Vous êtes sur la page 1sur 11
CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

Aula Demonstrativa
Aula Demonstrativa

ESTUDO DE CASO PARA O TRF da 4º REGIÃO (com correção individual) ANALISTA JUDICIÁRIO E OFICIAL DE JUSTIÇA Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

*recomenda-se ao aluno a leitura atenta sobre as normas

para

a

participação

demonstrativa.

neste

curso,

Aula 00 – Aula Demonstrativa

presentes

na aula

Aula

Conteúdo Programático

Data

0

Aula Demonstrativa

15/5/14

1

Conhecimentos Macroestruturais

20/5/14

2

Conhecimentos Microestruturais

21/5/14

3

Temas e orientação para o Estudo de Caso 1

27/5/14

4

Temas e orientação para o Estudo de Caso 2

12/6/14

5

Temas e orientação para o Estudo de Caso 3

23/6/14

6

Orientações Finais

4/7/14

Descrição do curso:

i.

Curso destinado à preparação para a fase discursiva do

ii.

concurso para o TRF da 4ª região (Analista e Oficial de Justiça). Limite de inscritos: 100 alunos.

iii.

Temas propostos extraídos de Direito Previdenciário e de

iv.

Direito Administrativo para Analista Judiciário/Judiciário; de Direito Processual Civil e de Direito Processual Penal para Oficial de Justiça. Desenvolvimento de 3 (três) Estudos de Caso por aluno.

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

1

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

1. APRESENTAÇÃO

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

Em breve daremos início ao curso de redação com vistas a auxiliar os candidatos a enfrentar a fase discursiva do TRF da 4º região. É bom salientar que, recentemente, a Fundação Carlos Chagas promoveu algumas mudanças em seu processo de correção de textos e isso precisa ser bem compreendido, pois é mais uma “ferramenta” da qual se valerá o aluno para que chegue à prova consciente de seu papel/potencial como redator, capaz de superar a fase escrita do concurso. Já, nesta aula demonstrativa, vamos abordar tais mudanças. Mas, como de praxe, antes de seguir, precisamos nos apresentar para os novos alunos do curso. Quem escreve para vocês sou eu – profa. Júnia Andrade -, que coordeno a montagem das aulas do curso bem como organizo a teoria e os exemplos que servirão como meios estratégicos de auxiliar o candidato a auferir bons pontos na discursiva. Esses exemplos são amparados por professores de Direito, que ora fornecem os comentários ou que propõem os temas e suas respectivas soluções. O professor Décio Terror é nosso coordenador de correções. Caberá a ele e a sua equipe fazer a análise da prática textual dos alunos do curso. Eu e meu parceiro colecionamos a tradição de estar à frente de diversos projetos importantes de redação e discursivas no Ponto dos Concursos. Já lidamos com toda sorte de concursos de

2

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

tribunais regionais, de concursos da área fiscal, das áreas de controle, das carreiras policiais etc. Juntos, vamos ajudá-los a conseguir uma nota que precisa ser excelente para atender bem as exigências da FCC que, diga-se para quem não a conhece bem – é a banca mais rígida no processo de correção de discursivas.

Agora, recomendo que

leiam as

normas para

participar

do

projeto, pois exporemos aqui a forma como o curso funciona.

NORMAS PARA INGRESSAR NO CURSO

  • 1. O curso é exclusivo para os alunos que irão participar do vigente concurso para o provimento de vagas no TRF da 4ª Região (cargos: Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça).

  • 2. Cada aluno terá direito a compor três Estudos de Caso, ressalvado o convite da professora-coordenadora para a reescrita de textos cuja composição estrutural for considerada aquém da prevista em edital.

  • 3. A entrega e a devolução de textos poderão sofrer alterações em seus calendários iniciais, a depender do fluxo das aulas e da qualidade das redações.

  • 4. Não haverá no curso ensino completo de língua portuguesa. Os ensinamentos de português compreendem apenas sugestões para melhorar o desempenho linguístico-formal dos candidatos que irão se submeter à fase discursiva do exame.

3

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

  • 5. Não haverá no curso ensino dos conteúdos específicos dos Estudos de Caso. Tais conteúdos servem apenas como base para a elaboração de propostas temáticas do curso.

  • 6. Assim, recomenda-se ao aluno que use o fórum tira-dúvidas do Ponto dos Concursos para tratar exclusivamente do objetivo central deste preparatório: o estudo da discursiva.

  • 7. O curso atenderá o máximo de 100 inscritos.

  • 8. Todas as redações enviadas ao curso serão corrigidas conforme duas fontes: informações do edital publicado pela FCC, correções de provas anteriores executadas pela própria FCC.

  • 9. Parte do conteúdo deste curso é similar a de outros projetos voltados, no atual momento, para atender a concursos organizados pela FCC. Mas os temas para a composição de discursivas são inéditos.

    • 10. O envio das redações será feito no formato on-line por meio da plataforma de envios de redações do Ponto dos Concursos.

