Vous êtes sur la page 1sur 16
PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 1 FILOSOFIA 1ª QUESTÃO É uma sentença que pertence ao campo da Ética: A) A consciência só pode reproduzir o mundo da única maneira que lhe é possível: abstratamente. B) A ciência é uma forma de conhecimento que busca descobrir as causas naturais dos fenômenos naturais. C) Verdades absolutas não existem. A verdade de uma proposição se mede pela sua capacidade de afetar a prática. D) A virtude está em agir de forma que seus atos sejam modelos para todos os atos humanos. E) Os sentidos não são fontes confiáveis para o conhecimento, pois podem nos enganar – e, de fato, em grande parte das vezes, nos enganam. 2ª QUESTÃO Santo Agostinho elaborou um conceito acerca da faculdade de escolha entre o bem e o mal, que se traduz em fazer ou não a vontade de Deus. Essa ideia corresponde ao conceito de A) gênio maligno. B) conhecimento afetivo. C) livre-arbítrio. D) paixões da alma. E) mentalismo. 3ª QUESTÃO A afirmativa que apresenta uma ideia do existencialismo na Filosofia é: A) Tudo que existe no mundo terreno é uma cópia imperfeita das ideias perfeitas do mundo das ideias. B) Nada existe além do pensamento. Tudo o que supomos ser um mundo real só possui existência no ato subjetivo do pensar. C) O mundo real existe independentemente de nossa consciência, mas só conseguimos conhecer o que se apresenta a nós como fenômeno. D) Todo existente é uma determinação do ser absoluto. O ser puro, para ser algo diferente do nada, precisa existir na forma determinada do ente. E) Nenhuma essência humana é predeterminada. O ser humano é aquilo que faz. Nesse sentido, a existência precede a essência. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 2 4ª QUESTÃO René Descartes usa, como princípio metodológico para seu processo racionalista de fundamentação do conhecimento, A) a dúvida metódica. B) a análise descritiva. C) a intuição do ser. D) o estudo de textos. E) o diálogo pedagógico. 5ª QUESTÃO Em Filosofia, a área que se ocupa em investigar o conhecimento científico, seus métodos, os critérios da verdade científica e os fundamentos das ciências é a A) Ontologia. B) Epistemologia. C) Ética. D) Estética. E) Antropologia. 6ª QUESTÃO Para o empirismo, todo conhecimento procede da experiência. Para o racionalismo, a origem do conhecimento é a razão. A doutrina filosófica moderna que tentou juntar o empirismo e o racionalismo, criando uma concepção na qual, no conhecimento, os dados vêm da experiência dos sentidos, mas são modelados por categorias inatas da razão, foi A) o ceticismo de Pirro. B) o neoplatonismo de Plotino. C) o estruturalismo de Foucault. D) o criticismo de Kant. E) a hermenêutica de Gadamer. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 3 7ª QUESTÃO A fenomenologia de Edmund Husserl defende que A) toda consciência é consciência de alguma coisa. B) todo pensamento é pensamento racional. C) toda reflexão é uma reflexão abstrata. D) toda mentalidade é fruto de uma mente transcendental. E) toda opinião é uma opinião pública. 8ª QUESTÃO É INCORRETO afirmar que o iluminismo de Jean-Jacques Rousseau era a favor do princípio A) da democracia direta. B) da religião civil. C) da soberania popular. D) do contrato social. E) do pragmatismo político. 9ª QUESTÃO Há teorias e sistemas filosóficos ou científicos que escondem a realidade social, a divisão de classes e a exploração econômica por trás de uma aparente explicação rigorosa do mundo e de discursos que parecem verdadeiros. A razão, quando a serviço de uma classe social, pode se tornar um instrumento de ocultação da realidade e de justificação teórica da ordem econômica, criando ideias distorcidas sobre o processo social. O conceito que define essa ideia é A) o positivismo. B) o ceticismo. C) a má-fé. D) o determinismo. E) a ideologia. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 4 10ª QUESTÃO David Hume, como empirista, nega A) as circunstâncias existenciais. B) o campo das virtudes. C) a necessidade da moral. D) o valor universal da ideia de causalidade. E) a possibilidade da beleza. 