Vous êtes sur la page 1sur 38

ContadorContador nana InternacionalizaçãoInternacionalização dede EmpresasEmpresas

Prof.Prof. MsMs SérgioSérgio DouglasDouglas Vilela.Vilela.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Perfil Perfil do do Profissional Profissional Contador. Contador. Internacionalização Internacionalização de de

PerfilPerfil dodo ProfissionalProfissional Contador.Contador.

InternacionalizaçãoInternacionalização dede Empresas?Empresas?

Objetivos:Objetivos:

a)a)

nasnas DemonstraçõesDemonstrações FinanceirasFinanceiras

(Lei(Lei 11.638/0711.638/07 ee MPMP 449/08);449/08); b)b) nasnas transaçõestransações comerciais:comerciais:

exportação/importaçãoexportação/importação dede produtos/serviçosprodutos/serviços ee quaisquais sãosão osos impactosimpactos financeirofinanceiro ee contábilcontábil nestasnestas Demonstrações.Demonstrações.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Para Para quem quem são são produzidas? produzidas? As As demonstrações demonstrações financeiras financeiras

ParaPara quemquem sãosão produzidas?produzidas? AsAs demonstraçõesdemonstrações financeirasfinanceiras sãosão preparadaspreparadas ee apresentadasapresentadas parapara usuários:usuários:

a)a)

Externos:Externos: Clientes,Clientes, Investidores,Investidores, Empregados,Empregados, CredoresCredores porpor empréstimos,empréstimos, Fornecedores,Fornecedores, CredoresCredores comerciais,comerciais, GovernosGovernos ee suassuas agênciasagências ee PúblicoPúblico emem geral.geral.

b)b)

Internos:Internos:

Logística,Logística,

produção,produção,

orçamentoorçamento ee outrosoutros

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

UtilizaçãoUtilização dada InformaçãoInformação Contábil?Contábil?

demonstraçõesdemonstrações

financeirafinanceira éé fornecerfornecer informaçõesinformações sobresobre aa posiçãoposição patrimonialpatrimonial ee financeira,financeira, oo desempenhodesempenho ee asas mudançasmudanças nana posiçãoposição financeirafinanceira dada entidadeentidade,, queque sejamsejam úteisúteis aa umum grandegrande númeronúmero dede usuáriosusuários (interno(interno ee externo)externo) emem suassuas avaliaçõesavaliações ee tomadatomada dede decisãodecisão econômicaeconômica

OO

objetivoobjetivo

dasdas

GestãoGestão Empresarial.Empresarial.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

UtilizaçãoUtilização dada InformaçãoInformação Contábil?Contábil?

GestãoGestão EmpresarialEmpresarial éé umum processo:processo:

1.1. PensarPensar estrategicamente:estrategicamente: criarcriar metas,metas, pensarpensar nono futuro,futuro, éé aa razãorazão dada existênciaexistência dodo Negócio.Negócio. AgirAgir comcom focofoco nana buscabusca dede soluções.soluções. 2.2. Inovar:Inovar: “fazer“fazer diferençadiferença fazendofazendo diferente”diferente” buscarbuscar novosnovos produtosprodutos ((design,design, corescores,, processos)processos) parceriasparcerias ((TradingTrading Company)Company) ee mercadosmercados (Exportação).(Exportação).

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

UtilizaçãoUtilização dada InformaçãoInformação Contábil?Contábil?

GestãoGestão EmpresarialEmpresarial éé umum processo:processo:

3.3. Planejar:Planejar: compatibilizarcompatibilizar asas metasmetas comcom osos recursosrecursos (humanos,(humanos, materiaismateriais ee financeiros),financeiros), aoao longolongo dodo tempo.tempo. DarDar previsibilidadeprevisibilidade aosaos resultados.resultados.

