Vous êtes sur la page 1sur 17

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos
que a Literatura Desafios. Acções
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
identifica a implementar

Actualmente, no Uma crescente A gestão do Desenvolver o (Ameaça, que é


Os desafios mais
nosso país, ainda aceitação do tempo é um sector de pesquisa também uma
significativos são
há falta de dados papel de professor problema e um através do oportunidade, é a
em termos de
em termos de bibliotecário desafio: encontrar desenvolvimento que tem a ver
tecnologia da
avaliação e enquanto o tempo para das novas com o Plano
informação, pelo
conhecimento da elemento monitorizar tecnologias na Tecnológico da
que foi necessário
realidade das articulador de eficazmente os biblioteca. Educação):
criar uma
nossas todo o processo arquivos, ir ao necessidade de
formação de
bibliotecas; de ensino e encontro dos Uma vez que as uma
utilizadores das
Competências do portanto, torna-se aprendizagem. interesses dos bibliotecas perspectivação
TIC
professor bibliotecário difícil demonstrar Dinamização de alunos, dos passaram de atempada da
a importância das projectos comuns professores e dos espaços mudança que o
Reforçar a ideia
práticas de ao agrupamento, seus projectos e organizados com Plano
do papel fulcral
avaliação. através de uma necessidades recursos Tecnológico da
da biblioteca
A Literatura dinâmica torna-se uma destinados ao Educação trará à
enquanto espaço
Internacional na colaborativa. tarefa aliciante, acesso da biblioteca. Isto
de aprendizagem
área das mas árdua. informação e ao implica uma
e de valorização
bibliotecas A visão mais lazer a espaços de maior capacidade
pessoal.
escolares actual do Percepção de falta trabalho e de de antecipação e
evidencia, de bibliotecário de compreensão construção do de alterar práticas
Conhecimento na área Biblioteca escolar

forma clara, o como o “zelador” da natureza e as conhecimento, e modelos de


impacto das de “um viveiro de dimensões do passa a haver a trabalho. Desenvolver uma
bibliotecas na aprendizagem papel do possibilidade de actividade
aprendizagem e activa”. professor apresentar sistemática de
no sucesso bibliotecário: a evidências recolha de
educativo dos comunidade irrefutáveis do informação que
alunos em regiões escolar ainda não impacto do permita ajuizar e
e em contextos tem uma trabalho que nelas decidir de forma
diversos. compreensão se desenvolve. fundamentada o
global da rumo a dar à
importância da nossa acção.
biblioteca para o Centrarmo-nos
ensino e a em abordagens
aprendizagem. baseadas em
evidências
Outra questão é o práticas.
problema da
responsabilidade
relativamente à
tecnologia. Tais práticas
Quanto mais implicam:
equipamentos são - Gerir para o
colocados na sucesso
biblioteca, mais educativo; para a
pressão / melhoria das
expectativas estão aprendizagens e
a ser colocados do trabalho
Conhecimento na área Biblioteca escolar

relativamente à escolar;
manutenção / - Gerir no sentido
serviço e às da optimização
necessidades do dos processos que
equipamento e produzam
dos usuários. resultados e
impacto na
No uso da qualidade da BE e
tecnologia, alguns dos serviços que
professores não prestamos.
possuem as Ser prospectivo,
competências estar atento e ter
para auxiliar os uma postura de
alunos. investigação e de
aprendizagem
Há pouco suporte
para tratamento Criar condições
de dados: A para fazer o
tecnologia está desenvolvimento
sempre a mudar, profissional
os alunos próprio, para
conhecem a nova apresentá-lo aos
tecnologia, mas colegas e para a
não sabem utilizá- discussão
la. cooperativa de
projectos e
Conhecimento na área Biblioteca escolar

leituras.

Estabelecer o
compromisso de
melhorar a
literacia e
aprendizagem

Quando gerimos Afectação de um Dinamizar o


um serviço, Articulação de trabalho em
professor
gerimos um trabalho parcerias com a
bibliotecário a Dificuldades
expectativas, conjunto e B. Municipal e
tempo inteiro e de relativamente à
definimos realização de outras BEs
uma equipa que aceitação da
políticas, projectos de todo
assegura as biblioteca como
planeamos e o agrupamento Convencer a
rotinas inerentes à um serviço que se
projectamos, por gestão, que projecta em todo comunidade de
Desenvolvimento
Organização e Gestão da norma com um articula e trabalha o agrupamento, que a literacia da
de estratégias de
BE horizonte com o na construção de informação é uma
gestão e de
temporal em agrupamento. todas as responsabilidade
integração da BE
perspectiva. Estas aprendizagens e essencial de
na escola e no
expectativas, Desenvolvimento na gestão do escolaridade e
desenvolvimento
projecções e de estratégias de maior número de que qualquer um
curricular.
acções estão gestão e de projectos. pode utilizar a
forçosamente integração da BE informação de
ligadas a um na escola e no forma eficiente
objecto, uma desenvolvimento para transformar-
Conhecimento na área Biblioteca escolar