11ª QUESTÃO São Tomás entendia que a Filosofia e a Teologia não se contradizem na busca da Verdade, do Bem e do Belo. Para mostrar isso, ele se esforçou em conciliar a revelação cristã com o pensamento de A) Platão. B) Aristóteles. C) Plotino. D) Dionísio Areopagita. E) Sócrates. 12ª QUESTÃO A descoberta do sujeito e o deslocamento do foco da Filosofia da questão do “ser” para a questão do “conhecimento” foram características da seguinte passagem de período da História da Filosofia: A) do período medieval para o moderno. B) do período helenístico para o do Império Romano. C) do período da patrística para o da escolástica. D) do período antigo clássico para o da patrística. E) do período moderno para o pós-moderno. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 5 13ª QUESTÃO São ideias que pertencem ao campo da Estética na Filosofia: A) valores, moral, conduta, ação. B) racionalidade, princípio da não contradição, comunicabilidade, percepção. C) verdade científica, método, origem do conhecimento, erro. D) metafísica, ser, existir, realidade. E) imaginação criadora, originalidade, sentimento, simbolismo. 14ª QUESTÃO Os filósofos pré-socráticos entendiam a physis como o princípio natural de origem do mundo e de suas transformações. Para o primeiro deles, Tales de Mileto, esse princípio era A) o ar. B) a água. C) a terra. D) o fogo. E) o ser. 15ª QUESTÃO Na lógica clássica, no argumento “Todos os homens são mortais./Sócrates é homem./Logo, Sócrates é mortal”, a conclusão deriva das premissas. Este é, pois, um argumento que se define como A) analógico. B) indutivo. C) dedutivo. D) sofístico. E) paraconsistente. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 6 16ª QUESTÃO São características do período Iluminista da Filosofia: A) a crítica ao reducionismo científico e a defesa de uma concepção mais globalizante da realidade social; a defesa de que a tarefa da Filosofia seria a de superar a fragmentação científica, iluminando as áreas de sombra deixadas pela especialização das ciências. B) a crítica da Razão e a defesa de dimensões não racionais da existência humana e do conhecimento; a afirmação de que a Razão escurece a consciência e de que as paixões e emoções lançam mais luzes para a compreensão do ser humano em sua totalidade existencial. C) a defesa da incognoscibilidade do mundo (o mundo não pode ser conhecido) e a afirmação do aprisionamento do ser humano ao universo da linguagem; a concepção de que apenas a análise do discurso pode clarear o entendimento mútuo entre os homens. D) a valorização da Arte como expressão máxima do conhecimento e como “órgão geral da Filosofia”; a defesa das artes como única forma de acesso ao absoluto; a afirmação de que as culturas não evoluíam linearmente, mas desenvolviam-se independentemente, de acordo com as nacionalidades. E) a crença exaltada na Razão como instrumento para a conquista da emancipação social e política; a defesa do progresso por meio da superação da superstição e dos preconceitos religiosos pelas verdades científicas; a crença no conhecimento das verdades sociais pelo uso da Razão. 17ª QUESTÃO No início da Filosofia Moderna, a questão do Estado se tornou objeto das reflexões filosóficas. Nas teorias contratualistas, o Estado se fundamenta em um “contrato social”. Isso significa que A) a fonte do poder é transcendente à sociedade e o exercício do poder terreno se dá mediante um contrato entre Deus (fonte do poder) e os homens (responsáveis por exercer esse poder). B) na sociedade civil, o estado de natureza é superado. Os indivíduos abrem mão de sua liberdade individual e transferem a um soberano (individual ou coletivo) o poder para criar e aplicar as leis e gerir a sociedade. C) toda transação econômica, seja de compra, seja de venda, de aluguel, de penhora, de empréstimos, etc., só terá valor reconhecido pelo Estado se estiver sacramentada por um contrato escrito. D) as relações trabalhistas, na sociedade burguesa, podem gerar exploração e injustiça. Assim, o emprego da mão de obra deve ser regulamentado por um contrato entre patrões e empregados. E) o exercício do poder político cabe exclusivamente ao rei ou a um soberano designado para o exercício dessa função. A origem do poder pode ser divina ou natural. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 7 18ª QUESTÃO A alternativa que traz APENAS filósofos do período contemporâneo é A) Sartre, Deleuze, Habermas, Derrida, Marcuse. B) Nietzsche, Marx, Kant, Foucault, Adorno. C) Nicolau de Cusa, Agostinho de Hipona, Hegel, Feuerbach, Montesquieu. D) Rousseau, Thomas Kuhn, Popper, Voltaire, Schopenhauer. E) Spinoza, Bergson, Giordano Bruno, Giambattista Vico, David Hume. 19ª QUESTÃO A vinculação da Filosofia com a práxis humana, o apelo para que o pensamento filosófico se voltasse para a transformação social (e não só para a interpretação do mundo) e para o desmascaramento das ideias distorcidas da classe hegemônica universalizadas a todas as classes sociais é característica marcante da corrente filosófica denominada A) pragmatismo. B) utilitarismo. C) marxismo. D) positivismo. E) fenomenologia. 20ª QUESTÃO Do ponto de vista da lógica formal, é um modelo de raciocínio INDUTIVO: A) Batem à porta. Maria está para chegar a qualquer momento, pois avisou que viria. Logo, deve ser Maria quem bate à porta. B) Uma porção do elemento X foi aquecida em um momento T e mudou de cor. Outras porções do mesmo elemento X foram aquecidas nos momentos T 1 , T 2 , T 3 , T 4 ., T n e todas mudaram de cor. Assim, podemos dizer que todo elemento X, em qualquer circunstância, muda de cor ao ser aquecido. C) A corrupção não acaba porque a maioria dos políticos é corrupta. João é candidato a vereador. O cargo de vereador é um cargo político. Se João se eleger vereador, ele se tornará um político. Logo, se João se eleger, ele será corrupto. D) Em várias cenas do crime, o assassino deixava, no terreno, uma pegada que mostrava as marcas de travas de uma chuteira. Vários suspeitos foram presos por meio de descrições de testemunhas. Entre os suspeitos, apenas um era jogador de futebol. Logo, é provável que esse fosse o culpado. E) Todo metal se dilata quando é submetido a uma fonte de calor. O alumínio é um metal. Logo, o alumínio se dilata quando é submetido a uma fonte de calor. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 8 21ª QUESTÃO Considerando-se APENAS o aspecto formal da lógica DEDUTIVA, a alternativa que está formulada de maneira ERRADA é A) Todo homem é mortal. Pablo é homem. Logo, Pablo é mortal. B) Nenhum morcego vive na água. Nemo vive na água. Logo, Nemo não é um morcego. C) Toda baleia é mamífero. Toby é mamífero. Logo, Toby é uma baleia. D) Todo paulista trabalha muito. Mariana é paulista. Logo, Mariana trabalha muito. E) Nada que eu digo te convence. Eu disse algo. Esse algo não te convenceu. 22ª QUESTÃO A alternativa que expressa de maneira adequada o pensamento político de Platão é A) O melhor sistema político é a democracia (poder do povo), pois, como o “homem é a medida de todas as coisas”, todos devem participar da decisão sobre sua sociedade, sem que ninguém reivindique a verdade absoluta. B) O abuso de poder deve ser evitado separando os poderes de acordo com suas funções de administrar, de fazer leis e de julgar. Apenas um poder tripartido pode impedir os abusos de poder e a opressão sobre a sociedade. C) Qualquer sistema político é bom, desde que se submeta às leis definidas previamente. Tanto a monarquia quanto a aristocracia ou a democracia tornam-se justas quando a lei é soberana. D) A monarquia é o melhor sistema político, pois apenas a alguns (aos filósofos) foi dada a capacidade de compreender a verdade e governar, enquanto a outros cabem apenas os trabalhos manuais ou as atividades da guerra. E) A boa política decorre da observação das leis da natureza. Qualquer governo – seja de um só (monarquia), dos melhores (aristocracia), seja de todos (democracia) – deve reproduzir na ordem política a hierarquia natural do mundo e os princípios que a governam. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 9 23ª QUESTÃO Em teoria do conhecimento, a afirmação que caracteriza a postura cética é A) O mundo é conhecido por meio de ideias inatas, operadas e relacionadas pelo trabalho da razão. B) Todo conhecimento procede da experiência e à razão cabe apenas a formulação de sentenças. C) O conhecimento verdadeiro não é possível, pois tanto a razão como a experiência são falhas. D) Um conhecimento é verdadeiro quando dele decorrem consequências práticas aplicáveis a algum fim. E) Apenas o conhecimento científico pode trazer a verdade definitiva. A superstição e a religião só trazem enganos. 24ª QUESTÃO O conjunto de estudos elaborados com base no marxismo pelos pensadores da Escola de Frankfurt ficou conhecido como A) fenomenologia. b) desconstrutivismo. c) marxismo ortodoxo. d) teoria crítica. e) pós-estruturalismo. 25ª QUESTÃO O filósofo que dividiu a ordem do mundo em duas dimensões, chamadas “A Cidade de Deus” e “A Cidade dos Homens”, foi A) Santo Agostinho. B) São Tomás de Aquino. C) Platão. D) Plotino. E) São Bernardo de Claraval. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 10 SOCIOLOGIA 26ª QUESTÃO Com o advento da sociedade moderna, a classe social que perdeu poder político e econômico foi a dos A) capitalistas. B) servos. C) nobres. D) patrícios. E) escravos. 27ª QUESTÃO Com o advento da sociedade moderna, houve um fenômeno que podemos chamar de centralização das atividades, o qual se desenvolveu em vários setores. Essa centralização NÃO OCORREU A) na justiça. B) na família. C) na administração estatal. D) nas forças armadas. E) no sistema de cobrança de impostos. 28ª QUESTÃO O fato histórico, ocorrido entre os séculos XVI e XVIII, que contribuiu para o surgimento do capitalismo foi a A) Descolonização da África. B) Guerra do Vietnã. C) Revolução Mexicana. D) Expansão Marítima Europeia. E) Primeira Guerra Mundial. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 11 29ª QUESTÃO NÃO FAZ PARTE das concepções introduzidas e desenvolvidas pelo Renascimento: A) o teocentrismo. B) o racionalismo. C) a laicidade. D) o Individualismo. E) o antropocentrismo. 30ª QUESTÃO O lema “ordem e progresso”, inscrito na bandeira brasileira, tem origem no A) historicismo. B) positivismo. C) organicismo. D) liberalismo. E) racionalismo. 31ª QUESTÃO Para Durkheim, a pesquisa sociológica deve A) tomar a subjetividade como ponto de partida. B) incorporar os juízos de valor individuais. C) adotar o método da pesquisa participante. D) estabelecer uma relação de empatia com o objeto. E) considerar os fatos sociais como se fossem coisas. 32ª QUESTÃO O inventor do termo “Sociologia” foi A) Jacques Quételet. B) Marcel Mauss. C) René Descartes. D) Augusto Comte. E) George Simmel. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 12 33ª QUESTÃO Para Durkheim, as sociedades reguladas pela solidariedade orgânica se caracterizam A) pelo alto grau de desenvolvimento da divisão do trabalho. B) pela indeterminação das funções sociais. C) pela forte semelhança entre seus membros. D) pela forte presença da consciência coletiva. E) pela integração social através do coletivismo. 34ª QUESTÃO Os conceitos-chave da sociologia de Durkheim são: A) fato social, classe social e ideologia. B) ação social, solidariedade social e alienação. C) fato social, anomia e solidariedade social. D) ação social, fato social e ideologia. E) fato social, ação social e classe social. 35ª QUESTÃO Para Durkheim, o suicídio é sempre A) um fato pecaminoso. B) um fato individual. C) um fato anormal. D) um fato patológico. E) um fato social. 36ª QUESTÃO Os conceitos-chave da sociologia de Max Weber são: A) ação social, estrutura social e processo social. B) ação social, relação social e racionalização. C) ação social, classe social e revolução. D) ação social, relação social e solidariedade social. E) ação social, vocação social e morfologia social. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 13 37ª QUESTÃO Na obra “A ética protestante e o espírito do capitalismo”, Weber afirma que A) o protestantismo foi o obstáculo para o desenvolvimento do capitalismo. B) o catolicismo foi a alavanca para o desenvolvimento do capitalismo. C) o protestantismo foi a alavanca para o desenvolvimento do capitalismo. D) o capitalismo foi o obstáculo para o desenvolvimento do protestantismo. E) o capitalismo foi a alavanca para o desenvolvimento do catolicismo. 