4.4. Avaliar:Avaliar: AvaliarAvaliar éé criarcriar meiosmeios dede medirmedir osos resultadosresultados obtidos.obtidos. QuantosQuantos reaisreais porpor unidadeunidade dede produtosprodutos ganhamos?ganhamos? DepoisDepois dede pagospagos osos impostos,impostos, qualqual éé oo lucrolucro ee oo caixa?caixa? EE oo custocusto dodo produtoproduto ee serviços?serviços? InformaçãoInformação éé aa basebase parapara avaliaravaliar ee parapara tomartomar decisõesdecisões rápidas.rápidas.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

ProcessoProcesso dada GestãoGestão EmpresarialEmpresarial

ÁreasÁreas dada GestãoGestão Empresarial:Empresarial:

a)a)

b)b)

c)c)

d)d)

e)e)

f)f)

MarketingMarketing entenderentender asas necessidadesnecessidades ee desejosdesejos dodo consumidor;consumidor; VendasVendas buscarbuscar mercados;mercados; GestãoGestão FinanceiraFinanceira aa artearte dede lidarlidar comcom osos recursosrecursos financeiros;financeiros; GestãoGestão dada ProduçãoProdução PlanejarPlanejar aa produçãoprodução ee controlarcontrolar osos EstoquesEstoques GestãoGestão dada CadeiaCadeia dede SuprimentosSuprimentos fluxofluxo dede fornecedores,fornecedores, produçãoprodução ee clientes.clientes. GestãoGestão dada InformaçãoInformação “A“A informaçãoinformação éé aa locomotivalocomotiva dada decisão”.decisão”. TITI

– – “A “A informação informação é é a a locomotiva locomotiva da da decisão”. decisão”.
– – “A “A informação informação é é a a locomotiva locomotiva da da decisão”. decisão”.
– – “A “A informação informação é é a a locomotiva locomotiva da da decisão”. decisão”.
– – “A “A informação informação é é a a locomotiva locomotiva da da decisão”. decisão”.
– – “A “A informação informação é é a a locomotiva locomotiva da da decisão”. decisão”.

g)g) GestãoGestão dede PessoasPessoas PessoasPessoas articuladasarticuladas asas metasmetas dada organização.organização.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

UtilizaçãoUtilização dada InformaçãoInformação Contábil?Contábil? ContabilidadeContabilidade éé aa linguagemlinguagem universaluniversal dosdos negócios.negócios. EE parapara queque hajahaja comunicabilidadecomunicabilidade nãonão devedeve haverhaver diferençasdiferenças (no(no medir,medir, nono reconhecerreconhecer ee nono evidenciar)evidenciar) asas demonstraçõesdemonstrações financeirasfinanceiras ((FinancialFinancial Reporting)Reporting) HARMONIZAÇÃO/COMPARABILIDADEHARMONIZAÇÃO/COMPARABILIDADE

ComércioComércio

ExteriorExterior

financeirofinanceiro

ee

ee

ImpactosImpactos

nasnas

osos

contábilcontábil

DemonstraçõesDemonstrações FinanceirasFinanceiras

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

ComércioComércio ExteriorExterior GoiásGoiás

EstadoEstado dede GoiásGoiás ee Brasil;Brasil; BalançaBalança ComercialComercial 20082008 2009:2009:

         

(US$1.000FOB)

Períodos:

 

Goiás

 

Brasil

Exportação

Importação

Saldo

Exportação

Importação

Saldo

1ª Trim/2008

620.870

577.376

43.494

38.689.579

35.928.782

2.760.797

1ª Trim/2009

624.590

592.837

31.753

31.177.551

28.167.292

3.010.259

Variação2009/2008(%)

0,60%

2,61%

-27,00%

-19,42%

-21,60%

9,04%

       

Fonte: MDIC- Elaboração: Seplan/ Sepin

GoiásGoiás éé oo 11º11º ExportadorExportador dodo BrasilBrasil 2,23%2,23% GoiásGoiás éé oo 11º11º ImportadorImportador dodo BrasilBrasil 2,70%2,70%

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Comércio Comércio Exterior Exterior – – Goiás Goiás Estado Estado de de Goiás: Goiás: Principais

ComércioComércio ExteriorExterior GoiásGoiás

EstadoEstado

dede

Goiás:Goiás:

PrincipaisPrincipais

produtosprodutos

exportadosexportados trimestre/2009:trimestre/2009:

ComplexoComplexo dede sojasoja 44,05%;44,05%;

 

ComplexoComplexo dede carnecarne 23,23%;23,23%;

SulfetosSulfetos

dede

minériosminérios

dede

cobrecobre

13,23%;13,23%;

FerroligasFerroligas 4,47%;4,47%;

 

OuroOuro 4,11%.4,11%.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Comércio Comércio Exterior Exterior – – Goiás Goiás Estado Estado de de Goiás: Goiás: Exportação