realidade concreta curricular. se em


(no nosso caso, a conhecimento e o
biblioteca escolar) Desenvolvimento conhecimento
na qual incide a de estratégias de pode ser
nossa acção. gestão baseadas transformado em
Esse objecto/ na recolha sabedoria.
realidade é sistemática de
atravessado por evidências. Preparar os
uma série de alunos para a
factores internos selecção e gestão
capazes de da informação,
condicionar a oferecendo
resposta àquilo materiais de apoio
que e formação
perspectivamos
ou acções que
realizamos.
Existem, também,
actores externos
com proximidade
e forças
diferenciadas que
temos que ter em
conta quando
pensamos um
serviço ou
perspectivamos a
Conhecimento na área Biblioteca escolar

sua gestão.

Organização e Através do
equipamento de processo de Aprofundar a
acordo com os avaliação das perspectiva do
standards bibliotecas, pode- ensino, das
definidos, se sempre trazer à bibliotecas e
luz a diferença literacias como
As BE eram
A nossa BE está a que fazemos na fontes dinâmicas,
dotadas de
trabalhar para a escola que com a articulação
grandes colecções
disponibilização servimos. Fazer de materiais,
cujo objectivo era
de um conjunto entender essa especialmente no
informarem. Dificuldades de
de recursos de diferença é que diz respeito à
Actualmente, implementação de
informação, em fundamental. É aprendizagem e
Gestão da Colecção continuam a ser uma política de
diferentes importante fazer aos ambientes de
espaços de gestão.
ambientes e compreender informação.
trabalho e de Informatização
suportes, àqueles que têm É uma
informação, mas dos registos.
actualizada e em poder decisor que oportunidade para
devem ser
extensão e somos avaliar e traçar os
também espaços
qualidade imprescindíveis; impactos e
de construção do
adequadas às É fundamental resultados, bem
conhecimento.
necessidades dos fazer ver por que como um convite
utilizadores. é que investir em a analisar novas
mais recursos de formas de olhar e
informação ou pensar, ser e
realizar outros fazer.
investimentos,
Conhecimento na área Biblioteca escolar

como, por
exemplo em
recursos
humanos, não
representa uma
perda ou um
investimento sem
retorno.

A BE vê Reconhecimento
redefinidos de que a
contextos de Alguns biblioteca escolar
trabalho e de departamentos é usada enquanto
A BE como espaço de Perspectivar o
prestação de ainda não espaço
conhecimento e trabalho em
serviços e ganha A comunidade coordenam de apetrechado com
aprendizagem. Trabalho função de uma
um papel adere às forma sistemática um conjunto
colaborativo e articulado atitude
preponderante na diferentes a sua prática com significativo de
com Departamentos e colaborativa e
formação para as iniciativas da BE. a BE, de modo a recursos e de
docentes. mais criativa.
literacias e para o melhorar os equipamentos e
acompanhamento resultados da como espaço
curricular e das aprendizagem dos formativo e de
aprendizagens dos alunos. aprendizagem,
alunos. intrinsecamente
Uma prática relacionado com a
Conhecimento na área Biblioteca escolar

baseada em escola e com o


evidências poderá processo de
demonstrar o ensino/
poder real e aprendizagem.
tangível do
contributo do Dinamizar
professor projectos
bibliotecário para abrangentes de
os objectivos de modo a
aprendizagem da conseguir:
escola - metas que - Integração na
se prendem com a escola e no
construção do processo de
conhecimento e ensino/
da compreensão aprendizagem
humana. -Integração
institucional e
programática, de
acordo com os
objectivos
educacionais e
programáticos da
escola;
-Articulação com
departamentos,
professores e
Conhecimento na área Biblioteca escolar

alunos na
planificação e
desenvolvimento
de actividades
educativas e de
aprendizagem.

