Vous êtes sur la page 1sur 27
Desinfecção Objetivos: exterminar organismos partogênicos, evitando doenças de transmissão hídrica, preservando a saúde pública. Agentes: cloro

Desinfecção

Objetivos: exterminar organismos partogênicos, evitando

doenças de transmissão hídrica, preservando a saúde pública.

Agentes: cloro e seus subprodutos e derivados, ozônio, UV e

outras formas de radiação e catalisadores.

Interferentes: sólidos e certos compostos químicos

Abrangência e eficiência: depende da concentração do desinfetante, tempo de contato, temperatura, pH, presença de interferentes e tipo de microrganismo.

OMS: 80% de todas as doenças do 3° mundo são oriundas de água contaminada

Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Dissocia Dissociaççãoão dodo Cloro Cloro na na ÁÁgua gua
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Dissocia
Dissociaççãoão dodo Cloro
Cloro na
na ÁÁgua
gua
a)
a) Cloro
Cloro--ggááss
Cl
++ HH 22 OO
HOCl
HOCl ++ OCl
OCl --
Cl 22
HOCl
HOCl
HH ++
++ OCl
OCl --
KK AA == 2,5
2,5 xx 1010 --88 (25
(25 oo C)
C)
Compostos
Compostos Clorados
Clorados
NaOCl
NaOCl ++ HH 22 OO
↔↔
Na
Na ++ ++ OCl
OCl -- ++ HH 22 OO (Hipoclorito
(Hipoclorito de
de SSóódio)
dio)
Ca(
Ca(OCl
OCl)) 22 ++ HH 22 OO ↔↔
Ca
Ca +2 +2 ++ 22 OCl
OCl -- ++ HH 22 OO (Hipoclorito
(Hipoclorito de
de CCáálcio)
lcio)
HH ++ ++ OCl
OCl --
↔↔ HOCl
HOCl
Chama
Chama--sese cloro
cloro residual
residual livre
livre oo cloro
cloro presente
presente na
na áágua
gua nas
nas formas
formas dodo
áácido
cido hipocloroso
hipocloroso ((HOCl
HOCl)) ouou dodo ííonon hipoclorito
hipoclorito ((OCl
OCl -- ). ).
Cloro Residual em Águas Efeito do pH na distribuição do OCl e do HOCl na água

Cloro Residual em Águas

Cloro Residual em Águas Efeito do pH na distribuição do OCl e do HOCl na água

Efeito do pH na distribuição do OCl - e do HOCl na água

Relação

entre

a

concentração e o tempo para

a destruição de

99% de

E.

Coli por

3 formas

de cloro

entre 2 e 6 °C.

Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Rea Reaçções ões dodo Cloro Cloro com com aa
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Rea
Reaçções
ões dodo Cloro
Cloro com
com aa Amônia
Amônia
NHNH 33 ++ HOCl
HOCl →→ NHNH 22 Cl
Cl ++ HH 22 OO ((Monocloramina
Monocloramina))
NHNH 44 ++ ++ HOCl
HOCl ↔↔ NHNH 22 Cl
Cl ++ HH 22 OO ++ HH ++ ((Monocloramina
Monocloramina))
NHNH 33 ++ 2HOCl
2HOCl →→ NHCl
NHCl 22 ++ 22 HH 22 OO
((Dicloroamina
Dicloroamina))
NHNH 22 Cl
Cl ++ HOCl
HOCl ↔↔ NHCl
NHCl 22
++
HH 22 OO
((Dicloramina
Dicloramina))
NHNH 33 ++ 3HOCl
3HOCl →→ NCl
NCl 33 ++ 33 HH 22 OO
((Tricloroamina
Tricloroamina))
NHCl
NHCl 22 ++ HOCl
HOCl ↔↔ NCl
NCl 33 ++ HH 22 OO
((Tricloramina
Tricloramina))
Outras
Outras rea
reaçções:
ões:
2NH
2NH 22 CI
CI ++ HOCI
HOCI---->> 3HCI
3HCI ++ HH 22 OHN
OHN 22 (destrui
(destruiççãoão cloraminas
cloraminas))
2NHCI
2NHCI 22 →→ 2HCI
2HCI ++ CI
CI 22 ++ NN 22 (decomposi
(decomposiççãoão de
de dicloroaminas
dicloroaminas))
NHNH 22 CI
CI ++ NHCI
NHCI 22 →→ 3HCI
3HCI ++ NN 22 (rea
(reaççãoão entre
entre cloraminas
cloraminas))
OO modo
modo de
de aaççãoão das
das cloraminas
cloraminas como
como desinfetantes
desinfetantes éé diferente
diferente dodo
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Rea Reaçções ões dodo Cloro Cloro com com aa
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Rea
Reaçções
ões dodo Cloro
Cloro com
com aa Amônia
Amônia
pHpH >> 8,5:
8,5: formam
formam--sese uma
uma apenas
apenas monocloramina
monocloramina;;
8,5
8,5
>>
pHpH
>>
4,4
4,4 formam
formam--sese uma
uma mistura
mistura de
de monocloramina
monocloramina ee
dicloramina
dicloramina;;
pHpH
≅≅
77 formam
formam--sese cerca
cerca de
de 50%
50% de
de monoclomina
monoclomina ee 50%
50% de
de
dicloramina
dicloramina;;
pHpH entre
entre 55 >> pHpH >> 4,4:
4,4: formam
formam--sese apenas
apenas dicloramina
dicloramina..
Destrui
Destruiççãoão das
das Cloraminas
Cloraminas
2NH
2NH 33 ++ 3Cl
3Cl 22 ↔↔ NN 22 ++ 6HCl
6HCl
Chama
Chama--sese cloro
cloro residual
residual combinado
combinado oo cloro
cloro presente
presente na
na áágua
gua nas
nas
formas
formas de
de mono,
mono, di
di ee tricloraminas
tricloraminas..
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Denomina Denominaçções ões Cloro Cloro dispon disponíível: vel: éé
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Denomina
Denominaçções
ões
Cloro
Cloro
dispon
disponíível:
vel:
éé
aa
medida
medida
dodo
poder
poder
de
de
oxida
oxidaççãoão
de
de
umum
composto
composto de
de cloro
cloro expresso
expresso emem termos
termos de
de cloro
cloro elementar;
elementar;
Cloro
Cloro residual
residual livre
livre (j (jáá abordado)
abordado)
Cloro
Cloro residual
residual livre
livre dispon
disponíível
vel:: éé aa medida
medida dodo cloro
cloro residual
residual livre
livre emem
termos
termos de
de cloro
cloro elementar;
elementar;
Cloro Cloro residual residual combinado combinado (j (jáá abordado) abordado)
Cloro Cloro residual residual combinado
combinado dispon
disponíível
vel:: éé aa medida
medida dodo cloro
cloro residual
residual
combinado
combinado emem termos
termos de
de cloro
cloro elementar;
elementar;
Cloro
Cloro residual
residual dispon
disponíível
vel:: éé aa medida
medida dodo cloro
cloro resi
residual
dual total,
total, livre
livre ee
combinado,
combinado, emem termos
termos de
de cloro
cloro elementar.
elementar.
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Cloro Aplicado Cloro Residual C.R.Livre C.R.Combinado NH 2 Cl
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Cloro Aplicado Cloro Residual C.R.Livre C.R.Combinado NH 2 Cl
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Cloro
Aplicado
Cloro
Residual
C.R.Livre
C.R.Combinado
NH 2 Cl
NHCl 2
HOCl
OCl -
NCl 3