ComércioComércio ExteriorExterior GoiásGoiás

EstadoEstado dede Goiás:Goiás: ExportaçãoExportação parapara osos principaisprincipais paísespaíses trimestre/2009:trimestre/2009:

ChinaChina 20,35%;20,35%; PaísesPaíses BaixosBaixos 11,65%;11,65%; EspanhaEspanha 6,52%;6,52%; ÍndiaÍndia 5,55%;5,55%; SuíçaSuíça 4,90%;4,90%; RússiaRússia 4,86%;4,86%; HongHong KongKong 4,77%;4,77%; ReinoReino UnidoUnido 4,72%.4,72%.

– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido
– – 4,86%; 4,86%; Hong Hong Kong Kong – – 4,77%; 4,77%; Reino Reino Unido Unido

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Comércio Comércio Exterior Exterior – – Goiás Goiás Estado Estado de de Goiás: Goiás: Importação

ComércioComércio ExteriorExterior GoiásGoiás

EstadoEstado dede Goiás:Goiás: ImportaçãoImportação porpor paísespaíses dede origemorigem trimestre/2009:trimestre/2009:

CoréiaCoréia dodo SulSul 28,43%;28,43%; JapãoJapão 15,32%;15,32%; EstadosEstados UnidosUnidos 12,66%;12,66%; SuíçaSuíça 8,70%;8,70%; TailândiaTailândia 7,65%;7,65%; AlemanhaAlemanha 6,73%;6,73%; ItáliaItália 4,83%;4,83%; ChinaChina 3,39%;3,39%;

Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –
Alemanha Alemanha – – 6,73%; 6,73%; Itália Itália – – 4,83%; 4,83%; China China – –

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Comércio Comércio Exterior Exterior – – Goiás Goiás Estado Estado de de Goiás: Goiás: Principais

ComércioComércio ExteriorExterior GoiásGoiás

EstadoEstado dede Goiás:Goiás: PrincipaisPrincipais produtosprodutos ImportadosImportados trimestre/2009:trimestre/2009:

VeículosVeículos automóveis,automóveis, tratores,tratores, et.et. suassuas partes/acessóriospartes/acessórios 42,35%;42,35%;

ReatoresReatores

nucleares,nucleares,

caldeiras,caldeiras,

máquinas,máquinas, etc.,etc., mecânicosmecânicos 16,81%;16,81%;

ProdutosProdutos farmaceuticosfarmaceuticos 14,89%;14,89%;

materiaismateriais

elétricos,elétricos, suassuas partes,partes, etc.etc. 5,71%;5,71%; ProdutosProdutos químicosquímicos orgânicosorgânicos 4,11%;4,11%; ObrasObras dede ferroferro fundido,fundido, ferroferro ouou açoaço

Máquinas,Máquinas,

aparelhosaparelhos

ee

2,15%.2,15%.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Órgãos Órgãos de de regulamentação regulamentação • • Normas Normas e e procedimentos procedimentos

ÓrgãosÓrgãos dede regulamentaçãoregulamentação

NormasNormas ee procedimentosprocedimentos contábeiscontábeis

dede

emitidosemitidos

órgãoórgão

porpor

regulamentação:regulamentação:

RFBRFB TributaçãoTributação IE,IE, II,II, IRPJ,IRPJ, PIS/PASEP,PIS/PASEP,

COFINS,COFINS, IOFIOF desembaraçodesembaraço Aduaneiro.Aduaneiro. CVMCVM RegulaRegula CiasCias dodo mercadomercado aberto;aberto;

BacenBacen

RegulaRegula aa políticapolítica monetáriamonetária câmbio;câmbio;

(Siscomex,(Siscomex, Sisbacen)Sisbacen) MdicMdic SECEXSECEX regularegula oo ComercioComercio Exterior.Exterior. VerVer

PortariaPortaria 36/200736/2007 ConsolidaçãoConsolidação dosdos procedimentosprocedimentos aplicáveisaplicáveis aoao comerciocomercio exterior.exterior. OutrosOutros (questões(questões sanitárias,sanitárias, etc)etc)

CFCCFC RegulaRegula aa profissãoprofissão contábil.contábil.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Órgãos Órgãos de de regulamentação. regulamentação. • • Normas Normas e e procedimentos procedimentos

ÓrgãosÓrgãos dede regulamentação.regulamentação.

