os aparelhos por mais de uma hora por dia,” (texto III; § 7º).

TEXTO IV

Barata de Cidade Grande

Philipe Ribeiro 16/03/2001

Carros, ônibus, motos, caminhões, bicicletas, pedestres. Sinais, buzinas, frenagens, arrancadas, colisões. Arquitetura de ferro e concreto, prédios colossais, torres de babel, mansões, favelas. Assaltos, atropelamentos, estupros, mortes. Estamos em Fortaleza, capital do Ceará.

O canto dos pássaros, o cheiro das flores, o gosto das frutas. Floresta quase intacta,

clima serrano. Cachoeiras, corredeiras, pequenos lagos naturais. Cidade pequena e hospitaleira, poucas casas e singelas construções. Povo gentil e tranqüilo. Estamos em Guaramiranga, uma cidade do interior do Ceará.

A distância entre as duas cidades são 92 quilômetros e, como vimos, uma é o inverso

da outra. Sou fã de carteirinha da mãe natureza, contudo devo dizer que não me acostumaria

a passar o resto de meus dias sem a agitação dos grandes centros, o barulho ensurdecedor

do trânsito caótico. Tornei-me uma barata da cidade grande, que vive ojerizando a sociedade burguesa, escondendo-se nos fins de semana em cidades serranas e retornando no domingo

à noite para matar a saudade da terra do sol.

Ano 1 - Número 61 - Colun’As Baratas- Diário de U’Ma Barata- http://www.abarata.com.br/Colunas_Diario_de_Uma_Barata_Detail.asp?codigo=207.Acesso em 2/11/2006.

QUESTÃO 12 Relacionando as idéias do texto transcrito acima com as apresentadas pela autora Anna Verônica Mautner no texto I, considere as afirmações:

I.O texto IV evidencia o desejo de silêncio apenas na cidade do interior e isso é exatamente o que a autora do texto I demonstra não desejar, expressando, no último parágrafo, que ela quer o silêncio não só no interior, mas também na cidade grande. II.Todos os exemplos apresentados no primeiro parágrafo do texto IV servem como argumento para a seguinte declaração do primeiro parágrafo do texto I: “Quero falar dos sons das gentes”. III.O autor do texto IV não sabe viver com o silêncio por muito tempo e esse fato ilustra uma característica do homem da atualidade apresentada no texto I através da seguinte declaração: “Parece que o lema atual é: evitar o silêncio é o dever de todos”.

Está correto o que se afirma apenas em:

a)I b)III c)II d)I e II e)I e III

9

QUESTÃO 13 O texto IV, em seu parágrafo de introdução, utiliza expressões nominais descritivas formadas

QUESTÃO 13 O texto IV, em seu parágrafo de introdução, utiliza expressões nominais descritivas formadas por estruturas diferenciadas. Assinale o comentário que NÃO condiz com a estrutura apresentada.

a)“Carros,

ônibus,

motos,

caminhões,

bicicletas,

pedestres.”

uso

de

substantivos

concretos. b)“Arquitetura de

ferro

e

[de]

concreto, (

)

torres de babel,”

uso de

substantivos

determinados pelas locuções adjetivas em destaque. c)“pequenos lagos naturais. Cidade pequena e hospitaleira” – uso de substantivos determinados pelos adjetivos em destaque. d)“Estamos em Fortaleza, capital do Ceará.” – uso de expressão nominal determinada pela locução adjetiva em destaque. e)“Estamos em Guaramiranga, uma cidade do interior do Ceará.” – uso de substantivo próprio determinado pelo aposto explicativo em destaque.

TEXTO V-

Ouça

PSIU

o

silêncio é pleno

o

silêncio não mente

o

silêncio jaz

Sinta

o silêncio é claro

é fértil, é raro

irrompe espaços entre marés espia o vão dos sonhos faz a ponte entre o riso e a lágrima.

Espera

silêncio dentro

é primavera

Isca de palavras lavra de canções prenhe de sons silêncio condão Psiu pousou um silêncio no ombro da manhã na concha do ouvido na memória ensurdecida vale ouro toda vida

LUHLI/CD/Atração Fonográfica/2006/http://www.luhli.mpbnet.com.br/textos/poesia.htm.Acesso em 2/11/2006.

10

QUESTÃO 14 Assinale a opção que estiver em DESACORDO com o texto V. a) Os

QUESTÃO 14 Assinale a opção que estiver em DESACORDO com o texto V.

a)

Os verbos utilizados no modo imperativo “ouça” e ”sinta” são expressão de um convite feito pelo eu-lírico ao leitor do texto.

b)

O autor faz uso da personificação em quase todo o texto: “o silêncio não mente”, “o silêncio jaz”, “pousou um silêncio”.

c)

O título foi um recurso retórico de atratividade bem criativo, já que essa interjeição é a tradução do pedido de silêncio.

d)

“pleno”, “claro”, “fértil”, “raro” e “prenhe de som” são expressões adjetivas que se referem a “silêncio”.

e)

O verbo “pousou” é transitivo direto e o seu complemento é “um silêncio”.

QUESTÃO 15

É possível estabelecer relação temática entre os alternativas, EXCETO

textos

I

e

V

por meio de

todas

as

a)

“Silêncio. Silêncio, por favor. Psiu.”

b)

”Com a barulheira que nos rodeia, tornamo-nos surdos a nós mesmos”.

c)

“Amplo espaço silencioso virou artigo de luxo”

d)

“ discursos interiores, voz da “consciência”, ”emergiriam.”

e)

“Silêncio é necessário para que se possa manter os homens como seres pensantes, criativos, dotados de memória.”

11

QUESTÃO 16 Se aquecermos uma barra de metal durante 5 minutos, ela atingirá 40 °C.

QUESTÃO 16 Se aquecermos uma barra de metal durante 5 minutos, ela atingirá 40 °C. Sabendo que sua temperatura inicial é de – 15 ° C e que o gráfico abaixo representa essa variação de temperatura (T) em função do tempo (t), determine qual seria a sua temperatura no instante (t) igual a 90 segundos.

a) 1,5°C.

b) 75°C

c) -5°C.

d) 0 °C.

e) 10 °C.

segundos. a) 1,5°C. b) 75°C c) -5°C. d) 0 °C. e) 10 °C. QUESTÃO 17 Num

QUESTÃO 17 Num laboratório de Biologia, foi colocada uma lâmina que apresenta uma cultura de bactérias, sendo a quantidade de bactérias vivas em função do tempo em horas, dada pela equação: Q(t) = - 100 t² + 2000 t + 100000. Quantas bactérias vivas foram colocadas na lâmina?

a) 101900

b) 100000

c) 102100

d) 110900

e) 121000

QUESTÃO 18 Simplificando a expressão

a) x

b) x.y

c) 2y

d) 2

e) 1

E =

log

4

16 . 10

log x

.log

2

2

2

y

e

ln

x

2

.ln

12

e

x

3

.

y

2

obtém-se:

QUESTÃO 19 O conjunto solução da equação a) { b) { 0 , , 2

QUESTÃO 19

O conjunto solução da equação

a)

{

b) {

0

,

, 2

π

3

π }

2

2

,

c) ø

π 3 π

d) {

4

, 4

}

}

e)

3

5

7

{

4

,

4

,

4

,

4

}

2 5 cos 2 x 3 3 1 2
2
5 cos 2 x
3
3
1
2

= 0, com 0≤ x ≤ 2

, é:

QUESTÃO 20

O raio da base de um cone circular reto mede 5

30 ° com o plano da base. O volume desse cone é:

a)

3
3

75

cm³

b) 125

cm³

c) 175

cm³

d) 225

cm³

e)

50

cm³

QUESTÃO 21

Dado o número complexo z =1+ i , tem-se que

a)

b)

1

i

8 8i

1

c) 16

d)

1

16

e) 16

z

8

cm e sua geratriz forma um ângulo de

é

igual a:

13

QUESTÃO 22 Dois móveis A e B deslocam-se com movimentos retilíneos equações s = 2

QUESTÃO 22

Dois móveis A e B deslocam-se com movimentos retilíneos

equações s = 2t 1

a) 2

b) 1

c) 3

d) 5

e) 10

uniformes

descritos

e s = t +1

B

. Em que instante os móveis se encontram?

A

QUESTÃO 23

O sistema escalonado

(
(

a

+

1)

+

y

x

3)

c

y

+

+

1)

z

5

2

z

=

(6

b

(

2

O

a)

valor de

1

a + b + c

é igual a:

b)

1

2

c)

d)

0

1

2

e) 1

z

=

0

=

0

0

admite uma infinidade de soluções.

14

pelas

QUESTÃO 24 Uma correia faz girar duas polias de raios 4 cm e 12 cm.

QUESTÃO 24 Uma correia faz girar duas polias de raios 4 cm e 12 cm. Quando a polia maior gira 240°, a menor gira:

a)

b)

c)

d)

e)

7 π rad 4 7 π rad 6 4 cm 4 π rad 3 4
7
π
rad
4
7
π
rad
6
4 cm
4 π
rad
3
4
rad
6
rad

QUESTÃO 25

Praticamente não há divergências entre os cientistas de que a vida na Terra surgiu na água. No entanto, embora a hipótese heterotrófica seja a mais aceita para explicar a origem dos seres vivos no nosso planeta (primeiros seres vivos teriam se alimentado do caldo nutritivo, rico em compostos orgânicos presentes nas águas rasas e quentes primitivas), a hipótese autotrófica tem muitos defensores, baseados principalmente na descoberta, em 1977, das chamadas “fontes termais submarinas” localizadas nas profundezas oceânicas. Nesses locais, dos quais emanam gases quentes e sulfurosos que saem do assoalho marinho com temperaturas que chegam a ultrapassar 100º C, há vida abundante, sendo muitas das bactérias ali encontradas autotróficas, constituindo a base de cadeia alimentar peculiar. Considerando esses dados, bem como as condições da Terra primitiva, a energia necessária para o metabolismo dos primeiros seres vivos do nosso planeta na hipótese autotrófica deve ter sido proveniente da:

a) fotossíntese

b) quimiossíntese

c) fermentação

d) respiração aeróbia

e) glicólise

15

QUESTÃO 26 O surgimento e a manutenção da vida na Terra estão associados à água,

QUESTÃO 26

O surgimento e a manutenção da vida na Terra estão associados à água, que, em média,

constitui 75% do total das substâncias presentes nos seres vivos. Dentre as substâncias orgânicas encontradas nos organismos vivos citadas abaixo, as que não se dissolvem na

água, sendo chamadas hidrofóbicas, são:

a) as sacaroses

b) as lactoses

c) as maltoses

d) as vitaminas do complexo B e C

e) os lipídios em geral

QUESTÃO 27 Dentre as mutações cromossômicas numéricas humanas, também chamadas aneuploidias,

uma das mais freqüentes é a Síndrome de Down (Trissomia do 21) causada principalmente pela não-disjunção dos cromossomos durante a meiose, feminina ou masculina, resultando em gametas numericamente anormais. Se a não-disjunção cromossômica ocorrer na meiose

I, também chamada de meiose reducional, os gametas formados, quanto ao número de

cromossomos,

a) serão todos anormais.

b) 75% serão anormais.

c) 50% serão anormais.

d) 25% serão anormais.

e) 10% serão anormais.

QUESTÃO 28 No tecido ósseo de um indivíduo adulto, a matriz óssea é formada por aproximadamente 50% de material inorgânico e 50% de orgânico. Se o osso ficar descalcificado, torna-se flexível; se perder a parte orgânica, torna-se frágil e quebradiço.

Julgue as afirmativas a seguir.

I – A parte orgânica dos ossos é formada principalmente por fibras colágenas.

II – A vitamina A é importante para os ossos porque permite a absorção intestinal do cálcio presente nos alimentos.

III – A principal causa da osteoporose, comum nas mulheres após a menopausa, é a redução

da produção de estrógeno pelos ovários, hormônio que estimula a formação de tecido ósseo.

É (são) correta(s):

a) apenas I

b) apenas II

c) apenas I e II

d) apenas I e III

e) apenas II e III

16

QUESTÃO 29 Células-tronco “éticas” A grande polêmica que cerca a manipulação de células-tronco embrionárias

QUESTÃO 29

Células-tronco “éticas”

A grande polêmica que cerca a manipulação de células-tronco embrionárias humanas

(CTEHs) é conseqüência da indefinição sobre quando começa a vida, o que varia segundo o

período histórico e as vertentes filosófica e religiosa de cada grupo social. Na expectativa de derrubar obstáculos éticos e morais da sociedade contemporânea de tradição cristã, vários laboratórios buscam obter tais células sem a necessidade de destruir embriões. Pesquisadores da empresa norte-americana Advanced Cell Technology (ACT) combinaram procedimentos experimentais para derivar linhagens de CTEHs com técnicas de diagnóstico genético pré-implantação (DGP). O DGP, que consiste na retirada de uma única célula (blastômero) de um embrião em um estágio no qual há somente oito células, é um teste que permite a seleção genética de embriões e a conseqüente escolha daquele a ser implantado

no útero. Milhares de crianças testadas por DGP nascem nos Estados Unidos a cada ano.

(Adaptado de Revista Ciência Hoje, outubro de 2006, p.10)

A existência de apenas oito (8) células no embrião (fase de blástula), com capacidade de originar qualquer tipo de célula do organismo, indica que o zigoto sofreu

a) uma divisão celular mitótica

b) duas divisões celulares mitóticas

c) três divisões celulares mitóticas

d) duas divisões celulares meióticas

e) três divisões celulares meióticas

QUESTÃO 30

No desenvolvimento embrionário, a fase de gástrula, que ocorre logo após a segmentação que origina os blastômeros, caracteriza-se pela formação do arquêntero ou intestino primitivo, que se comunica com o exterior por um orifício chamado blastóporo, responsável pela origem

da boca, e em alguns casos, do ânus (animais protostomados), ou apenas do ânus (animais

deuterostomados). São animais deuterostomados, EXCETO:

a) mamíferos

b) répteis

c) peixes

d) artrópodes

e) equinodermos

17

QUESTÃO 31 Descoberto “dinossauro-saci” no Rio Grande do Sul O paleontólogo Max Cardoso Langer, responsável

QUESTÃO 31

Descoberto “dinossauro-saci” no Rio Grande do Sul

O paleontólogo Max Cardoso Langer, responsável pela descoberta dos fósseis juntamente com o colega Jorge Ferigolo, diz tratar-se de um dos mais antigos dinossauros do mundo, já que teria vivido há 220 milhões de anos. Embora somente tenham encontrado, entre outros ossos, 12 fêmures da perna direita, por isso apelidado de saci, o animal era quadrúpede. Especialistas estimam que os primeiros dinossauros tenham surgido há aproximadamente 230 milhões de anos, muito provavelmente na América do Sul. São do Rio Grande do Sul (dois deles) e da Argentina (outros três) os cinco mais antigos fósseis já encontrados no mundo, todos eles com cerca de 225 milhões de anos.

Adaptado de O Globo, 02/11/2006, p.38

A Classe Reptilia, que engloba além dos extintos dinossauros, as serpentes, as tartarugas, os lagartos e crocodilos, apresenta um conjunto de características que a distingue de outros cordados. Assinale a alternativa que apresenta apenas características gerais dos répteis.

a)

respiração

cutânea-pulmonar,

circulação simples e completa, fecundação interna,

homeotermia

b)

respiração pulmonar, circulação dupla e completa, fecundação externa, pecilotermia

c)

respiração pulmonar, circulação dupla e incompleta, fecundação interna, pecilotermia

d)

respiração cutânea, circulação simples completa, fecundação interna, homeotermia

e)

respiração branquial, circulação dupla e completa, fecundação externa, pecilotermia

QUESTÃO 32

Adão pertence ao grupo sangüíneo A, fator Rh positivo, e Eva, ao grupo B, Rh positivo. O casal tem um par de gêmeos dizigóticos, também chamados de fraternos. Sabendo que um dos gêmeos tem sangue O, Rh negativo, qual é a probabilidade de o outro ter a mesma tipagem sangüínea do irmão para os sistemas ABO e Rh?

a) 6,25%

b) 12,5%

c) 25%

d) 50%

e) 100%

QUESTÃO 33 Considere as seguintes afirmações:

I - A gasolina pode ser usada para limpar peças de automóveis sujas de graxa por ser uma mistura de hidrocarbonetos, portanto de natureza apolar como a graxa.

18

II - O bicarbonato de sódio pode ser usado para aliviar "queimaduras" recentes provocadas por

II - O bicarbonato de sódio pode ser usado para aliviar "queimaduras" recentes provocadas

por ácidos, por apresentar ação neutralizante de ácidos. III - As estruturas moleculares do etanol e do etilenoglicol (etano-1,2-diol) permitem concluir que o ponto de ebulição do etanol é maior que o do etilenoglicol.

IV

No gelo seco, as moléculas de dióxido de carbono estão unidas por ligações de

hidrogênio.

Estão CORRETAS as afirmações:

a) I e II

b) I e III

c) II e III

d) I e IV

e) III e IV

-

QUESTÃO 34 Diluição é uma operação muito empregada no nosso dia-a-dia. Por exemplo, quando preparamos um refresco a partir de um suco concentrado estamos fazendo uma diluição.

O volume de água destilada que devemos adicionar a cada litro de solução de H 2 SO 4 a 30%,

de modo a tornar a solução 5%, é:

a) 2.500 cm 3

b) 6.000 cm 3

c) 3.000 cm 3

d) 5.000 cm 3

e) 7.500 cm 3

QUESTÃO 35

A seqüência das reações I e II é proposta para explicar a destruição do ozônio da

estratosfera. Os átomos de Cl se formam pela ação de radiação de alta energia sobre os clorofluorocarbonos (CFCs).

I) O 3

+

II) ClO

Cl O 2 + O Cl
Cl
O 2
+
O
Cl

+

+

ClO

O 2

III) O 3

+

O

O 3 + II) ClO Cl O 2 + O Cl + + ClO O 2

2O 2

H = -120 kJ/mol de O 2

H = -270 kJ/mol de O 2

É

INCORRETO afirmar que:

 

a)

Os átomos de cloro atuam como catalisadores na destruição do ozônio.

 

b)

A

destruição

do

ozônio,

representada

pela

equação

III,

é

favorecida

por

baixas

temperaturas.

 

c)

O oxigênio e o ozônio são formas alotrópicas do oxigênio.

 

d)

As reações I e II são endotérmicas.

 

19

e) A energia total liberada no processo de destruição do ozônio é de 390 kJ

e) A energia total liberada no processo de destruição do ozônio é de 390 kJ mol -1 .

QUESTÃO 36

O álcool reduz a função cerebral proporcionalmente à sua concentração no sangue. A

porcentagem de álcool no sangue indica o número de gramas de etanol existente em 100 ml

de

sangue. Sabe-se que no Brasil o limite legal é de 0,06%. Considerando que a quantidade

de

sangue no homem é de aproximadamente 5 litros, o volume mínimo de cerveja 3,0% em

álcool que atinge este limite é de aproximadamente:

a) 100 cm 3

b) 10 cm 3

c) 50 cm 3

d) 120 cm 3

e) 200 cm 3

QUESTÃO 37 Imagine que lhe sejam dados três frascos de vidro transparentes, estando os mesmos fechados. Os três frascos possuem formas e dimensões iguais, sendo que cada um contém a mesma massa de diferentes líquidos, ocupando diferentes volumes. Indique, das alternativas abaixo, qual seria a correta, considerando-se que os líquidos sejam a água, o álcool etílico (etanol) e o clorofórmio (CHCl 3 ), respectivamente.

Dados: densidades:

(CHCl 3 ), respectivamente. Dados: densidades: d H O 2 = 1,0 g/cm 3 , d

d

H O

2

=

1,0 g/cm

3

,

d

etanol

20

= 0,8 g/cm

3

e

d

CHCl

3 =

1,4 g/cm

3

O Taxol, cuja estrutura é mostrada abaixo, é uma substância isolada a partir da casca

O Taxol, cuja estrutura é mostrada abaixo, é uma substância isolada a partir da casca de Taxus brevifolia e de outras espécies do gênero Taxus. Esta molécula tem sido objeto de muitos estudos, nos últimos anos, principalmente por ser um forte agente anticancerígeno.

Ph

O

H 3 C C O O OH O C NH O O H Ph O
H 3 C
C
O
O OH
O
C
NH
O
O
H
Ph
O
O
C
CH 3
OH
Ph
C
O
O

O

Com base na estrutura do taxol, responda às questões 38 e 39:

QUESTÃO 38

Qual das alternativas abaixo expressa corretamente funções orgânicas presentes no taxol?

a)

Éter, fenol e amina.

b)

Álcool, éster e ácido carboxílico.

c)

Éster, cetona e álcool.

d)

Cetona, aldeído e éster.

e)

Amina, álcool e éter.

QUESTÃO 39 Imagine lhe seja dada uma base capaz de reagir apenas com os hidrogênios das hidroxilas. Qual seria a quantidade molar de base gasta nessa reação, considerando-se que se tenha 2,5 x 10 -3 mol de taxol?

a)

5,0 mol

b)

1,0 x 10-3 mol

c)

2,5 x 10-3 mol

d)

1,0 mol

e)

5,0 x 10 -3 mol

21

QUESTÃO 40 A queima do carvão mineral e dos derivados de petróleo por indústrias e

QUESTÃO 40 A queima do carvão mineral e dos derivados de petróleo por indústrias e veículos produz gases que contêm átomos de nitrogênio e enxofre em suas moléculas. Essas substâncias formam, com o oxigênio do ar, NO 2 e SO 3 gasosos, que, ao reagirem com vapor de água, causam a chamada chuva ácida, trazendo graves problemas ambientais e prejuízos para a agricultura, além de danos em monumentos e construções. Com base nas informações acima e no seu conhecimento do assunto, assinale a afirmativa INCORRETA:

a)

A chuva ácida destrói plantações e corrói estátuas de mármore.

b)

A combinação dos gases SO3 e NO2 com o vapor de água do ar é um fenômeno químico.

c)

A molécula do gás NO2 é substância composta.

d)

A molécula de NO2 é constituída por um átomo de nitrogênio e dois átomos de oxigênio.

e)

A molécula do gás SO 3 é triatômica.

22

Centres d'intérêt liés