Demanda

de Cloro

Cloro Residual em Águas

Cloro Residual em Águas
Cloro Residual em Águas
Clora Cloraççãoão •• Morte Morte de de patogênicos patogênicos dependente dependente da da temperatura temperatura da
Clora Cloraççãoão •• Morte Morte de de patogênicos patogênicos dependente dependente da da temperatura temperatura da
Clora
Cloraççãoão
•• Morte
Morte de
de patogênicos
patogênicos dependente
dependente da
da temperatura
temperatura da
da áágua,
gua, pH,
pH,
tempo
tempo
de
de
contato,
contato,
grau
grau
de
de
mistura,
mistura,
turbidez,
turbidez,
presen
presenççaa
de
de
interferentes
interferentes ee concentra
concentraççãoão de
de cloro
cloro dispon
disponíível.
vel.
•• Promove
Promove altera
alteraçções
ões da
da permeabilidade
permeabilidade ee modifica
modifica áácidos
cidos nucl
nuclééicos,
icos,
causando
causando muta
mutaçções
ões emem microrganismos.
microrganismos.
AAççãoão desinfetante: desinfetante: OO cloro
cloro
destr
destróóii
uma
uma
enzima
enzima
essencial
essencial
aoao
metabolismo
metabolismo
de
de
microrganismos
microrganismos
((triosefosfato
triosefosfato
di
di--hidrogenase
hidrogenase), ),
inativando
inativando--os
os..
VVíírus
rus ee protozo
protozoáários
rios são
são mais
mais resistentes
resistentes dodo que
que
bact
bactéérias,
rias, que
que são
são bastante
bastante suscet
suscetííveis
veis àà sua
sua aaçção.
ão. Protozo
Protozoáários
rios ee
ovos
ovos de
de helmintos
helmintos não
não são
são destru
destruíídos
dos pela
pela aaççãoão da
da clora
cloraççãoão comum
comum
Ex.:
Ex.: Entamoeba
Entamoeba hystolytica
hystolytica,, Cryptosporidium
Cryptosporidium..
Clora Cloraççãoão Interferentes: Interferentes: compostos compostos redutores redutores àà base base de de enxofre enxofre ee
Clora
Cloraççãoão
Interferentes:
Interferentes: compostos
compostos redutores
redutores àà base
base de
de enxofre
enxofre ee aa presen
presenççaa
de
de NN--NHNH 44 diminuem
diminuem aa eficiência.
eficiência.
Cl
Cl,, OCl
OCl -- ,, HOCl
HOCl ++ orgânicos
orgânicos
org.,
org., precursores)
precursores) →→ trihalometanos
trihalometanos
Cl
Cl
22 ++ HH 22 OO →→
HOCl
HOCl ++ HCl
HCl
HOCl
HOCl →→
HH ++ ++ OCl
OCl ––
Fatores Fatores que que afetam afetam aa clora cloraççãoão •• Concentra Concentraçção: ão: quanto quanto maior
Fatores
Fatores que
que afetam
afetam aa clora
cloraççãoão
•• Concentra
Concentraçção:
ão: quanto
quanto maior
maior aa concentra
concentraçção,
ão, mais
mais efetiva
efetiva sua
sua aaçção;
ão;
•• Tempo
Tempo de
de contato:
contato: quanto
quanto maior,
maior, mais
mais efetiva
efetiva sua
sua aaçção;
ão;
•• Caracter
Caracteríística
stica ffíísica
sica--ququíímica
mica da
da áágua:
gua: aa presen
presenççaa de
de certas
certas impurezas
impurezas
consome
consome parte
parte dodo cloro
cloro adicionado
adicionado,, aa turbidez
turbidez elevada
elevada prejudica
prejudica aa
clora
cloraçção;
ão;
•• Temperatura
Temperatura
da
da
áágua:
gua:
oo
aumento
aumento
da
da
temperatura
temperatura
favorece
favorece
aa
desinfec
desinfecçção;
ão;
•• pH:
pH: oo pHpH al
aléémm de
de alterar
alterar aa forma
forma de
de apresenta
apresentaççãoão dodo cloro,
cloro, altera
altera asas
cargas
cargas el
eléétricas
tricas dos
dos microorganismos;
microorganismos;
•• Tipo Tipo dos dos microorganismos: microorganismos: alguns
