Data: 02/12/2008

Duração da prova 90 min
Escola Secundária Afonso Lopes Vieira

Nome: .................................................................... Nº: ... 11º Ano Turma A

!
"
#
$

%

&

k ∈ IR C] x = 3 ∧ y = 2 ∧ z = 1 D] x = 2 ∧ y = 1 . sabe-se que a . 2. Qual das seguintes condições define uma recta paralela à recta r ? A] (x. 0). Oxyz. C] 3 /3 D] 6 /3 Considere. Dados aos vectores a e b . pode concluir-se que: A] o produto escalar de u por v é nulo B] u . 1) + k(3. v = 3 D] o produto escalar de u por v é – 3 3.43º (2 c. qual é o valor de sen α? A] – 3 /3 B] – 6 /3 5. z) = (3. Dados os vectores u e v tais que || u || = 2. y. n. qual das seguintes proposições é verdadeira? A] sen (90º + α) = – sen α B] cos (π + α) = cos (π – α) C] sen (–5π + α) = sen α D] π + α pertence ao 2º Quadrante 4.) D] A recta de equação y = 2x + 1/2 é-lhe perpendicular 2. 0. || v || = 3 e u ^ v = 120º. n. –1) pertence à recta C] O ângulo de inclinação da recta é dado por tan–1 2 ≈ 63. v = || u || x || v || x cos 60º C] u . 1. y. y. Relativamente à recta de equação y = 2x – 1. a recta r de equação (x. || a || = 1 e || b || = 3 Sendo α a amplitude do ângulo formado por a e b . b = – 3 . 2. num referencial o. z) = (3. 1). k ∈ IR . 1) + k(0. z) = (0. 2. qual das seguintes afirmações é verdadeira? A] A sua inclinação é 2 radianos B] O ponto P (1. Sendo α um ângulo do 1º Quadrante. 0. num referencial o. 1) + k(0. k ∈ IR B] (x. d. 1).1.

$ # % ' & & ) 1. ( ' & ' Considere no referencial o. 2).n. 3) 3.1 Mostre que a área do triângulo pode ser dada em função de α por A(α) = 8 sen α O A x 1. –2). 4. 1 .) 3. xOy e os sucessivos triângulos [OAP] formados pelo deslocamento do ponto P sobre a semicircunferência de centro O e raio OA = 4 cm. y. Se preferir. k∈IR . 1. 4. 3. Considere os pontos do plano de coordenadas y A (–1. 1) e C (3. opte por resolver. Simplifique a seguinte expressão trigonométrica: sen (7π – α) + 3 cos (π + α) – 2 sen (4π + α) – sen (α – π) 3. a seguinte equação trigonométrica: 1 – cos (2x + π/6) = 3/2 2. 0) + k(1.1) r: (x. . y P α 1. d. B (2.2 Apresente as coordenadas dos extremos de um segmento de recta [AB] de tal forma que P seja o seu ponto médio e π o seu plano mediador.2 Determine a abcissa do ponto D (a. Considere o ponto P e a recta r assim definidos: P(0.1 Calcule a amplitude do ângulo BÂC (1 c. 1. –1) de tal forma C A B que [ACD] seja um triângulo rectângulo em A.1 Defina por uma equação cartesiana o plano π que contém o ponto P e é perpendicular à recta r. z) = (1. 4.2 Determine os valores de α para os quais a área do triângulo é superior a 4 cm2.3 Defina pela sua equação reduzida a tangente no –2 0 2 4 6 x ponto C à circunferência de centro em B. no universo das amplitudes.

................. ..........1...150 1.................................................................................................... ............................................................. 200 O Professor: .................................. ....................................................................... .......... ....................................... 20 TOTAL ................................ ...... ........................................................................................................................................ 20 3.. 0 Cada questão não respondida ou anulada ... 20 3..................................................... ........................................................................ 10 Cada resposta errada ............................................2..........3........................................................................... 20 2................. .................................................................................................................................................................... 20 3............................................................................... ... 60 3...................................Formulário Tabela de razões trigonométricas α π/6 π/4 π/3 sen 1/2 2 3 /2 /2 cos 3 /2 /2 1/2 2 tg 3 1 /3 3 COTAÇÕES Grupo I ..........................................2..............................1............................................ ......................... 15 4.................................. 35 1............................................ 0 Grupo II ......................................50 Cada resposta certa .............................. 20 4........................... 15 1.............. 35 4.............................................1......................................................2.........................................................................................