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial
  • 11. Todos os exercícios discursivos deverão conter o nome

completo

do

aluno

ou

da

pessoa

inscrita

no

Ponto

dos

Concursos.

A falta dessas informações pode acarretar a não

correção do texto.

Agora, vamos falar do nosso curso de discursivas para o TRF da 4ª Região.

4

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

AULA DEMONSTRATIVA

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

Como muitos já sabem, nós temos uma tarefa complicada pela frente: fazer um excelente texto, a fim de que este passe pela difícil seleção da FCC. Sem fazer qualquer tipo de pressão sobre os que estão começando seus estudos, quem já faz concurso sabe do que estou

falando: a FCC é muito rígida em suas correções e exige textos com alto nível argumentativo, com excelente clareza de exposições e com uma lógica coerente e bem coesa das ideias neles apresentadas. As notas dos aprovados geralmente são elevadas – em 100 pontos, é preciso apresentar em média 90 pontos para a aprovação – fator que desafia redatores de todas as qualidades, porque, em concurso, o percurso textual escolar conta muito pouco para o processo de aprovação. Para quem não entendeu isso, explico o seguinte: um candidato, por exemplo, pode ter tido uma vida inteira de elogios textuais e pode, ao contrário do que se espera, ser reprovado em concurso, com uma nota inexplicavelmente mediana. Por outro lado, é comum que candidatos que tiveram um passado textual considerado fraco possam vir a ser exitosos na fase discursiva de um concurso. O que isso quer dizer? Uma inversão de valor textual? Não! A regra continua sendo a mesma: quem lê mais e sabe mais o conteúdo tem mais chances de produzir um texto melhor, porque possui amplitude vocabular maior, porque apresenta um desempenho mais fluente com discurso escrito, porque conhece o assunto que lhe é proposto.

5

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

Mas o histórico de leitura pode, por outro lado, trazer uma influência negativa: a falta de objetividade, os vícios de linguagem obtidos pelo contato constante com jargões de área e a tendência a compor frases e períodos muito extensos. Creio que agora chegamos a um ponto importante: as bancas querem conceder boa pontuação para os textos que demonstrem

segurança informativa, atualização, conhecimento abrangente de normas, de jurisprudência e de doutrina, mas querem que isso seja transmitido de forma simples, clara, didática. Trata-se de uma matemática que envolve conhecimento técnico, prática textual e capacidade de edição do texto escrito, para que o texto vá sendo lapidado, a fim de que o redator consiga entrecruzar riqueza de conteúdos com simplicidade de expressão. Além disso, é preciso ter algo importante em mãos: informação correta. Esta advém da experiência dos professores de preparatórios que sempre estão acompanhando, praticamente, mês a mês, o resultado das correções da banca. A maioria dos candidatos acredita que corrigir textos é um processo único, que não demanda mudanças. Engana-se quem pensa assim: as correções seguem o perfil ditado por um grupo de textos que servem como amostra para que a coordenação de correção estabeleça metas de trabalho. Por isso, amigos, é comum que num determinado TRT alguém de vocês tenha obtido, por exemplo, 90 pontos na discursiva, mas, em outro posterior, tenha obtido 75 pontos. Ao verificarem essa oscilação de desempenho, muitos pensam que perderam qualidade textual. Não se trata de perder qualidade

6

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

textual, porque é impossível regredir em termos de expressão linguística – já que universalmente o sistema de um idioma é sempre econômico e recorrente. O que ocorre é que, naquele concurso, em que vocês perderam, inesperadamente, muitos pontos, o conjunto de amostragem indicou rigor maior da banca, ao avaliar textos, se comparados ao conjunto

do concurso anterior. Portanto, não exige o tal regredir textualmente. O que pode ocorrer, se há um julgamento pessoal sobre o texto, é o parcial sobre o estudo que lhe foi solicitado – fato que é normal, pois nenhum redator domina todos os assuntos previstos para a prova discursiva. Ele pode saber muitas informações sobre Direito Administrativo, mas pode ser pouco afeito ao Direito Previdenciário, por exemplo. De todo modo, o que é mais importante é chegar ao concurso com consciência sobre estruturação textual. O candidato deve ter certeza de que conhece bem a forma como os examinadores lerão o texto e, por isso, produzirá uma redação capaz de cumprir essa forma. E por que deve saber isso? Porque, por mais que os editais desfiem uma série de elementos importantes para a confecção de discursivas, eles não tocam no ponto central do processo: como são feitas as correções e quais os critérios mais importantes, empregados pelos examinadores. Aliás, não se divulgam quais são os examinadores reais – embora vocês candidatos, em função da Lei de Acesso à Informação, possam cobrar isso da banca. Mesmo explicando que a avaliação se divide entre Conteúdo e

Expressão, a questão prática

das

correções

fica

www.pontodosconcursos.com.br |

muito

pouco

7

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

elucidada para os alunos saberem exatamente como compor textos, com menos riscos de perder pontos. Então, nosso projeto trabalha no sentido de expor o aluno a situações reais de correção, que começam ainda no modus operandi de elaboração dos temas e terminam nas orientações sobre como o texto dele deve proceder para ter conteúdo, forma e aspecto expressivo alinhado às correções mais recentes da FCC.