NormasNormas ee procedimentosprocedimentos contábeiscontábeis

dede

regulamentação:regulamentação:

emitidosemitidos

órgãoórgão

porpor

CPCCPC ComitêComitê dede PronunciamentoPronunciamento Contábil,Contábil, criadocriado pelopelo CFCCFC atravésatravés dada ResoluçãoResolução 1.055/05,1.055/05, comocomo oo objetivoobjetivo dede desenvolverdesenvolver oo estudo, o preparo e a emissão de Pronunciamentos Técnicos (Conhecidos como CPC) sobre os procedimentos de Contabilidade, visando a centralização e a uniformização do seu processo de produção, levando sempre em conta a convergência da Contabilidade Brasileira aos Padrões Internacionais de

Contabilidade – IASB.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Órgãos Órgãos de de regulamentação. regulamentação. • • Normas Normas e e procedimentos procedimentos

ÓrgãosÓrgãos dede regulamentação.regulamentação.

NormasNormas ee procedimentosprocedimentos contábeiscontábeis

dede

regulamentação:regulamentação:

emitidosemitidos

órgãoórgão

porpor

ComCom oo adventoadvento dada LeiLei 11.638/2007,11.638/2007, foifoi possívelpossível aa utilizaçãoutilização dosdos pronunciamentospronunciamentos dodo CPCCPC pelospelos órgãosórgãos reguladoresreguladores dodo mercadomercado parapara elaboraçãoelaboração dasdas demonstraçõesdemonstrações financeirasfinanceiras conformeconforme artigoartigo -- atravésatravés dada celebraçãocelebração dede convênio.convênio.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Princípios Princípios Operação

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

PrincípiosPrincípios

OperaçãoOperação dede comérciocomércio exterior:exterior:

contábeiscontábeis

parapara

--

DoDo denominardenominar comum;comum;

--

CustoCusto HistóricoHistórico comocomo basebase dede valor;valor;

-- DaDa RealizaçãoRealização dada receita;receita; -- DoDo confrontoconfronto dasdas despesasdespesas comcom asas

períodosperíodos

receitasreceitas

ee

comcom

osos

contábeis.contábeis.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Sistemas Sistemas de de

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

SistemasSistemas dede ContabilidadeContabilidade ee RegistrosRegistros FiscaisFiscais parapara OperaçãoOperação dede comérciocomércio exterior:exterior:

a)a)

SistemaSistema dede ContabilidadeContabilidade segregaçãosegregação (escrituração(escrituração

b)b)

contábil)contábil) dasdas transaçõestransações comerciaiscomerciais (vendas(vendas ee custos)custos) em:em: domésticosdomésticos ee internacionais.internacionais. CritériosCritérios dede avaliaçãoavaliação dede ativos,ativos, passivospassivos ee patrimôniopatrimônio LíquidoLíquido sujeitossujeitos aosaos órgãosórgãos reguladores.reguladores. SistemaSistema FiscalFiscal registroregistro fiscalfiscal (escrituração(escrituração fiscal)fiscal) comcom objetivoobjetivo dede reduçãoredução dede PassivosPassivos fiscaisfiscais pelopelo controlecontrole contábilcontábil ee financeirofinanceiro dasdas transaçõestransações internacionaisinternacionais (Exportação/Importação).(Exportação/Importação). CuidadosCuidados comcom aspectosaspectos dada legislaçãolegislação tributáriatributária federal,federal, estadual,estadual, acordosacordos internacionais,internacionais, alémalém dede analisaranalisar aa necessidadenecessidade dede aperfeiçoamentoaperfeiçoamento dede procedimentosprocedimentos internos.internos.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Documentos Documentos Contábil:

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

DocumentosDocumentos

Contábil:Contábil:

parapara

finsfins

dede

lançamentolançamento

a)a)

b)b)

c)c)

d)d)

e)e)

