Vous êtes sur la page 1sur 18

Direitos Autorais

Nenhuma parte deste livro digital pode ser reproduzida ou copiada, sem o consentimento prévio dos seus autores. Este e-Book é uma iniciativa da Editora AudioJus para destinação e uso pessoal de seus leito- res e colaboradores, sendo vetada a comercialização total ou parcial desta obra.

Legislação

Este produto virtual respeita a legislação pátria em vigor, estando em consonância com a seguinte nor-

ma:

Lei N° 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998 - Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos auto- rais e dá providências.

i

 

1

 
   

INTRODUÇÃO

Este e-Book surgiu como uma forma de atender o clamor dos estudantes que desejavam ter um melhor desempenho nos estudos. Nossa proposta foi desenvolver um conteúdo didático e que atenda de forma geral as necessidades de concurseiros e estudantes que se preparam para OAB, pré-vestibular, ENEM e outras pro- vas e exames.

Este material foi pensado de forma sistemática, de modo a fornecer gradativamente conceitos e técni- cas que possibilitem ao aluno um real progresso em seus estudos. Para tanto, nos afastamos das abordagens cientíQicas e acadêmicas para nos aproximarmos do leitor que exige objetividade e praticidade no seu dia a

 

2

dia, mas nem por isso deixamos de fundamentar toda obra com estudos e pesquisas no campo da neurociên- cia.

No primeiro capítulo nós tratamos sobre a importância de ter uma boa memória e os efeitos positivos deste exercício para nossa vida cotidiana. Já o segundo capítulo nos ensina cinco passos básicos para obter- mos uma boa memória. No terceiro capítulo a proposta é auxiliar o leitor a desenvolver a memória visual e no quarto capítulo a desenvolver a memória auditiva. EnQim, no quinto capítulo o leitor vai dispor de técnicas para poder obter um melhor aproveitamento no momento de realizar provas e exames.

Esperamos que esta leitura seja tão prazerosa para você, quanto foi para nós a elaboração deste e-

Book.

3

 

2

 
   

A IMPORTÂNCIA DE TER UMA BOA MEMÓRIA

Há um boato que circula pelo mundo de que os seres humanos usam apenas 10% do seu cérebro e que se usássemos todo o nosso potencial, seríamos de fato pessoas muito, mas muito acima da média. Pudemos ver uma dessas hipóteses no Qilme Limitless, em bom português, Sem Limites, quando o rapaz escritor desco- bre uma pílula que permite a ele explorar todo potencial contido dentro de sua massa encefálica. Com isso o rapaz se torna um gênio. E é percebendo exemplos Qictícios como estes que nós podemos dissertar sobre a importância de ter uma boa memória, algo que vai nos trazer beneQícios até o Qim de nossa vida. Seja proQissi- onalmente ou academicamente, até mesmo no campo emocional. Ter a capacidade de lembrar exatamente do que aconteceu é de suma importância, mesmo que a maioria de nossas lembranças seja alterada pela nos- sa percepção ou pelo mecanismo de preenchimento de lacunas que o nosso cérebro ativa quando esquece-

 

4

mos algum pedaço de uma memória, ele logo substitui esse vazio por uma projeção. Então, para você ter uma boa memória e menos projeções, vale a pena conhecer mais alguns fatos sobre esta importante ferramen- ta do nosso cérebro. Vital para a nossa sobrevivência.

CONHECENDO A MEMÓRIA

A memória humana pode ser dividida em três partes:

Memória Rápida ou de Curto Termo Memória de Trabalho ou Temporária Memória Permanente ou de Longo Termo

A memória rápida é uma das mais usadas, funciona como o cache de seu navegador na web. São infor- mações que vêm através dos nossos sentidos e portas de percepção: olhos, ouvidos, olfato, tato, indo direto para o sistema cognitivo do nosso cérebro. O interessante é que ela não serve apenas para armazenar, a infor- mação vem, é guardada por pouco tempo, mas também pode ser colocada pra fora através dos nossos movi- mentos e verbalizações. Por isso que naturalmente a nossa linguagem corporal nos entrega, porque a memó- ria de curto termo envia para o nosso corpo os impulsos que correspondem àquelas informações.

Já a memória de trabalho é como se fosse um purgatório de informações. Sabe quando você memori- za algo mais importante da memória de curto termo? Então, ela vai para a memória de trabalho (o segundo estágio das memórias). Lá elas são retidas por certo tempo até que, talvez, elas possam ser levadas para a me- mória permanente.

A memória permanente, ou de longo termo, são aquelas mais marcantes e que nos acompanham pela vida toda. Por exemplo, o nome dos seus pais e até o seu próprio nome, a rua onde você mora, aquele si- nal na pele de sua amiga. E o que muitos especialistas dizem é que o espaço ali é ilimitado, ou seja, ali você pode guardar inúmeras informações do conteúdo mais variado, sem restrições. O grande problema é conse- guir ultrapassar estes níveis de memória e colocar a informação que você tanto precisa na privilegiada memó- ria permanente. Porém, isto não é nada impossível.

APLICAÇÕES DA MEMÓRIA PERMANENTE

Quando uma pessoa decide realmente estudar sobre a memória e aplicar isso em sua vida prática, ela pode ter uma vantagem descomunal frente a outras pessoas. Um exemplo disso é o estudo para as provas de concursos públicos, vestibulares e exames escolares. Com uma memória permanente bem preenchida, o indivíduo consegue fazer a avaliação de um modo magistral, pois tudo o que ele estudou está ali contido na sua memória de longo termo. E pessoas assim não são tão raras. Você mesmo pode ser uma delas. Duvida?

5

 

3

 
   

5 PASSOS BÁSICOS PARA OBTER UMA BOA MEMÓRIA

Ter uma boa memória vai muito além do que uma predisposição genética ou uma atribuição divina para ter um cérebro genial. E nesta época do ano, quando muitos estão prestes a fazer uma prova ou avalia- ção importante, ter uma boa memória se faz mais do que necessário, pois ela servirá para colocar você numa fase mais elevada de sua vida, obtendo estabilidade Vinanceira ou estudando para que a sua proQissão dos sonhos se torne uma realidade.

 

Neste capítulo nós vamos ensinar 5 passos para que você possa utilizar mais da sua memória e não se perder tanto por não ter a capacidade de armazenar tantas informações de forma precisa.

 

6

1.

DURMA BEM

Psicólogos da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram o que todos já sabiam: dormir bem faz bem para a memória. Aliás, dormir bem faz bem para tudo no nosso corpo, por isso, nunca devemos abrir mão de uma boa noite de sono, pois ela revitaliza o nosso corpo e faz com que sejamos mais ativos e usemos mais do nosso cérebro. Com a memorização, consequentemente, acontece esse acréscimo de qualidade quan- do dormimos muito bem. Então, já sabe, dormir apenas 3 horas por noite para poder Qicar estudando pode não ser a melhor opção para aprender mais.

  • 2. FAÇA EXERCÍCIOS FÍSICOS

Os exercícios Qísicos devem estar entre os cinco conselhos de saúde mais indicados em todo o mundo e isso, claro, não é por acaso. Assim que você passa a realizar constantes e frequentes exercícios Qísicos, a sua mente também é beneViciada, como indicam várias pesquisas. Então, reserve pelo menos meia hora do seu dia para fazer aquela caminhada, correr um pouquinho, pois isto, além de aumentar a sua autoestima, vai fazer com que a sua mente Qique preparada para a grande maratona de memorização que você terá pela frente.

  • 3. OUÇA MÚSICA ENQUANTO DORME

Já era do conhecimento entre os pesquisadores que enquanto dormimos ouvir algumas oscilações nas ondas sonoras é bastante benéQico para o nosso cérebro. Mas, desta vez foi conQirmado que a presença de uma música tocando enquanto tiramos aquelas horas de sono podem ser cruciais para termos uma boa me- mória. Então, pegue aquele seu disco bem suave e coloque para tocar. Nessa hora faz bem ouvir um pouco de música erudita, escolha Chopin, Beethoven, Lizst, algo que te faça dormir tranquilo e com bom gosto.

  • 4. LEIA MAIS DE UMA VEZ

Ler apenas uma vez não ajuda. Isso porque podemos dizer que o cérebro na primeira vez não abarca todo o conteúdo que foi oferecido no texto, é como se estivéssemos um pouco dispersos, sem prestar atenção a tudo o que foi escrito. Lendo pela segunda vez nós já conseguimos dar um foco maior aos detalhes que pas- saram despercebidos. Então, sabe aquele livro que você penou pra ler tudo? Bem, achamos que vale a pena dar outra lida.

  • 5. UTILIZE AS EMOÇÕES

As emoções são cruciais para que você consiga armazenar mais informações, pois elas tendem a ser mais marcantes e por isso Qicam guardadas na memória permanente, a que dura para sempre.

Procure associar emoções positivas àquilo que você está estudando.

E isso é algo bastante comprovado. Sabe o lugar que você deu o primeiro beijo? Você lembra até do tempo, se ele estava chuvoso, da respiração dos dois corpos se unindo. Bem, é isso, aliar emoções e informa- ções pode ser uma das melhores formas de guardar conhecimento de forma perpétua.

8

 

4

 
   

MEMÓRIA VISUAL: AS 5 RE - GRAS PARA ABSORVER CON - TEÚDO ESCRITO

Estudar é algo cercado de vários “dogmas” que costumam ser predominantes nas rodas de estudos de aspirantes por todo o país. Porém, muitas pesquisas indicam que vários destes métodos não são tão eQicien- tes. Sabe aquela história de grifar o texto para tentar memorizar algo importante? Então, pesquisas mostram que este método não é tão eQiciente assim. O bom é que alternativas existem e podem te ajudar a ter uma me- mória visual muito mais ampla do que a que você tem no momento. E este tipo de memória é essencial para que você consiga desenvolver uma capacidade maior de reter informações, tendo em vista que não há for-

 
 

9

ma melhor do que absorver uma grande quantidade de informações do que na leitura. É nesta prática que você consegue saber como uma palavra é escrita e como repeti-la em usos futuros. Por isso que é tão impor- tante ter uma boa memória visual na hora da prova, onde uma redação pode ser solicitada e isso pode exigir ainda mais da sua memória visual.

  • 1. LEIA BASTANTE

Bem, podemos dizer que não há como absorver o conteúdo escrito se você não for até ele. E não basta somente ir até ele, você terá que focar-se no conteúdo, concentrar-se e ler mais de uma vez. Estudos com- provam que na primeira leitura que fazemos de algo, acabamos por deixar passar vários detalhes que podem ser importantes. Mas, na segunda leitura, várias arestas vão sendo aparadas e assim você consegue ter uma visão bem mais ampla. Então, leia e releia o que você tem que estudar, pois assim você vai conseguir absor- ver com maior facilidade.

  • 2. EXERCÍCIOS

E como não adianta muito apenas ler, você terá que colocar em prática o que foi estudado. Responda questões sobre o assunto, há vários simulados disponíveis na internet. Peça a alguém que esteja estudando com você para fazer questionários, enquanto você faz o mesmo para ajudar o seu colega. Não é a toa que o simulado é uma das melhores formas de se preparar para qualquer prova.

  • 3. VARIAÇÃO DE EXAME

O seu autoexame deve ser bem variado. Primeiro porque pesquisadores apontam que quanto mais as perguntas forem variadas, com diferentes formas de pedir uma resposta, mais você consegue aQiar o conteú- do que está armazenado na sua mente. Você pode fazer isso através de questões com múltiplas respostas, aquelas de marcar “x”, ou de preencher lacunas, de dizer se é verdadeiro ou falso ou até mesmo as dissertati- vas. É sempre bom mudar o estilo do teste. Você só deve continuar com o mesmo exame se não conseguir responder alguma questão. Então, dê um tempo, respire fundo e faça novamente este exame. Isso aumenta a eQicácia para absorver o conteúdo.

  • 4. PREDISPOR O CÉREBRO

Nós fazemos algo muito melhor quando o nosso cérebro está predisposto a realizar tal ação. Então, quando você faz um cronograma de estudos e condiciona o seu cérebro para absorver aquilo que será estuda- do, Qica muito mais fácil para a sua mente, de forma inconsciente e sutil, guardar as informações que estão ali na sua frente. Então, o que você deve fazer? Pegue a sua agenda e distribua as suas tarefas. Com o tempo o seu cérebro Qicará muito mais predisposto a absorver tais informações. Não existe um estudo tão eQicaz quan- to aquele que é pré-organizado.

  • 5. ESTUDAR DIFERENTES ASSUNTOS

Imagine os estudos como aquele joguinho que você tem que encontra o par semelhante de uma Qigura. Ao estudar um determinado assunto, você vira uma imagem. Ao estudar outro determinado assunto, você vira outra imagem. Ao virar uma imagem que era semelhante ao que você já viu antes, seu cérebro é forçado

10

a acessar a memória de longo prazo para tentar trazer de volta a informação de onde está a Qigura semelhan- te a que você tirou agora. Com os estudos é a mesma coisa, quando você tentar se lembrar de algo que já estu- dou, sua memória de longo prazo Qicará bem mais aQiada.

11

5

MEMÓRIA AUDITIVA

As 5 Regras para Absorver Conteúdo em Áudio e em Sala de Aula

Quando estamos nos preparando para alguma seleção, geralmente procuramos estudar sozinhos, em grupo ou com algum professor. E esta última alternativa é excelente para que possamos tirar dúvidas e para que recebamos o conteúdo de forma mais mastigada, sem precisar encucar com algumas questões que seri- am penosas de ser resolvidas se você estivesse sozinho e sem ninguém pra dar aquela luz no momento da di-

12

Qiculdade. O fato é que as aulas são a melhor forma de você facilitar o processo de aprendizado, principalmen- te se o tempo for curto e você tiver que estudar bastante.

Então, para deixar os conteúdos orais muito mais eQicazes, vamos aqui compartilhar as 5 regras para que você consiga absorver esse conteúdo de forma muito mais eQicaz.

  • 1. SEM DISTRAÇÕES

Se você estiver em sala de aula, procure sentar lá na frente, perto do professor, onde seja possível es- cutar com maior clareza o que ele diz. Desligue o seu celular ou coloque-o no silencioso se quiser gravar a aula em áudio. Se concentre e procure manter a sua mente focada apenas no que o seu professor estiver fa- lando e dizendo. O seu cérebro irá se condicionar a realizar essa tarefa importante para você e assim será mais fácil de memorizar, logicamente. Evite Qicar checando a sua caixa de entrada, aquela rede social, enQim, foque-se na aula. Se estiver em casa, Qique em um lugar fechado, onde ninguém possa te interromper.

  • 2. AUTOHIPNOSE

Você sabe que existem aqueles áudios hipnóticos para pessoas que querem parar de fumar, que que- rem deixar de se sentir inseguras, algo que realmente funciona para um bom número de pessoas. E você pode utilizar esse método para fazer a mesma coisa: coloque aquela aula para tocar quando você for deitar. Para isso, tome um banho e vá para a cama mais cedo. Deite-se e coloque os fones de ouvido com a aula tocan- do. Não tente dormir, apenas ouça. Faça isso todos os dias, faça isso quando você estiver no ônibus, na Qila do banco e no congestionamento. O importante é a repetição em momentos estratégicos.

  • 3. ANOTE AS PARTES IMPORTANTES

Quer fazer com que o seu cérebro consiga se lembrar do conteúdo oral? Anote, através de palavras- chave, aquilo que você achar importante na hora. Isso irá aumentar a capacidade de seu cérebro realizar as- sociações, algo muito importante para a memória eidética, que a mesma que contém a memória auditiva e fotográQica.

  • 4. TENTE REPRODUZIR

Quando você estiver repetindo exaustivamente o conteúdo em áudio e depois de começar a anotar as palavras chave da aula, tente reproduzir o conteúdo. Um grande músico francês chamado Messian costumava imitar os sons dos pássaros, sendo isto um dos propulsores para um bom desenvolvimento auditivo. Você es- cuta e você imita; você Qixa o som no seu cérebro. Então, reproduzir é uma ótima maneira de poder absor- ver melhor o conteúdo escutado na sala de aula. Já pensou em montar um grupo de estudos onde cada par- ticipante tem que expor o conteúdo em forma de aula para os demais?

  • 5. DÊ VALOR A AULA

Estudos apontam que a memória audiovisual consegue ter uma eQiciência de 84%, enquanto a memó- ria auditiva possui geralmente apenas 9%. E isso é um fato que nos leva a pensar sobre a importância de as- sistir uma aula ou então ver o vídeo de alguém ensinando o conteúdo. Por isso, foque-se em vídeo-aula. É

13

preciso dar valor a estes momentos para que você consiga realmente absorver de forma eQicaz o conteúdo que está sendo transmitido.

E para Qinalizar, sempre foque na repetição. Isso é algo que deve estar presente na sua rotina e com a portabilidade dos players de áudio, nunca foi tão fácil ouvir alguma coisa. Faça isso quando for correr, quan- do for viajar, enQim, aproveite o conteúdo.

14

MEMORIZAÇÃO PARA PASSAR EM PROVAS E CONCURSOS

Quando estamos nas vésperas de uma grande prova ou seleção, é normal alguns se desesperarem e co- meçarem a achar que não conseguirão se lembrar de tantas informações, pois é muita coisa para pouco tem- po e pouca amplitude de memorização. Mas calma, existem algumas técnicas comprovadas cientiQicamente que permite aos estudantes a chance de poder memorizar o conteúdo exigido, auxiliando assim a pessoa a conseguir ser selecionada em qualquer exame que for fazer.

ANTES DE TUDO SE ORGANIZE

15

Entenda, se você passar sem se organizar, é porque tem um “grande cérebro” ou porque a sorte está do seu lado. Então, podemos dizer que um bom estudo e memorização começam com roteiros organizados de estudo. Quando o edital do concurso público sai e você se depara com uma quantidade absurda de assun- tos para estudar, é normal se desesperar. Por isso mesmo que é recomendado você parar e ver tudo o que deve ser estudado, realizar um cronograma e dividir o seu tempo para que você possa estudar da melhor forma possível cada parte do que cairá na prova. Se organize, este é o primeiro passo para ter uma memória mais eQicaz.

FICHAMENTO

Uma das técnicas mais importantes para ter uma sessão de estudos eQiciente é fazer Vichamento de tudo o que você achar importante, anotar palavras chave e assim ter um estudo bem sistematizado. Isso é ótimo para gravar no seu cérebro as partes que mais lhe chamam atenção, assim como é excelente para res- saltar a sua memória fotográQica, que tem a característica de ser associativa. Então, fazer um Qichamento é es- tritamente importante para que seus estudos sejam bem sucedidos. E isso mostra que estudar não é apenas ler. Isso requer uma concentração maior e um foco pleno ao que estiver fazendo no momento. Então, leia, compreenda, tome o tempo que precisar.

A REPETIÇÃO

Repetir é a chave do sucesso. Sempre esteja lendo e fazendo Qichamentos, sempre colocando de vez aquele conteúdo dentro de sua mente. O que você não pode é deixar de lado o que estiver estudando. Encare isso como um ciclo que se perpetua até o momento da prova. E a repetição envolve também a prática de reali- zar exercícios relacionados ao que você estudou. Estipule uma meta de resolver no mínimo 250 questões por semana e se sobrar tempo continue praticando os exercícios, pois isso fará com que você Qixe plenamente o assunto em sua mente.

DESCANSE E SE DIVIRTA

Se você não descansar e dormir bem, nada disso valerá a pena. Então, procure aproveitar bem o seu Qim de semana, vá ver um Qilme, passeie na praia, saia com a namorada, encontre os amigos para tomar aque- la cerveja geladinha, corra, faça exercícios Qísicos, escute uma música bem alto, faça uma viagem, ande a cava- lo, jogue videogame, converse sem parar, vá dançar durante a noite e durma muito bem, sonhe com toda a vida que você terá pela frente se conseguir atingir os seus objetivos. Isso é importantíssimo. Descanse bem e encare a sua vida como se você tivesse algo muito grande pela frente, mas que você terá que se preparar des- de já para que isso aconteça. O seu cérebro precisa dessa folguinha para funcionar melhor. Então, aproveite e relaxe, porque você também precisa de investimento.

16

CONCLUSÃO

Tudo que é bom acaba logo! Gostaríamos de agradecer sua atenção e dedicação na leitura deste e- Book. Esperamos que com estas dicas simples você possa obter uma memória poderosa e aQiada. Temos cer- teza que depois de aplicar algumas dessas dicas sua memória vai melhorar e seu desempenho nas provas será o exemplo vivo de que mudanças são possíveis.

Está é apenas a primeira de muitas obras que estão por vir. Conte-nos o que você achou a respeito des- te material. Quais sugestões você daria para o próximo e-Book?

Não se esqueça de compartilhar com seus amigos, pois queremos ajudar o maior número de pessoas com nossas sugestões.

Fique atento em nossos e-mails para receber mais novidades e dicas valiosas.

Até a próxima! Foi um prazer compartilhar este momento com você, muito obrigado!

17