alguns
microorganismos
microorganismos
são
são
mais
mais
resistentes
resistentes àà aaççãoão dodo cloro;
cloro;
•• Concentra Concentraççãoão dos dos microorganismos: microorganismos: quando
quando maior
maior oo nnúúmero
mero inicial
inicial
de
de microorganismos,
microorganismos, maior
maior aa dosagem
dosagem de
de cloro
cloro aa ser
ser aplicada;
aplicada;
•• Forma
Forma como
como oo cloro
cloro sese apresenta:
apresenta: oo cloro
cloro éé mais
mais ativo
ativo quando
quando est
estáá
sob
sob aa forma
forma de
de áácido
cido hipocloroso.
hipocloroso. EmEm seguida,
seguida, emem ordem
ordem decrescente
decrescente
de
de capacidade
capacidade desinfetante,
desinfetante, encontram
encontram--sese oo hipoclorito,
hipoclorito, aa dicloramina
dicloramina
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Remo Remoççãoão de de Cloro Cloro Residual Residual OO
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Remo
Remoççãoão de
de Cloro
Cloro Residual
Residual
OO cloro
cloro residual
residual pode
pode ser
ser removido
removido por
por processo
processo de
de adsor
adsorçção,
ão,
empregando
empregando--sese carvão
carvão ativado,
ativado, ouou por
por processos
processos de
de
oxi
oxi--redu
reduççãoão
empregando
empregando--sese
agentes
agentes
redutores
redutores
como
como
tiosulfato
tiosulfato
de
de
ssóódio,
dio,
metabissulfito
metabissulfito de
de ssóódio,
dio, Na
Na 22 SS 22 OO 55 ,, di
dióóxido
xido de
de enxofre
enxofre ee outros.
outros.
Exemplo:
Exemplo: Tiossulfato
Tiossulfato de
de SSóódio
dio
2Na
2Na 22 SS 22 OO 33 ++ Cl
Cl 22 →→ Na
Na 22 SS 44 OO 66 ++ 2NaCl
2NaCl ++ 10H
10H 22 OO
Cloro Cloro Residual Residual emem ÁÁguas guas Determina Determinaççãoão de de Cloro Cloro Residual Residual emem
Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
Determina
Determinaççãoão de
de Cloro
Cloro Residual
Residual emem ÁÁguas
guas
a)
a) Processos
Processos colorim
coloriméétricos
tricos de
de compara
comparaççãoão visual.
visual.
MMéétodo
todo da
da ortotolidina
ortotolidina:: Reage
Reage com
com oo cloro
cloro formando
formando umum complexo
complexo de
de colora
coloraççãoão
amarela.
amarela. OO uso
uso emem conjunto
conjunto de
de arsenito
arsenito de
de ssóódio
dio permite
permite aa distin
distinççãoão entre
entre os
os
residuais
residuais livre
livre ee combinado.
combinado. Problema:
Problema: Compostos
Compostos ttóóxicos.
xicos.
MMéétodo
todo dodo DPD:
DPD: Rea
Reaççãoão com
com oo cloro
cloro formando
formando complexo
complexo de
de colora
coloraççãoão roxa.
roxa.
b)
b) MMéétodo
todo espectrofotom
espectrofotoméétrico
trico com
com DPD.
DPD.
c)
c) Titula
Titulaççãoão com
com Tiossulfato
Tiossulfato de
de SSóódio
dio (Titula
(Titulaççãoão de
de óóxido
xido--redu
reduçção:
ão: iodometria
iodometria). ).
d)
d) Solu
Soluççãoão caseira
caseira indicadora
indicadora de
de cloro.
cloro. Mmistura
Mmistura de
de cristais
cristais de
de Iodeto
Iodeto de
de Pot
Potáássio,
ssio,
amido
amido (goma,
(goma, maizena,
maizena, etc)
etc) ee vinagre.
vinagre. Adicionando
Adicionando--sese gotas
gotas desta
desta solu
soluççãoão àà amostra
amostra
de
de áágua,
gua,
sese
ela
ela contiver
contiver cloro
cloro dever
deveráá sese tornar
tornar azulada,
azulada, dodo contr
contráário,
rio, dever
deveráá