NotaNota FiscalFiscal ee NotaNota Complementar.Complementar. Esta,Esta, nono casocaso dada contrataçãocontratação terter sidosido efetuadaefetuada apósapós oo embarque;embarque; ContratoContrato ee CâmbioCâmbio ee alterações,alterações, sese houve;houve; ConhecimentoConhecimento dede Embarque,Embarque, contendocontendo oo respectivorespectivo valorvalor dodo frete;frete; ComprovanteComprovante dodo SeguroSeguro ee respectivorespectivo valorvalor dodo prêmio,prêmio, emem sese tratandotratando dede vendavenda sobsob modalidademodalidade queque exijaexija aa responsabilidaderesponsabilidade dodo exportadorexportador pelapela contratação;contratação; DemaisDemais documentosdocumentos relacionadosrelacionados aa despesas,despesas, direitosdireitos ee obrigações.obrigações.

documentos relacionados relacionados a a despesas, despesas, direitos direitos e e obrigações. obrigações.
documentos relacionados relacionados a a despesas, despesas, direitos direitos e e obrigações. obrigações.
documentos relacionados relacionados a a despesas, despesas, direitos direitos e e obrigações. obrigações.
documentos relacionados relacionados a a despesas, despesas, direitos direitos e e obrigações. obrigações.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Documentos Documentos para para Setor

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

DocumentosDocumentos parapara SetorSetor Financeiro:Financeiro:

a)a)

ContratoContrato dede CâmbioCâmbio ee alterações;alterações;

b)b)

AvisosAvisos sobresobre débitosdébitos ee créditoscréditos relacionadosrelacionados comcom

c)c)

cadacada operação;operação; CópiaCópia dodo saquesaque ouou cambial,cambial, parapara possibilitarpossibilitar oo

d)d)

acompanhamentoacompanhamento dada cobrançacobrança ee respectivarespectiva liquidaçãoliquidação dodo câmbio;câmbio; CópiaCópia dodo comprovantecomprovante dede Exportação;Exportação;

e)e)

ConhecimentoConhecimento dede Embarque.Embarque. OsOs documentosdocumentos “d”“d” ee “e”“e” sãosão necessáriosnecessários parapara baixabaixa dede compromissoscompromissos dede financiamentosfinanciamentos vinculadosvinculados àà exportação,exportação, bembem comocomo operaçõesoperações dede drawback.drawback. Obs.:Obs.: GraçasGraças aa DeusDeus tudotudo estaesta ficandoficando eletrônico.eletrônico.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Contabilidade Contabilidade importação:

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade

importação:importação:

aplicadaaplicada

àsàs

operaçõesoperações

dede

1.1. AdiantamentosAdiantamentos parapara Importação/despachantesImportação/despachantes:: sãosão classificadosclassificados emem AtivoAtivo CirculanteCirculante curtocurto prazo,prazo, ouou AtivoAtivo não-circulantenão-circulante RealizávelRealizável aa LongoLongo Prazo.Prazo. PodemPodem serser parapara determinadadeterminada compracompra dede Matéria-Matéria- prima,prima, devemdevem serser classificadasclassificadas nono grupogrupo ESTOQUE,ESTOQUE, ouou máquinasmáquinas ee equipamentos,equipamentos, emem IMOBILIZADOS.IMOBILIZADOS.

2.2. ClassificaçãoClassificação dasdas comprascompras parapara ESTOQUEESTOQUE:: OO momentomomento dada contabilizaçãocontabilização devedeve serser oo dada transmissãotransmissão dodo direitodireito dede propriedadepropriedade (e(e nãonão aa posseposse física).física). EstarEstar atentoatento aa ComprasCompras emem TrânsitoTrânsito (FOB-(FOB- destino),destino), itensitens recebidosrecebidos parapara beneficiamentobeneficiamento ouou armazenagemarmazenagem

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Contabilidade Contabilidade importação:

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade

importação:importação:

aplicadaaplicada

àsàs

operaçõesoperações

dede

3.3. ClassificaçãoClassificação dasdas comprascompras parapara IMOBILIZADOIMOBILIZADO:: sãosão todostodos osos gastosgastos incorridosincorridos aosaos equipamentos,equipamentos, máquinas,máquinas, aparelhosaparelhos ee outrosoutros bensbens atéaté suasua chagada,chagada, desembaraçodesembaraço ee recebimento,recebimento, considerando-seconsiderando-se asas modalidadesmodalidades dede importação,importação, CIFCIF ouou FOB.FOB.