38ª QUESTÃO Sobre a sociologia de Max Weber, podemos dizer que sofreu forte influência do A) racionalismo positivista de origem anglo-francesa. B) idealismo hegeliano de origem alemã. C) marxismo de origem russa. D) historicismo de origem alemã. E) socialismo utópico de origem francesa. 39ª QUESTÃO Para Weber, uma boa análise sociológica deve A) ser também uma análise psicológica da ação individual. B) captar e compreender o sentido da ação social. C) ser imparcial, eliminando todos os juízos de valor. D) ser mais explicativa do que compreensiva. E) captar as leis gerais que regulam as sociedades. 40ª QUESTÃO Para Weber, os 4 tipos ideais puros de ação social são: A) ação cultural, ação afetiva, ação racional com relação a valores e ação racional com relação a fins. B) ação comunicativa, ação tradicional , ação racional com relação a fins e ação interativa. C) ação tradicional, ação política, ação econômica e ação racional com relação a valores. D) ação religiosa, ação afetiva, ação racional com relação a fins e ação jurídica. E) ação tradicional, ação afetiva, ação racional com relação a valores e ação racional com relação a fins. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 14 41ª QUESTÃO NÃO TEVE influência na formação do pensamento de Marx: A) o socialismo francês. B) a economia política clássica inglesa. C) o formalismo russo. D) a filosofia idealista alemã. E) o iluminismo francês. 42ª QUESTÃO Para Marx, uma revolução social acontece quando A) há uma profunda contradição entre as forças produtivas e as relações de produção. B) a consciência dos homens determina o seu ser. C) a classe dominante resolve mudar a estrutura social. D) os camponeses são expulsos de suas terras, gerando-se uma massa de revoltados. E) há uma reforma no aparelho do Estado e nas relações de poder. 43ª QUESTÃO Para Marx, classe social se define A) pelo lugar que o indivíduo ocupa na estratificação de renda. B) pelo lugar que o indivíduo ocupa no status de uma sociedade. C) pelo grau de cultura e instrução do indivíduo. D) pela posição que o indivíduo ocupa nas relações de produção. E) pela posição que o indivíduo ocupa nas relações de poder. 44ª QUESTÃO O método de Marx é A) idealista dialético. B) materialista hermenêutico. C) estruturalista. D) materialista dialético. E) fenomenológico. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 15 45ª QUESTÃO Para Marx, ideologia é A) uma forma de pensamento científico que tem a função de estudar as ideias de uma dada sociedade. B) uma forma de pensamento que tende a ver a sociedade de maneira inversa àquilo que ela é na realidade. C) uma forma de pensamento própria das classes dominadas e subalternas. D) uma forma de pensamento própria dos intelectuais. E) uma forma de pensamento própria dos partidos políticos. 46ª QUESTÃO Para o liberalismo, a pobreza é resultado de A) uma estrutura social injusta. B) um castigo divino. C) um fracasso individual. D) uma política social injusta. E) uma desestruturação familiar. 47ª QUESTÃO NÃO FAZ PARTE do método taylorista de produção: A) a divisão e parcelamento das tarefas. B) o maior controle sobre os trabalhadores. C) a introdução da linha de montagem. D) a racionalização das horas trabalhadas. E) a flexibilização dos processos de trabalho. 48ª QUESTÃO São elementos constitutivos de um movimento social: A) ideologia, estratégia e tática. B) planejamento, dinâmica e execução. C) projeto, ideologia e organização. D) conscientização, organização e execução. E) projeto, obstáculo e potencial. PSVS/UFES 2013 GRUPO 10 – PROVA DE FILOSOFIA E DE SOCIOLOGIA PÁGINA 16 49ª QUESTÃO O que caracteriza o Estado do Bem-Estar Social é A) a forte intervenção do Estado na economia. B) a desregulamentação dos direitos sociais. C) seu caráter patrimonialista. D) seu caráter nacional-populista. E) a fraca distribuição de renda. 50ª QUESTÃO Na análise de Umberto Eco sobre os meios de comunicação de massa (MCM), “estrutura de consolação” é, para o telespectador, um processo de A) desalienação. B) benefício econômico. C) compensação ilusória. D) conversão religiosa. E) conscientização política.