AS CORREÇOES EM 2014

Sempre

em minhas

aulas gosto

de

passar, neste encontro

inicial, informações importantes que atendem a dois tipos de públicos: ao aluno que ainda não amadureceu a concepção sobre discursivas para concursos da FCC e ao aluno “veterano”, ou seja, o que já vem concorrendo e sabe que, de um concurso para outro, a banca sempre muda algum detalhe na análise das redações. Então, pessoal, eu vou explicar um ponto importante para as atuais discursivas da FCC: trata-se do atual processo de correção. Até o início de 2014, os examinadores trabalhavam in loco. Os textos continham riscos, círculos, ou seja, havia as marcas das análises feitas pelos examinadores. De uns dois ou três concursos para cá, as correções começaram a ser feitas a distância e a

tradicional perda de pontos de 5 e 5 foi substituída pela perda de 0,5 por falha.

Com a correção a distância, o texto

do aluno

fica sem

uma

marca precisa do seu erro, já que o examinador tende apenas a

preencher a grade de notas, conforme o desempenho textual obtido

8

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

em cada quesito. Em face disso, fica complicado para o redator recorrer do resultado provisório das provas, pois ele terá que “adivinhar” seus erros, já o texto não possui outra anotação a não ser a redação em si. Então, gente, esses fatores aumentam a responsabilidade do redator, que precisa chegar à prova, compondo uma redação praticamente sem erros, para não ficar na dependência de recurso posterior à prova. Assim, para fecharmos esse nosso primeiro bate-papo, vamos esclarecer o que é Estudo de Caso, para quem está começando agora a sua preparação para a prova discursiva.

QUESTÃO COMUM E ESTUDO DE CASO

O desenvolvimento correto de uma questão comum é a base

para o bom desenvolvimento de um estudo de caso. Uma questão comum, na FCC, costuma vir com a seguinte disposição:

Tema 1 – FCC/TRT 20 - Em que consistem o efeito

translativo, regressivo, substitutivo, devolutivo e suspensivo dos recursos?

Já um Estudo de Caso envolve temas com estruturas similares à seguinte:

Tema 2/FCC/2012

O

Oficial de Justiça

encarregado do

cumprimento de um

mandado citatório vai ao Condomínio Edilício em que reside o réu, e ao ser recebido pelo porteiro, percebe conversa pelo interfone e desconfia haver o réu dado ordens a esse

9

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

funcionário para dizer que não se encontrava, frustrando a citação. Como cumprir o mandado? Qual a denominação dada a essa modalidade de citação? Como será o réu, ao final, cientificado de sua citação? Analise o caso detalhadamente (20 linhas).

Se vocês observarem bem, em regra, tanto a questão comum quanto o estudo de caso não exploram assuntos que excedam o conhecimento de boa parte dos candidatos que estudaram para o concurso. A FCC geralmente não propõe temas cujo conteúdo gere empecilhos para os candidatos que os estudam, mas isso não quer dizer que produzir a resposta a tais temas seja tarefa fácil de se cumprir, até porque há temas que parecem pedir uma infinidade de assuntos não cabíveis em 20 ou 30 linhas, e o candidato precisa acionar seu poder de síntese para produzir uma resposta correta, bem argumentada e condensada. Por outro lado, a banca costuma propor temas para os quais a resposta textual parece não render mais que um ou dois parágrafos curtos, e o aluno demonstrar capacidade de expansão textual, sem, com isso, cair em prolixidade gratuita. Bom, esse processo de síntese e de rendimento textual caberá às orientações que serão dadas no curso – cuja meta é exatamente ajudar o aluno a aproveitar melhor seus conhecimentos específicos, de modo que estes não se percam por causa de algum problema de má organização de períodos e de parágrafos. Para fechar nosso encontro, vale esclarecer o seguinte sobre o Estudo de Caso: primeiramente, não há quase nenhuma diferença

10

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual) Analista Judiciário/Judiciário e Oficial

CURSO DE DISCURSIVAS PARA O TRF DA 4ª REGIÃO (com correção individual)

Analista Judiciário/Judiciário e Oficial de Justiça

Aula Demonstrativa Profs. Décio Terror e Júnia Andrade

entre responder um estudo de caso e responder uma questão comum; em segundo, o importante no Estudo de Caso é promover a coesão entre a teoria pedida no tema e os fatos do caso que a exemplificam; em terceiro lugar, produzir respostas objetivas, sem rodeios, atende a uma das maiores exigências da FCC e, por fim, é preciso fundamentar bem as respostas, pois citar uma norma, de modo generalizado, já não garante mais as maiores notas nesta prova.

Grande abraço, os professores!

11

www.pontodosconcursos.com.br |

-------------------------------------------------------------------------------------------------------