A BE Tem-se verificado Alguns Desenvolver de


disponibiliza uma melhoria das professores ainda uma forma
gama variada e competências de articulada e Estudar dinâmicas
encaram as
adequada às leitura dos alunos, colaborativa todo diversificadas de
necessidades e dado que a BE actividades de o trabalho de desenvolvimento
gostos dos seus desenvolve um leitura da BE promoção da de competências
utilizadores. trabalho como não fazendo leitura de leitura e de um
A BE desenvolve, sistemático no parte das Criar o gosto pela programa de
Formação para a leitura e
de forma âmbito da “atribuições” das leitura, através da Literacia da
para as literacias
sistemática, promoção da suas áreas. criação de Informação,
actividades no leitura, em oficinas de integrado no
âmbito da articulação com o leitura, clubes e desenvolvimento
promoção da projecto a LER+ e projectos que curricular e extra-
leitura. outros. impliquem a curricular
Organiza sessões leitura (ex:
de leitura ou Articulação das Oficina de
outras que actividades da BE Fantoches; Clube
associem com actividades de Teatro;
diferentes formas de ensino- Projecto do
Conhecimento na área Biblioteca escolar

de leitura, de aprendizagem. Ambiente


escrita ou “Naturospaço”)
comunicação com
o objectivo de
promover o gosto
perla leitura.
Incentiva a leitura
informativa, com
fins recreativos
ou direccionada a
projectos ou
actividades
formativas ou
curriculares.
Explora contextos
inter e
transdisciplinares.
Promove a
articulação da
leitura com os
diferentes
domímios
curriculares.
Promove a leitura
em ambientes
digitais, que
pressupõem
Conhecimento na área Biblioteca escolar

acções formativas
que dotem os
utilizadores das
competências
críticas e
operacionais
necessárias.
O ambiente de No uso da Desenvolver o
informação do tecnologia, sector de pesquisa
século XXI é muitos através do Os desafios mais
A organização da
complexo, fluido professores não desenvolvimento significativos são
informação digital
interactivo, acompanham os das novas em termos de
A BE para estar pronta a
diversificado, alunos ao espaço tecnologias na tecnologia da
disponibiliza usar no quadro
ambíguo e de pesquisa biblioteca. informação; é
recursos de interactivo, a
imprevisível. cabendo ao O plano importante, por
informação, que criação de
Deixou de ser professor tecnológico, isso, incentivar
apoiam a infra- ambientes virtuais
BE e os novos ambientes restringido por bibliotecário a associado à cursos de boa
estrutura de aprendizagem,
digitais. colecções físicas, tarefa de auxiliar actividade de BE, qualidade, uma
tecnológica, a ligação ao
tempo, lugar e as os alunos. Esta vem desenvolver nova formação
contribuindo para currículo serão
fronteiras circunstância é práticas e nas TIC e as BE,
o seu uso e factores críticos
nacionais. O e- enriquecedora do modelos de não apenas de
integração nas de sobrevivência
ambiente está ponto de vista trabalho. gestão de
práticas lectivas para as BEs.
insidir cada vez profissional, mas As novas bibliotecas.
atenção no deixa menos tecnologias
desenvolvimento tempo para as permitiram a
da " sociedade do tarefas de gestão. criação de grupos
conhecimento "," de trabalho como
Conhecimento na área Biblioteca escolar

o país inteligente" os Bibguias e os


alunos inscritos
na formação “Bits
and Bytes”.
Avaliação, gestão A avaliação é um Interrogar a O grande desafio/
e mudança são elemento biblioteca escolar grande mudança
conceitos que fundamental no sobre o que reside no facto de
apontam para processo de A realidade sobre resulta mesmo: desenvolvermos
diferentes gestão porque nos a qual actuamos é uma actividade
dimensões permite: atravessada por A comparação sistemática de
implicadas nos - Aferir a eficácia uma série de com standards recolha de
processos, dos serviços que factores internos e pré-definidos informação que
práticas e prestamos, externos, bem permite-nos aferir nos permita
impactos das identificando como de recursos as expectativas ajuizar e decidir
nossas acções sucessos e humanos e existentes de forma
Gestão de evidências/
enquanto insucessos, que materiais capazes relativamente a fundamentada o
avaliação.
profissionais. condicionam a de condicionar determinado rumo a dar à
Quando gerimos qualidade e negativamente a domínio e os nossa acção.
um serviço, eficiência do resposta àquilo resultados obtidos
gerimos serviço. que (ou o que a nossa Tais práticas
expectativas, - Aferir o impacto perspectivamos experiência implicam:
definimos que temos nas ou acções que empírica nos
políticas, atitudes, realizamos. mostra). - Gerir para o
planeamos e comportamento e sucesso
projectamos, por competências dos A grande educativo; para a
norma com um nossos mudança assenta melhoria das
horizonte utilizadores. no aprendizagens e
Conhecimento na área Biblioteca escolar