Oxidação

Principais oxidantes e sistemas

Oxidação Principais oxidantes e sistemas • Cloro (Cl ) • Dióxido de cloro (ClO ) •

Cloro (Cl 2 )

Dióxido de cloro (ClO 2 )

Ozônio (O 3 )

Permanganato de potássio (KMnO 4 )

Peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 )

SO 2 /ar

Ferrato (FeO 4 -2 )

Oxidação em ar úmido

Oxidação supercrítica com água

Potenciais de oxi-redução

Potenciais de oxi-redução
Oxida Oxidaççãoão OO cloro cloro reage reage com com cocompostos mpostos orgânicos orgânicos ee inorgânicos, inorgânicos,
Oxida
Oxidaççãoão
OO
cloro
cloro
reage
reage
com
com
cocompostos
mpostos orgânicos
orgânicos ee
inorgânicos,
inorgânicos, emem decorrência
decorrência de
de sua
sua aaççãoão oxidante,
oxidante,
oxidando
oxidando ferro,
ferro, manganês,
manganês, nitrito
nitrito ee sulfeto.
sulfeto.
Oxida
Oxida tamb
tambéémm compostos
compostos orgânicos,
orgânicos, entrando
entrando
na
na
mol
moléécula,
cula, por
por exemplo,
exemplo, atrav
atravééss de
de ruptura
ruptura de
de
liga
ligaçções
ões
duplas.
duplas.
Compostos
Compostos
ttóóxicos
xicos
podem
podem
ser
ser
originados
originados dessas
dessas rea
reaçções.
ões.
Oxida Oxidaççãoão Oxidação com hipoclorito Fenol: Fenol: CC 66 HH 55 OH OH ++ 1414 NaOCl
Oxida
Oxidaççãoão
Oxidação com hipoclorito
Fenol:
Fenol: CC 66 HH 55 OH
OH ++ 1414 NaOCl
NaOCl →→
66 COCO 22 ++ 33 HH 22 OO ++
1414 NaCl
NaCl
Sulfeto:
Sulfeto:
SS 22-- ++ 44 NaOCl
NaOCl →→ SOSO 44-- ++ 44 NaCl
NaCl
Arsênico:
Arsênico: HH 33 AsO
AsO 33 ++ NaOCl
NaOCl →→ HH 33 AsO
AsO 44 ++ NaCl
NaCl
Oxidação com dióxido de cloro
22
ClO ClO 22 ++ HH 22 OO
→→
HClO
HClO 22 ++ HClO
HClO 33
CC 66 HH 55 OH
OH ++ 77 HClO
HClO 22
→→
66 COCO 22 ++ 33 HH 22 OO ++ 7HCl
7HCl
33
CC 66 HH 55 OH
OH ++ 1414 HClO
HClO 33 →→ 88 COCO 22 ++ 99 HH 22 OO ++ 1414 HCl
HCl
CIO
CIO 22 ++ 55 Fe
Fe(HCO)
(HCO) 22-- ++ 33 HH 22 OO →→ 55 Fe
Fe(OH)
(OH) 33 ++ 1010 COCO 22 ++ Cl
Cl -- ++ HH ++
22
CIO
CIO 22 ++ 55 Mn
Mn 2+2+ ++ 66 HH 22 OO →→ 55 MnO
MnO 22 ++ 1212 HH ++ ++ 22 CI
CI --
Aquoso
Aquoso
Não
Não reage
reage com
com amônia
amônia ee orgânicos
orgânicos
55
xx mais
mais sol
solúúvel
vel que
que oo cloro;
cloro; vol
voláátil
til
Oxidação Oxidação com dióxido de cloro (ClO )

Oxidação

Oxidação com dióxido de cloro (ClO 2 )

Oxidação Oxidação com dióxido de cloro (ClO )
Oxida Oxidaççãoão com ggááss cloro cloro 4Cl 22 ++ 4H4H 22 OO ↔↔ HH 22 SOSO
Oxida Oxidaççãoão com ggááss cloro cloro 4Cl 22 ++ 4H4H 22 OO ↔↔ HH 22 SOSO
Oxida
Oxidaççãoão
com ggááss cloro
cloro
4Cl 22 ++ 4H4H 22 OO ↔↔ HH 22 SOSO 44 ++ 8HCl
8HCl
coque,
craqueamento
catalítico
do
OCN - + Cl - +
H 2 O
2 CO 2 + N 2 + 3 Cl - + 2 OH -

Oxidaççãoão com

Oxida

HH 22 SS ++ 4Cl

Cianeto presente em operações de eletrodeposição,

mineração, fundição do

petróleo

Cloração alcalina:

CN - + H 2 O + OCl - CNCl + 2 OH -

CNCl + 3 OCl -

2 OCN - + 3 OCl -

Desinfec Desinfecççãoão AA determina determinaççãoão da da dosagem dosagem depende depende de: de: Metas Metas aa
Desinfec
Desinfecççãoão
AA determina
determinaççãoão da
da dosagem
dosagem depende
depende de:
de:
Metas
Metas aa serem
serem atingidas,
atingidas, emem fun
funççãoão da
da legisla
legislaççãoão (o(o sistema
sistema pode
pode
ser
ser projetado
projetado emem fun
funççãoão dodo residual
residual de
de cloro
cloro livre
livre ouou dodo nnºº mmááxx de
de
organismos
organismos indicadores)
indicadores)
Considera
Consideraçções
ões para
para projeto:
projeto:
Presen
Presenççaa de
de ssóólidos:
lidos: protegem
protegem os
os microrganismos;
microrganismos;
pH:
pH: inativa
inativaççãoão aumenta
aumenta com
com decr
decrééscimo
scimo pHpH
Temperatura:
Temperatura: aumento
aumento eleva
eleva aa taxa
taxa de
de inativa
inativaçção.
ão.
AAççãoão das
das formas
formas dodo cloro:
cloro: oo ClO
ClO 22 éé ativo
ativo bactericida
bactericida emem menos
menos de
de
48h
48h ee temtem aa possibilidade
possibilidade de
de umum longo
longo per
perííodo
odo de
de efic
eficáácia
cia emem
rela
relaççãoão aoao Cl
Cl 22 ..
Modelo Modelo de de Selleck Selleck--Collins Collins Modelo Modelo de de Chick Chick--Watson Watson t =
Modelo Modelo de de Selleck Selleck--Collins Collins Modelo Modelo de de Chick Chick--Watson Watson
Modelo
Modelo de
de Selleck
Selleck--Collins
Collins
Modelo
Modelo de
de Chick
Chick--Watson
Watson
Modelo Modelo de de Selleck Selleck--Collins Collins Modelo Modelo de de Chick Chick--Watson Watson t =

t = tempo de contato (min) K = constante de decaimento (tabelados) n: coeficiente (tabelados)

Dosagens Dosagens ttíípicas picas de de cloro cloro para para desinfec desinfecççãoão de de esgotos esgotos
Dosagens Dosagens ttíípicas picas de de cloro cloro para para desinfec desinfecççãoão de de esgotos esgotos
Dosagens
Dosagens ttíípicas
picas de
de cloro
cloro para
para desinfec
desinfecççãoão de
de esgotos
esgotos para
para padrão
padrão
de
de lan
lanççamento
amento de
de 1000
1000 NMP/100
NMP/100 mL
mL de
de coliformes
coliformes fecais
fecais

Compostos de cloro

Compostos de cloro
Compostos de cloro

Reator ultravioleta

Reator ultravioleta
Reator ultravioleta
Reator ultravioleta
Reator ultravioleta
UV-A: UV de onda longa ou "luz negra”, que é a ma ior parte dos raios
UV-A: UV de onda longa ou "luz negra”, que é a ma ior parte dos raios

UV-A: UV de onda longa ou "luz negra”, que é a maior parte dos raios UV emitidos pelo

sol. É responsável por grande parte do efeito de bronzeamento da pele e, em termos

gerais, não é prejudicial e é usado na tratamento médico de certas doenças da pele.

UV-B: é uma parte pequena, porém, perigosa, da luz solar. A maior parte é absorvida

pela camada de ozônio. A exposição prolongada resulta em alguns tipos de câncer da pele, envelhecimento da mesma e catarata nos olhos.

UV-C: UV de onda curta, não presente na luz solar. Inclui UV germicida (253.7nm), usado na desinfecção. A superexposição causa vermelhidão da pele e irritação dos olhos, ambos transitórios, mas acredita-se que não cause câncer da pele, nem catarata nos olhos.

Tolerância: Para UV germicida de 254 nm, o limite de exposição é menor que 0,2 microwatts/cm 2 num período de 8 horas.

Comparação entre diferentes métodos

Comparação entre diferentes métodos
Comparação entre diferentes métodos
Comparação entre diferentes métodos