4.4. FinanciamentosFinanciamentos emem moedamoeda estrangeiraestrangeira ParaPara PCPC osos dede curtocurto prazoprazo ee parapara osos dede LongoLongo PrazoPrazo parapara PassivoPassivo NãoNão Circulante.Circulante. AsAs variaçõesvariações monetáriasmonetárias dependemdependem dada aplicaçãoaplicação dosdos recursos,recursos, sese BensBens emem Operações,Operações, emem resultadoresultado ee sese BensBens dodo AtivoAtivo Imobilizado/Intangível,Imobilizado/Intangível, ou,ou, parapara produçãoprodução dede EstoquesEstoques dede LongaLonga duraçãoduração emem contaconta destacadadestacada queque deramderam origemorigem aosaos lançamentos.lançamentos. OsOs juros,juros, comissõescomissões ee outrosoutros eventoseventos financeirosfinanceiros recebemrecebem oo mesmomesmo tratamento.tratamento. RegimeRegime adotadoadotado éé oo dada competência.competência.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

• • Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior Contabilidade Contabilidade exportação:

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade

exportação:exportação:

aplicadaaplicada

àsàs

operaçõesoperações

dede

1.1. AdiantamentosAdiantamentos sobresobre contratocontrato dede câmbiocâmbio (ACC)(ACC)

PassivoPassivo

Circulante,Circulante,

operaçãooperação

financeirafinanceira

dede

curtocurto

prazo.prazo.

2.2. AdiantamentosAdiantamentos dede ClientesClientes (sobre(sobre contratocontrato dede exportação)exportação) PCPC parapara curtocurto prazoprazo ee quandoquando longolongo prazoprazo nono PassivoPassivo não-circulante.não-circulante.

3.3. AdiantamentosAdiantamentos sobresobre contratocontrato dede câmbiocâmbio (ACE)(ACE) AtivoAtivo CirculanteCirculante TítulosTítulos Descontados.Descontados. TemTem porpor basebase oo descontodesconto cambialcambial ouou saquesaque representativorepresentativo dada operaçãooperação dede exportaçãoexportação (através(através dede cessão,cessão, pelopelo exportador,exportador, comcom endossoendosso aa favorfavor dodo banco).banco). CasoCaso oo sacado-importadorsacado-importador deixedeixe dede honrarhonrar oo pagamento,pagamento, oo ACEACE permitepermite aoao BancoBanco oo regressoregresso sobresobre oo endossante/exportador.endossante/exportador.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

• • Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior Contabilidade Contabilidade exportação:

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade

exportação:exportação:

aplicadaaplicada

àsàs

operaçõesoperações

dede

4.4. ReceitaReceita dede vendasvendas ee receitareceita dede variaçãovariação cambialcambial -- OO momentomomento dada contabilizaçãocontabilização devedeve serser oo dada transmissãotransmissão dada propriedadepropriedade dada mercadoriamercadoria (VC(VC entreentre aa emissãoemissão NFNF ee aa dodo efetivoefetivo embarqueembarque FOB,FOB, ouou entregaentrega nono locallocal designadodesignado pelopelo importadorimportador CIF)CIF) ouou dada prestaçãoprestação dodo serviçoserviço constituiconstitui RECEITARECEITA dede VENDAS,VENDAS, daídaí atéaté oo recebimento,recebimento, aa variaçãovariação cambialcambial éé RECEITARECEITA ouou DESPESADESPESA FINANCEIRA.FINANCEIRA.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

• • Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior Contabilidade Contabilidade Fiscal

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade FiscalFiscal dasdas operaçõesoperações dede exportaçõesexportações ee importações:importações:

RegistrosRegistros dosdos créditoscréditos tributáriostributários incentivadosincentivados IPI,IPI, ICMSICMS geramgeram créditoscréditos nana entrada,entrada, quandoquando destinadosdestinados aoao exteriorexterior nãonão incidiráincidirá débitosdébitos nono registroregistro dede apuraçãoapuração dodo IPIIPI ee ICMS.ICMS. PISPIS ee Cofins,Cofins, verver leisleis 9.718/989.718/98 (regime(regime cumulativo)cumulativo) ee 10.637/0210.637/02 (Institui(Institui aa modalidademodalidade nãonão cumulativacumulativa parapara PIS)PIS) ee aa 10.83310.833 (Institui(Institui aa modalidademodalidade nãonão cumulativacumulativa parapara Cofins).Cofins). VerVer ININ 404/04404/04 tratatrata dosdos créditoscréditos

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

• • • • Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior Contabilidade Contabilidade

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

ContabilidadeContabilidade FiscalFiscal dasdas operaçõesoperações dede exportaçõesexportações ee importações:importações:

DrawbackDrawback éé umum incentivoincentivo àà exportaçãoexportação queque permitepermite aoao fabricantefabricante ouou produtorprodutor importarimportar insumosinsumos desoneradosdesonerados dede impostosimpostos quandoquando destinadosdestinados aa comporcompor produtosprodutos aa exportarexportar ouou mesmomesmo exportadosexportados VantagensVantagens fiscaisfiscais dede II,II, IPI,IPI, PIS/ConfinsPIS/Confins ee ICMS.ICMS. DeveDeve haverhaver oo registroregistro segregadossegregados dosdos impostos,impostos, alémalém dodo registroregistro nosnos livroslivros fiscaisfiscais ee controlescontroles internos.internos. VariaçõesVariações CambiaisCambiais AtivasAtivas ee PassivasPassivas RegimeRegime dede Caixa.Caixa. AA ININ 345/03345/03 RegimeRegime CaixaCaixa parapara Competência.Competência.

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior Cálculos Cálculos e e evidenciação

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

CálculosCálculos ee evidenciaçãoevidenciação dede algunsalguns impostosimpostos inerentesinerentes aoao processo:processo:

ImportaçãoImportação dede mercadorias:mercadorias:

UmaUma empresaempresa importaimporta 100100 unidadesunidades dede mercadorias,mercadorias, parapara revenda,revenda, pelopelo valorvalor dede US$US$ 5.000,5.000, valorvalor dede dólardólar nana datadata compracompra R$R$ 2,302,30 ee

vencimentovencimento dada duplicataduplicata emem 6060 dias:dias:

Débito:Débito: EstoqueEstoque ImportaçõesImportações emem andamentoandamento

$$ 11.50011.500

Crédito:Crédito: FornecedoresFornecedores estrangeirosestrangeiros

$$ 11.50011.500

AA empresaempresa compradoracompradora contratoucontratou fretefrete marítimomarítimo parapara transportartransportar asas mercadorias,mercadorias, pagandopagando àà vista:vista:

Débito:Débito: EstoqueEstoque ImportaçõesImportações emem andamentoandamento $$ 2.3552.355

$$ 2.3552.355

Crédito:Crédito: DisponívelDisponível CaixaCaixa ouou BancoBanco

MinistérioMinistério dodo Desenvolvimento,Desenvolvimento, IndústriaIndústria ee ComércioComércio ExteriorExterior -- EncomexEncomex 20092009

Contabilidade Contabilidade e e comércio comércio exterior exterior • • Cálculos Cálculos e e evidenciação

ContabilidadeContabilidade ee comérciocomércio exteriorexterior

CálculosCálculos ee evidenciaçãoevidenciação dede algunsalguns impostosimpostos inerentesinerentes aoao processo:processo:

ImportaçãoImportação dede mercadorias:mercadorias:

ContrataçãoContratação dodo despachantedespachante aduaneiraaduaneira solicitasolicita umum adiantamentoadiantamento parapara cobrircobrir osos impostosimpostos (II,(II, IPIIPI ee ICMS),ICMS), alémalém dasdas despesasdespesas aduaneiras,aduaneiras, nono valorvalor dede $$ 8.000:8.000:

Débito:Débito: AdiantamentosAdiantamentos aa DespachanteDespachante

Crédito:Crédito: DisponívelDisponível CaixaCaixa ouou BancoBanco $$ 8.0008.000

$$ 8.0008.000

ApresentaçãoApresentação dede ContasContas pelapela Despachante:Despachante:

DespesasDespesas aduaneiras:aduaneiras:

$$

500500

ImpostoImposto dede Importação:Importação: 20%20% == ($($ 11.50011.500 ++ $$ 500)500)

$$ 2.4002.400

IPI:IPI: 10%10% == ($($ 11.50011.500 ++ $$ 500500 ++ $$ 2.400)2.400)

$$ 1.4401.440

ICMS:ICMS: 17%17% == ($($ 11.50011.500 ++ $$ 500500 +