temporal em desenvolvimento do trabalho


perspectiva. Estas de uma actividade escolar; criar
expectativas, sistemática de mais-valias
projecções e recolha de comportamentais,
acções estão informação que formativas e de
forçosamente nos permita aprendizagem
ligadas a um ajuizar e decidir junto dos nossos
objecto, uma de forma alunos.
realidade concreta fundamentada o
(no nosso caso, a rumo a dar à - Gerir no sentido
biblioteca escolar) nossa acção. da optimização
na qual incide a dos processos que
nossa acção. O processo de produzam
avaliação trará à resultados e
luz a diferença impacto na
que fazemos na qualidade da BE e
escola que dos serviços que
servimos. É prestamos.
importante fazer
compreender Ser prospectivo,
àqueles que têm estar atento e ter
poder decisor que uma postura de
somos investigação e de
imprescindíveis; aprendizagem
É fundamental contínua são
fazer ver por que factores críticos à
é que investir em efectivação de
Conhecimento na área Biblioteca escolar

mais recursos de uma boa gestão e


informação ou à prestação de
realizar outros serviços de
investimentos, qualidade.
como, por
exemplo em
recursos
humanos, não
representa uma
perda ou um
investimento sem
retorno.
É também
importantíssimo
fazer entender aos
professores
(alguns fechados
à colaboração
com a biblioteca),
aos pais e aos
alunos que a
biblioteca cumpre
objectivos
semelhantes
àqueles em que
toda a restante
escola se
Conhecimento na área Biblioteca escolar

empenha e que
algum do sucesso
obtido tem a sua
participação.

Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

A BE vê redefinidos A BE procura de forma continuada: Promover a integração da BE no


contextos de trabalho e de propor, apoiar e colaborar em todas as funcionamento global do
prestação de serviços e Desenvolver a gestão da BE de modo Agrupamento e assegurar o trabalho
actividades do Agrupamento;
ganha um papel a garantir os recursos humanos e conjunto com as Parcerias (BM,
preponderante na promover a leitura; Museu do Douro; Câmara Municipal;
materiais necessários
formação para as apoiar os utilizadores de forma Centro de Saúde), perspectivando o
literacias e para o personalizada investindo no programa Disponibilizar materiais em suportes papel do professor-bibliotecário como
acompanhamento de monitores; cada vez mais facilitadores e o de parceiro-líder, de acordo com as
curricular e das disponibilizar o espaço e os seus promotores da rapidez de acesso seguintes perspectivas:
aprendizagens dos alunos. recursos;
Uma liderança Purposeful: ter uma
produzir e facilitar materiais de
Uma prática baseada em visão clara de resultados de
evidências poderá apoio; aprendizagem desejados para a escola;
demonstrar o poder real e divulgar e promover o espaço como
tangível do contributo do um espaço de trabalho e de laser; Uma liderança estratégica: ter um
Conhecimento na área Biblioteca escolar

professor bibliotecário assegurar um horário alargado a toda a projecto claro com uma visão centrada
para os objectivos de comunidade. em ações baseadas em evidências;
aprendizagem da escola -
metas que se prendem Liderança colaborativa e criativa:
com a construção do capaz de combinar as capacidades
conhecimento e da criativas dos diferentes grupos da
compreensão humana. comunidade escolar;

A BE deverá ser encarada Liderança renovável: capaz de ser


como um ambiente de altamente flexível e adaptável, em
construção do contínua aprendizagem, mudança e
conhecimento para a inovação;
aprendizagem, mais do
que da informação, na Liderança sustentável: ser capaz de
lógica actual da identificar e celebrar as realizações,
transformação da resultados e impactos - mostrando,
informação em através de provas, que o papel do
conhecimento, do professor-bibliotecário é o papel mais
aprender fazendo. valorizado na escola.

A BE continuará e reforçar a
interacção com as diferentes estruturas
e os docentes e a promover momentos
de reflexão sobre as práticas, a sua
planificação e avaliação e o papel da
BE em todo o processo.
Conhecimento na área Biblioteca escolar