Vous êtes sur la page 1sur 28
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo 11º
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
11º E - Técnico de Mecatrónica
Disciplina – Eletricidade e Eletrónica
Módulo 10
Osciladores
Nuno Lopes
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Conteúdos
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Conteúdos do Módulo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores não sinusoidais
Circuito integrado 555
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
2
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo O
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
O que é um oscilador?
Um oscilador é um dispositivo que permite
fornecer um sinal alternado (sinusoidal, onda
quadrada, dente de serra, etc.), a partir de
uma tensão contínua.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
3
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Aplicação
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Aplicação dos Osciladores
• Fornecimento do sinal “clock” dos microcontrola-
dores e microprocessadores;
• Cristal dos relógios;
• Alimentação c.a. de emissores, transmissores de
estações de rádio, televisão e de telecomunicações;
• Funcionamento de aparelhagem elétrica diversa,
como por exemplo nos geradores de funções.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
4
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Classificação
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Classificação dos osciladores
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
5
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com malha RC – Ponte de Wien
Ganho A e Ganho B:
Frequência de Oscilação:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
6
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com malha RC – Desfasador
Ganho do Oscilador :
Frequência de Oscilação:
R1
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
7
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com malha LC – Colpitts
Ganhos do Oscilador :
Frequência de Oscilação:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
8
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com malha LC – Hartley
Ganhos do Oscilador :
U = A × B
Frequência de Oscilação:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
9
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com malha LC – Clapp
Ganhos do Oscilador :
Frequência de Oscilação:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
10
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com Cristais de Quartzo
Os osciladores com cristais de quartzo oscilam a uma dada frequência
sinusoidal, com elevada precisão e estabilidade. São utilizados em
relógios digitais, cronómetros, “clocks” e relógios internos de
processadores, de microcontroladores, de circuitos integrados em
sistemas digitais, etc.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
11
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Sinusoidais
Osciladores sinusoidais com Cristais de Quartzo
Frequência de Ressonância - Série e Paralelo:
Fator de qualidade do cristal:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
12
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador de relaxação de onda quadrada, com ampop
Este oscilador de onda quadrada, também designado por
multivibrador astável (sem nenhum estado estável, pois oscila
permanentemente), tem duas realimentações, uma positiva e
outra negativa, funcionando como um Schmitt-Trigger, passando
da saturação positiva à negativa, e vice-versa, por comparação
da tensão no condensador com a tensão de referência na
entrada não-inversora.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
13
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador de relaxação de onda quadrada, com ampop
Tensão de viragem superior.
Tensão de viragem inferior.
Frequência de Oscilação.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
14
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador de relaxação, com transístor UJT
O transístor UJT só conduz (de B2 para B1) quando a tensão
aplicada ao emissor E atinge o valor de disparo Up’ situado entre
cerca de 40% a cerca de 60% da tensão total aplicada entre as
bases B2e B1.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
15
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador de relaxação, com transístor UJT
Frequência de Oscilação
em que R é a resistência total do ramo RC, C é a capacidade do
condensador e  é a relação intrínseca de disparo do UJT,
variando entre 0,4 e 0,8, dependendo do UJT considerado.
Este oscilador é utilizado frequentemente para efetuar os
disparos de porta dos SCRs e Triacs.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
16
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Multivibrador astável, com transístores
Um multivibrador astável é um oscilador que não tem nenhum
estado estável, isto é, muda ciclicamente de um estado para
outro, sem estabilizar em nenhum deles.
• Um multivibrador astável com transístores é constituído por
dois transístores que conduzem alternadamente, originando
nas saídas dos coletores dos transístores sucessões de clocks,
isto é, impulsos positivos, seguidos de estados nulos e assim
sucessivamente.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
17
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Multivibrador astável, com transístores
Frequência do sinal obtido em cada coletor:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
18
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555
O circuito integrado 555 é um componente com centenas de
aplicações, podendo funcionar, fundamentalmente, de dois
modos distintos: monoestável e astável.
No modo monoestável, tem um só estado estável e funciona
como temporizador. No modo astável, não tem nenhum estado
estável e funciona como oscilador, entre os dois estados não
estáveis.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
19
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555
Constituição interna do 555
É constituído por um divisor
de tensão com três
resistências iguais, de 5KΩ
cada (daí o nome 555), que
dividem a tensão U CC em
três partes iguais.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
20
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555
Aspeto exterior do 555
É
constituído
por
um
divisor
de
tensão com três resistências iguais,
de 5KΩ cada (daí o nome 555), que
dividem a tensão Uee em três partes
iguais.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
21
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555
Legenda dos pinos do 555
1- Terra (Ground - Gnd);
2
- Entrada de disparo (disparador) ou Trigger;
3
- Saída (Out) do circuito, para ligar a uma carga;
4
- Entrada Reset - Um impulso de 0V no pino 4 desliga a saída;
5
- Tensão de referência Uvs ou pino de controlo;
6
- Limiar da descarga (Threshold) do condensador - A tensão
aplicada a esta entrada permite desligar a saída e ativar o
transístor, descarregando o condensador,
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
22
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555
Legenda dos pinos do 555
7- Terminal de descarga. O transístor está ligado a este pino,
permitindo a descarga do condensador.
8 - Alimentação Ucc - O 555 é alimentado por tensões contínuas
desde 3 V a 18V.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
23
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555 - Funcionamento monoestável (temporizador)
O 555, funcionando como monoestável,
permite fornecer uma tensão na saída durante
um período de tempo T1, por nós definido,
funcionando portanto como um temporizador.
Se queremos definir outras temporizações,
basta modificar R, C ou ambos.
Se pretendermos uma sequência de temporizações, basta definir a
sequência temporal dos impulsos no botão de pressão S ou
substituindo o botão de pressão por um semicondutor ativado por
microcontrolador.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
24
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555 - Funcionamento monoestável (temporizador)
O tempo T1 que demora a carregar o condensador é calculado
pela expressão:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
25
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555 - Funcionamento astável (oscilador)
No funcionamento como astável, o 555 não
tem nenhum estado estável, isto é, a saída
alterna periodicamente entre saída alta e
saída baixa, estados não estáveis,
funcionando como oscilador. Para permitir
obter a frequência de oscilação desejada,
ligam-se duas resistências e um condensador, tal como se sugere na
figura. A principal diferença relativamente ao monoestável tem a
ver com o terminal 2 (disparador) que é agora alimentado pela
tensão do condensador.
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
26
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555 - Funcionamento astável (oscilador)
O
tempo
de
carga
do
condensador
é
calculado pela expressão:
O
tempo
de
descarga
é
calculado
pela
expressão:
O período de cada oscilação é calculado pela expressão:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
27
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Escola Secundária de Campos Melo Osciladores
Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
Direção de Serviços da Região Centro
Escola Secundária de Campos Melo
Osciladores Não Sinusoidais
Oscilador 555 - Funcionamento astável (oscilador)
A frequência de oscilação, sendo o inverso do
período, vale:
Define-se ciclo de trabalho
(C t )
ou
“duty
cycle” como o quociente entre o tempo T1 no
estado alto e o período T:
O período de cada oscilação é calculado pela expressão:
Projeto Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu
Eixo1 – Tipologia de Intervenção - 1.2 Ensino Profissional
28