.|| v || cos(120º) = 2 x 3 x (– 1/2) = – 3 3.......... k∈ v 2x = – 4π/6 – π/6+ 2kπ.) 2.. 11º Ano Turma A I 1.. 0....... D] Como || u || = 2 e || v || = 3... k∈ <=>2x = 4π/6 – π/6+ 2kπ...... C] O ângulo de inclinação da recta é dado por tan–1 2 ≈ 63........ k∈ 2. k∈ v 2x = – 5π/6 + 2kπ. B] cos (π + α) = cos (π – α) ∀ α ∈ {universo das amplitudes} 4.... k∈ <=>x = π/4 + kπ... 1) da recta r é vertical e x = 2 ∧ y = 1 define uma recta paralela a Oz II 1......43º (2 c. 5π/6 [ 1.2 8 sen α > 4 <=> sen α > 1/2 <=> α > π/6 ∧ α < π – π/6 <=> α ∈ ]π/6 .... k∈ <=>2x = π/2 + 2kπ. u ....... Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Data: 02/12/2008 Nº: .. D] cos ( a ^ b ) = a ⋅b || a || ⋅ || b || =– 3 3 sen2 α + cos2 α = 1 <=> sen2 α = 1 – (– 3 /3)2 <=> sen α = <=> sen α = 5..... v = || u ||.. OA sen α OA × AO sen 2 = 16 sen 2 α h = 8 sen α O b A 1. k∈ v x = – π/12 + kπ..1 A[AOP] = y b×h 2 P b = OA = 4 . sen (7π – α) + 3 cos (π + α) – 2 sen (4π + α) – sen (α – π) = = sen (π – α) + 3(– cos α) – 2 sen α – (–sen α) = sen α – 3 cos α – 2 sen α + sen α = –3 cos α ! x ..... π ] 3 <=> sen α = 6 /3 D] O vector director (0... d.. k∈ <=>2x = ± 2π/3 – π/6+ 2kπ.2 1 – cos (2x + π/6) = 3/2 <=> – cos (2x + π/6) = 1/2 <=> cos (2x + π/6) = –1/2 <=> 2x + π/6 = ± 2π/3 + 2kπ. 2/ (1 − 3 / 9) ∧ α ∈ [0 .. h = OA sen α = 4 sen α A(α) = OA ..ESCOLA SECUNDÁRIA AFONSO LOPES VIEIRA FICHA SUMATIVA MATEMÁTICA – A Proposta de resolução Nome: .

2) = (a + 1. 1) 2 2 2 3 + (−1) × 4 + 1 2 <=> cos  = cos  = 11 17 × 10 AB⋅ AC || AB || × || AC|| <=>  = cos-1( 11 170 ) ≈ 32. 1. 3) – (–1 . 3). 1. 1. 1) cos  = (3. 2) = (4 .1) r: (x. logo CP = P – C = (x – 3. logo 1(x – 0) + 1(y – 1) –2(z – 1) = 0 <=> x + y – 1 –2z + 2 = 0 <=> x + y –2z + 1 = 0 4. –2) = (–1. y – 3). Assim. 1.2 AC = C – A = (3 . 2) CP . 1 . 1). y. então o vector director da recta n (1.(1 . 2) = (4 .2 Se P é ponto médio de [AB] e π o seu plano mediador. y). –2) é perpendicular ao plano e este contém o ponto P(0. 1. B (2.− 1).3. 1.5º 3. –2). 1) – (–1. –3) CAˆ D = 90º se AC . –1) ∈ AD : –1 = – 4a – 2 <=> 4a = –1 <=> a = –1/4 3. 3) – ( 2 . –2) = (1.(a + 1. –3) = 0 <=> 4a + 4 – 3 = 0 <=> 4a = –1 <=> a = –1/4 2º Processo a recta AC tem declive m = 1/4 o declive da recta perpendicular AC é m’ = – 4 e a sua equação reduzida y = – 4x + b para A(–1. 1) + (1. 4. no ponto C. k ∈ IR Por exemplo: k = 1: A = (0. 2) ∈ AD : 2 = – 4 x (–1) + b <=> b = –2 y = – 4x – 2 como D(a . 1) e C (3. 1) = (1 . 1. k∈IR. 1) – (1. –1) AC = C – A = (3 . 2) = 0 <=> x – 3 + 2y – 6 = 0 <=> y = – x/2 + 9/2 4.3 A tangente à circunf. k ∈ IR+ + e B = P – k n . 0. 2). é tal que BC _|_ CP . 3) ! A kn P B t // r . P(0. 2. 0) + k(1. AD = 0 <=> (4 . 1. então [AB] pertence à recta r . definida pelos pontos C e P(x . AD = 0 AC . A e B são pontos tais que A = P + k n .1 AB = B – A = (2 .1 Se o plano π é perpendicular à recta r. 3) – (–1. 3. –1) e k = –1: B = (0. 1) AD = D – A = (a .(4 . Pontos: A (–1. BC = 0 <=> (x – 3. z) = (1. –1) – (–1. 1). 2) = ( 3. y –3) e BC = C – B = (3 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful