Vous êtes sur la page 1sur 8

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

1

Lista de Exercícios 0 2 – Economia Fechada sem governo

1) Em uma economia fechada sem governo, registraram - se, em determinado ano, as seguintes transações, expressas em unidades monetárias:

Setores de Produção

Agricultura

Indústria

Serviços

Compras de insumos Sementes Fertilizantes Serviços Valor Agregado Salários Juros Alugueis Lucros

25

Compras de insumos

80

Compras de insumos

10

5

Matérias Primas Agrícolas 30

Produtos Agrícolas Insumos Industriais

2

10

Insumos industriais

40

3

10 Serviços

10 Serviços

5

75

Valor Agregado

70

Valor Agregado

130

40 Salários

40 Salários

75

5

Juros

5

Juros

10

15 Alugueis

5

Alugueis

5

15

Lucros

20

Lucros

40

Valor Bruto da Produção 100 Valor Bruto da Produção 150 Valor Bruto da Produção 140

Calcule os seguintes agregados:

a) Valor Bruto da Produção da Economia Este agregado é o mais simples de ser calculado conhecidos os valores brutos da produção de cada setor, para um determinado período de tempo, a sua soma corresponderá ao valor bruto da produção para a economia como um todo. Temos, pois:

 

Valores

Setores de Produção

Brutos da

Produção

Agricultura Indústria de Transformação e construção Serviços

100

150

140

Valor Bruto da Produção da Economia

390

b) Valor das transações inter e intra intersetoriais Essas transações correspondem às compras de insumos feitas pelos setores produtivos. Pelos dados disponíveis, seu cálculo é também bastante simples. Basta verificar quanto cada setor adquiriu de insumos, proveniente de outros setores ou dele próprio. Temos, assim:

Setores de Produção

Compras

de

Insumos

Agricultura Indústria de Transformação e construção Serviços

25

80

10

Valor das Transações inter e intra setoriais

115

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

2

c) Valor agregado bruto

O Valor Agregado Bruto (ou Produto Bruto) resulta da diferença entre o Valor Bruto da

Produção e o Valor das Transações Inter e Intra setoriais. Como já estão calculados estes dois últimos valores, a obtenção do valor do produto bruto se torna também bastante simples. Assim:

Valor Bruto da Produção da Economia menos Valor das Transações inter e intra setoriais é igual ao

390

115

Valor Agregado (ou produto) Bruto

275

d) Valor dos bens finais fornecidos por cada setor e pela economia como um todo. Este valor deve ser igual ao Valor Agregado Bruto. Trata - se, simplesmente, de outra ótica de cálculo do Produto Bruto, de vez que o produto de uma economia é conceitualmente dado pelos bens e serviços finais fornecidos por cada um dos setores que a integra m. Observemos inicialmente o que ocorreu com a agricultura. Sabemos que o valor bruto da produção é de 100 unidades monetárias. Examinando cuidadosamente os valores,

verificamos que a agricultura forneceu a si próprio, as sementes, no valor de 5 unidades monetárias; forneceu também matérias primas às indústrias de transformação e de construção, no valor de 30, além de produtos agrícolas ao setor de serviços. Isto significa que

os seus fornecimentos para fins intermediários totalizaram 37 unidades monetária s. Como o

valor bruto de seus fornecimentos (ou de sua produção) foi igual a 100, os restantes 63 destinaram - se a utilização final. O mesmo raciocínio pode ser aplicado às indústrias de

construção e ao setor de serviços. Assim, em resumo:

 

Valores

Setores de Produção

Brutos da

Produção

Agricultura Fornecimentos finais Indústria de Transformação e construção Fornecimentos finais Serviços Fornecimentos finais

63

97

115

Valor dos bens e serviços finais produzidos pela economia como um todo

275

e) Renda Bruta Trata - se da soma das remunerações pagas aos fatores produtivos, sob a forma de salários, alugueis, juros e lucros, em cada um dos setores de produção. A tabela inicial de dados fornece esses valores diretamente, basta somá - los:

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

3

Setores de Pr odução

Remuneração

paga aos

fatores

Agricultura Indústria de Transformação e construção Serviços

75

70

130

Valor das Transações inter e intra setoriais

275

2) Em uma economia fechada sem governo são disponíveis as seguintes informações, referentes a um determinado ano, em unidades monetárias.

Informações disponíveis

Valores

Valor bruto da produção da agropecuária Salários pagos aos trabalhadores na agricultura Vendas de serviços de transportes e outros a agropecuária Vendas de matérias primas agrícolas a indústria Valor bruto da produção da indústria Valor bruto da produção de serviços Vendas de sementes a agropecuária Vendas de fertilizantes a agropecuária Salários pagos aos industriários Vendas de insumos industriais a indústria Salários pagos aos empregados do setor de serviços Vendas de serviços de transportes, energia e outros ao setor de serviços Vendas de serviços de transporte e outros a indústria Vendas de produtos agropecuários ao setor de serviços Vendas de produtos industriais ao setor de serviços

400

28

35

60

550

620

30

40

32

60

15

30

45

110

85

Utilizando apenas o as informações necessárias, calcule o produto bruto por setor de produção e para o conjunto da economia.

Entre as informações disponíveis, só deverão ser utilizadas aquelas que são insumos ou valor bruto da produção setorial. Desse modo, não deverão ser considerados os salários pagos, uma que são, na verdade, uma parcela da renda e não há outros dados disponíveis para mensurar o agregado do produto sob essa ótica. Assim, o produto bruto será obtido a partir do valor bruto da produção , deduzidos os insumos utilizados no processo produtivo, setor por setor. Assim, em resumo, a nível setorial, temos:

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

4

Produto Bruto Setorial

Valores

VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DA AGROPECUÁRIA Menos bens e serviços intermediários Do próprio setor Da Indústria Do setor de serviços

400

30

40

35

igual a PRODUTO BRUTO DA AGROPECUÁRIA VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DA INDÚSTRIA Menos bens e serviços intermediários Da agropecuária Do próprio setor Do setor de serviços

É

295

550

6 0

60

4

5

igual a PRODUTO BRUTO DA INDÚSTRIA VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DE SERVIÇOS Menos bens e serviços intermediários Da agropecuária Da Indústria Do próprio setor

É

 

3 8

5

620

110

85

30

igual a PRODUTO BRUTO DO SETOR DE SERVIÇOS

É

395

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

5

3) Considere uma economia fechada sem governo, constituída, por apenas três empresas, sendo que a empresa A vende todo o seu produto para a empresa B e esta vende todo o seu produto para a empresa C. O valor dos salários pagos por A é a metade dos pagos por B e um terço dos pagos por C. nesta economia o valor adicionado distribui- se apenas entre lucros e salários. O produto em determinado ano é igual a 180 unidades monetárias. Sabe - se ainda que o valor adicionado é igual nas três empresas e que o total de lucros é igual ao dobro dos totais dos salários. Calcule os valores do lucro nas empresas A, B e C.

A complexidade desse exercício é apenas aparente. Na realidade, ele é bastante simp les.

Primeiramente, é bastante fácil a obtenção do valor adicionado de cada empresa, pois se o produto da economia é igual a 180 unidades monetárias e se é dado que o valor adicionado é igual nas três empresas, sabemos que tanto em A, quanto em B e C, o va lor adicionado é igual a 60. Sabemos, também, que o valor adicionado nessa economia hipotética é constituído apenas por salários e lucros e que estes últimos totalizam o dobro dos primeiros. Logo, se o valor adicionado para a economia como um todo é 180, o s lucros totais e os salários totais gerados pelas três empresas são, respectivamente, iguais a 120 e 60. Por solução algébrica, obtemos os salários pagos por A, B e C. de acordo com as hipóteses assumidas, os salários pagos por A totalizam 10 unidades monetárias; os salários pagos por

B, totalizam 20 (o dobro de A) ; os pagos por C, 30 (três vezes o de A).

Finalmente, como já conhecemos os salários pagos por A, B e C e, sabendo que os valores agregados por essas empresas distribuem - se apenas entre salári os e lucros, os lucros pagos serão iguais a diferença entre o total dos valores agregados e dos salários. Temos, assim, em conclusão:

Valor Adicionado

Total

Salários

Lucros

Empresas

A

B

C

60

60

60

10

20

30

50

40

30

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

6

4) Suponha os seguintes valores, expressos em unidades monetárias, referentes a uma economia fechada sem governo em anos consecutivos:

Agregados

Ano 1

Ano 2

Novos prédios construídos

5

5

Novos equipamentos produzidos

10

10

Bens e serviços produzidos para consumo

110

90

Bens e serviços efetivamente consumidos

90

110

Depreciação estimada dos prédios

10

10

Depreciação estimada dos equipamentos

10

10

Estoques do inicio do ano

30

50

Estoques no final do ano

50

30

Determine, para cada um dos dois anos, os seguintes agregados macroeconômicos:

a. Produto Nacional Bruto Conceitualmente, o Produto Nacional Bruto, para uma economia fechada sem governo, é igual ao consumo acrescido do investimento bruto. Logo, o primeiro passo consiste em calcular o consumo agregado, entendi do como a soma dos bens e serviços efetivamente consumidos, e o investimento bruto, que é igual a formação bruta de capital fixo mais a variação de estoques.

b. Produto Nacional Líquido. Quanto ao Produto Nacional Líquido , corresponde à soma do consumo efetivo com o investimento líquido, entendendo - se este último como a diferença entre o investimento bruto e a depreciação de ativos fixos durante o ano. Assim, em resumo, são os seguintes os valores para os agregados solici tados:

Agregados

Ano 1

Ano 2

Produto Nacional Bruto - PNB

125

105

a) Consumo

90

110

b) Investimento Bruto

35

- 5

Formação Bruta de Capital Fixo

15

15

Variação de Estoques

20

- 20

Produto Nacional Líquido - PNL

105

85

a) Consumo

90

110

b) Investimento Bruto

35

- 5

 

Menos

c)

Depreciação do Capital Fixo

20

20

Cabe observar que o agregado bens de consumo produzidos aparentemente não foi utilizado nos cálculos. Todavia, aquela informação mostra como surge o estoque de bens de consumo no final do ano. Segundo as hipóteses do exercício, este estoque se modifica, em decorrência da diferença entre o valor dos bens de consumo produzidos e o dos efetivamente consumidos.

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

7

5) Suponha uma economia fechada sem governo, que apresenta as seguintes info rmações para determinado ano, em valores monetários, quanto às transações inter e intra setoriais e quanto ao valor bruto da produção.

Destino

Transaç ões Intermedi á ria s

 

Valor

     

Total

Bruto da

Origem

Setor Primário

Setor Secundário

Setor Terciário

Produção

Setor Primário

200

350

40

590

1350

Setor Secundário

300

250

100

650

1800

Setor Terciário

150

180

50

380

690

Total

650

780

190

1620

3840

Suponha ainda que se conhecem, por setor de produção, os lucros, os juros e alugueis e as reservas para depreciação, que atingiram, no mesmo ano considerado, os seguintes valores:

Setores de

Juros e

Reservas

Produção

Lucros

Alugueis

para

depreciação

Primário

150

130

20

Secundário

180

90

50

Terciário

100

95

5

Total

430

315

75

Calcule os seguintes agregados para a economia como um todo, indicando - os também setorialmente:

a. Produto Nacional Bruto Sendo o Produto Bruto dado pela diferença entre o Valor Bruto da Produção e os fluxos de transações intermediárias, temos, setor por setor:

Setores de

Valor Bruto da Produção

Transações Inter e Intra setoriais

 

Produçã o

Produto Bruto

Setor Primário

1350

650

700

Setor Secundario

1800

780

1020

Setor Terciario

690

190

500

Como o PNB é conceitualmente igual à soma do produto bruto calculado dos diferentes setores da economia nacional, temos:

Produto Nacional Bruto = 700+1.020+500 = 2.220

b. Produto Nacional Líquido Conceitualmente, o Produto Nacional Líquido, PNL, é igual ao PNB deduzido da depreciação do capital fixo. Assim, para cada setor de atividade, o produto líquido é o seguinte:

C u rso de introdução à economia – Prof. Salomã o Neves 2 a parte: A mensuração da atividade econô mica

8

Setores de

     

Produção

Produto Bruto

Depreciações

Produto Líquido

Setor Primário

700

20

680

Setor Secundario

1020

50

970

Setor Terciario

500

5

495

Somando os produtos líquidos de cada setor, obtemos o PNL. Temos, assim, Produto Nacional Líquido = 680 + 970 + 495 = 2.145

c. Salários Quanto aos salários, por setor de atividades para a economia como um todo, podem ser obtidos pela diferença entre o valor agregado líquido e os conhecidos das demais remunerações dos fatores (lucr os, juros e aluguéis ). Temos, assim:

Setores de

 

Totais dos Juros, Lucros e Aluguéis

 

Produção

Produto Líquido

Salários

Setor Primário

680

280

400

Setor Secundario

970

270

700

Setor Terciario

495

195

300

Total

2145

745

1400